quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Quatro pessoas morrem em batida entre dois caminhões e um carro na PR-151


Quatro pessoas da mesma família morreram em um acidente envolvendo um carro e dois caminhões na PR-151, em Piraí do Sul, nos Campos Gerais do Paraná.

Segundo a Rodonorte — concessionária que administra a via — a batida foi registrada no fim da manhã desta quinta-feira (31).

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informou que as vítimas são uma criança, que tinha aproximadamente 7 anos, um adolescente de 12 anos, além de um homem e uma mulher, ambos de 42 anos.

Conforme a polícia, as quatro vítimas estavam no carro. Os dois caminhões e o veículo bateram no km 237 da rodovia.

Ainda de acordo com a polícia, chovia no momento do acidente.

O Instituto Médico-Legal (IML) foi acionado para fazer a retirada dos corpos.

O tráfego de veículos precisou seguir no sistema de pare e siga, mas foi liberado durante a tarde.

Fonte: G1 - PR

Câmara de Turvo devolve R$ 229 mil para a prefeitura


Na manhã desta quinta-feira (31), o presidente da Câmara de Turvo Eraldo Mattos, devolveu um valor de R$ 229 mil para o prefeito Jerônimo. 

O presidente Eraldo está encerrando seu segundo mandato como presidente da Câmara, e anteriormente já havia devolvido 190 mil para a prefeitura. 

E ainda deixou R$ 224 mil no fundo da construção, para construir o muro da creche, paver no estacionamento da câmara e outros acabamentos para termino da câmara. 

Somando todas as economias pelo Legislativo nos últimos 04 anos, somam um total de quase R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais), incluindo a construção da sede própria da câmara, com informatização, mobilhada e com carro novo, que após 37 anos a câmara foi inaugurada neste ano. 

Eraldo diz é grato a Deus por ter conduzido a presidência por dois mandatos, e também agradece aos demais vereadores por terem trabalhados juntos em prol de todos turvenses, e que continuará exercendo seu papel de vereador nos próximos 04 anos. 

“Até aqui nos ajudou o senhor” 1 Samuel 07,12.



 

Ex-professora de Turvo, Eloina Rodrigues de Oliveira, morre vítima da covid-19

 

Faleceu na tarde desta quinta-feira (31) Eloina Rodrigues de Oliveira, aos 75 anos vítima da covid-19. 

Ela ficou internada por nove dias no Hospital Regional de Guarapuava, e faleceu na tarde de hoje. 

A senhora Elóina morava em Guarapuava, mas morou por muitos anos na Localidade da Fibrat, em Turvo, onde foi professora por vários anos.


Singela homenagem de seus familiares e ex-alunos de Eloina Rodrigues de Oliveira:

Essa mulher foi esposa, mãe, avó e professora.


Ela foi professora por muitos anos na rede municipal de Turvo, ela era nora da Ináh Garcia(in memorian)..

Era viúva, deixa filhos, genros, noras, netos e bisnetos.

Ela ensinou sobre a vida e marcou muito a trajetória estudantil de muitos.

Dói muito saber que ela partiu, que o COVID19 a levou.

Foi uma professora exemplar, dedicada aos seus alunos e era fácil ver que amava o seu trabalho acima de tudo.
Com certeza, fará muita falta.

Hoje, deixamos nossa homenagem a essa mulher incrível que ela era.

Sempre disposta a ouvir, ajudar e aconselhar seus alunos e alunas.

Foram inúmeras as vezes que muitos recorreram a ela para aconselhamento.

Adeus, querida mãe, avó e professora, que você era.

 Descanse em paz.
Sentiremos saudades!


Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. 
Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda.
2Timóteo 4

Turvo: Chuva torrencial faz Arroio transbordar nas imediações da Fazenda Águas Belas em Rio Pedrinho


Desde a manhã desta quinta-feira (31) chove muito em Turvo. Leitores do Blog do Elói enviaram algumas imagens que mostram um Arroio que transbordou, impedindo a passagem de veículos e pessoas na Localidade do Rio Pedrinho, na proximidades da Fazenda Águas Belas.


Família que morreu em acidente de avião é velada, em Goioerê


Os corpos de quatro pessoas de uma mesma família, que morreram em um acidente de avião, estão sendo velados em Goioerê, no noroeste do Paraná. O sepultamento das vítimas será feito nesta quinta-feira (31).

Valdecy, Luciana, Beatriz e Júlia Cruzeiro morreram na terça-feira (29) após o avião em que a família estava cair na área rural de Mato Rico, na região central do estado. A família viajava de Goioerê para o Litoral do Paraná.

Os corpos das vítimas foram liberados do Instituto Médico-Legal de Guarapuava, também na região central, no fim da tarde de quarta-feira (30).

Na sequência, os corpos foram levados para Goioerê, onde a família morava, para o velório e sepultamento.

O funeral está sendo feito no Ginásio 10 de Agosto desde o início da madrugada desta quinta-feira.

O sepultamento está previsto para as 10h, no cemitério da cidade.

O acidente

A família estava em um monomotor que caiu uma hora depois da decolagem na área rural de Mato Rico. Partes da aeronave foram encontradas em uma lavora e em um rio da região.

Valdecy pilotava a aeronave quando aconteceu o acidente. Ele tinha mais de 20 anos de experiência e, segundo a família, era responsável pelo aeroporto de Goioerê.

O piloto do avião e a mulher, Luciana, gerenciavam juntos uma empresa de materiais de construção. A filha mais velha, Beatriz, tinha um consultório odontológico. A mais nova, Júlia, estava prestando vestibular para odontologia.

Os corpos foram levados para o IML de Guarapuava e chegaram ao local cerca de 15 horas depois do acidente. Peritos especializados em identificação de vítimas de desastres foram chamados.

Na quarta-feira, agentes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que é um órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), estiveram no local.

De acordo com os registros da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o avião estava em situação regular.

As causas do acidente são investigadas.

Fonte: G1 - PR

Armas de fogo são apreendidas em Campina do Simão


Por volta das 13h00min do dia 30 de dezembro, na PR-825 – Zona Rural de Campina do Simão a equipe policial realizava diligências na rodovia, onde informações davam conta, da presença de pessoas armadas, praticando caça. 

Durante deslocamento, foi avistado em uma estada rural, cruzando a rodovia, três pessoas, transitando a cavalo, sendo que dois deles portavam armas de fogo, do tipo espingarda. 

Foi realizado abordagem e identificado-os, 38 anos, 28 anos e 18 anos. Onde o homem, carregava consigo, uma espingarda, marca Rossi, com dois canos paralelos Galge, .32, carregado com dois cartuchos intactos e outros quatro cartuchos intactos, do mesmo calibre, em uma mochila. O homem, carregava uma espingarda, sem marca legível, com um cano galge, .32, carregado com um cartucho intacto. 

Diante dos fatos e considerando que os abordados não possuem documentação, referente a tais armas, foi dada voz de prisão, sendo apreendido as armas e munições e encaminhado a 14ª SDP.

Fonte: PM
Publicidade