segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Vende-se Fusca 76 Totalmente restaurado



Vende-se Fusca 76 Totalmente restaurado, assoalho novo, vidros novos, interior personalizado, alarme, vidros elétricos,rodas aro 15 do golf motor 1300L com alternador, som com DVD, sub de 12 e par de 69
Valor: Com som R$7.500,00
Sem som R$6.500,00
maiores informações 99566894 com Eduardo Andrade ou por e-mail andradededelima@yahoo.com.br
Cidade - Guarapuava - PR
Mais fotos acesse o link abaixo:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.442699932457041.97177.100001511137928&type=3

APAE DE TURVO FAZ PRESTAÇÃO DE CONTA DO PEDÁGIO REALIZADO E AGRADECE A TODOS QUE COLABORARAM




ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE TURVO
Reg.Tít. e Doctos 65.204, Livro A-005, Averba. 002 1º Cart.de Prot. Guarapuava-PR
UPF 30 de 23/09/2008 - UPE 13.143 de 11/05/01 UPM 07 de 29/09/00.
Filiação Fenapaes nº 1611 de 08/02/2001.
Autorização de Funcionamento nº 5174/11 – CNPJ: 03.401.009/0001-00

INFORMATIVO PEDÁGIO APAE
Realizou-se no dia 05 de setembro de 2014, na Avenida 12 de Maio, o Pedágio da APAE. O objetivo foi a arrecadação de recursos para a compra da Escala Wechsler de Inteligência para Crianças (WISC-IV), com valor de mercado de R$ 2.600,00. O Wisc é um instrumento clinico de aplicação individual que tem como objetivo avaliar a capacidade intelectual das crianças e o processo de resolução de problemas, e será utilizado pelo serviço de psicologia da instituição. 

O pedágio é uma atividade promovida pela APAE, anualmente, em virtude da semana do excepcional. Esse ano foi decidido em reunião com pais, direção e profissionais da saúde, que a arrecadação seria destinada à compra de material para aperfeiçoamento dos atendimentos prestados pela equipe de saúde. 

A APAE de Turvo atende, atualmente, 47 alunos em dois períodos, matutino e vespertino. Oferece atendimento fisioterapêutico, fonoaudiológico, psicológico, ocupacional e médico na especialidade de psiquiatria, além de receber suporte de assistente social. A APAE presta ainda atendimento à comunidade na área de neurologia e neuropediatria, e atualmente atende cerca de 10 pessoas da comunidade, e possui lista de espera. 

Dessa forma, vimos por meio desta agradecer à comunidade Turvense pelo apoio, pelas palavras doces de incentivo, e pelas doações realizadas. Agradecemos pela atenção dispensada ao serem abordados e por dedicarem um tempo do seu dia para ouvir nosso pedido e contribuir com a causa.

Agradecemos pelos R$ 2.020,55 arrecadados no pedágio. 

Nossa meta, R$ 2.600,00 reais ainda não foi atingida, assim, será decidido em reunião com pais e diretoria de que forma podemos alcança-la. Mas grande parte do caminho já foi trilhado para a conquista do nosso objetivo.
Fonte: Hilana Martins





CAMPEONATO AMADOR E JUNIORES 2014, RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO.

A décima rodada do Campeonato Amador 2014, aconteceu nesse domingo, 07 de Setembro ás 15h30min. E teve um jogo adiado entre A.E. GUARAPUAVANO x MADEIRIT, nas outras partidas APROVALE 2 X 1 E.DANÚBIO, partida que aconteceu no Estádio Beira Rio, a equipe do GUARÁ venceu o América por 2x1 no Estádio Romeu Bastos, já a Equipe de TURVO/RIO DAS PEDRAS jogando no Ruben de Mello venceu o A.D.P.A.G pelo placar mínimo de 1x0 e ainda tem chances matemáticas de classificação.


Veja como ficou a tabela de classificação:






PELA CATEGORIA JUNIORES, A EQUIPE DE TURVO/RIO DAS PEDRAS VENCEU POR 4 X 3 A EQUIPE DA APROVALE E ESTÁ NA GRANDE FINAL. 

VEJA A MATÉRIA NO LINK ABAIXO:

TRILHEIROS DE TURVO SAIRAM PARA MAIS UM PASSEIO COM PERCURSO DE MAIS DE 100 QUILÔMETROS


Mais de 15 Trilheiros saíram sábado, 06 de Setembro, para um passeio na trilha que tem aproximadamente de 38 quilômetros, passando por Limeira, na propriedade do Sr. Marcos Seguro e pelo Rio São Francisco no município de Prudentópolis. No Domingo á tarde quando voltavam do passeio, eles aproveitaram para prestigiar a festa que estava acontecendo na comunidade de Carriel/Turvo.

Fotos: Emerson Campos

OCORRÊNCIAS POLICIAIS: INFRAÇÃO DE TRÂNSITO EM TURVO


AS 15H30, DURANTE PATRULHAMENTO, A EQUIPE REALIZOU ABORDAGEM A MOTOCICLETA HONDA CB 300R , SENDO CONSTATADO QUE A MOTOCICLETA ESTAVA COM A DOCUMENTAÇÃO VENCIDA . DIANTE DO FATO FORAM FEITAS AS NOTIFICAÇÕES PERTINENTES E APREENDIDO VEÍCULO JUNTO AO PATIO DO DPM. NA MESMA OPORTUNIDADE FOI ABORDADO UMA HONDA CBX TWISTER, E CONSTATADO QUE ESTA  ESTAVA COM O ESCAPAMENTO ABERTO, A MOTO FOI RETIDA ATÉ QUE SEU PROPRIETÁRIO REGULARIZASSE A TROCA DO ESCAPAMENTO. AMBOS CONDUTORES FORAM ORIENTADOS 

FONTE: DPM DE TURVO

GUARAPUAVA: Rebelião dura mais de sete horas e 11 presos são transferidos

Motim começou por volta das 10h e terminou já pelas 18h30 com a transferência de 11 presos para Curitiba segundo o delegado chefe da Polícia Civil, Alexandre Rorato Maciel

Depois de mais de sete horas de negociação, a Rebelião na cadeia pública da 14ª SDP chegou ao fim em Guarapuava com a transferência de 11 presos para Curitiba. Outros 30 ainda devem ser transferidos nesta semana para outras cidades do Estado como parte das reivindicações que incluem melhorias na alimentação e nas condições das celas.

O motim dos presos começou por volta das 10h quando três agentes carcerários foram feitos reféns na distribuição de marmitas para o almoço nas alas A e B. Nas negociações, estiveram presentes o superintendente da 14ª SDP Arilson Alborghetti, o delegado-chefe Alexandre Rorato Maciel, Ministério Público, Vara de Execuções Penais e um advogado chamado pelos presos, de Curitiba.

Para o delegado Alexandre Rorato Maciel, a transferência ocorreu com tranquilidade ainda neste domingo e a rebelião não teve feridos. “Houve alguns danos na cadeia e o inquérito está sendo instaurado para apurar a rebelião e quem são os responsáveis pelo início do motim. Esperamos que nos próximos dias mais 30 sejam transferidos, além dos 11 que vão para Curitiba”, afirmou o delegado.

Familiares de presos foram se aglomerando em frente à delegacia já durante a manhã, reivindicando informações. Durante o final da tarde, os moradores chegaram a queimar pneus pedindo a saída dos policiais do local. Ana Paula Goulart, esposa de um detento esteve em frente à 14ª SDP durante todo o dia e teve acesso às galerias. Segundo ela, não houve feridos. “Não teve feridos, mas não deixaram ver como está o fundão das galerias. Queremos justiça e a presença da juíza da VEP, e ainda passei humilhação lá dentro. A situação é precária dentro da cadeia”, disse Ana Paula.

A esposa Edicléia Soares disse que a situação é deplorável aos detentos e reclamou da demora de transferência de presos condenados. “Tem muito preso que já recebeu a audiência final, a condenação, no caso do meu marido, que até agora nada, a resposta era para vir em 15 dias e já faz três meses que ele está lá e nada”, reclamou.

A escolta dos transferidos foi feita pela Polícia Militar a partir de uma lista indicada pelos próprios detentos, como explica a Aspirante Manfrói do 16° BPM. “Eles realizaram uma lista, entregaram para a promotora, para o delegado, esses nomes foram analisados e foi concedida a transferência desses presos, nosso trabalho foi mais da segurança do local por causa da presença dos familiares”, afirmou.

Sérgio Annes, do Conselho de Segurança de Guarapuava, argimentou que a Cadeia Pública estourou o limite e é um problema social na cidade. “As reclamações são diárias, presos que são condenados e que poderiam ir para as penitenciárias, o Conselho trabalha dentro das necessidades que são pedidas, câmeras, serviços de monitoramento, mas tudo isso é paliativo, são situações que exigem um melhor empreendimento do Governo do Estado”, argumentou.

A aglomeração de familiares em frente à 14ª SDP terminou por volta das 23h e a transferência dos 11 presos foi realizada ainda ontem para Curitiba.
Publicidade