quarta-feira, 21 de abril de 2021

Paraná registra mais 3.929 casos de Covid-19 e 181 óbitos



A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (21) mais 3.929 casos confirmados e 181 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 911.810 casos confirmados e 20.675 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta quarta-feira são de janeiro (58), fevereiro (126), março (180) e abril (3.451) de 2021 e dos seguintes meses de 2020: maio (1), junho (3), julho (3), agosto (4), setembro (1), outubro (2), novembro (15) e dezembro (85).

VACINA – O site da Secretaria de Estado da Saúde possui um Vacinômetro atualizado em tempo real à medida que os municípios inserem as doses aplicadas no sistema.

INTERNADOS – O informe relata que 2.454 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.976 pacientes em leitos SUS (955 em UTI e 1.021 em enfermaria) e 478 em leitos da rede particular (269 em UTI e 209 em enfermaria).

Há outros 2.447 pacientes internados, 951 em leitos UTI e 1.496 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão na rede pública e rede particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 181 pacientes. São 77 mulheres e 104 homens, com idades que variam de 22 a 96 anos. Os óbitos ocorreram de 06 de julho de 2020 a 21 de abril de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Curitiba (28), Londrina (13), São José dos Pinhais (12), Maringá (9), Ponta Grossa (7), Guarapuava (6), Piraquara (5), Santo Antônio da Platina (5), Campo Largo (4), Cascavel (4), Ivaiporã (4), Apucarana (3), Assis Chateaubriand (3), Campo Mourão (3), Colombo (3), Almirante Tamandaré (2), Assai (2), Cambé (2), Campo do Tenente (2), Castro (2), Cianorte (2), Engenheiro Beltrão (2), Fazenda Rio Grande (2), Foz do Iguaçu (2), Ibaiti (2), Moreira Sales (2), Paranaguá (2), Pinhais (2), Pontal do Paraná (2), Santana do Itararé (2), Toledo (2) e Ventania (2).

A Secretaria registra, ainda, a morte de uma pessoa em cada um dos seguintes municípios: Alvorada do Sul, Arapongas, Araucária, Astorga, Bandeirantes, Bom Sucesso, Campina da Lagoa, Campina do Simão, Cerro Azul, Cornélio Procópio, Coronel Vivida, Faxinal, Figueira, General Carneiro, Goioerê, Ibiporã, Iporã, Jacarezinho, Joanópolis, Jardim Alegre, Jataizinho, Juranda, Lidianópolis, Mandirituba, Marilândia do Sul, Pitanga, Prudentópolis, Ramilândia, Realeza, Rio Branco do Sul, Salto do Itararé, Santa Maria do Oeste, São João do Ivaí, São Pedro do Ivaí, Sertanópolis, Telêmaco Borba, Turvo e Umuarama.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 5.631 casos de residentes de fora, sendo que 134 pessoas foram a óbito.

Operação Preço Baixo Suprema Supermercado de Turvo

 


Empresário de Pitanga morre em acidente na PR-317


O empresário pitanguense Valdemir Hainosz faleceu na tarde desta quarta-feira (21), em uma batida entre um veículo e a motocicleta que ele pilotava na PR-317, próximo a Engenheiro Beltrão.

Segundo informações, com o impacto da batida, a moto do empresário, que é proprietário de um provedor de internet em Pitanga, explodiu. Ainda de acordo com as informações, o suporte aéreo do Samu de Maringá foi acionado, mas quando chegou ao local o empresário já havia falecido. 






Paraná ultrapassa a marca de 2 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19



Mais de 2 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas no Paraná. O número foi alcançado nesta quarta-feira (21), de acordo com o vacinômetroda Secretaria de Estado da Saúde. Foram aplicadas até o momento 2.018.742 doses, todas dos grupos prioritários definidos no Plano Estadual de Vacinação contra a doença. Dessas, 1.470.656 equivalem ao primeiro ciclo da imunização e outras 548.086 à dose de reforço, finalizando o processo. Os números são da atualização das 10h29.

O total de paranaenses vacinados equivale a 12,7% da população do Estado, estimada pelo censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020 em 11.516.840 pessoas, e a 31% das cerca de 4,6 milhões de pessoas incluídas entre os grupos prioritários. São aquelas que estão mais expostas ao vírus, como trabalhadores da saúde e da segurança pública, ou que correm mais riscos de apresentar piora ou morrer pela doença, como pessoas com mais de 60 anos ou que apresentam alguma comorbidade.

A aceleração no processo de imunização no Paraná está relacionada às campanhas recentes adotadas pelo Governo do Estado junto aos municípios com foco em atingir o máximo possível de pessoas e fazer com que as doses enviadas pelo Ministério da Saúde cheguem rapidamente aos braços dos paranaenses.

Com o Vacina Paraná de Domingo a Domingo, salas de vacinação ao redor do Estado estão funcionando ininterruptamente, todos os dias da semana. Já o Corujão da Vacinação estendeu os horários de aplicação até a meia-noite em algumas cidades para atingir aquele público que por algum motivo não consegue comparecer em horário comercial.

“Não queremos vacina em estoque. O trabalho do Governo do Estado é para que as doses cheguem o mais rapidamente possível às 22 Regionais de Saúde e de lá para os 399 municípios paranaenses. Precisamos vacinar, vacinar e vacinar. É a solução para vencermos essa pandemia”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

APLICAÇÃO – O Paraná recebeu do Ministério da Saúde, até agora, 2,8 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. A maior parte já foi repassada aos municípios: de acordo com o Vacinômetro, 2.433.979 vacinas foram distribuídas. Das destinadas para a primeira dose, o índice de aplicação é de 102,4%. Ou seja, foram usadas algumas vacinas reservadas para a segunda dosagem. A taxa de reforço é de 54,6%.

As doses são administradas conforme a ordem prevista no Plano Estadual, iniciando por pessoas idosas em Instituições de Longa Permanência, indígenas, pessoas com deficiência institucionalizadas, trabalhadores da saúde, quilombolas e idosos, que são vacinados regressivamente até chegar à faixa dos 60 anos. A partir daí, será iniciada a imunização das pessoas com comorbidades.

No Paraná, profissionais das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas já estão sendo vacinados. Com a vacina já aplicada em praticamente 100% dos profissionais da saúde e nos primeiros da fila, a vacinação no Paraná está na faixa etária entre os 60 e os 64 anos.

MUNICÍPIOS – Na ordem, os municípios com o maior quantitativo aplicado até agora em números absolutos, somando a primeira e a segunda dose, estão Curitiba (349.093), Londrina (132.402), Maringá (85.414), Cascavel (69.415) e Ponta Grossa (57.130).

Suspeitos de matar segurança são mortos durante confronto com a PM

 VÍDEO:

Os suspeitos de assassinar segurança a tiros na manhã desta quarta-feira (21), foram mortos durante confronto com a Polícia Militar em Toledo.

Segundo informações repassadas à reportagem, militares analisaram as câmeras de segurança da loja de conveniências que fica localizada no cruzamento das Avenidas Parigot de Souza e São João e começaram as buscas pelos jovens.

Durante o patrulhamento no Bairro Pancera, as equipes encontraram o veículo Volkswagen Gol com placas de Matelândia estacionado em frente a Escola Municipal Olivo Beal, que está desativada. Ao verem os militares, os suspeitos correram para dentro da escola.

Houve confronto entre os militares e os suspeitos do crime. Um dos criminosos não resistiu e morreu ainda no local. O outro envolvido no crime, teve ferimentos e foi atendido pelos socorristas do Siate, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância.

Segundo a PM, os criminosos foram identificados como Fabio Ferreira de Siqueira de 30 anos e Raul Augusto Barro de Oliveira de 21 anos.

Ainda segundo a PM, Fábio era natural de Brasilia e estava portando uma pistola 38 preta. Já Raul era natural de Pérola e estava com um revolver 38 niquelado.

A Escola Olivo Beal está desativada, mas é utilizada pela Polícia Militar para treinamento.

Sobre o Crime

Um segurança morreu após roubo em loja durante a manhã desta quarta-feira (21), no Centro de Toledo.

Segundo informado, um homem teria entrado em uma loja de conveniência e pego algumas bebidas. Minutos depois o suspeito sacou arma e anunciou assalto entrando em confronto com o segurança. Após o crime o atirador roubou uma garrafa de bebidas e fugiu em um carro Volkswagen Gol prata.

Socorristas do Siate e do Samu foram acionados para prestar socorro à vítima, mas Edmilson Breen não resistiu e morreu no local.

Fonte: Catve.com



Estado ativa leitos de UTI em 12 municípios que nunca tiveram esse serviço


O Governo do Estado ativou, desde o início da pandemia, 124 leitos de UTI em municípios que nunca tiveram este tipo de apoio para internação. São municípios com população de 10 mil a 47 mil habitantes espalhados por todas as regiões do Paraná.

A estratégia contempla especialmente a política de gestão da regionalização da saúde, conforme diretrizes do Governo do Estado. O objetivo é que as pessoas possam contar com suporte médico/hospitalar mais perto das suas casas, especialmente no período da pandemia da Covid-19.

“É um esforço contínuo desde março de 2020 para levar assistência especializada, com equipamentos e profissionais, para as regiões do Estado, beneficiando todos os municípios, independente do porte, mas sempre de acordo com a necessidade de logística e com foco na regionalização dos serviços de saúde”, afirmou o secretário da Saúde do, Beto Preto.

Doze municípios tiveram estruturas abertas neste pouco mais de um ano da pandemia. O investimento destes leitos de UTI é feito com recursos do Governo do Estado e também do governo federal. O custeio mensal é de aproximadamente R$ 6 milhões.

“Neste período, e enquanto perdurar a pandemia, 12 municípios que nunca tiveram UTI receberam este benefício e estão podendo tratar os casos graves de Covid-19 sem precisar de deslocamento para cidades maiores. Sabemos da urgência que a infecção do coronavírus pode causar e por isso a implantação destes leitos exclusivos para o tratamento da doença”, disse o secretário.

DESCENTRALIZAÇÃO – Na macrorregião Leste, pela primeira vez foram ativados leitos UTI nos municípios de Laranjeiras do Sul (10 leitos no Instituto São José) e no município da Lapa, com seis leitos de Unidade de Terapia Intensiva no Hospital São Sebastião, autorizados na semana passada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Na macro Oeste, Assis Chateaubriand conta com 28 leitos de UTI no Hospital Moacir Miqueletto; Palotina, com 10 no Hospital Abrão Delazzari; Chopinzinho, com 10 no Instituto São Rafael; Nova Aurora, com 6 no Hospital Dr. Aurélio; Cerro Azul, com 3 no Hospital Bom Samaritano; e Missal, com 3 no Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Fátima.

Já no Noroeste, os leitos de UTI inéditos foram implantados nos municípios de Colorado, com 20 no Hospital Santa Clara; Goioerê, com 10 na Santa Casa, e em Astorga, com 3 no Hospital Cristo Rei.

Outros 15 leitos de UTI também foram abertos pela primeira vez no Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina.

“A decisão de implantação e ativação dos leitos de UTI Covid pela Sesa leva em conta as necessidades regionais, considerando o cenário diário da pandemia”, explicou o diretor de Gestão em Saúde da Sesa, Vinícius Filipak.

As estruturas montadas têm equipamentos que foram cedidos pelo Estado, dentre respiradores e monitores, além de doações que chegaram ao Paraná e foram entregues às instituições, ou ainda que foram adquiridos pelo próprio prestador de serviços.

BALANÇO – Nesta quarta-feira (21) o Paraná conta com 1.834 leitos de UTI e 2.769 leitos de enfermaria para adultos. A rede exclusiva também tem 22 UTIs e 34 enfermarias pediátricas. São 63 municípios integrados nessa estratégia de atendimento. Mais de 70 mil atendimentos já foram realizados.

Faleceu Moizeis Ribeiro dos Santos


Faleceu na noite desta terça-feira (20) em Campo Mourão, Moizeis Ribeiro dos Santos, aos 73 anos.

O velório está sendo na igreja da Localidade do Santinho, em Turvo.

Sepultamento será ás 15h00 de hoje.


Informou Funerária Nossa Senhora Aparecida de Turvo.
Publicidade