[Fechar]

segunda-feira, 31 de maio de 2021

Aproveite as ofertas da Terça Verde do Suprema Supermercado de Turvo

 


Hospital Bom Pastor de Turvo está com superlotação nos leitos para casos com Covid-19


Na noite desta segunda-feira (31), a direção do Hospital Bom Pastor de Turvo, comunicou que o hospital está com superlotação nos leitos de enfermaria para casos com Covid-19.

A direção pede que a população turvense e região para que procurem o hospital somente em casos de urgência e emergência.






 

Prefeito de Guarapuava anuncia prorrogação de decreto municipal até dia (06)

Em live pelas redes sociais, no fim da tarde desta segunda-feira (31), o prefeito Celso Góes anunciou que estão mantidas as medidas restritivas de combate à COVID-19 no município de Guarapuava e prorroga os decretos 8725 e 8729, até as 23h59 do próximo domingo, dia 6 de maio.

A decisão se baseia em informações técnicas com avaliação epidemiológica da doença em Guarapuava. Desde o fim de semana, o prefeito, secretários municipais e líderes de vários segmentos da sociedade discutiram e decidiram pela manutenção do decreto.

“A decisão se justifica já que as medidas restritivas mostram ligeira melhora no quadro, revelando resultados positivos, com redução no número de casos de contaminação e óbitos, mas ainda é preciso ter o controle dos resultados epidemiológicos”, disse o Secretário de Saúde, Jonilson Pires.

Ele complementou ainda, salientando que “os números ainda não estão sob controle. Há uma tendência de queda, mas os atendimentos nos hospitais e unidades de saúde ainda são altos e precisam baixar. Com o trabalho ainda no limite, a prioridade passa a ser o controle da estabilização no número de atendimentos. Um novo momento pode ser admitido quando houver o controle desta curva, mas é preciso que esteja em baixa”.

Jonilson Pires e o prefeito, também falaram que a partir de agora, o trabalho da Saúde de Guarapuava, passará a ser feito em sistema de “bandeiramento”. Através de cores, que deve servir de guia para controle dos dados epidemiológicos. Diariamente serão levantados dados que devem indicar os casos de contaminados e de óbitos, onde também será levado em conta a capacidade de atendimento do sistema de saúde de Guarapuava.

Turvo registra mais 36 casos de Covid-19

 


Paraná confirma 1.308 novos casos e 22 óbitos pela Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (31) mais 1.308 casos e 22 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.087.596 casos e 26.272 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (2), fevereiro (1), março (42), abril (7) e maio (1.255), e de dezembro de 2020 (1).

INTERNADOS – O informe relata que 2.889 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 2.221 em leitos SUS (976 em UTI e 1.245 em enfermaria) e 668 em leitos da rede particular (348 em UTI e 320 em enfermaria).

Há outros 3.056 pacientes internados, 1.130 em leitos UTI e 1.926 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão nas redes pública e particular e são considerados casos suspeitos.

MORTES – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 22 pacientes. São 9 mulheres e 13 homens, com idades que variam de 47 a 95 anos. Os óbitos ocorreram de 21 de dezembro de 2020 a 30 de maio de 2021. Os pacientes que morreram residiam em Foz do Iguaçu (5), Guarapuava (4) e Siqueira Campos (4), além de um óbito em cada um dos seguintes municípios: Assis Chateaubriand, Cascavel, Congonhinhas, Maringá, Maripá, Ponta Grossa, Santa Lúcia, Toledo e Três Barras do Paraná.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 5.894 casos de residentes de fora, sendo que 149 pessoas morreram.

Prefeituras devem melhorar transparência da vacinação


Apesar de muitos municípios paranaenses estarem dando ampla publicidade às ações necessárias para imunizar a população contra o novo coronavírus, ainda há bastante espaço para melhorar a transparência sobre o tema na maioria das prefeituras. Esta é a principal conclusão de levantamento sobre o tema feito pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná entre março e maio deste ano por meio da aplicação de uma nova versão do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP).

Os resultados da pesquisa ITP - Vacinação - mais uma dentre as diversas ações fiscalizatórias que vêm sendo realizadas pelo TCE-PR a respeito do tópico - já estão disponíveis no portal da Corte. Eles foram obtidos por meio do envio, aos 399 municípios do Paraná, de um formulário online com 11 questões relativas ao assunto, cujas respostas foram posteriormente validadas por analistas do órgão de controle.

Números

Conforme apontado no relatório final da pesquisa, a média do atendimento aos critérios do questionário ficou em 54,2%, com 214 prefeituras atingindo notas superiores a este percentual. Destas, 120 - ou 30% do total - superaram o índice de 80%; 84, o de 90%; e 36 cumpriram integralmente todos os itens do levantamento, situação que também foi verificada no governo estadual - o qual foi avaliado por meio de uma ação específica da Terceira Inspetoria de Controle Externo (3ª ICE) do Tribunal.

Dentre os dez municípios mais populosos do Paraná, apenas Foz do Iguaçu e Guarapuava atingiram a nota máxima. Em seguida, vieram Cascavel (95%), Londrina (90%), Maringá (70%), São José dos Pinhais (70%), Curitiba (60%), Paranaguá (60%), Colombo (35%) e Ponta Grossa (15%). Finalmente, 29 prefeituras apresentaram a menor pontuação observada, de 5%.

Os outros 34 municípios que atenderam a 100% dos critérios do levantamento foram: Arapoti, Bela Vista do Paraíso, Boa Esperança, Bom Jesus do Sul, Borrazópolis, Candói, Céu Azul, Clevelândia, Goioerê, Guaíra, Guapirama, Guaraci, Guaratuba, Ibema, Ibiporã, Imbituva, Inácio Martins, Indianópolis, Irati, Itaúna do Sul, Jaboti, Janiópolis, Jesuítas, Marechal Cândido Rondon, Mariluz, Palmital, Pato Bragado, Querência do Norte, Rancho Alegre d'Oeste, Roncador, Salgado Filho, São Manoel do Paraná, Terra Roxa e Toledo.

Metodologia

Quando encaminhou os questionários, em 10 de março, o TCE-PR também disponibilizou aos gestores um manual orientativo para explicar o que seria avaliado, dando um prazo de 30 dias para as administrações efetuarem os ajustes necessários em seus portais da transparência antes da análise das plataformas pela equipe técnica da Corte.

Graças a essa medida, uma quantidade considerável de prefeituras foi capaz de aprimorar a disponibilização obrigatória das informações. Isso ajudou no cumprimento de um dos principais objetivos da iniciativa tomada pelo Tribunal: conscientizar os administradores públicos a respeito da importância de dar absoluta visibilidade aos temas relativos à imunização contra a Covid-19, permitindo que os mais diversos setores da sociedade tenham conhecimento sobre o que está ocorrendo de fato e possam, em conjunto com os órgãos fiscalizadores, exercer o controle social e institucional do processo de vacinação, especialmente em relação ao desrespeito à ordem de prioridade para imunização.

As 11 questões presentes no formulário diziam respeito à divulgação, no portal da transparência ou site oficial, do plano de ação municipal para efetivar a vacinação da população local; de informações sobre a segurança, eficácia e potenciais riscos e benefícios das vacinas utilizadas; da ordem dos grupos prioritários a serem imunizados, com destaque para a fase vigente no momento; de "vacinômetro"; do quantitativo de insumos e doses de vacinas recebidas ou adquiridas; de canais para denúncia de "fura-filas" e outras irregularidades; de telefones e horários de funcionamento dos pontos de imunização; dos processos de aquisição de insumos e vacinas; e do registro de possível sobra de doses de imunizantes.

A atual gestão do TCE-PR, sob a presidência do conselheiro Fabio Camargo, não só deu continuidade aos trabalhos de análise da transparência dos portais, conforme já vinha sendo feito, como também criou um projeto específico para conduzir as fiscalizações sobre o tema, cada vez mais importante no atual contexto de combate à corrupção e de suporte ao controle social.

ITP

O indicador, em sua versão original, teve sua primeira aferição feita pelo Tribunal em 2019, a qual resultou na publicação de um ranking dos portais da transparência das 399 prefeituras paranaenses. O objetivo, naquela ocasião, foi avaliar a qualidade e a conformidade legal dos sites, com base em cinco dimensões: transparência administrativa, transparência financeira, transparência passiva, boas práticas e usabilidade. A experiência foi repetida no ano seguinte, com a apresentação de novos resultados, porém com o uso da mesma metodologia.

Para realizar o trabalho em 2019 e 2020, foi firmado um termo de cooperação técnico-científica - sem qualquer transferência de recursos - entre o TCE-PR e a Universidade Positivo, de Curitiba. Por meio da parceria, alunos do curso de Direito da instituição, devidamente orientados por servidores da Corte, aplicaram os critérios o ITP para analisar os portais.

Os quesitos adotados atenderam ao disposto na Resolução nº 9/2018 da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), indo além desta norma, com alguns itens conferidos exclusivamente pelo TCE-PR. O ITP é utilizado para alimentar o ranking nacional da entidade e, futuramente, servirá ainda como um dos critérios de apreciação das contas anuais dos gestores públicos paranaenses, além de ser usado como fator de risco para o planejamento das atividades de fiscalização do órgão de controle.

Entre agosto e setembro de 2020, o Tribunal também avaliou, por meio do uso de uma versão especial do ITP, o desempenho das prefeituras e do governo estadual no que diz respeito à publicidade das medidas relacionadas ao combate à pandemia da Covid-19. Os dados completos da pesquisa - com ranking, relatório final e análise integral - podem ser conferidos neste link.


Fonte: TCE/PR

PM ajuda avó a salvar neto engasgado com leite em Guarapuava

Foto: Pixabay

Por volta das 14h do dia 30 de maio, na Rua Vicente Machado, Bairro dos Estados, policiais militares deslocaram até ao endereço citado, onde uma criança recém-nascida, havia se afogado com leite, e estaria engasgada. 

Enquanto a equipe deslocava até a residência da avó, a atendente do 190 deu as orientações para que a a avó realizasse a manobra de heimlich, com a qual aparentemente segundo relato da avó a criança desafogou. 

Na chegada dos policiais no local, foi realizando mais uma vez a manobra na criança, pois aparentava respirar com dificuldade. Em seguida a avó e a criança foram encaminhadas para atendimento médico, sendo liberada em seguida para voltar para casa.

Fonte: PM

Homem é encontrado morto em Marquinho


No dia 30 de maio, às 16h, a equipe policial deslocou até a localidade de Guampará, onde a solicitante, enfermeira de plantão do município de Marquinho, havia informado que teria um homem de 52 anos em óbito. 

Uma testemunha relatou que no dia 29 de maio estava com a vítima e mais duas pessoas ingerindo bebida alcoólica e que na data de hoje, por volta das 15h, visualizou um martelo com manchas de sangue próximo do portão, momento em que realizou buscas ao redor da residência e encontrou o corpo da vítima.

A equipe policial fez o acionamento dos órgãos competentes os quais deram continuidade nos procedimentos.

Fonte: PM

Participe da Semana do Meio Ambiente Sicredi

 


A Sicredi está realizando a Semana do Meio Ambiente, com o objetivo de mostrar a facilidade em adquirir equipamentos ecoeficientes para sua casa, negócio ou até mesmo o agronegócio. Economize na sua conta de luz e reduza o impacto do seu consumo no meio ambiente. Quer saber mais? Procure a agência Sicredi mais próxima.




Turvo registra mais 20 casos de Covid-19

Neste domingo (30), a Secretaria Municipal de Saúde notificou 20 novos casos para a Covid-19 em nosso município. Contabilizando um total de 1896 casos positivos desde o início da pandemia.

São 290 casos ativos, que correspondem ao que possuem a capacidade de transmissão do vírus. Outras 74 pessoas aguardam o resultado do exame em isolamento domiciliar. E nove pessoas estão internadas na enfermaria.

domingo, 30 de maio de 2021

Decreto Municipal é prorrogado em Turvo


Neste domingo (30) após discussão com demais municípios da AMOCENTRO e com o Comitê de Combate ao COVID-19 de Turvo, foram estabelecidas atualizações em parte das medidas restritivas do Decreto 62/2021.

Sendo elas:
  • Autorização de funcionamento de mercados, supermercados e similares, com a capacidade de 30% de funcionamento, sendo liberado acesso de somente um integrante da família;
  • Autorização de funcionamento de farmácias, com a capacidade de 30% de funcionamento, sendo liberado acesso de somente um integrante da família;
  • Autorização de funcionamento de postos de combustível, com o atendimento de conveniência limitado a 30% da capacidade de funcionamento;
  • Restaurantes e lanchonetes poderão realizar entregas por meio de delivery (entrega) ou take-away (retirada, sem consumação no local);
  • Demais comércios e prestação de serviços poderão realizar atendimento por meio de delivery (entrega) e take-away (retirada no balcão), permitido também o trabalho interno, de forma reduzida e atividades administrativas home office (trabalho em casa);
  • Hospital e laboratórios, atendimento normal, trabalhos da Secretaria de Saúde seguem em atendimento de emergências, covid-19 e vacinação, demais estabelecimentos da saúde deven permanecer fechados;
  • Serviços públicos, somente trabalho interno, de forma reduzida e home office (trabalho em casa);
  • Agências bancárias, somente caixas eletrônicos e trabalhos internos de forma reduzida, priorizando home office;
  • Industrias poderão manter suas atividades, dando prioridade pra os serviços administrativos em home office (trabalho em casa) e redução de funcionários.

Qualquer atividade não prevista nesta atualização, deverá seguir a orientação publicada no dia 27 de maio de 2021.

Novo toque de recolher: 19h as 05h.

As presentes medidas estarão vigentes até 05h do dia 03/06.

Para acessar o Decreto 62/2021 publicado na última quinta-feira, clique aqui.

Vice-prefeito de Santa Maria do Oeste doa seu salário para a Banda Municipal

Dando continuidade no seu projeto, o empresário e também vice-prefeito de Santa Maria do Oeste Jorandir Gegoski, doou o salário referente ao mês de abril para a aquisição de novos instrumentos para a Banda Municipal.

O Vice-prefeito é sócio proprietário das lojas Rede Suprema em Santa Maria do Oeste, Turvo, Ivaiporã e Mauá da Serra. 

Segundo o empresário, a sua ida para a política foi com a intenção de ajudar o município onde reside a 30 anos. Atua ao lado do Prefeito Oscar buscando melhorias e criação de mais oportunidades de emprego no campo e na cidade.


Fonte e foto: Prefeitura de Santa Maria do Oeste

Paraná confirma mais 2.399 casos e 28 óbitos pela Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (30) mais 2.399 casos confirmados e 28 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.086.288 casos confirmados e 26.250 óbitos. Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (3), fevereiro (34), março (30), abril (9) e maio (2.315), e dos seguintes meses de 2020: setembro (1), outubro (2), novembro (3) e dezembro (2).

INTERNADOS – O informe relata que 2.900 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 2.224 pacientes em leitos SUS (979 em UTI e 1.245 em enfermaria) e 676 em leitos da rede particular (346 em UTI e 330 em enfermaria).

Há outros 2.986 pacientes internados, 1.104 em leitos UTI e 1.882 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão na rede pública e rede particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 28 pacientes. São 12 mulheres e 16 homens, com idades que variam de 0 a 90 anos. Os óbitos ocorreram de 24 de maio de 2021 a 30 de maio de 2021.
Os pacientes que foram a óbito residiam em: Guarapuava (8), Cascavel (2).

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Adrianópolis, Ampére, Assis Chateaubriand, Coronel Vivida, Guaíra, Jacarezinho, Jandaia do Sul, Mariluz, Maringá, Palmas, Rio Azul, Santa Tereza do Oeste, São Jorge d'Oeste, São José dos Pinhais, Tapejara, Terra Roxa, Uraí, Vera Cruz do Oeste.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 5.892 casos de residentes de fora, sendo que 149 pessoas foram a óbito.

Indivíduos tentam agredir policiais durante ocorrência de Perturbação do Sossego no Distrito da Palmeirinha


Por volta das 01h30min, do dia 30 de maio, uma equipe de Rádio Patrulha deslocou até a Rua Antonio R. Campos, Vila Palmira, para dar atendimento a uma situação de Perturbação do Sossego, onde relatou a denunciante que, havia um veículo estacionado na via pública com a tampa do porta malas aberta e com o som automotivo extremamente alto, perturbando o descanso dos moradores da região. 

Ao chegar no local foi constatado que realmente o volume do som estava muito alto e a equipe ao tentar conversar com o morador e possível dono do veículo para que desligasse o som, vários outros frequentadores, cerca de oito pessoas, começaram a agredir verbalmente a equipe policial com palavras de baixo calão e investindo fisicamente contra os policiais. 

Em certo momento foi visualizado um homem portando um facão e correndo em direção a equipe, onde foi necessário efetuar alguns disparos de arma de fogo para evitar a aproximação. 

Foi solicitado apoio de demais equipes de serviço de Guarapuava e com a chegada das mesmas, os autores ainda continuaram as agressões, sendo necessário alguns disparos de munição de impacto controlado não letal. 

Na sequência os autores evadiram-se pulando as cercas das casas vizinha. Foi possível realizar a abordagem de um homem de 19 anos e outro de 37 anos, os quais foram encaminhados até o Plantão do Termo Circunstanciado no 16º BPM juntamente com o aparelho de som do veículo para os procedimentos cabíveis.

Criança de 04 anos morre ao cair de porteira em Laranjal


No dia 29 de maio, às 14h, a equipe policial deslocou até o Centro, após receber ligação da secretária de Saúde do Município de Laranjal, a qual havia informado a entrada no Posto de Saúde de uma criança em óbito. 

No local o médico constatou o óbito de um menino de 4 anos, proveniente de traumatismo craniano. Em conversa com os pais relataram que por um momento deixaram o filho brincando quando este subiu em uma porteira a qual veio a cair em cima de dele, os pais socorreram o filho e deslocaram até o posto de Saúde para socorro, porém já havia chegado sem vida. 

Diante dos fatos a equipe acionou os órgãos competentes para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PM

Veículo Corolla é furtado em Manoel Ribas

 


No dia 29 de maio, a equipe policial deslocou até a Avenida Sete. Setembro, em Manoel Ribas em uma na loja de veículos, pois segundo um senhor de 32 anos teriam furtado nesta madrugada dentro do pátio da sua loja, um veículo Toyota Corolla, placa FSP-4I24, de cor cinza, e que o(s) autor (es) teriam arrombado a porta do escritório, subtraindo as chaves do veículo, posteriormente arrebentando o cadeado do portão para sair do local com o veículo furtado.

Relata ainda que, até o momento não teria conseguido maiores detalhes sobre o(s) autor(s), visto que no local não possui sistema de monitoramento eletrônico de imagens, informando também que, teria recebido ligações de pessoas desconhecidas, relatando que estariam com seu veículo, solicitando determinada quantia em dinheiro para devolvê-lo, repassando também números de CPFs para realizar as transferências bancárias, realizando ligações de um número de aparelho celular.

Diante dos fatos, foi orientado o solicitante quanto aos demais procedimentos.

Fonte: PM

sábado, 29 de maio de 2021

Turvo vacinou 385 pessoas contra a Covid-19 neste sábado


Neste sábado (29) a equipe da Secretaria Municipal de Saúde realizou mais etapa da vacinação contra o covid-19, com mais de 255 pessoas vacinadas na UBS Iracy de Campos, e cerca de 130 vacinas na UBS Faxinal da Boa Vista, dentre pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos, professores e trabalhadores da assistência social acima de 35 anos. 

Além da vacinação em ambas unidades de saúde, foi distribuído doses para o interior, onde os profissionais estarão vacinando a população em suas casas a partir da semana que vem.


Fonte e foto: Prefeitura de Turvo

Turvo registra mais 25 casos de Covid-19 e 01 óbito



Neste sábado (29), a Secretaria Municipal de Saúde notificou 25 novos casos para a Covid-19 em Turvo. Contabilizando um total de 1876 casos positivos desde o início da pandemia.

São 270 casos ativos, que correspondem ao que possuem a capacidade de transmissão do vírus. Outras 78 pessoas aguardam o resultado do exame em isolamento domiciliar. E sete pessoas estão internadas na enfermaria.

Infelizmente foi registrado o 16° óbito decorrente da Covid-19 em Turvo, da paciente do sexo feminino de 82 anos. A prefeitura lamenta profundamente a perda, e solidariza com a família e amigos.

é importante que a população turvense redobre os cuidados de higienização e cumpra as medidas preventivas previstas no Decreto Municipal 62/2021.

Em casos de descumprimento das medidas preventivas, DENUNCIE.

Para dúvidas e denúncias disponibilizamos o número (42) 9 9152-1917.


Fonte: Prefeitura de Turvo


Homem é preso por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo em Santa Maria do Oeste



No dia 28, às 23h05min, entrou em contato um funcionário do posto de saúde do município, relatando que teriam recebido uma ligação pedindo apoio policial, pois não teriam o telefone do destacamento, e que de acordo com as informações repassadas pelo posto de saúde, a pessoa, estaria embriagado e quebrando tudo dentro da residência, bem como ameaçando sua esposa. 

A equipe policial foi até ao endereço informado, sendo que algumas casas antes do local indicado, foram interceptados pelo filho do casal, o qual confirmou o chamado, relatando que seu pai estaria extremamente agressivo e que estaria quebrando os móveis da casa. 

Ao chegar na residência, foram visualizado alguns móveis e vasos quebrados. No interior da residência foi visualizado o autor sentado conversando com a filha do casal. Foi dada voz de abordagem e perguntado dos fatos, e este informou ter se desentendido com sua esposa. Perguntado onde estaria ela, informou que teria saído da casa. Em conversa com a filha, esta informou que sua mãe teria corrido para a casa de sua irmã. 

Foi solicitado que a chamasse para conversar com a equipe policial. Em conversa com a vítima, confirmou os fatos, informando que seu marido teria passado o dia inteiro ingerindo bebida alcoólica e que em determinado momento, por ciúmes, teria agredido verbalmente a vítima e danificar a residência. Com isso a vítima temendo por sua integridade física foi para a casa de sua outra filha, sendo que esta realizou a ligação para o posto de saúde. 

Perguntado se o autor teria alguma arma de fogo, informou que sim, e que inclusive a vítima teria escondido, pois temia por sua vida. Sendo que apresentou uma arma tipo revolver, calibre .38, da marca Taurus, com capacidade para seis cartuchos, carregado com cinco munições CBC intactas. 

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao autor e conduzidas as partes, juntamente com a arma de fogo até a delegacia para as providências cabíveis.

Fonte: PM

Faleceu em Turvo, Olga Fussiger Peron


Faleceu na manhã deste sábado (29) Olga Fussiger Peron, aos 83 anos.

Não haverá velório e sepultamento será no Cemitério Municipal.



Informou Funerária SerLuto de Turvo.

 

Turvo - Professores, trabalhadores da Assistência Social e pessoas com comorbidades a partir de 18 anos podem se vacinar neste sábado

 





sexta-feira, 28 de maio de 2021

Turvo registra mais 40 casos de Covid-19

 


Faleceu em Turvo, Ivanir Carossi

 

Faleceu na tarde desta sexta-feira (28) Ivanir Carossi, aos 57 anos.

Ele era conhecido como Ivo Cadeirante e participava do Grupo do Terço dos Homens.

O velório será na Capela Mortuária de Turvo.

O sepultamento será ás 08h00 deste sábado.


Informou Funerária Nossa Senhora Aparecida de Turvo.

 

Em Guarapuava, funcionário de empresa contratada pelos Correios é preso suspeito de furtar encomendas


Um funcionário de uma empresa contratada pelos Correios foi preso suspeito de furtar encomendas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A prisão foi feita após uma abordagem na BR-277, em Guarapuava, na região central do Paraná.

Os agentes pararam o motorista do caminhão por volta das 2h desta sexta-feira (28). Os policiais desconfiaram dos furtos depois de encontrar pacotes vazios com etiquetas dos Correios e notas fiscais, na cabine no veículo.

Além disso, os agentes encontraram perfumes, tênis, um celular e um GPS novos, que eram relacionados às etiquetas dos pacotes vazios.

Segundo a PRF, o homem confessou que burlava o lacre do compartimento da carga, durante as viagens, e pegava encomendas com produtos que poderiam ser revendidos na internet.

A polícia disse que também encontrou comprimidos de uma substância conhecida como "rebite", que é usada de forma irregular para motoristas evitarem o sono e prolongarem a viagem.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Polícia Federal em Guarapuava.

Fonte: G1 - PR

Fiscalização encontra 120 idosos em barracão de bingo


As equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) abordaram um barracão na região central de Curitiba no fim da tarde desta quinta-feira (27) e flagraram aproximadamente 120 pessoas idosas em aglomeração em um bingo clandestino. A abordagem foi possível graças a uma denúncia que indicou à Polícia Militar a atividade irregular e que desrespeita as medidas de prevenção ao coronavírus.

De acordo com o coordenador da AIFU, capitão Ronaldo Carlos Goulart, a denúncia indicava movimentação de idosos no local. As equipes policiais foram até o endereço para averiguar as informações. “Os policiais militares constataram aglomeração de aproximadamente 120 pessoas no barracão. Também foram apreendidos materiais utilizados para o bingo”, explicou.

Ao todo, foram apreendidos 12 CPUs, cinco caixas de som e cinco monitores. Ainda segundo o capitão, cada um dos frequentadores foi notificado e recebeu uma multa de R$ 5 mil aplicada pelos agentes da Secretaria Municipal de Urbanismo.

Os responsáveis, por sua vez, foram encaminhados para assinatura de Termo Circunstanciado. “Foram encaminhadas, por infringir medida sanitária, as duas pessoas que seriam responsáveis pela atividade ilegal. Um deles, reincidente, recebeu multa de R$ 120 mil, e para o outro a multa foi R$ 5 mil”, disse o capitão.

AÇÃO INTENSIVA – A ação já faz parte da nova estratégia de fiscalização sobre o novo decreto, que terá validade a partir desta sexta-feira (28). Mais ações integradas vão evitar aglomerações clandestinas em todo o Paraná. Também haverá mais fiscalização no trânsito e na comercialização e venda de bebidas alcoólicas em locais públicos fora do horário estabelecido. Mais policiais nas ruas também garantirão o cumprimento do chamado “toque de recolher”.

Fonte: AEN

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Caminhoneiro de Turvo é atropelado por carro e motorista foge sem prestar socorro

 


Na noite desta quinta-feira (27), a Polícia Militar recebeu informação de que teria dado entrada no Hospital Bom Pastor, uma pessoa vítima de atropelamento.

No local, em contato com o genro da vítima, o qual informou para a equipe policial que seu sogro José Maria Pereira, estaria voltando do trabalho, pela Avenida Moacir Julio Silvestri, e teria sido atropelado em via pública. A vítima estava inconsciente. Posteriormente foi transferido em estado grave para o Hospital São Vicente de Guarapuava.

A equipe policial deslocou até o local do acidente, não sendo localizado nenhum indício sobre o acidente, e não havia nenhuma informação sobre as circunstanciais do acidente nem sobre o autor e veiculo.

Posteriormente foi localizado uma pessoa, que disse ter testemunhado a uma distância de mais de meia quadra, quando um veículo com os faróis apagados, veio e atropelou uma pessoa, evadindo-se sem prestar socorro. Relata que única característica do veículo que pode observar é que era da cor branca.

Foi efetuado buscas nas proximidades mais não foi localizado nenhum suspeito com as características.

Segundo informou o genro do caminhoneiro Zé Maria ao Blog do Elói, Zé teria deixado o caminhão que trabalha estacionado, e estava indo jantar para sair viajar, quando foi atropelado.

Quem tiver informações do veículo que atropelou a vítima, favor entrar em contato pelo fone (42) 9 9922-3995.

Turvo registra mais 15 casos de Covid-19



Nesta quinta-feira (27), a Secretaria Municipal de Saúde registrou 15 novos casos de Covid-19 em Turvo. Contabilizando 1811 casos.

Estão internadas 07 pessoas na enfermaria.

São 225 casos ativos, que correspondem aqueles com potencial de transmissão do vírus. E outros 77 casos suspeitos, que aguardam o resultado do exame em isolamento domiciliar.

É importante que a população turvense redobre os cuidados de higienização e medidas preventivas para evitar que o vírus se propague ainda mais no município. 

Em casos de descumprimento de isolamento social, DENUNCIE (fatos desse gênero são passíveis à multa).

Para dúvidas e denúncias disponibilizamos o número (42) 9 9152-1917.

Colégios estaduais fazem 5ª entrega de alimentos do ano nesta sexta-feira


Os colégios estaduais farão nesta sexta-feira (28) a quinta entrega de alimentos do ano para as famílias mais vulneráveis da comunidade escolar. Novamente, todas as 2,1 mil escolas da rede vão distribuir kits de alimentos não perecíveis, como aconteceu na terceira entrega, no fim de abril, além de produtos da agricultura familiar.

Foram adquiridos pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) 219.697 kits compostos por 2 quilos de arroz, 1 quilo de feijão, 1 quilo de macarrão, 1 quilo de fubá, 1 quilo de açúcar e 1 litro de óleo de soja, que serão entregues às famílias de estudantes regularmente matriculados nos colégios da Rede Estadual de Ensino e beneficiárias do Programa Bolsa Família ou inscritas no CadÚnico.

São mais de R$ 12 milhões de investimento, sendo R$ 7.224.009,49 em 1.515.909 quilos (1,51 mil toneladas) nos kits e outros R$ 4.797.916,00 em 1.515.322 quilos de produtos da agricultura familiar.

Estes consistem em frutas, hortaliças e sementes, como o pinhão (nesta época), legumes e tubérculos, além de temperos, leite, iogurte, panificados, suco/polpa de frutas, complementos e grãos, que diferem de região para região.

É importante ressaltar que nas escolas que já retomaram as aulas presenciais parte desses alimentos da agricultura familiar será utilizada na alimentação dos estudantes que estão indo presencialmente.

QUEM PODE RECEBER — Podem receber estudantes com matrícula ativa com famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família ou com famílias não beneficiárias, desde que estejam inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com dados atualizados dos últimos seis meses.

Pode acontecer de os beneficiários estarem fora da lista enviada às escolas, caso os dados cadastrais estejam diferentes dos que constam no Sere (Sistema Estadual de Registro Escolar), como o nome, data de nascimento ou CPF. Outro exemplo é o caso de cadastros novos: se a inscrição no Cadastro Único do governo federal foi feita após 13 de março, o nome não consta na lista atual.

Em virtude desses casos, foram comprados kits adicionais (além da listagem) para possíveis famílias que estejam dentro dos critérios acima, mas que não tenham com o nome na listagem. O representante da família só poderá fazer a retirada na escola onde o aluno está matriculado.


Fonte e fotos: AEN

Paraná confirma mais 194 óbitos e 5.677 novos casos de Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quinta-feira (27) mais 5.677 casos e 194 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.073.391 casos e 25.819 óbitos. Há ajustes ao final do texto.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (3), fevereiro (29), março (44), abril (143) e maio (5.441), e dos seguintes meses de 2020: maio (2), julho (1), agosto (1), outubro (1), novembro (1) e dezembro (11).

INTERNADOS – O informe relata que 2.860 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 2.217 em leitos SUS (985 em UTIs e 1.232 em enfermarias) e 643 em leitos da rede particular (324 em UTIs e 319 em enfermarias).

Há outros 2.937 pacientes internados, 1.103 em leitos de UTI e 1.834 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão nas redes pública e particular e são considerados casos suspeitos.

MORTES – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 194 pacientes. São 81 mulheres e 113 homens, com idades que variam de 30 a 98 anos. Os óbitos ocorreram de 6 de março a 27 de maio de 2021.

Os pacientes que morreram residiam em Curitiba (35), Londrina (22), Foz do Iguaçu (13), Castro (7), Francisco Beltrão (5), Ibiporã (4), Maringá (4), Matinhos (4), Pinhais (4), Ponta Grossa (4), Araucária (3), Fazenda Rio Grande (3), Paiçandu (3), Pato Branco (3), Piraquara (3), Almirante Tamandaré (2), Alto Paraná (2), Bandeirantes (2), Campina da Lagoa (2), Campo Largo (2), Campo Mourão (2), Cascavel (2), Guarapuava (2), Mandaguari (2), Paranaguá (2), Paranavaí (2), Sarandi (2) e Sertanópolis (2).

O informe registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Abatiá, Adrianópolis, Alvorada do Sul, Andirá, Arapoti, Bela Vista do Paraíso, Califórnia, Campina Grande do Sul, Capitão Leônidas Marques, Centenário do Sul, Colombo, Colorado, Coronel Vivida, Cruzeiro do Sul, Diamante do Norte, Engenheiro Beltrão, Figueira, Florestópolis, Guaratuba, Itaperuçu, Jaguariaíva, Jandaia do Sul, Loanda, Mandaguaçu, Mariluz, Matelândia, Nova Cantu, Nova Esperança, Nova Fátima, Nova Laranjeiras, Nova Santa Bárbara, Palmas, Palmeira, Perobal, Piraí do Sul, Pitanga, Pontal do Paraná, Porecatu, Prudentópolis, Pérola, Salgado Filho, Santa Cecília do Pavão, Santa Helena, Santa Terezinha de Itaipu, Sapopema, Sulina, São José dos Pinhais, São João do Caiuá, São Pedro do Ivaí, Toledo e Umuarama.

Total de exclusão: 7 casos e óbitos de residentes no Paraná.

Um caso e um óbito confirmados (F,41) no dia 01/09/2020 em Paiçandu foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (M,73) no dia 29/07/2020 em Nova Esperança foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (M,35) no dia 30/11/2020 em Maringá foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (M,66) no dia 18/04/2021 em Maringá foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (F,72) no dia 19/03/2021 em Maringá foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (M,55) no dia 04/10/2020 em Maringá foram excluídos por erro de notificação;

Um caso e um óbito confirmados (M,62) no dia 05/05/2021 em Maringá foram excluídos por erro de notificação.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 5.864 casos de residentes de fora, sendo que 147 pessoas morreram.

Confira o informe completo AQUI.

Com certificação da aftosa, Paraná vai acessar mercados que pagam mais pela carne


A conquista da certificação de área livre de febre aftosa sem vacinação pelo Paraná, concedida pela Organização Mundial de Saúde Animal nesta quinta-feira (27), vai alavancar as exportações paranaenses. O selo funciona como um aval sanitário sobre toda a produção agropecuária do Estado, e deve impactar não somente a exportação de carnes e seus derivados, que são diretamente vinculadas à questão, mas também produtos agrícolas, potencializando a economia do Estado como um todo.

Esse é o principal impacto esperado pela certificação, almejada há anos pelo setor produtivo. “Com a vacinação, existe uma desconfiança de que ela é necessária porque os animais podem ter a doença. Quando você para de vacinar, você tem a certeza de que, nessa região, ela está erradicada”, explica Otamir Cesar Martins, diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). “Vamos poder alcançar novos mercados que pagam melhor - como na carne suína, que chega ao dobro do valor em países como Japão e Coreia do Sul”.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Paraná é o segundo maior produtor de carne suína do Brasil, representando 21,1% do total do País. No entanto, quando o foco é a exportação, o Paraná cai para terceiro lugar, com 13,59% do total. A certificação concedida pela OIE potencializa esse percentual, abrindo diálogo com mercados que só compram carnes de produtores com o selo.

“Em cinco anos, provavelmente estaremos nesses mercados com carnes especiais — o que, no timing comercial internacional, é um tempo muito curto”, indica Antônio Poloni, assessor da presidência da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP). “Mais do que ampliar mercados, esse é um selo de qualidade do Paraná como um produtor de primeiro mundo. É um cartão de visita muito mais forte para o empresário”, endossa.

EXPORTAÇÃO – O novo status do Paraná potencializa diretamente a exportação de seus produtos, já que libera acesso a mercados que só compram de quem é certificado. Rafael Gonçalves Dias, gerente de saúde animal da Adapar, explica que isso acontece porque, como a febre aftosa é difícil de controlar, ela funciona como um termômetro: zonas livres da doença têm bons serviços veterinários e controlam outras zoonoses.

Ele aponta que, a curto prazo, a suinocultura deve ser uma das principais favorecidas, uma vez que ela já tem uma produção robusta e suficiente para abastecer novos mercados, mas atualmente só acessa cerca de um terço dos mercados compradores. “Já exportamos para bons mercados, como Hong Kong, Rússia e China. Agora, queremos conquistar mercados premium: Estados Unidos, União Europeia, Japão e Coreia do Sul, que pagam até o dobro do valor por tonelada”, pontua Dias.

Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, o Paraná produziu 936 mil toneladas de carne suína em 2020, um aumento de 11,1% comparativamente a 2019 que consolidou o Estado como segundo maior produtor da proteína no País. Com relação à exportação, foram 117,9 mil toneladas em 2019, por exemplo, 16% do total exportado pelo Brasil. No total, naquele ano, a suinocultura gerou um Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de R$ 6,31 bilhões — valor 28% maior que em 2018.

“O mundo já nos conhece pela qualidade da nossa carne suína. Além de termos uma grande produção por empresas privadas e cooperativas, temos plantas de projetos sendo desenvolvidas com alta tecnologia, como em Assis Chateaubriand, atraindo investimentos para se produzir cortes da forma como se exige nos mercados internacionais”, ratifica Antônio Poloni, da FAEP.

MATURIDADE – Pela maturidade do mercado, os especialistas apontam que a suinocultura será a mais diretamente valorizada em curto e médio prazo. No entanto, devem crescer também a produção de outras proteínas - como pecuária de corte e peixes, seus produtos derivados e ainda os indiretamente relacionados, como milho e cereais. “Todos os produtos ligados ao agronegócio crescem, porque esse é um selo agregador de proposições. Ele funciona como um upgrade de modo geral”, pontua Poloni.

Martins, diretor-presidente da Adapar, aposta que a cadeia do leite será totalmente beneficiada. “Nossa produção láctea será muito maior que o nosso consumo, gerando exportação. Poderemos exportar queijos e leite em pó, por exemplo. Nas outras commodities, você tem um ganho indireto por esse novo status sanitário, que coloca nosso Estado em posição de igualdade com os países do primeiro mundo”, explica.

O QUE PODE MUDAR – Outra grande mudança pode ser na pecuária de corte. O Paraná ocupa a 10ª posição no ranking nacional com um rebanho de 9,3 milhões de cabeças sendo 6,3 milhões da pecuária de corte e 3 milhões de cabeças de pecuária leiteira.

No caso paranaense a quantidade de área com terras mecanizáveis já está limitada, mas em áreas declivosas subutilizadas há potencial para incorporação de até 4 milhões de cabeças de bovinos de corte. Estas áreas, segundo a Adapar, têm bom potencial produtivo e produção de pastagem para uso na pecuária de corte.

A região do Arenito Cauiá (Noroeste), por exemplo, possui 3,2 milhões de hectares e hospeda apenas 6,5% do rebanho bovino paranaense. Nesta área há aproximadamente 2 milhões de hectares de áreas declivosas e pequenas áreas de pastagens para gado leiteiro em pequenas propriedades, além de áreas planas em litossolos que não servem para a agricultura e áreas de várzeas.

Atualmente existem técnicas para incrementar a produtividade nestas áreas (declivosas), através da melhoria das pastagens, aliada ao uso de genética superior, o que traria aumento da lotação com produtividade agregada.

Também é uma área com imenso potencial para a integração lavoura-pecuária. O sistema de integração é uma estratégia de produção que integra culturas anuais e pecuária, no mesmo espaço, em consórcio, sucessão ou rotação, e busca potencializar a sinergia entre os componentes pecuária e lavoura. O principal objetivo é o cultivo do solo por boa parte do ano – em alguns casos, o ano todo – conseguindo um incremento na produção de grãos e aumento de ganho em carne e leite com custos mais baixos.

"As cooperativas querem investir em Campo Mourão, no Noroeste, na região do Arenito Caiuá. Tem um potencial imenso de levar pecuária para essa região. E também para promover o esquema lavoura-pecuária nas pequenas propriedades, intercalando produção e garantindo rentabilidade o ano inteiro. Teremos investimentos nesse sentido. É um novo mercado que se abre ao Paraná”, acrescenta José Roberto Ricken, diretor-presidente da Ocepar, entidade que representa as cooperativas.

CERTIFICAÇÃO – Os trabalhos do Paraná para conquistar a certificação somam anos de esforços (veja a linha do tempo). Os últimos focos de febre aftosa registrados no Estado em 2006. Em outubro de 2019, após diversas tratativas com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Paraná deu um passo importante para essa conquista, suspendendo a vacinação de bovinos. Os trabalhos são consolidados com a concessão do selo internacional.

Além do Paraná, também foram reconhecidos pela OIE como área livre de aftosa sem vacinação os Estados do Rio Grande do Sul, Rondônia e Acre, além de 19 municípios do Amazonas e cinco do Mato Grosso. Apenas Santa Catarina obtinha a certificação, concedida em 2007.



Fonte e fotos: AEN

Novo decreto fecha o comércio de Turvo até segunda-feira (31)



DECRETO Nº 62/2021

Decreta lockdown em decorrência do estado de emergência de saúde pública e estado de alerta epidemiológico e regulamenta as normas sanitárias no Município de Turvo até a data de 31 de Maio de 2021.

O PREFEITO MUNICIPAL DE TURVO, ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais,

CONSIDERANDO o estado de calamidade pública declarado no Município de Turvo; 

CONSIDERANDO o grande aumento de casos de contaminação da Covid-19, e

CONSIDERANDO a reunião conjunta com o Comitê de Enfrentamento do Coronavírus de Turvo, na data de 26 de maio de 2021,


DECRETA

Art.1° Fica Decretado o protocolo de emergência destinado a restringir a mobilidade de pessoas e coisas como forma de prevenção da transmissão do Coronavírus - LOCKDOWN, com restrição de circulação e funcionamento - Toque de Recolher Constante, no Município de Turvo-PR, compreendido entre às 20h00min do dia 27 de Maio de 2021 às 05h00min do dia 31 de Maio de 2021.

Art. 2º Durante o período disposto no Art. 1º deste decreto, vigorarão as seguintes regras:

I – Ficam SUSPENSAS TODAS AS ATIVIDADES comerciais e/ou de prestação de serviço de estabelecimentos essenciais ou não-essenciais, bem como, ficam SUSPENSOS os atendimentos nas modalidades delivery, drive-thru e takeaway, com exceção dos casos previstos neste Artigo;

II – Os Postos de Combustíveis poderão funcionar unicamente para o abastecimento de veículos públicos ou particulares em situações emergenciais de saúde e abastecimento de equipamentos agrícolas;

III – Farmácias, Drogarias, clinicas veterinárias, laboratórios, postos de coleta e estabelecimentos congêneres funcionarão exclusivamente em regime de plantão para atendimento de situações emergenciais;

IV – Cerealistas e centro de recebimento e distribuição de cereais poderão fazer atividades de expedição de grãos e entrega de sementes e adubos em regime de plantão;

V – Indústrias cuja linha de produção seja contínua poderão manter suas atividades de maneira escalonada e com redução de capacidade;

VI – Estabelecimentos de comercio de gás poderão atender exclusivamente na modalidade delivery;

VII – Os estabelecimentos de lavagem rápida de veículos – Lavacar –, poderão funcionar unicamente para atendimento dos veículos da frota da Secretaria Municipal de Saúde.

VIII – Os restaurantes e estabelecimentos congêneres localizados nas rodovias poderão realizar, excepcionalmente, a entrega de marmitex, para motoristas profissionais

IX - Hotéis poderão funcionar com capacidade reduzida para 50%, ficando vedado a utilização de áreas comuns como refeitórios e similares.

Art. 3º Durante o período de vigência deste Decreto fica suspensa a COMERCIALIZAÇÃO de qualquer natureza, varejo ou atacado, de bebidas alcoólicas em quaisquer estabelecimentos, fica também suspenso o consumo de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais e/ou de prestação de serviço, bem como, em locais públicos ou privados de uso público.

Art. 4º Durante o período de vigência deste Decreto vigorarão as seguintes regras:

I – Ficam SUSPENSOS os seguintes serviços e atividades:

a) Reuniões com aglomeração pessoas, incluindo eventos, comemorações, assembleias, confraternizações, encontros familiares ou corporativos, em espaços de uso público, localizados em bens públicos e privados, bem como em espaços domiciliares;

b) Todos os Eventos Esportivos, sejam aqueles organizados por clubes, escolas, associações ou até mesmo pessoas físicas ou jurídicas, com o objetivo de promover uma competição esportiva, com premiação ou não.

c) Apresentações artísticas em locais abertos e fechados.

d) A prática de esportes coletivos em locais públicos e privados;

e) Estabelecimentos destinados a eventos sociais e atividades correlatas, tais como casas de festas, de eventos ou recepções, inclusive chácaras;

II – Durante o período de vigência deste Decreto os Parques, Praças e demais espaços públicos ficam FECHADOS para reuniões, confraternizações ou quaisquer atividades físicas ou de recreação individuais ou coletivas;

Art. 5º Durante a vigência deste Decreto, não haverá atendimento ao público no Paço Municipal ou outras unidades administrativas municipais, devendo o regime de trabalho presencial dos servidores e empregados públicos ser substituído pelo teletrabalho, exceto os serviços essenciais da Secretaria Municipal de Saúde.

Art. 6º Excepcionalmente, nos casos em que for necessária a prestação de serviços públicos inadiáveis, impossíveis de serem realizados pelo regime de teletrabalho, os Secretários poderão convocar seus servidores para expediente interno presencial

Art. 7° Fica decretado o estado de CONTINGÊNCIA de saúde pública – estágio de alerta epidemiológico - no Município de Turvo enquanto perdurar o período de calamidade pública.

Art. 8º Fica recomendada à toda população de Turvo a não realização de viagens a passeio/turismo ou recreação, bem como, que seja desestimulada a recepção de familiares oriundos de outros municípios, para não propagar a circulação do vírus COVID19.

Art. 9º. Durante o período de vigência deste Decreto, fica SUSPENSO funcionamento de igrejas, templos religiosos ou de qualquer denominação, bem como, ficam SUSPENSAS a realização de missas, cultos e demais celebrações religiosas.

Parágrafo Único. Fica suspensa durante o período de vigência deste decreto, as atividades de catequese, estudo bíblico ou similar, na forma presencial;

Art. 10. O não cumprimento das medidas estabelecidas no presente Decreto será caracterizado como infração á legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções aplicáveis.

Parágrafo único. Inexistindo penalidade específica para o descumprimento das medidas de que trata o presente Decreto, fica estabelecido o valor de até 10 (dez) UFM (R$ 48,89) a ser aplicado como multa.

Art. 11. Este Decreto Entra em vigor às 20h00 do dia 27 de maio de 2021.

Art. 12. Permanecem vigentes os demais regramentos sobre a matéria que não conflitem com os termos do presente.


Prefeitura Municipal de Turvo, em 27 de maio de 2021.


Publicidade