sábado, 29 de abril de 2017

Encerramento do Curso de Capacitação em Análise e Inteligência


Nesta tarde de sexta (28), deu-se por encerrado o Curso de Capacitação em Analise de Inteligência Turma II/2017. 

Este curso foi ministrado por oficiais do serviço reservado da PM para policiais militares de Ponta Grossa, Lapa, Telêmaco Borba, Irati, União da Vitoria e Guarapuava. Participaram ainda militares estaduais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e bombeiro militar do 5 Subgrupamento de Bombeiros Independente (5° SGBI). O curso teve carga horária total de 45 h/a, sendo realizado na ACIG - Associação Comercial e Industrial de Guarapuava.

Fonte: 16º BPM

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Turvo joga em casa neste sábado contra a equipe do Jocar Radiadores de Guarapuava pelo Campeonato de Veteranos

 

Neste sábado, 29 de abril, acontece a 8ª rodada do Campeonato Regional de Veteranos que é promovido pela Liga de Futebol de Guarapuava.

A equipe de Turvo recebe a equipe do Jocar radiadores às 15h45. A equipe turvense segue com três vitórias e três derrotas na competição. Caso vença o jogo, esta dará um grande passo rumo à classificação para a próxima fase.

PM cumpre mandado de prisão em Faxinal da Boa Vista


Em cumprimento de mandado de prisão por homicídio, a equipe da Polícia Militar de Turvo, se descolocou até a Localidade de Faxinal da Boa Vista. No local o indivíduo estava trabalhando em uma empresa. Foi dada voz de prisão e conduzido o mesmo até a 14ª SDP para os procedimentos legais cabíveis. O mandado de prisão foi expedido pela comarca de Guaramirim no Estado de Santa Catarina.

Vacinação contra gripe em Boa Ventura de São Roque


A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza (gripe), que começou nesta segunda-feira (17), deve atender 1.261 pessoas em nosso município e já vacinamos 49 % dessa população de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. A meta do estado é imunizar 90% de cada grupo que compõe o público alvo. A campanha termina no dia 26 de maio. 

A vacina permite a proteção contra os vírus A(H1N1), H3N2 e influenza B. Como os vírus são mutantes, a composição da vacina é feita somente depois da indicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as cepas (variações dos vírus) que circularam com mais frequência nos últimos meses na região. Segundo a OMS, em 2016 a cepa do vírus A(H1N1) foi alterada, o que levou à produção de uma nova composição para a campanha deste ano. Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno. Além de buscar a imunização, o Ministério recomenda que a população lave as mãos várias vezes ao dia, cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evite tocar o rosto, não compartilhe objetos de uso pessoal, mantenha os ambientes bem ventilados e evite a permanência em locais com aglomeração. Infelizmente por uma questão de logística faltou vacinas nos Postos de Vacinação do nosso município, mas na próxima semana estaremos vacinando normalmente.

Veja quem recebe a vacina pelo SUS

• Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias)

• Gestantes

• Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)

• Idosos (a partir de 60 anos)

• Profissionais da saúde

• Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade

• Professores de escolas públicas ou privadas

Esta é a primeira vez que professores da rede pública e privada são inseridos no público alvo, com direito a receber a imunização gratuitamente no SUS.


CAD SE PREPARA PARA O JOGO DA LIGA NACIONAL DE FUTSAL



Na tarde da última quinta-feira, 27, o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal, treinou com enfoque no jogo contra o Concórdia de Santa Catarina, pela Liga Nacional de Futsal, que ocorrerá neste sábado, 29 de abril, às 20h15min, no Ginásio Joaquim Prestes. As duas equipes precisam da vitória, devido perderem os dois primeiros jogos na liga.

O técnico João Carlos Barbosa, vem preparando o time com estratégias para desbancar o time visitante e, deixa um recado para os torcedores. “É um confronto muito importante para ambas equipes e, estamos treinando bastante. Que a torcida continue nos ajudando e comparecendo ao ginásio. Sabemos da importância dela para um jogo em casa e, esperamos sair com a vitória para alegrar os torcedores”.

A equipe ainda não está definida. Um possível desfalque é o goleiro Deidv, que já está trabalhando sua recuperação para estar à disposição do técnico. Este será o terceiro jogo do CAD pela LNF.

Os ingressos do jogo de sábado estão sendo comercializados nas Farmácias Trajano, Reptec Tecnologia e na sala do CAD, anexo ao Joaquim Prestes. Na compra antecipadamente, os ingressos ficam: R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 meia. No dia do jogo, R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia.

Dia 28 de Abril: Greve geral dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil



Milhares de trabalhadores e trabalhadoras do Brasil estão em greve hoje, dia 28 de abril, mobilizando-se contra a Reforma Trabalhista e a Reforma Previdenciária propostas pelo governo de Michel Temer. Esta greve foi convocada por centrais sindicais, mas conta com o apoio de diversos setores da Igreja Católica, Presbiteriana, Luterana, Batista, entre outras, além do próprio Ministério Público do Trabalho. A avaliação destes segmentos é que estas medidas retiram e enfraquecem direitos trabalhistas fundamentais. Vejamos alguns dos pontos desta reforma:

Reforma na Previdência: em geral, a reforma aumentará o tempo de contribuição da classe trabalhadora, ou seja, para se aposentar o trabalhador deverá trabalhar por mais tempo. O projeto inicial previa uma idade mínima única para se aposentar: 65 anos, sem distinção entre homem, mulher, trabalhador rural ou urbano, além de um acréscimo de 50% do tempo que ainda precisa trabalhar para se aposentar (o chamado “pedágio”). O projeto tem sofrido alterações e o relatório final fixa que para o setor privado, por exemplo, a idade mínima para se aposentar é de 65 para homens, 62 anos para mulheres e eleva o tempo mínimo de contribuição para 25 anos e o “pedágio” passa a ser de 30%. Após esses 25 anos, o benefício será de 70% da média dos seus salários, desde 1994. Para receber o benefício integral (100%), o trabalhador deverá ter 40 anos de contribuição. Terá fim a aposentadoria exclusivamente por tempo de contribuição. Algumas categorias de servidores públicos, professores e trabalhadores rurais seguem algumas regras diferentes.

Reforma Trabalhista: Acordos entre patrão e empregado passam a ter mais validade do que aquilo que está na lei. A jornada de trabalho e o intervalo para o almoço, por exemplo, não são mais compreendidos como questões de saúde ou segurança do trabalho e podem ser negociados (o patrão pode negociar, por exemplo, para que o horário de almoço seja de 30 min.). O plano de cargos e salários também deve ser negociado, podendo ser mudando constantemente e sem necessitar de homologação do Ministério do Trabalho. Com a reforma passa a ser permitido o trabalho de mulheres grávidas em ambientes insalubres, desde que se apresente atestado médico que afirme não haver risco à mãe ou ao bebê.

Alguns direitos das/dos trabalhadoras/es estão em risco e a greve é uma forma assegurada pela Constituição Federal (artigo 9º.) de enfrentamento e resistência à precarização do trabalho e a perda de garantias sociais. A reforma trabalhista foi aprovada nesta quarta-feira (26) pela Câmara dos Deputados deverá ser votada pelo Senado. A Reforma da Previdência ainda deverá ser votada pela Câmara.

Por Guilherme Augusto Marenda Borgo

Primeira geada do ano em Turvo - Preparem o pinhão e o chimarrão porque vem mais

Foto: Rafa Soares

Já no início da noite de quinta-feira (27), o frio havia chegado com tudo, e nessa manhã de sexta-feira, quem acordou cedo pode ver a primeira geada desse ano, exemplo de um leitor do blog que passava pela Avenida 12 de Maio e registrou a temperatura de 1ºC às 05h00 da manhã.


Estado reforça ações para proteção contra riscos de desastres


O Governo do Paraná anuncia mais um reforço nas ações para proteger a população de consequências de desastres naturais. Nesta terça-feira (25), o governador Beto Richa inaugurou o Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cegerd), que fará o monitoramento contínuo de todo o Estado, com base em informações de 16 órgãos do governo estadual, prevenindo perdas que podem ser provocadas por intempéries. Instalado no Palácio das Araucárias, em Curitiba, o Cegerd recebeu investimento de R$ 4,6 milhões.

“Desde 2011, quando o Paraná foi afetado por fortes chuvas, o governo estadual já investiu R$ 70 milhões na área de proteção e defesa civil, sendo que R$ 44 milhões estão sendo aplicados”, disse o governador.

Os aportes são para o Programa de Fortalecimento e Gestão de Risco de Desastres, criado logo após as enxurradas que atingiram o Litoral do Paraná no início de 2011. 

Os recursos foram destinados à modernização da infraestrutura de monitoramento e previsão hidrometeorológica, mapeamento das áreas de risco, obras de infraestrutura nos municípios e desenvolvimento de sistemas de gestão e redução dos riscos de desastres. 

“São investimentos e ações para garantir a proteção das famílias paranaenses. Estamos conseguindo dar respostas rápidas a desastres como enchentes, inundações e até tornados, que cada vez acontecem com mais frequência aqui,” acrescentou o governador. 

ONU - Hoje, o Paraná é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) pelo melhor sistema de defesa civil da América Latina. Para o coordenador executivo da Coordenadoria Estadual de Proteção Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Edemilson de Barros, o Centro Estadual de Gerencialmente de Riscos e Desastre representa mais um salto de qualidade dentro do processo de evolução nesta área, no Paraná. 

TECNOLOGIA E PESSOAL - O Cegerd, que fica junto à Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, conta com estrutura tecnológica e de pessoal para gestão de desastres no Estado, tanto em pequena quanto em grande escala. O espaço foi adequado para monitoramento de condições meteorológicas severas, possui salas de videoconferência, salas de comando de incidentes e de descompressão, centro de imprensa e um conjunto de telefonia totalizando 160 linhas. 

“Na ocorrência de incidentes, desta sala de gestão temos condições de reunir e falar simultaneamente com todas as regionais distribuídas no Paraná, fazer a gestão da localidade atingida e analisar como agir”, explicou o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Adilson Castilho Casitas. 

NACIONAL - Para o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, Élcio Barbosa, o Paraná se destaca na área de defesa civil. “É um estado avançado, com sistema bem diferenciado. Este novo centro, por exemplo, foi muito bem montado e tem uma estrutura perfeita, já conectada com o sistema do governo federal”, disse. “O que o Estado vem fazendo cresce aos olhos, principalmente em um momento de crise por qual passa o País”, finalizou.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade os secretários de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antônio Carlos Bonetti; da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; do Planejamento e Coordenação Geral, Cyllêneo Pessoa Pereira Junior, e de Assuntos Estratégicos, Flávio Arns; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Juceli Simiano Junior; o chefe do Estado Maior do comando do Corpo de Bombeiros, coronel Fábio Mariano de Oliveira; o presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite; o presidente do Simepar, Eduardo Alvim Leite; o representante do Banco Mundial, Davide Zucchini. 

Prevenção, conhecimento e articulação 

O programa de Fortalecimento e Gestão de Risco de Desastres é coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e integra órgãos como a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, Simepar, Instituto das Águas do Paraná, Instituto de Terras, Cartografia e Geociências do Paraná (ITCG).

São três eixos de atuação: fortalecimento da infraestrutura de prevenção, com aquisição de radares, bases meteorológicas e equipamentos; investimento em conhecimento, que inclui o mapeamento das áreas de risco e revisão cartográfica do Estado; e a articulação institucional, com a ampliação das políticas de Proteção e Defesa Civil e a criação do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (Ceped).


Todos os municípios têm planos de contingência

O Paraná é o único Estado do Brasil em que 100% dos municípios têm um Plano Municipal de Contingência de Proteção e Defesa Civil. “Hoje temos mapeadas mais de mil áreas vulneráveis a desastres. A defesa civil passou a ser um grande sistema”, disse tenente-coronel Edemilson de Barros

Os planos contam com o mapeamento das áreas de risco e todas as informações necessárias para garantir a resposta em casos de desastres - como os locais designados para receber as pessoas desabrigadas e os recursos existentes para o atendimento à população.

Todos os municípios paranaenses também têm acesso ao Sistema Informatizado da Defesa Civil do Estado, que facilita a construção do plano de contingência e o preenchimento dos documentos necessários para buscar recursos de outras esferas de governo.

Fonte: www.pr.gov.br


quinta-feira, 27 de abril de 2017

PRF inicia Operação Dia do Trabalho nesta sexta-feira (28)

Embriaguez, ultrapassagem e excesso de velocidade serão os focos da fiscalização.




Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança à zero hora desta sexta-feira (28) a Operação Dia do Trabalho em todo o país.

Como em outros feriados nacionais, a PRF terá três focos prioritários da fiscalização: excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares. Com quatro dias de duração, a Operação Dia do Trabalho da PRF termina à meia-noite de segunda-feira (1º de maio).

Na segunda-feira (1º de maio), inicia-se a campanha Maio Amarelo, que prevê várias ações coordenadas com o objetivo de reduzir mortes no trânsito. A ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu a década 2011 – 2020 como a Década de Ações pela Segurança no Trânsito, convocando todos os países signatários da Resolução, entre eles o Brasil, para desenvolver ações para redução de 50% de mortes em 10 anos.

Entre as principais causas dos acidentes com mortes ocorridos em 2016 estão falta de atenção (30,8% dos óbitos registrados); velocidade incompatível (21,9%); ingestão de álcool (15,6%); desobediência à sinalização (10%); ultrapassagens indevidas (9,3%); e sono (6,7%).

As colisões frontais responderam por 29% das vítimas mortas no ano passado, seguidas pelos atropelamentos de pedestres (18,2%). Condutores ou passageiros de motocicletas foram 17,8% dos mortos; ciclistas, 4,1%.

A cada quatro mortes, três ocorreram em pista seca. Mais de 70%, em retas. Mais da metade foram registradas à noite (53,8%), em trechos de pista simples (61,7%) e em regiões rurais (68,9%).

Faixa etária mais atingida, jovens de 20 a 24 anos foram 14,2% dos mortos. Idosos acima de 60 anos, 12,3%. Os homens representaram 79,3% das vítimas que perderam a vida.

Ao longo de todo o ano de 2016, a PRF flagrou, apenas no Paraná, 3.567 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas; 22,8 mil manobras irregulares de ultrapassagem; e mais de 235 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Entre as condutas recomendadas da PRF aos motoristas para evitar acidentes estão respeitar as placas de sinalização, em especial os limites de velocidade; fazer revisões periódicas do veículo e conferir o funcionamento dos equipamentos obrigatórios; planejar a viagem e evitar dirigir com pressa, cansado ou com sono; manter uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos; em caso de chuva, redobrar os cuidados e reduzir a velocidade.

As concessionárias de rodovia estimam para este feriado prolongado um fluxo em média 20% superior ao de dias normais. O pico do movimento deve se concentrar no final tarde e início da noite desta sexta-feira (28), na manhã de sábado (29) e no final da tarde e início da noite de segunda-feira (1º de maio).

No ano passado não houve a operação em razão da data ter sido em um domingo, portanto não haverá comparativo.

Fonte: www.prf.gov.br

Equipe do 16° BPM evita roubo, dão cumprimento a um mandado de prisão e apreendem arma de fogo e dinheiro sem procedência


No início desta madrugada de quinta (27), enquanto era realizado ponto base em um posto de combustíveis às margens da BR 373, a equipe policial de Candói-PR percebeu a presença de um veículo Ford/Fiesta com cinco indivíduos em atitude suspeita. Após acompanhamento, foi realizada a abordagem e em busca pessoal foi encontrado um revólver da marca Taurus, calibre 38 com a numeração suprimida e com 4 munições intactas. 

Em buscas no veículo, foi encontrada certa quantia em dinheiro, um cheque e várias carteiras de cigarro, sendo que nenhum dos suspeitos assumiu a propriedade do dinheiro e do cheque. Após consulta operacional, constatou-se que um dos abordados possuía um mandado de prisão em seu desfavor. 

Após consulta a boletins anteriores, a equipe notou que as características dos suspeitos abordados eram as mesmas dos autores de diversos roubos ocorridos em datas anteriores. Diante dos fatos, foi dado cumprimento ao mandado de prisão, dada voz de prisão ao autor pela posse do revólver e encaminhados, juntamente com os demais abordados, até a 14ª SDP em Guarapuava.

Fonte: 16º BPM