sábado, 9 de maio de 2020

Secretário de Saúde não explica porque mantem morte por Covid-19 em Guarapuava mesmo após testes negativos da Sesa


A Secretaria de saúde de Guarapuava manteve no boletim diário de acompanhamento da Covid-19 desta sexta-feira (8) um caso de óbito pela doença. No entanto, nenhuma explicação sobre a divergência com o boletim do Governo do Estado foi apresentada. Para a Secretaria de Estado da Saúde não ocorreu morte pela doença em Guarapuava.

O Estado afirmou que dois testes foram realizados e comprovaram que um homem de 68 anos que morreu no dia 21 de abril não estava infectado por coronavirus.

Celso Góes, Secretário Municipal de Saúde em Guarapuava, falou por meia hora em uma transmissão ao vivo na internet, na noite desta sexta-feira (8). Ele não explicou nada sobre o caso. Vários internautas perguntaram, nos comentários, mas ele ignorou os pedidos. 

Via assessoria, o secretário foi procurado, mas não atendeu a reportagem da Rádio Cultura. A promessa, desde quinta-feira (7), era de que ele falaria na live, o que não aconteceu. 

Apesar de não prestar esclarecimentos sobre a evidente divergência nas informações, Celso insistiu que a gestão está sendo transparente e que tem amparo de profissionais na tomada de decisões. Ele também insistiu que as pessoas fiquem em casa.

Testes

Para atestar os casos confirmados o Estado usa o teste molecular, realizado em laboratório, o exame mais preciso para detectar a doença. Segundo nota, no paciente que morreu com suspeita da doença em Guarapuava, foram realizados dois exames PCR com resultado negativo.

Já o município usa o resultado de dois testes rápidos para afirmar que a pessoa morreu por Covid-19.

Ás informações são da Central Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade