quarta-feira, 10 de abril de 2019

Fóruns regionais debatem fim da vacinação contra aftosa



O Governo do Estado vai promover em maio fóruns regionais em seis municípios para debater com entidades do setor agropecuário as ações necessárias para solicitação e reconhecimento do status de Área Livre de Febre Aftosa, sem Vacinação.

Os eventos acontecem nas cidades de Paranavaí (dia 14), Cornélio Procópio (15), Curitiba (16), Guarapuava (21), Pato Branco (22) e Cascavel (23).

A promoção dos Fóruns tem o apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento; Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Ministério da Agricultura, Sistema Faep/Senar, Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (Fetaep), Emater e Sistema Ocepar, além de entidades locais que apoiam com recursos físicos, como a Prefeitura Municipal de Paranavaí, Sociedade Rural de Cornélio Procópio, Fiep, Unicentro e Sociedade Rural de Pato Branco.

RANKING NACIONAL – Segundo o gerente de Saúde Animal da Adapar, Rafael Gonçalves Dias, o Paraná ocupa a primeira posição do ranking nacional na produção e exportação de frango de corte, e a terceira posição na produção de carne suína. As duas cadeias têm grande importância econômica para o Estado, e geram emprego e renda. A suinocultura, assim como a bovinocultura de corte, tem grande potencial de crescimento com o advento da suspensão da vacina contra febre aftosa, ao agregar valor aos seus produtos.

As ações de defesa agropecuária no Paraná vêm se aprimorando há muitos anos, atuando na fiscalização dentro das propriedades, no trânsito animal e nas indústrias que do setor de produtos de origem animal, além da realização de diagnósticos importantes para que as ações sejam efetivas e oportunas.

O serviço oficial do Estado conta ainda com parcerias estabelecidas com a iniciativa privada, universidades do Estado, e sociedade em geral, que sabem sua responsabilidade na troca de informações e apoio para que as ações de defesa agropecuária sejam eficazes. “Um dos principais pilares para um bom serviço de defesa agropecuária é a vigilância passiva, com a notificação por parte de médicos veterinários, responsáveis técnicos, academia, laboratórios e produtores rurais de qualquer suspeita de doença de interesse da defesa sanitária animal de forma rápida”, diz Rafael Gonçalves Dias.

ÚLTIMA CAMPANHA - A suspensão da vacina contra febre aftosa pelo Paraná, que pertence ao bloco V conforme definição do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), foi pleiteada pelo Estado para que a última campanha de vacinação seja em maio de 2019.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento entendeu, após duas auditorias no serviço veterinário oficial do estado, que o Paraná tem condições de suspender a vacinação e buscar o status de livre sem vacinação.

Entretanto, este processo gera algumas mudanças, principalmente no trânsito interestadual de animais de produção, a exemplo da proibição do ingresso de animais vacinados no Estado. Assim, todas as alterações devem ser comunicadas estrategicamente, antes de encerrar a campanha de vacinação de maio, a toda a sociedade, em especial aos agentes ligados ao agronegócio.

Fonte: AEN

Rodrigo Estacho luta pelo fim da indústria da multa no Paraná


Nesta terça-feira (09/04/2019), o Deputado Rodrigo Estacho protocolou projeto de lei com o objetivo de proibir a aplicação de multas de trânsito nas rodovias estaduais com a utilização de radares móveis. 

Segundo o Deputado, "é preciso acabar com a indústria da multa no Estado do Paraná. A forma de utilização de radares móveis, muitas vezes operados sem qualquer sinalização prévia, em pontos cegos ou em curvas, acaba por causar surpresa aos motoristas e aumentar ainda mais o risco de acidentes. Grande parte das multas aplicadas com o uso de radares móveis são mal impostas e causam injustiça com os motoristas. Na verdade, o uso indevido desses equipamentos se trata de uma completa subversão no propósito do uso dos radares, que seria o de controlar a velocidade do trânsito e prevenir acidentes". 

Além disso, para o parlamentar, os radares móveis, na forma sorrateira como são utilizados pelos agentes de trânsito, além de não prevenirem acidentes ou melhorarem o fluxo dos veículos, servem apenas como instrumentos para arrecadar dinheiro aos cofres públicos às custas dos motoristas desavisados, que são pegos de surpresa enquanto trafegam pelas rodovias paranaenses. 

Contudo, é importante destacar que a proposição do Deputado Rodrigo Estacho contempla alternativa para o fim do uso dos radares móveis. O projeto prevê a obrigatoriedade na promoção de campanhas de conscientização dos motoristas sobre a importância na obediência das regras de trânsito, preservação da segurança nas estradas e do respeito à vida. Para o Deputado, o progresso somente virá através da educação dos motoristas. 

Após o protocolo, o projeto de lei seguirá para ser apreciado pelas comissões da Assembleia Legislativa do Paraná, começando pela Constituição de Constituição e Justiça.


Bebê morre depois de cair da cadeira e bater violentamente a cabeça


Um bebê de nove meses foi levado ao IML (Instituto Médico-Legal) de Cascavel na manhã desta quarta-feira (10) após não resistir aos ferimentos de uma queda. 

A criança caiu da cadeira antes de ser alimentado pela mãe. Com a queda, a vítima bateu violentamente a cabeça no chão e foi levado ao hospital em estado grave. 

O bebê estava internado no hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu pela madrugada de hoje (10). O corpo será liberado aos familiares em Toledo após necrópsia.

Fonte: Catve.com

O Ministério da Saúde lança ação para ampliar horário de funcionamento das Unidades Básicas de Saúde

O prefeito Jerônimo fala ao final do vídeo, que isso é um caminho para melhorias no atendimento da saúde de Turvo.

PRF apreende R$ 80 mil em celulares em Guarapuava

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu, nesta terça (9), 55 celulares avaliados em R$ 80 mil em Guarapuava (PR), na BR-277. Dois homens foram presos.

Agentes da PRF abordaram dois carros na BR-277, nesta terça-feira (9), em Guarapuava. Por volta das 19h30, os policiais vistoriaram um Celta e encontraram escondidos nas laterais do carro, 55 celulares importados irregularmente. Também, foi abordado um Sentra, que fazia o trabalho de batedor do transporte ilegal.

Ambos os motoristas, um de 27 e outro de 24 anos, foram presos por descaminho, que é quando a mercadoria permitida entra entrada no Brasil, mas sem passar pelos trâmites tributários devidos.

Os celulares estão avaliados em cerca de R$ 80 mil. Os homens disseram, inicialmente, que estavam a caminho de Curitiba para participarem de um leilão de carros, mas depois que os celulares foram descobertos, a dupla mudou o discurso, admitindo que compraram os aparelhos no Paraguai e os revenderiam em Curitiba.

Os celulares, os carros e os homens foram encaminhados para a Polícia Federal em Guarapuava para o registro do crime de descaminho, que tem uma pena de reclusão de um a quatro anos.


Fonte: PRF

Foi preso o homem que ateou fogo em veículo com mulher gravida e criança dentro, em Turvo


No dia 9 abr. 19 às 14h a equipe policial de Turvo recebeu informações de que na localidade de Passa Quatro, um homem havia agredido sua esposa, sua enteada, e ateado fogo em seu veículo. 

No local a vítima, 26 anos, passou a relatar que conviveu com o masculino, 28 anos, por aproximadamente dois anos e que residiam no Estado de Santa Catarina onde frequentemente era agredida fisicamente, motivo pelo qual resolveu se separar e voltar a morar com sua genitora no município de Turvo; que em data de 05/04/2019 o autor foi até este local para tentar reatar o relacionamento onde permaneceu até a data de hoje 09/04/2019; que na parte da tarde resolveram sair para realizarem compras e levaram a menina, 04 anos filha da vítima de um outro relacionamento. 

Porém quando estavam retornando, em determinado ponto da estrada, o autor parou seu carro e portando uma arma de fogo, passou lhe ameaçar dizendo que a mataria e também a filha desta, se a mesma não reatasse o relacionamento. Que após isso passou a lhe agredir fisicamente, momento em que a vítima conseguiu sair do veículo e correr em direção a um homem que passava nas proximidades, enquanto isso o autor pegou dois galões de gasolina do porta malas e ateou fogo no veículo, travando as portas com a criança dentro. 

Após isso fugiu em direção a um matagal. A genitora da criança retornou e com a ajuda de outra pessoa, conseguiram retirala pelo porta malas do veículo, o qual já estava tomado pelas chamas. Que posteriormente deslocaram até o posto de saúde local, sendo ambas encaminhadas pela ambulância municipal até ao hospital de Turvo, de onde a criança seria transferida para um hospital em Curitiba, devido às queimaduras sofridas. 

O veículo incendiado trata-se de um GM/Corsa Super, de cor prata, com emplacamento da cidade de Blumenau-SC. Iniciado patrulhamentos na região sendo informado por populares que o autor teria fugido a pé sentido município de Boa Ventura de São Roque, sendo solicitado apoio dos policiais daquela cidade para ajudar nas buscas, os quais lograram êxito em localizar o suspeito na rua Alexandre Forquevicz, saída para localidade de Rio do Grisse, o qual estava sem camisa e com queimaduras na região da barriga e braços. 

Ao ser indagado sobre os fatos o mesmo confirmou ser o autor. Questionado sobre a arma de fogo utilizada, relatou ter deixado dentro do veículo, porém não foi localizada. Diante dos fatos o autor, após receber atendimento médico na UPA Batel, foi encaminhado para 14ª SDP para procedimentos. 

Por orientações da Delegada de plantão, o veículo foi recolhido ao pátio da Delegacia de Polícia Civil de Turvo.

A equipe da Polícia Militar de Turvo, trabalhou mais de 14h00 nessa ocorrência.