quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Candói: Suspeito de matar a esposa a facadas se apresenta à polícia em Guarapuava


Adriano Moreira, de 32 anos, suspeito de matar a esposa Carol Baroni, de 25 anos, na comunidade de Cachoeira, Candói, na última segunda-feira (18) se apresentou à Polícia Civil de Guarapuava na tarde desta quinta-feira (25). Ele prestou depoimento acompanhado de um advogado e permaneceu recolhido junto a Cadeia Pública.

O crime envolvendo Adriano aconteceu no final da tarde de segunda. Após uma discussão, ele esfaqueou a esposa com, pelo menos cinco golpes, e na sequencia fugiu levando a arma do crime, dizendo que iria se matar. O fato foi presenciado pelo filho do casal, de apenas oito anos. Carol foi sepultada na terça-feira (19) em Guarapuava, onde residem seus familiares.

De acordo com Kelly Baroni, irmã da vítima, as brigas entre o casal eram constantes. Segundo ela, em uma das discussões Adriano teria feito ameaças utilizando-se de uma arma de fogo. Ele também não queria que ela (Carol) fosse visitar a família em Guarapuava.

Adriano e Carol estavam juntos há nove anos.

Fonte: RBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário