terça-feira, 19 de março de 2019

Jovem é condenado a 28 anos de prisão por matar o próprio pai no interior de Turvo



O jovem Abel Mendes dos Santos, preso desde 31 de dezembro de 2017, foi condenado pela Justiça a 28 anos e 29 dias de reclusão. O réu foi acusado pelo parricídio, homicídio cometido pelo filho contra o pai, na localidade de Faxinal de Baixo, no interior de Turvo. A sentença foi dada nessa segunda feira (18), no Fórum da Comarca de Guarapuava.


Na época do crime, Abel esfaqueou o pai, Aroldo Domingues de Almeida, de 54 anos, que teve ferimentos graves e faleceu em um hospital de Guarapuava, no dia seguinte, em 1 de janeiro de 2018. Na mesma noite do crime, Abel, que seria usuário de drogas, também agrediu a mãe e a irmã e incendiou a casa, que foi completamente destruída pelo fogo.

Na sentença, além do homicídio qualificado por motivo fútil, a tese da acusação, sustentada pela 10ª Promotoria de Justiça, também acusou o réu pela prática das lesões corporais e ameaças contra a mãe e a irmã, mediante violência doméstica, e por atear fogo na casa da família.

O Júri acolheu integralmente a acusação e condenou Abel por todos os crimes, resultando na pena de 28 anos e 29 dias de reclusão. O réu respondeu ao processo preso e, segundo o Ministério Público (MP), continuará na prisão mesmo que recorra.


Veja mais clicando aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário