sábado, 9 de fevereiro de 2019

Manifestação pelo fim da violência contra mulher aconteceu nesse sábado em Turvo



A morte de Suelen Weber de 18 anos, ocorrida no último sábado (2) em Turvo, causou grande comoção na população de Turvo e região. Partindo de uma indignação de centenas de pessoas em redes sociais, um grupo de mulheres organizou uma ‘Manifestação pacífica contra o feminicídio’. 

O intuito da iniciativa foi despertar a atenção da sociedade para o combate a violência e para a luta pela vida das mulheres. 

A concentração da manifestação aconteceu neste sábado (09), na Praça 31 de Outubro, mulheres com fitas de luto, cartazes com mensagens, usaram o microfone para pedir e clamar pelo fim da violência contra mulher. Em seguida saíram em caminhada pelas ruas da  cidade.

ENTENDA O CASO SUELEN 

A Jovem Suelen estava na casa da sua avó e na noite de sexta-feira (1º), ela saiu de casa e quando retornou estava com algumas escoriações. Ela contou que havia caído e foi dormir. No sábado pela manhã a avó percebeu que sua neta estava inconsciente e chamou a ambulância municipal para que Suelen fosse encaminhada para atendimento médico no Hospital, aonde a vítima veio a óbito. 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde os laudos deverão ser divulgados nos próximos dias. 

A Polícia Civil de Guarapuava segue investigando o caso e ainda não foi nada divulgado para não atrapalhar as investigações. 

Nas redes sóciais, pessoas compartilham informações nos grupos de WhatsApp, afirmam que a jovem foi deixada por um veículo em casa, que foi agredida violentamente e que pode ter sofrido abuso sexual.







Nenhum comentário:

Postar um comentário