sexta-feira, 21 de outubro de 2016

HOSPITAL BOM PASTOR PROMOVE: CHURRASCO BENEFICENTE E SHOW DE PRÊMIOS.


Diocese de Guarapuava lança revista em comemoração aos cinquenta anos da instituição.



A revista em comemoração ao Jubileu de Ouro da Diocese de Guarapuava já está disponível para venda, nas paróquias, comunidades e também na Nossa Senhora de Belém, Livros e Artigos Religiosos, a nova loja da diocese, desde o início do mês de outubro.

A publicação de oitenta páginas, conta a história da diocese ao longo dos cinquenta anos de sua criação, mas também rememora a história da fundação da cidade de Guarapuava, num entrelaçar de acontecimentos junto à Catedral Nossa Senhora de Belém.

Nesta edição, fatos relacionados aos diversos institutos ligados à Igreja de Guarapuava são descritos com simplicidade e clareza de linguagem, numa valorização dos acontecimentos devido à importância que estes tiveram ao longo de meio século não só para a cidade, mas para uma vasta região de mais de vinte e sete mil quilômetros quadrados.

Com diagramação moderna e imagens de alta qualidade, seguindo os padrões de exigências da instituição, o material é convidativo à leitura, ao estudo, e, sobretudo, à reflexão e rememoração do que passou, sem esquecer, portanto o foco na atualidade e também no futuro.

Ao preço de R$ 6,00 (seis reais), qualquer pessoa pode adquirir um exemplar da revista. Além dos pontos de vendas descritos acima, os pedidos podem ser feitos diretamente na Ação Evangelizadora, através dos telefones: (42) 3623 4348 e (42) 98062297.

Fonte: Diopuava

CAMPANHA DE BRINQUEDOS IBEMA.



Eles não deixam de brincar por falta de criatividade, mas por falta de brinquedos.
Participe da campanha de arrecadação da Ibema e contribua para que as crianças em situação de vulnerabilidade consigam sonhar com um futuro melhor.
Além de brinquedos, você também pode doar kits de higiene (completos ou itens avulsos, como sabonete, shampoo, creme ou escova de dente, para a Ibema formar os kits) em um dos pontos de coleta e ajudar quem enfrenta dificuldades.

Locais de coleta:
Curitiba: falar com Bruno
Rua Pe. Anchieta, 2310 - 1º Andar - Sala 12 – Bigorrilho

Araucária: falar com Julian e Angela 
Rua Ladislau Gembaroski, 567 - Thomas Coelho

Embú das Artes: falar com Mariane
Av. Elias Yazbek, 907 - Tingidor

Turvo: Centro Comunitário e Portaria II
Faxinal da Boa Vista S/Nº

Hoje a bola rola pelas quartas de final da LNF2016

Dois times campeões da Liga Nacional de Futsal, clássico, rivalidade, Arena nova; em quadra vários craques, entre eles Falcão e Gadeia – eleito 3º melhor jogador em 2015.


Com os dois pés na porta. É a assim que se inicia as quartas de final da LNF2016. O Magnus de Sorocaba enfrenta a Intelli, de Orlândia, hoje às 19h15 com transmissão do SporTV. É o primeiro jogo das quartas de final, que terá mais dois jogos no sábado e um no domingo.

Até o momento já tivemos 187 jogos na competição. Foram 140 vitórias e 44 empates, sendo apenas três sem gols. Falando em bola na rede, a Liga Nacional de Futsal deste ano já teve 919 gols, média de 4,9 por partida. Os líderes neste quesito, Rodrigo Hardy/Magnus (16), Xuxa/Joinville (15), Deives/Corinthians (14) e Gadeia/Intelli (14), continuam na competição nas quartas de final e esperam ajudar seus clubes enquanto lutam pela artilharia.

Líder da primeira fase, a Intelli é também o melhor ataque, com 68 gols marcados e a melhor defesa, junto ao Joinville, pois sofreu apenas 38 tentos. Porém quando se trata do aproveitamento geral da competição, inclusive dos jogos nas oitavas, quem está na frente é a Copagril, com 70% do aproveitamento. O time de Marechal Cândido Rondon, que enfrenta o Floripa, também não sabe o que é perder em casa. Mesmo assim, o melhor mandante da competição é o Atlântico, adversário do Corinthians neste sábado, pois o time de Erechim, mesmo tendo perdido uma vez no ‘Caldeirão do Galo’, já venceu 10 vezes e empatou uma.

Lembrando que todos os jogos serão transmitidos pelo SporTV, convidamos todos os fãs do futsal para acompanhar as oitavas da LNF2016 pela TV ou nos ginásios. A expectativa é de casa cheia em todas as partidas de ida e volta, superando a média de público da fase anterior, oitavas, que foi de 2036 torcedores.

Histórico recente dos confrontos das quartas

Intelli x Magnus
LNF2015
Intelli 6X3 Futsal Brasil Kirin/Sorocaba 
LNF2016
Magnus 3X4 Intelli


Copagril x Floripa
LNF2015
Copagril 3X2 Floripa 
LNF2016
Floripa 2X2 Copagril


Corinthians x Atlântico
LNF2015
Atlântico 3X3 Corinthians 
LNF2016
Corinthians 3X0 Atlântico


Joinville x Assoeva
LNF2015
Krona Futsal 2X4 Assoeva 
LNF2016
Assoeva 0X4 Joinville


Crédito de imagem – Divulgação Marreco

Justiça libera aplicação de multas por farol desligado em rodovia sinalizada.



Órgãos de trânsito de todo o país estão autorizados a retomar a aplicação de multas para motoristas que trafegarem por rodovias com o farol desligado, nas estradas em que houver sinalização clara sobre o assunto. Um ofício com o novo entendimento foi enviado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) aos órgãos locais nesta quarta-feira (19).

Na prática, isso significa que as multas podem ser aplicadas sempre que não houver "ambiguidade" sobre a necessidade do farol – nas estradas em área rural e nos trechos urbanos que estiverem devidamente sinalizados, por exemplo. Alguns órgãos, como o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), já retomaram a fiscalização.

Em 2 de setembro, a Justiça suspendeu a cobrança sob o argumento de que, muitas vezes, os motoristas confundiam as rodovias com ruas e avenidas que compõem a malha urbana. A decisão não anulou as multas que já tinham sido aplicadas.

Em julho, a Secretaria de Transportes de São Paulo emitiu nota informando que as marginais Pinheiros e Tietê, por exemplo, não são rodovias. No Distrito Federal, é preciso acender farol durante o dia no Eixo Rodoviário (Eixão), uma das principais vias do centro de Brasília.

O Denatran não emitiu regras específicas sobre a sinalização que deverá ser aplicada. A princípio, as placas devem seguir o mesmo padrão que já é adotado para outros avisos em rodovias, como a delimitação dos trechos sob concessão (onde é cobrado pedágio).

Na Justiça
A decisão judicial que restaurou a multa foi emitida no último dia 7, quando o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU). Ao avaliar o caso, o desembargador Carlos Moreira Alves concordou com a suspensão da multa onde houver dúvida, mas abriu espaço para a cobrança nos demais trechos.

"A decisão agravada não impede a aplicação de sanções [...] nas rodovias que possuam
sinalização que as identifique como tais, [...] mas tão só naquelas em que, por se entremearem com os perímetros urbanos das cidades que atravessam, a sinalização deve ser tal que lhes permita saber, sem possibilidade de dúvida razoável, que se encontram em uma rodovia", dizia a decisão.

No dia 11, quatro dias após a decisão, o G1 questionou o governo federal sobre a possível retomada das multas. Em nota, a AGU informou que só foi notificada oficialmente da decisão na última segunda (17), quando começou a elaborar o novo parecer técnico.

Por isso, os órgãos regionais só foram notificados nesta quarta. Também em nota, o DER-DF informou ao G1 que tomou conhecimento da decisão com antecedência e, por isso, passou a aplicar o novo entendimento "por conta própria". O Denatran diz que a conduta do departamento foi adequada.

O recurso da AGU ainda será levado a plenário no TRF, que pode manter a aplicação "seletiva" das multas, vetar qualquer tipo de notificação ou liberar a fiscalização em todos os trechos. Não há data prevista para essa nova análise, que também poderá ser alvo de recurso.

Lei polêmica
A lei federal entrou em vigor em 8 de julho e determina que o farol seja usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13. Em novembro, o valor deve subir para R$ 130,16.

No primeiro mês de validade da regra, entre 8 de julho e 8 de agosto, a Polícia Rodoviária Federal registrou 124.180 infrações nas rodovias federais. Nas estradas estaduais de São Paulo, outras 17.165 multas foram aplicadas. No Distrito Federal, as multas superaram em 35% o número de autuações por estacionamento irregular.

Regra em debate
O farol baixo é o que as pessoas chamam de farol, até então exigido para todos os veículos somente durante a noite e dentro de túneis. O uso das luzes já era obrigatório para as motos durante o dia e a noite, em todos os lugares.

A ação foi proposta pela Associação Nacional de Proteção Mútua aos Proprietários de Veículos Automotores (Adpvat). No pedido, a associação afirma que a regra nova teria sido instituída com a "finalidade precípua de arrecadação", o que representaria desvio de finalidade. A ação também se baseia no artigo 90 do Código Brasileiro de Trânsito, que diz que "as sanções previstas no código não serão aplicadas nas localidades deficientes de sinalização".

"Em cidades como Brasília, exemplificativamente, as ruas, avenidas, vias, estradas, rodovias, etc. penetram o perímetro urbano e se entrelaçam. Absolutamente impossível, mesmo para os que bem conhecem a Capital da República, identificar quando começa uma via e termina uma rodovia estadual, de modo a se ter certeza quando exigível o farol acesso e quando dispensável. Para se evitar infringir a lei, não há outra forma senão os faróis ligados em todos os momentos", diz trecho da ação.

Fonte: G1 (Foto: Rafael Miotto/ G1)