quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Tio suspeito de estuprar e matar menina indígena é achado morto em presídio

Crédito: Hedio Fazan/Dourados News

Elinho Arévalo, de 33 anos, um dos envolvidos no estupro e homicídio da menina Raissa da Silva Cabreira, de apenas 11 anos, foi encontrado morto dentro da Penitenciária Estadual de Dourados (PED), onde estava preso desde a tarde de ontem (11).

Informações iniciais apontam que na tarde desta quinta-feira (12) o homem foi encontrado enforcado em uma cela separada dos outros detentos, na companhia de apenas Leandro Pinosa, 20, também envolvido no caso.

Segundo o procedimento padrão, ao ser transferido à PED, os presos pelo crime de estupro ficam em uma ala isolada dos demais, até o momento de passarem para o convívio dos outros detentos.

O delegado Gustavo Mussi, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário, Depac, junto aos peritos estão no local para investigar o caso.

Elinho era tio de Raissa e a estuprava desde que a menina tinha 5 anos de idade.

Relembre o caso

Autuados em flagrante, Elinho Arévalo, 33, e Leandro Pinosa, 20, foram transferidos para a PED na tarde desta quarta-feira (11), enquanto os outros três adolescentes de 13, 14 e 16 anos de idade, também acusados de participação no assassinato da menina, foram encaminhados para Unei (Unidade Educacional de Internação) Laranja Doce.

A criança da etnia Kaiowá foi encontrada sem vida na segunda-feira (9) em uma pedreira abandonada, localizada na Aldeia Bororó, Reserva Indígena Federal de Dourados.

Raissa da Silva Cabreira, de apenas 11 anos, foi dopada com uso de bebida alcoólica, estuprada pelos cinco envolvidos, e, em seguida, jogada ainda viva de um paredão com altura de mais de 20 metros.

Segundo o delegado Erasmo Cubas, da Polícia Civil de Dourados, o estupro coletivo teria sido planejado, onde a menina foi atraída para uma casa abandonada para ser violentada e o grupo decidiu jogá-la do paredão da pedreira após ela ameaçar denunciá-los.

Produtora Rural de Telêmaco Borba é a nova milionária do Nota Paraná


Nascida e criada no município de Telêmaco Borba, localizado nos Campos Gerais, I. Ribeiro é a nova milionária do Nota Paraná. A produtora rural foi sorteada com apenas um bilhete e ficou sabendo da notícia da premiação após uma ligação da coordenação do programa.

“Em um primeiro momento eu achei que não passava de um trote, mas aí, para ter certeza, liguei na prefeitura. Foi quando indicaram a confirmação, quase não acreditei”, ressaltou a agricultora.

Ela trabalha na área florestal da região desde pequena, quando ajudava o pai. “Eu sempre acreditei desde o começo do programa, sempre falava que um dia eu iria ganhar e não deu outra. Chegou a minha vez e ganhei o maior prêmio, o que é uma grande alegria para mim e minha família”, disse.

A produtora rural reforçou que sempre pede CPF na nota fiscal. “Estou passando por um momento incrível, quase nem acredito. Meu sentimento com relação ao prêmio é de total confiança. Olha só a importância de pedir o CPF. Por isso sempre falo, coloquem o CPF em qualquer comprar de qualquer valor, não custa nada, pois uma hora vai chegar, basta acreditar”, destacou.

A nova milionária já tem planos certos para o futuro. “Primeira coisa que quero fazer é comprar um apartamento para o meu filho e depois organizar com calma a minha vida”, disse.

PREMIADOS – A agricultora de Telêmaco Borba é a oitava milionária do programa neste ano. Além dela, foram vencedores do prêmio máximo de R$ 1 milhão moradores de Curitiba (4), Ponta Grossa, São José dos Pinhais e Tunas do Paraná.

COMO PARTICIPAR – Para participar, basta se cadastrar no site www.notaparana.pr.gov.br e aderir ao regulamento. Ao solicitar seu CPF na nota, o cidadão ganhará um bilhete eletrônico na primeira compra do mês. Depois, cada R$ 200,00 em notas fiscais dá direito a um bilhete para o sorteio de seu respectivo período de adesão. Os prêmios poderão ser utilizados para abater o IPVA ou creditados na conta bancária do premiado.

Para participar do Programa Paraná Pay é preciso acessar o cadastro no Nota Paraná e fazer o aceite. Mensalmente o programa sorteia vouchers de R$ 100 para serem utilizados em estabelecimentos e serviços do setor de turismo no Estado.


Paraná confirma mais 2.276 casos e 99 óbitos em decorrência da Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quinta-feira (12) mais 2.276 casos de Covid-19 e 99 mortes. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 1.402.965 casos e 35.961 mortes em decorrência da doença.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de março (1), julho (1), agosto (1), setembro (1) e dezembro (2) de 2020, e dos seguintes meses de 2021: janeiro (1), fevereiro (2), março (27), abril (14), maio (186), junho (70), julho (53) e agosto (1.917).

INTERNADOS – De acordo com o informe, 1.096 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 806 em leitos SUS (467 em UTIs e 339 em leitos clínicos/enfermarias) e 290 em leitos da rede particular (144 em UTIs e 146 em leitos clínicos/enfermarias).

Há outros 1.516 pacientes internados, 736 em leitos de UTI e 780 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus.

ÓBITOS – O boletim informa a morte de mais 99 pacientes. São 43 mulheres e 56 homens, com idades que variam de 29 a 92 anos. Os óbitos ocorreram de 27 de dezembro de 2020 a 11 de agosto de 2021.

Os pacientes que morreram residiam em Curitiba (12), Cascavel (8), Londrina (6), Maringá (5), São José dos Pinhais (4), Guarapuava (4), Tunas do Paraná (3), Ponta Grossa (3), Araucária (3), Almirante Tamandaré (3), Toledo (2), Telêmaco Borba (2), Marechal Cândido Rondon (2), Lapa (2), Foz do Iguaçu (2), Colombo (2) e Campo Largo (2).

O informe registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Umuarama, Três Barras do Paraná, São Carlos do Ivaí, Rosário do Ivaí, Piraquara, Pinhão, Pinhais, Paraíso do Norte, Paiçandu, Nova Aurora, Mirador, Matelândia, Marilena, Marialva, Mandaguari, Leópolis, Ivaiporã, Iretama, Irati, Guaíra, Goioerê, Doutor Ulysses, Clevelândia, Campo Mourão, Campo Magro, Campina Grande do Sul, Cambé, Cambará, Bandeirantes, Astorga, Arapoti, Antonina, Alto Paraíso e Agudos do Sul.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria de Estado da Saúde registra 6.343 casos de não residentes no Estado. Destes, 203 foram a óbito.

Turvo registra mais 01 caso de Covid-19

 


Empréstimo com FGTS é na AGcredi

Agora é possível fazer empréstimos utilizando o saldo do FGTS

- Dinheiro em 24h

- Sem consulta ao SPC ou Serasa

- Somos Especialistas Certificados

- Não cobramos taxa para liberar crédito

- Sem comprometer sua renda

- Atendimento 100% online

Fale com a AGcredi e faça pelo WhatsApp 42-9.98630776 - https://whats.link/agcrediturvo

Visite nossa agência na Avenida. 12 de Maio 272 – sala 2 – Turvo PR.

Turvo vacina pessoas com 21 anos ou mais nesta sexta-feira



Quem tem 21 anos ou mais, poderá receber a sua primeira dose da vacina contra Covid-19 nesta sexta-feira (13). 

Será a partir das 14h, na UBS Iracy de Campos (sede).

Não esqueça, para receber sua dose é necessário portar a carteirinha de vacinação e o cartão SUS ou CPF.

E atenção, deve ser respeitado o prazo de 15 dias entre a vacina da gripe influenza e da Covid-19.


Fonte: Prefeitura de Turvo 

Preços da soja para o produtor continuam em alta; em cinco anos aumento foi de 155%


Os preços da soja para o produtor paranaense continuam em patamares altos. Essa tendência é observada há tempos. Nos últimos cinco anos a valorização chegou a 155%. A análise em relação à cultura de soja é um dos assuntos do Boletim de Conjuntura Agropecuária na semana de 6 a 12 de agosto. O documento é preparado pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria estadual da Agricultura e do Abastecimento, e traz informações sobre outras atividades agropecuárias no Paraná.

O produtor paranaense recebeu na última semana, em média, R$ 151,47 pela saca de 60 quilos de soja. Isso representa valorização de 47% se comparado com o preço pago no mesmo período do ano passado, quando a saca custava R$ 103,00. No comparativo entre o preço praticado em julho de 2020, quando se pagava R$ 98,88, com o de julho deste ano, que ultrapassou R$ 150,00, o acréscimo é de 53,5%.

Essa tendência de alta nas cotações da oleaginosa ao produtor é observada há pelo menos cinco anos. Em 2017, o valor médio pago foi de R$ 60,35 a saca de 60 quilos. Nos primeiros sete meses deste ano, o preço médio ficou em R$ 153,93, o que representa aumento de 155%.

A produção nacional de soja foi confirmada em aproximadamente 136 milhões de toneladas, em relatório de levantamento mensal, divulgado esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O Paraná aparece como terceiro maior produtor, com 19,8 milhões de toneladas. A liderança é de Mato Grosso, com 35,9 milhões de toneladas, seguido por Rio Grande do Sul, com 20,8 milhões de toneladas.

BATATA E FRUTICULTURA – O boletim registra, ainda, que 95% da área total semeada com batata já foi colhida. As remanescentes, que somam 3.427 hectares, estão distribuídas nas regiões de Campo Mourão, Cornélio Procópio e Curitiba. Do que foi colhido, 96% já foi comercializado pelos produtores.

O documento destaca a participação da fruticultura no Valor Bruto da Produção (VBP) de 2020, que teve os números preliminares divulgados. O peso do setor é de 1,4%, com valor financeiro movimentado de R$ 1,8 bilhão, quando analisadas as 35 frutas exploradas no Estado. A citricultura é a principal atividade no setor, respondendo por 31,2% da fruticultura.

OUTROS PRODUTOS – O boletim registra também a colheita, até o momento, de 22% da área estimada de 2,5 milhões de hectares de milho no Paraná. Em relação ao trigo, o documento se refere a relatório do próprio Deral que aponta que apenas 9% das áreas cultivadas começaram a frutificação e expõem as consequências das geadas. No entanto, o volume ainda é pouco para se ter melhor dimensionamento dos danos.

Ao abordar a pecuária de leite, o boletim faz um panorama sobre os números no Paraná. Como segundo produtor nacional, o Estado é responsável por 4,6 bilhões de litros. O município de Castro é o maior produtor nacional, com 323 milhões de litros anuais. Também há análise da produção e exportação nacional de carne de frango.


Em frente ao Hospital Bom Pastor de Turvo

 


Homem é preso por contrabando em Manoel Ribas


Por volta das 15h50min, do dia 11 de agosto, a equipe policial durante patrulhamento nos trevos de acesso a cidade de Manoel Ribas, foi realizado abordagem a um GM/Kadett, de cor cinza, emplacado em Ponta Grossa/PR sendo identificado o condutor, homem 54 anos, com este nada de ilícito localizado. 

Em buscas no interior do veículo foi visualizado uma grande quantidade de cigarros, oriundos do Paraguai, indagado o condutor, este relatou que havia no interior do veiculo a quantidade 1250 maços de cigarro. 

Enquanto a equipe estava realizando a abordagem no veículo Kadett, veio em alta velocidade um veículo Fiat Strada de cor azul escura ou cinza, sendo de imediato mandado parar, porém se evadiu, jogando o veículo para cima da equipe, quase colidindo com a viatura policial e com o GM/Kadett, tomado rumo sentido município de Cândido de Abreu. 

Posteriormente foi informado por anônimos que a Fiat Strada estaria deslocando pela estrada da Barra Preta a qual liga os municípios de Manoel Ribas e Pitanga, acionado a equipe que estava de extra jornada em Manoel Ribas, as equipes de Pitanga e a equipe de Cândido de Abreu, porém não foi localizado este segundo veículo. 

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao abordado pelo crime de contrabando, além do veículo e os cigarros apreendidos. Foram encaminhados para a Delegacia de Policia Federal de Guarapuava para lavratura do flagrante.

Fonte: PM

Três pessoas morrem em grave acidente na PR-495


Um motorista de 21 anos, e dois passageiros, de 25 e 28 anos, morreram em um acidente entre dois carros e um caminhão na PR-495, em Medianeira, no oeste do Paraná, na noite de quarta-feira (11), segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

De acordo com a PRE, o primeiro carro, em que as vítimas estavam, se envolveu em uma batida com outro carro e, depois, foi parar embaixo do caminhão, que seguia do outro lado da pista.

Com o impacto, os três rapazes morreram no local. Segundo a polícia, o motorista do veículo não tinha carteira de habilitação.

A PRE explicou que a batida aconteceu na saída de Medianeira sentido Missal, em um trecho de ultrapassagem proibida. O local do acidente é um ponto crítico na rodovia, com difícil visibilidade.

O motorista do outro carro, de 22 anos, foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Medianeira em estado de choque, foi medicado e liberado no mesmo dia, segundo a polícia.

Conforme a PRE, o motorista do caminhão, de 36 anos, não se feriu. Ele fez o teste do bafômetro, que apontou que não havia consumido bebida alcoólica.

Os corpos foram levados ao Instituto Médico-Legal (IML) de Foz do Iguaçu, também no oeste.

Foto: Guia Medianeira

Invista no seu futuro com a UniFCV⠀


O curso Bacharel em Psicopedagogia forma profissionais capazes de trabalhar com o processo de aprendizagem de alunos e funcionários, formando assim, profissionais que garantem que a aprendizagem seja um direito de todos, considerando a diversidade e inclusão.

Realize hoje mesmo a sua matrícula.

Entre em contato (42) 9 9128-1476 e saiba mais. Ou pelo link: https://unifcv.edu.br/ead/pos-graduacao/

Curta nossa página e fique por dentro das novidades:

UniFCV, uma formação que transforma.
Publicidade