sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Polícia Civil de Laranjeiras do Sul prende envolvidos no assassinato de Ênio Pasqualin


A Polícia Civil de Laranjeiras do Sul elucidou o crime de homicídio em que foi vítima o agricultor e uma das lideranças estaduais do MST (Movimento Sem Terra), Ênio Pasqualin, morto no dia 24 de outubro. No último dia 20 de novembro, a Polícia Civil prendeu um homem em Chopinzinho.

O suspeito, que teve a prisão preventiva expedida pela justiça, seria um dos autores do crime. Após a prisão, a policia seguiu com a investigação e, nesta quinta-feira (26), prendeu mais duas pessoas, uma em Pato Branco e outra em São Marcos (RS). O homem preso no Rio Grande do Sul é apontado como mentor, articulador e contratante dos demais para execução do crime.

Segundo constatado nas investigações, um dos responsáveis pela execução de Pasqualin tinha uma dívida de R$ 800,00 com o mentor e o crime foi uma forma de saldar esse valor. O responsável pela contratação forneceu armas de fogo e levou a dupla até as proximidades da casa da vítima, no Assentamento Ireno Alves dos Santos. Ênio Pasqualin foi tirado de sua casa e lavado até outra comunidade, distante cerca de 12 Km onde foi executado com um tiro nas costas.

Após a prática do crime, os bandidos fugiram levando uma camionete S-10 de propriedade da família da vítima. O veículo foi abandonado no interior de Mangueirinha, sendo encontrado no dia 25 de outubro. Os ocupantes foram resgatados desse local pelo contratante, que os aguardava em Chopinzinho.

Conforme a polícia, foi apurado durante a investigação que os dois responsáveis pela execução não conheciam Pasqualin. Já o contratante afirmou que teve um desentendimento com a vítima, no passado, por conta de um problema com o lote de um familiar. Aos responsáveis pela execução, ele teria dito que o crime se tratava de uma vingança por conta da morte de seu irmão, fato que ocorreu em 2019. Entretanto, essa afirmação é descartada pela polícia. Segundo o delegado Marcelo Trevisan, Pasqualin não teve nenhum envolvimento com o crime.

Com as três prisões realizadas, o inquérito policial será relatado e concluído nesta sexta-feira (27). Os presos ficam a disposição da justiça da Comarca de Laranjeiras do Sul.


Fonte: Polícia Civil
Via: RBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade