quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Deputado reclama de salário de R$ 25 mil: 'Não paga metade de carro popular'


O deputado estadual Luiz Carlos Martins (PP) disse que o salário de R$ 25,3 mil sofreu um achatamento nos últimos mandatos. O comentário foi feito durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da terça-feira (24). Assista acima.

"Nós não podemos esquecer a questão de salários, inclusive nós aqui da Assembleia também tivemos um achatamento salarial. O salário de deputado, você ia em uma concessionária e comprava um carro zero da melhor qualidade. Hoje, você não compra metade, não paga metade de um carro popular", afirmou o deputado.

A declaração foi feita em referência ao fato de que o último reajuste salarial dos deputados ocorreu em fevereiro de 2015, segundo ele.

O comentário foi feito em meio às discussões da pauta do dia, que não tinha nenhum projeto de reajuste do salário dos deputados. Eles discutiam os seguintes temas:

O programa de indenização de licença especial e dá outras providências;

. os dispositivos à lei nº 14.260, de 22 de dezembro de 2003, que estabelece normas sobre o tratamento tributário pertinente ao imposto sobre a propriedade de veículos automotores;

. a implantação de scanner corporal e de bagagem em terminais rodoviários;

. o meio de pagamento nos cartórios do estado do paraná, através de operações de cartão de débito e crédito e dá outras providências;

. a publicidade da agenda de atos políticos do poder executivo e adota outras providências;

. a "semana da tecnologia e inovação", a ser celebrada anualmente entre os dias 16 a 22 de outubro.

Durante a reunião ainda, Luiz Carlos Martins disse que o salário deles comparado ao de outros trabalhadores existe uma deformidade.

"Só que nós temos que contar isso para a população, houve achatamento. Agora, quando se pensar no que nós ganhamos e o que ganha um trabalhador da construção civil aí é uma distorção", relatou.

Procurado, o deputado Luiz Carlos Martins reafirmou tudo o que disse durante a reunião.

O presidente da Assembleia Legislativa Ademar Traiano (PSDB) não quis se manifestar sobre a declaração.

'Miserê'

O procurador de Minas Gerais Leonardo Azeredo chamou de "miserê" um salário de R$ 24 mil, durante reunião realizada no início do mês de agosto para discussão da proposta orçamentária do Ministério Público de Minas Gerais para 2020.

"Como é que o cara vai viver com R$ 24 mil? O que de fato nós vamos fazer para melhorar a nossa remuneração? Ou nós vamos ficar quietos?".

O desabafo foi feito após o procurador-geral de Justiça em Minas, Antônio Sérgio Tonet, informar que, caso o estado assine o acordo de recuperação fiscal com o governo federal, não será concedido qualquer reajuste salarial, mesmo que haja aumento dos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mega Feira de Verão da Loja A Barateira será nesta sexta-feira (27)


Nesta sexta-feira 27 de setembro, ás 08h00 começa a Mega Feira de Verão da Loja A Barateira. 

O que já era barato, agora sai quase de graça.

Liquidação de Verão com 50% de desconto.

Polícia Civil interroga suspeito de ter matado menina de 9 anos


A Polícia Civil do Paraná interrogou o suspeito do crime que vitimou Rachel Genofre, de 9 anos, ocorrido no dia 3 de novembro de 2008. O homem está preso na Penitenciária II, em Sorocaba (SP), em razão de outros crimes, e confessou ter estuprado e em seguida matado a garota. O interrogatório aconteceu na tarde de terça-feira (24) e nesta quarta-feira a delegada Camila Cecconelo recebeu a imprensa para falar sobre o caso..

Inicialmente, o suspeito se negou a prestar esclarecimentos sobre o crime. Disse que só falaria em juízo. Entretanto, cedeu após ser informado pelas autoridades da Polícia Civil que a autoria do crime já havia sido confirmada através de confronto de material genético.

Em seu depoimento, o suspeito informou que morava no Centro de Curitiba, próximo da escola em que Rachel estudava. Disse que já havia observado qual era a rotina da menina, bem como o caminho que ela fazia até o ponto de ônibus diariamente.

O homem conseguiu atrair a vítima para sua casa passando-se por produtor de um programa televisivo infantil. Ele teria dito que se ela quisesse participar do programa teria que acompanhá-lo até um suposto escritório para assinar uns papéis. De forma fria e sem demonstrar arrependimento, o autor do crime contou à Polícia que Rachel estranhou quando chegou em sua residência. Segundo ele, a menina tentou reagir e começou a gritar. Momento em que a violentou sexualmente e na sequência a matou, no mesmo dia.

Sobre a razão de ter colocado o corpo de Rachel dentro de uma mala de viagem e abandonado na Rodoviária de Curitiba, o homem não deu muitos detalhes referente a essa escolha. Apenas informou que era uma forma de transitar no local sem ser percebido.

A Polícia Civil intensificará as diligências, a fim de averiguar se todas as informações fornecidas pelo suspeito durante seu interrogatório estão de acordo com a verdade. Outras pessoas devem ser ouvidas no curso das diligências até a conclusão do Inquérito Policial.

Fonte: AEN

Acidente entre três caminhões deixa um motorista morto e outro ferido na BR-153


Um homem morreu e outro sofreu ferimentos graves após um acidente entre três caminhões na BR-153, em Porto Vitória, na região sul do Paraná, nesta quarta-feira (25).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos caminhões, com placa de Pato Branco, seguia sentido General Carneiro quando invadiu a pista contrária e bateu na lateral de outra carreta, com placa de Concórdia (SC).

Depois disso, o caminhão de Pato Branco bateu de frente com outro veículo com placas de Palmas. O motorista desse veículo não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Uma testemunha disse aos policiais que o veículo que provocou o acidente não realizava uma ultrapassagem, invadiu a pista contrária sem motivo aparente. A PRF investiga se o motorista dormiu ao volante, se distraiu, teve mal súbito ou se a batida foi provocada por falha mecânica.

Algumas pessoas tentaram saquear a carga dos veículos acidentados, mas foram contidos pela polícia.



Fonte: G1 - PR

Morre no hospital homem que foi estuprado e foi queimado dentro de casa em Guarapuava


Morreu no final da noite dessa terça feira (24 de setembro) no Instituto Virmond (Hospital Santa Tereza, o homem que foi estuprado e que foi queimado junto com a casa em Guarapuava no dia 17 de setembro. (LEIA MAIS AQUI SOBRE O CASO).

José Moacir Valencio Ribeiro, de 57 anos, foi internado em estado grave no dia 17 de setembro. Porém, na noite dessa terça ele não resistiu aos ferimentos, principalmente queimaduras na região do rosto, e morreu.

O corpo de José Moacir foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava, de onde foi liberado na manhã desta quarta (25) para ser sepultado.

O corpo de José Moacir será velado na Capela Mortuária Municipal do bairro batel e o sepultamento ocorre às 10h desta quinta, em cemitério a ser definido pelos familiares.

O suspeito das agressões contra José Moacir seria um catador de recicláveis. O caso ainda está sendo investigado.

Fonte: GRmais


Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Banco da Mulher Paranaense incentiva o empreendedorismo feminino



O governador Carlos Massa Ratinho Junior apresentou nesta terça-feira (24) o programa Banco da Mulher Paranaense, iniciativa do Governo do Estado para incentivar o empreendedorismo feminino em todos os setores econômicos, visando gerar mais emprego e renda no Estado.

Gerenciado pela Fomento Paraná, o programa oferece financiamentos com taxas de juros mais baixas para apoiar pequenos negócios que tenham mulheres como proprietárias ou sócias. O crédito varia de acordo com o porte do empreendimento e vai de R$ 1 mil a R$ 500 mil, com taxas de juros a partir de 0,98% ao mês no microcrédito e a partir de 0,48% ao mês para micro e pequena empresa. As linhas são voltadas desde empreendedoras informais, autônomas e Microempreendedoras Individuais (MEI), com faturamento anual de até R$ 360 mil, até micro e pequenas empresas com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões.

O grande atrativo, afirmou o governador, são as taxas de juros abaixo do mercado e outros benefícios que darão mais oportunidades para as mulheres tocarem seus negócios. “Nosso objetivo é fazer com que a mulher paranaense possa abrir ou ampliar negócios, gerar empregos e se tornar micro ou grande empresária”, disse Ratinho Junior.

“Cada vez mais as mulheres são responsáveis pelo orçamento da casa, pelas finanças e também por novos negócios. As paranaenses gostam de trabalhar e de empreender e não vão mais precisar bater em porta de banco, porque esse programa oferece melhores condições do mercado. Ele valoriza as mulheres, que terão mais autonomia e vão gerar empregos e riquezas ao nosso Estado”, afirmou.

Além do crédito, o programa possibilitará o apoio financeiro por meio da participação no risco dos negócios, através do Fundo de Capital de Risco (FCR), que está sendo estruturado pela Fomento Paraná para apoiar startups e veja:

Paraná tem um município em epidemia e oito em alerta para a dengue


O município de Inajá (Noroeste) está em situação de epidemia de dengue, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira (24) pela Secretaria de Estado da Saúde. Segundo cálculo da secretaria, a incidência acumulada desde o final do mês julho na cidade aponta 322,27 casos por 100 mil habitantes. São dez casos autóctones confirmados. Outros oito municípios paranaenses estão em situação de epidemia – Uraí, Santa Izabel do Ivaí, Florestópolis, Jesuítas, São Carlos do Ivaí, Floraí, Indianópolis, e Flórida.

“O combate à dengue deve ser feito diariamente e precisamos da participação ativa da população na eliminação dos criadouros do mosquito transmissor da dengue”, destaca o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “Os municípios estão aplicando várias estratégias de combate à proliferação do mosquito, mas o apoio de cada paranaense é fundamental na luta contra a dengue”. Ele reforçou que é essencial deixar os quintais e terrenos livres de recipientes que acumulam água e lixo.

O boletim semanal registra 454 casos confirmados da dengue no Estado. São 100 casos a mais que na semana anterior. As 22 Regionais de Saúde do Estado apresentam notificações. O Paraná soma 4.084 notificações. Os dados são referentes ao monitoramento realizado entre 28 de julho de 2019 até esta segunda-feira (23 de setembro).

As informações relacionadas ao controle vetorial comprovam que 77,5% dos criadouros estão nos imóveis comerciais e domiciliares, em recipientes que acumulam água parada, como vasos de plantas, garrafas, plásticos, sucatas, materiais de construção, fontes ornamentais, entre outros. “Temos bastante preocupação em relação à mudança da estação. A primavera indica dias quentes e chuvosos, clima propício para o aumento do número de criadouros e de pessoas contaminadas, caso não intensifiquemos as ações preventivas de eliminação dos focos”, destaca a coordenadora de Vigilância Ambiental da secretaria, Ivana Belmonte.

Segundo ela, o ciclo do mosquito é rápido. “Entre deposito do ovo pela fêmea do mosquito, à transformação em larva e, depois em mosquito, o período é de apenas uma semana. Basta deixar água parada acumulada para que o mosquito se prolifere”.

CHIKUNGUNYA – O boletim mostra ainda dois casos confirmados de chickungunya no Estado, nos municípios de Araucária e Maringá. São casos importados, ou seja, as pessoas adquiriram a doença passando por outras regiões do país. Um foi contraído em Arapiraca, estado de Alagoas, e o segundo em João Pessoa, na Paraíba.

Fonte: AEN

Veículo usado em assalto a banco é apreendido em Rio Bonito do Iguaçu


No dia 24 de setembro às 18h44min, policiais militares deslocaram a localidade de Reserva Salto Honório onde prestou apoio a Polícia Civil o qual relatou que tinha um veículo abandonado na reserva ecológica salto Honório, que este estaria possivelmente envolvido na ocorrência de (assalto a banco no município de saudade de Iguaçu), na data de 29/08/2019. 

Chegando no local a equipe constatou que o veículo estava com placa traseira clonada e que em consulta pelo número do chassi se tratava do veículo Kia Cerato tomada em roubo na cidade de Campina Grande do Sul em data de 01/08/2019. 

Diante dos fatos a equipe acionado o guincho para remoção e entrega na Delegacia de Laranjeiras do Sul, o veículo aprendido ficou na responsabilidade da Policia Civil para futuras diligencias e providencias.