sábado, 19 de maio de 2018

Motorista que morreu em acidente em Irati era de Guarapuava


O acidente ocorrido na manhã deste sábado (19) pode ser ter sido motivado por excesso de velocidade. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), há relatos de uma testemunha sobre a ocorrência de velocidade incompatível com a permitida, por parte do condutor do veículo trator/semirreboque com placas de Medianeira, cidade da região Oeste do Estado. 

A colisão ocorreu às 6h55, no Km 238, da BR-277, na cidade de Irati, no trecho entre o pedágio e o Posto da Polícia Rodoviária. Segundo a PRF, o trator/semirreboque, que transportava vidro, seguia no sentido oeste quando tombou sobre a via, vindo a colidir transversalmente com o bi trem, que estava com tanque vazio, placas de Pitanga, Paraná. Com o impacto, o bi trem, que vinha no sentido contrário, foi totalmente destruído, levando o motorista a óbito. A colisão envolveu ainda um terceiro veículo Fiat Uno que seguia no sentido leste e também colidiu com o trator/semirreboque. 

O condutor do trator/semirreboque foi encaminhado para a Santa Casa, em Irati, com ferimentos leves. De acordo com a PRF, foi lavrado termo circunstanciado ao condutor por direção perigosa. Já os ocupantes do Fiat Uno foram atendidos e liberados no local. 

A pista, que permaneceu por um período da manhã com tráfego intercalo, já foi liberada. 

O corpo do condutor do veículo bi trem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa. Segundo informações, ele é Edinei Domingues, morador do Bairro Feroz - Guarapuava.



Fotos: PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário