quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Foragidos da 14ª SDP são alvos de denúncias da população

Até agora, três presos foram recapturados e a polícia tem recebido informações sobre o paradeiro dos outros 11 fugitivos

A Polícia Civil de Guarapuava tem recebido denúncias a respeito do paradeiro de foragidos da cadeia pública. Depois da divulgação das fotos dos 14 detentos que escaparam no motim do dia 16 de janeiro, várias pistas foram descobertas pelos investigadores da 14ª SDP. Três pessoas foram recapturadas.

O último deles foi detido pela Polícia Militar no sábado, 25. A prisão foi resultado de um acompanhamento tático com o apoio do Choque, na PR 170.
A equipe da PM estava atendendo a uma ocorrência de violência doméstica quando escutou tiros na rua Guaíra, perto da Associação Atlética do Banco do Brasil. Os policiais foram até o local e visualizaram um Peugeot com três ocupantes. O condutor, Maicon Willian dos Santos Rodrigues, 20, estava foragido desde o último motim da cadeia de Guarapuava, no dia 16 de janeiro. 
Ao visualizar a viatura da polícia, o condutor empreendeu fuga em direção à PR 170. Próximo ao Santuário Schoenstatt, ele perdeu o controle do veículo e caiu em um barranco. A PM fez a abordagem do automóvel, porém, Maicon conseguiu se esconder no meio do mato, sendo posteriormente encontrado por um dos cachorros do Choque.
O veículo e os três ocupantes foram conduzidos até a delegacia da Polícia Civil de Guarapuava. O trio sofreu vários ferimentos em razão da batida do veículo. 
Antes dele, Hemerson Padilha havia sido encontrado em um terreno, onde estava escondido, no meio do mato. A prisão ocorreu na noite de um domingo, dia 19, na rua das Amoreiras, bairro Morro Alto. A operação da Polícia Militar também foi decorrente de uma denúncia anônima.
Na última segunda-feira, outro foragido foi visto em Boa Ventura de São Roque. Um funcionário de uma fazendo o encontrou na comunidade dos Kuachinhak e estranhou quando ele correu para a mata. Diante da atitude suspeita, o homem chamou a Polícia Militar. 
Depois de três horas realizando buscas no local, a PM não encontrou o suspeito, mas constatou ele estava utilizando a mata como paradeiro. Ao ver as fotos dos procurados pela 14ª Subdivisão Policial, o funcionário da fazenda reconheceu o homem. A Polícia Civil não divulgou o nome do foragido.
Fonte: http://www.diariodeguarapuava.com.br/




Agência do Trabalhador oferta 210 vagas de emprego em Guarapuava

Maiores ofertas são para salgadeiro, pedreiro e vendedor interno.
Candidatos devem comparecer na agência portando a carteira de trabalho

Há também vagas para costureira, eletricista, padeiro,
pintor e manicure (Foto: Reprodução / RPC TV)

A Agência do Trabalhador deGuarapuava, na região central do Paraná, oferece 210 oportunidades de emprego nesta quinta-feira (30). Entre os cargos mais procurados estão 13 vagas para salgadeiro, 12 para pedreiro, 10 para vendedor interno, oito para empregado doméstico para serviços gerais, sete para chacareiro, sete para atendente de balcão, seis para mecânico de automóveis e caminhões.
Também há vagas para chapista de lanchonete, confeiteiro, consultor de vendas, costureira, eletricista, garçom, lavador de veículos, manicure, marceneiro, operador de motosserra, padeiro, pintor, técnico em segurança do trabalho, entre outras. No site da secretaria do Estado do Trabalho, do Emprego e da Economia Solidária é possível conferir a lista com todas as vagas ofertadas no município e também, em outras cidades do Paraná.
Para se candidatar às vagas, o candidato precisa apresentar a carteira de trabalho com o número do PIS. A Agência do Trabalhador de Guarapuava fica na Rua Vicente Machado, 1552, no Centro. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira das 8h às 16h30, sem intervalo para o almoço.
Fonte: http://g1.globo.com/pr