terça-feira, 16 de março de 2021

Governo prorroga medidas restritivas no Paraná até 1º de abril



O Governo do Estado prorrogou até as 5 horas do dia 1º de abril as medidas restritivas que estão em vigor no Paraná desde o último dia 10. Com isso, serão mais 16 dias de restrições de circulação. Também estão mantidas as regras para as atividades que têm permissão para funcionar. O Decreto 7.122/2021 foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta terça-feira (16).

A decisão endossa a necessidade de controle da circulação do coronavírus no Paraná neste momento. O Estado atravessa um período de elevação dos índices relacionados à doença, como número de casos, óbitos, internações e taxa de transmissão. O governador Ratinho Junior reforçou que o momento de emergência vivido no Estado demanda o cumprimento de medidas mais restritivas. Ele também pediu solidariedade.

“Contamos com o bom senso de toda a população para seguir as restrições impostas pelo Decreto, como o toque de recolher e o isolamento social mais intenso aos fins de semana. Ainda não é momento de manter uma rotina normal”, afirmou. “Dessa maneira, juntos, podemos conter a contaminação de mais pessoas pelo vírus e reduzir o impacto causado por casos graves no nosso sistema hospitalar”.

Ratinho Junior também destacou que o Governo do Estado apoia decisões administrativas mais restritivas por parte dos municípios paranaenses. “Há um esforço coletivo muito grande no Paraná para interromper a cadeia de transmissão do coronavírus. É momento de preservar vidas, evitar deslocamentos, adiar compromissos. Temos que fazer esse esforço diante dessa nova variante do vírus, que é avassaladora”, acrescentou.

RESTRIÇÕES – Entre as medidas de enfrentamento que continuam vigentes nos próximos dias estão a restrição de circulação de pessoas entre as 20 horas e 5 horas, excetuando-se apenas os profissionais e veículos vinculados a atividades essenciais. Também continua em vigor a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público e coletivo durante o mesmo horário, das 20 horas às 5 horas, em todos os dias da semana.

O documento especifica que serviços e atividades considerados não essenciais devem ser suspensos durante os dois próximos finais de semana. Atividades essenciais (CONFIRA A LISTA), por sua vez, têm seu funcionamento liberado durante todos os dias da semana, inclusive aos finais de semana.

Alguns estabelecimentos comerciais e serviços considerados não essenciais possuem horários de funcionamento específicos. O setor de bares, restaurantes e lanchonetes segue com funcionamento permitido de segunda a sexta-feira, entre 10h e 20h, com 50% de ocupação. Nos finais de semana, o consumo local fica vedado. Já a modalidade de delivery é permitida sem restrições de horário, durante todos os dias da semana.

Shoppings centers têm funcionamento permitido entre as 11h e 20h de segunda a sexta-feira, com 50% da ocupação. Academias de esportes têm limite de 30% da ocupação e podem abrir de segunda a sexta-feira entre 6h e 20h.

Algumas regras para o comércio também variam de acordo com o tamanho dos municípios. Segundo o documento, comércios de rua, galerias comerciais e serviços não essenciais devem seguir o horário das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira, e limite de 50% de ocupação nas cidades com mais de 50 mil habitantes. Já municípios com população inferior a 50 mil habitantes devem seguir a orientação de sua própria regulamentação municipal.

As aulas presenciais da rede estadual de ensino seguem suspensas. Já as atividades religiosas devem continuar seguindo a regulamentação da Secretaria da Saúde publicada em 26 de fevereiro, especificada na Resolução 221/2021. Segundo o documento, os templos, igrejas e outros espaços devem realizar suas atividades de forma preferencialmente virtual. Em casos de atividades presenciais, deve-se respeitar o limite de 15% da ocupação máxima do local.

ATIVIDADES SUSPENSAS – Continuam suspensas atividades que causem aglomerações, de forma a diminuir a contaminação da população pelo vírus e, consequentemente, reduzir o impacto de casos no sistema de saúde. A fiscalização mais intensa das forças policiais continuará até o dia 1º de abril.

Entre os estabelecimentos cujo funcionamento está suspenso estão aqueles destinados ao entretenimento ou a eventos culturais, como casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus; os destinados a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; bares, casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

Aproveite as ofertas da Quarta Arrasadora do Suprema Supermercado de Turvo

 


Paraná registra mais 5.790 casos de Covid-19 e 310 óbitos


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (16) mais 5.790 casos e 310 óbitos pelo novo coronavírus. O número de mortes é o maior já divulgado em um só dia desde o início da pandemia. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 764.529 casos confirmados e 13.826 mortos em decorrência da doença.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de março (5.492), fevereiro (167) e janeiro (70) de 2021 e dos seguintes meses de 2020: junho (2), julho (6), agosto (7), setembro (7), outubro (2), novembro (15) e dezembro (26).

VACINA – O Paraná já aplicou 679.615 doses da vacina contra a Covid-19, sendo 506.333 da primeira dose e 173.282 da segunda, até o final da manhã desta terça-feira (16). Portanto, 506.333 paranaenses já foram vacinados.

Ao todo, o Estado recebeu 1.001.600 doses do Governo Federal até o momento. O Ministério da Saúde enviou mais 258.400 doses que chegarão na noite nesta terça-feira (16).

INTERNADOS – 2.468 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 2.019 em leitos SUS (882 em UTI e 1.137 em leitos clínicos/enfermaria) e 449 em leitos da rede particular (234 em UTI e 215 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 2.758 pacientes internados, 838 em leitos UTI e 1.920 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos.

MORTES – A secretaria estadual informa a morte de mais 310 pacientes. São 117 mulheres e 193 homens, com idades que variam de 20 a 120 anos. Um óbito ocorreu em janeiro, sete em fevereiro e os demais de 2 a 16 de março de 2021.

Os pacientes que morreram residiam em Ponta Grossa (24), Maringá (20), Foz do Iguaçu (19), Londrina (19), Cascavel (17), Curitiba (16), Arapongas (14), São José dos Pinhais (10), Paranavaí (9), Pinhais (6), Toledo (6), Umuarama (6), Araucária (5), Candói (4), Castro (4), Coronel Vivida (4), Flor da Serra do Sul (4), Guarapuava (4), Palmas (4), Rio Branco do Sul (4), Apucarana (3), Campo Largo (3), Guaíra (3), Iguaraçu (3), Itaperuçu (3), Matinhos (3), Nova Santa Bárbara (3), Reserva (3), Rolândia (3), Tapejara (3), Telêmaco 0Borba (3), Astorga (2), Bandeirantes (2), Barracão (2), Catanduvas (2), Corbélia (2), Figueira (2), Imbituva (2), Irati (2), Jaguariaíva (2), Pontal do Paraná (2), Santa Cruz de Monte Castelo (2), Santa Maria do Oeste (2), Tupãssi (2), Turvo (2), Uraí (2) e Ventania (2).

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Abatiá, Almirante Tamandaré, Ampére, Atalaia, Campina do Simão, Campo Magro, Capitão Leônidas Marques, Cerro Azul, Clevelândia, Colorado, Dois Vizinhos, Fazenda Rio Grande, Francisco Beltrão, Grandes Rios, Guaratuba, Iguatu, Itambaracá, Jandaia do Sul, Lobato, Lupionópolis, Mandirituba, Marechal Cândido Rondon, Marialva, Mariópolis, Maripá, Mauá da Serra, Palmeira, Palotina, Paranaguá, Ramilândia, Renascença, Santa Fé, Santa Izabel do Oeste, Santa Mariana, Santa Terezinha de Itaipu, São João, São Jorge D’Oeste, São Miguel do Iguaçu, Sapopema, Sengés, Tapira, Terra Roxa, Tijucas do Sul, Tomazina, Tuneiras do Oeste e União da Vitória.

AJUSTES – Exclusões: 1 caso e 3 mortes de residentes no Paraná.

Um caso e óbito confirmados (M,73) no dia 25/02/2021 em Cascavel foram excluídos por erro de notificação.

Um óbito confirmado (M,7) no dia 06/02/2021 em Toledo foi excluído por erro de notificação.

Um óbito confirmado (F,19) no dia 06/01/2021 em Imbituva foi excluído por erro de notificação.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa aponta 5.080 casos de residentes de fora, Destes 110 pessoas morreram.

Confira o informe completo clicando AQUI.

Boa Ventura de São Roque chega a 287 casos confirmados de Covid-19

 




Turvo registra a quinta morte por covid-19 e chega a 991 casos confirmados - 954 estão recuperados

Na tarde desta terça-feira (16) foram confirmados 04 casos de covid-19, em Turvo. Aumentando o nº para 991 casos confirmados.

No último boletim divulgado pela Secretária de Saúde de Turvo, o município possuía 991 casos confirmados, sendo que destes, 954 casos recuperados, 37 casos ativos e 40 casos suspeitos e 05 óbitos.

A 5ª vítima é um homem de 70 anos que faleceu no último domingo (14), no Hospital Bom Pastor.



Em dois anos de mandato deputado Rodrigo Estacho economizou mais de meio milhão de reais

 


Após dois anos de mandato na Assembleia Legislativa do Paraná – ALEP, o Deputado Estadual Rodrigo Estacho (PV) tem vários motivos para se orgulhar do trabalho que vem fazendo, principalmente em relação à economia do dinheiro público. Durante o período foram exatos R$ 535.195,66 economizados, ou seja, mais de meio milhão de reais que retornaram aos cofres do Estado.

Somente no ano de 2020, o parlamentar economizou R$ 315.808,51. Isso significa que mais de 83% de toda a verba disponível para o ano não foi utilizada. Toda a economia feita pelo Deputado Rodrigo Estacho lhe rendeu, até o momento, o pódio no ranking dos deputados mais econômicos da Assembleia Legislativa do Paraná.

Segundo o Deputado, no ano de 2020 que passou, a economia feita foi ainda mais importante do que em outros anos, muito em virtude da crise econômica provocada pela COVID-19 e pela necessidade de gastos excepcionais do Estado. Cada real economizado é um real que potencialmente pode ser gasto com investimentos em saúde, segurança, educação, cultura e assistência social.

Para o ano de 2021, o pensamento continua o mesmo, voltado para a contenção de despesas. E na visão do Deputado Rodrigo Estacho, independentemente da superação da crise de COVID-19 e da retomada econômica do Estado, o plano é continuar economizando, pois esse é um dos principais compromissos para o seu mandato: o uso responsável e adequado do dinheiro público.

No mais, o Deputado ressalta que, apesar de ser direito previsto em Lei de todo parlamentar se utilizar da sua verba como melhor entender, optou por não gastar os recursos, pois entende que a devolução do dinheiro aos cofres do Estado é o melhor para a população neste momento, permitindo que esses recursos possam ser melhor utilizados em outras áreas mais importantes.

Além das economias e do uso responsável dos recursos públicos, o Deputado Rodrigo Estacho se destaca por seu compromisso e dedicação com o trabalho parlamentar, pois compareceu em todas as sessões plenárias desde o início do mandato, em 2019. Ao total, já foram mais de 200 encontros nesse período e o parlamentar não faltou a nenhum, mantendo 100% de presença e participação nas votações.

Para acompanhar em tempo real as novidades e o dia a dia de trabalho do Deputado Estadual Rodrigo Estacho, siga nas redes sociais:



Sanepar prorroga débitos da Tarifa Social até17 de junho



A Sanepar informa que prorrogou até 17 de junho o prazo para pagamento das contas da Tarifa Social. Neste mês de março, está completando um ano de adiamento do pagamento das contas pelas famílias inscritas na Tarifa Social devido à pandemia do coronavírus. A medida vem sendo renovada a cada 90 dias.

Em todo o Estado, a Sanepar beneficia 184 mil famílias com esse programa. Aquelas inscritas na Tarifa Social pagam R$ 16,35 para água (até 5 metros cúbicos) e esgoto.

A medida faz parte das ações do Governo do Estado para colaborar com a população paranaense nesse momento de dificuldade.

Outra ação concreta foi a sanção da lei que diz que o fornecimento de luz, água e gás não pode ser interrompido no Paraná enquanto durar a pandemia de coronavírus. A lei número 20.187/2020, assinada por todos os deputados estaduais, entrou em vigor em abril do ano passado.

Estão enquadrados no benefício famílias com renda de até três salários mínimos (R$ 3.300) ou até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550); pessoas com mais de 60 anos; com coronavírus, doenças graves ou infectocontagiosas; com deficiência; trabalhadores informais; comerciantes enquadrados como micros e pequenas empresas, além de microempreendedores individuais.

PRF atende acidente com óbito em Imbituva

No dia 15/03/21 por volta das 20:20 No km 233,2 da BR 373 em Imbituva /PR, ocorreu uma colisão frontal envolvendo uma GM D20 de Ponta Grossa/PR e um caminhão Scania de Guarapuava/PR. Neste acidente resultou no óbito do condutor da GM D20, um homem de 32 anos. O condutor do caminhão, um homem de 50 anos nada sofreu.

O mesmo testou negativo para embriaguez.

Conforme averiguações feitas no local pela PRF, constatou-se que a D20 seguia sentido Ponta Grossa e invadiu a contramão , colidindo frontalmente com o caminhão que seguia sentido Guarapuava.

Com o impacto a estrutura da caminhonete rompeu-se, dividindo o veículo em duas partes , que foram arremessadas para fora da Rodovia.

O caminhão teve sua parte frontal totalmente danificada pelo impacto. O tráfego ficou em meia pista alternando o fluxo conforme orientação dos agentes da Concessionária Caminhos do Paraná.

O corpo do motoristada D20 foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa.


Informações e Imagens PRF
Via: News/Imbituva

Desentendimento familiar termina com dois feridos em Boa Ventura de São Roque


No dia 15 de março às16h00, a equipe policial foi acionada para dar atendimento a uma situação de lesão corporal/violência domestica envolvendo vários familiares.

No local em conversa com um senhor, este relatou que seu neto chegou em sua residência com um pedaço de madeira, um machado um facão e um martelo passando a ameaçar ele e sua esposa e sua nora.

O senhor relata ainda que gritou por socorro sendo que seu filho e seu neto passaram ai intervier na situação, a fim de repelir a injusta ameaça, no entanto o agressor agrediu seu filho com uma pedrada na boca momento em que entraram em luta corporal, caindo sobre as pedras do terreno, sendo possível conter o agressor até a chegada da policia.

Do fato resultou em diversos ferimentos no autor, sendo hematomas em ambos os olhos, no rosto e lesão em diversas partes do corpo, resultou ainda em um corte na boca profundo.

Na boca de seu filho sendo necessários pontos. Ambos foram atendidos pela equipe de saúde para os primeiros atendimentos médicos. Foram apreendidos no local um machado pequeno, um martelo e um facão.

Em seguida foram todos os envolvidos juntamente com os objetos apreendidos encaminhados até a 45ª Delegacia Regional de Pitanga para a adoção das medidas de competência da policia judiciaria.

Fonte: PM
Publicidade