quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Keycielly Grande de Queiroz é a nova gerente da Agência do Sicredi de Turvo


Na manhã dessa quinta-feira (05), o Blog do Elói esteve conversando com a Keycielly Grande, ela que é a nova gerente da Agência do Sicredi de Turvo. 

Keycielly já trabalhava na agência de Turvo a 5 anos e meio, agora assumiu o cargo de gerente da agência. 

“Estou muito feliz com a oportunidade de trabalhar aqui em Turvo onde moro á 16 anos e me sinto turvense, estou convicta que eu juntamente com minha equipe estamos preparados para atender a população turvense, sempre buscando as melhores soluções financeiras e prestando um bom atendimento aos nossos associados. Contem comigo e um grande abraço”. 

Fazer juntos por Turvo.



Homem morre em acidente com trator em Goioxim


Por volta das 11h00min do dia 05 de novembro, na Rua Barra dos Machados - Zona Rural de Goioxim, por solicitação do enfermeiro, a equipe policial deslocou até a localidade, onde em um acidente com trator, um trabalhador tinha ido a óbito. 

No local, junto com o perito e o plantão do IML, constatou-se tratar de um homem, 63 anos, o qual era mecânico e estava trabalhando na manutenção das máquinas. No momento do acidente a vítima realizava a manutenção, a máquina desengatou vindo a passar por cima do homem, parando apenas após se chocar a uma árvore.

Fonte: PM 

Turvo - Boletim Oficial Covid-19



Turvo tem 32 casos positivos para covid-19 por meio do exame PCR do LACEN (Laboratório Central do Estado do Paraná), e 5 casos positivos por meio de testes sorológicos IGG/IGM, realizados em laboratório. 

Desses casos, 21 pacientes estão recuperados.



Governo define critérios para a realização de eventos no Paraná



O Governo do Estado definiu uma série de critérios para a realização de eventos abertos ao público no Paraná. As regras, que incluem capacidade máxima de 50%, uso obrigatório de máscara e distanciamento físico de no mínimo 1,5 metro entre as pessoas, estão previstas no decreto nº 6080/20, assinado na quarta-feira (4) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e publicado no Diário Oficial do Estado na mesma data.

A normativa altera o decreto 4.230/20, editado em meados de março para definir as regras de distanciamento social logo no início da pandemia do novo coronavírus no Paraná, e também permite algumas atividades curriculares em estabelecimentos da rede de educação básica que ofertam ensino profissionalizante e de estágios obrigatórios das instituições de ensino superior da rede estadual.

As novas regulamentações não valem para eventos de massa que concentram um grande número de pessoas, conforme determina a normativa nº 595/17, da Secretaria de Estado da Saúde. Aqueles que proporcionam risco de aglomeração e não garantam o distanciamento físico também permanecem suspensos. Caso as orientações definidas no decreto sejam descumpridas, os responsáveis poderão sofrer penalidades civis ou penais.

As novas regras foram possíveis a partir da anuência da Secretaria da Saúde. O secretário Beto Preto esclarece, contudo, que os cuidados devem ser mantidos de forma rigorosa. “Embora pareça que os números estão baixando e que a situação é de estabilidade, reforçamos que a continuidade dos cuidados é fundamental”, afirma.

O secretário reforça que cada indivíduo tem a responsabilidade sobre o seu cuidado, o uso de máscara é obrigatório, a higienização das mãos deve ser constante e ainda é importante evitar encontros desnecessário e aglomerações. “A pandemia da Covid-19 segue e precisamos cumprir os compromissos e atividades que temos com muito cuidado para evitar que mais pessoas morram e mais pessoas fiquem em estado grave”, ressalta.

EDUCAÇÃO – O novo decreto reforça que continuam suspensas as aulas presenciais em escolas públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado, e em universidades públicas. De outra parte, ficam autorizadas a acontecer no modo presencial, em caráter excepcional, as aulas práticas de laboratório e estágios supervisionados obrigatórios do Ensino Médio Profissionalizante.

Ainda assim, as atividades precisam seguir os seguintes critérios: devem ocorrer em ambientes previamente autorizados a funcionar pela Secretaria de Estado da Saúde; de acordo com planos de estudo devidamente aprovados no âmbito institucional; e mediante assinatura de termo de livre consentimento por parte do estudante ou responsável.

Com relação ao Ensino Superior, o decreto autoriza, também em caráter excepcional, os estágios supervisionados obrigatórios de todos os cursos das universidades estaduais durante o período de suspensão das aulas presenciais, obedecendo os mesmos protocolos definidos para o Ensino Profissional. As atividades nas instituições privadas de ensino superior ou federais são determinadas pelo Ministério da Educação.

A medida contribui principalmente com os estudantes dos últimos períodos, muitos dos quais precisam apenas completar o estágio obrigatório para se formar. Mário de Athayde Junior, assessor da Coordenadoria de Ensino Superior da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, ressalta que o retorno à atividade fica a critério do próprio estudante.

“As aulas teóricas estão acontecendo neste período a distância, mas as atividades práticas acabaram ainda mais prejudicadas pela pandemia. A retomada dos estágios fora da universidade, seguindo todos os critérios definidos pela Secretaria da Saúde, atende à necessidade dos alunos que precisam cumprir essa carga horária. As universidades estavam sendo muito demandadas neste sentido”, explica Athayde.

Confira os critérios para a realização de eventos abertos ao público:

- O local deve assegurar condições para o distanciamento físico mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, em todas as direções (9 m²/pessoa), considerando frequentadores e trabalhadores;

- Cada estabelecimento deve elaborar seu Plano de Contingência e dimensionar a capacidade do local, inclusive da disposição dos mobiliários, a fim de assegurar as condições para o distanciamento físico e demais medidas de prevenção;

- A capacidade de pessoas no local deve ser definida pelo responsável do estabelecimento de forma a garantir o distanciamento exigido e de forma a não ultrapassar 50% do total;

- Todos os frequentadores do evento devem obrigatoriamente usar máscara, conforme Lei Estadual n.º 20.189/20;

- O local deve ser mantido constantemente arejado. O uso do ar-condicionado deve ser evitado, mas caso seja imprescindível, o aparelho deve ser mantido com seus componentes limpos e com a manutenção preventiva em dia, sob responsabilidade de um profissional habilitado, adotando estratégias que garantam maior renovação do ar e maior frequência na limpeza dos componentes;

- O local deve disponibilizar dispensadores de álcool gel 70% para higienização das mãos, dispostos em condições de fácil acesso e mantidos constantemente abastecidos;

- Em nenhum local do evento deve ser permitida a formação de pontos de aglomeração;

- O local deve disponibilizar recursos para o controle do número de pessoas no evento, como senha, pré inscrição, QR-code e outros;

- Quando necessária, a venda de ingressos deve ocorrer preferencialmente online;

- Para eventos que possuem período definido de término, como palestras, teatros e outros, deve haver organização de fluxo de entrada e saída, para evitar aglomeração de pessoas também nestes pontos.

Pai se casa com a filha e os dois acabam presos



Um homem foi condenado a mais de dois anos de prisão por se casar com a própria filha biológica, que também foi presa, na cidade de St. Paul, no Nebraska (EUA).

Travis Fieldgrove, de 40 anos, conheceu a filha, Samantha Kershner, quando ela tinha apenas 17 anos e, depois de três anos, eles passaram a se relacionar.

O caso de incesto se tornou público em 2019, quando a ex-companheira de Travis soube da relação, que começou no ano anterior, já com ambos sabendo da ligação biológica que tinham.

Segundo o site Daily Star, os dois se casaram assim que foram notificados de que uma investigação sobre o caso estava em curso. Travis chegou a postar imagens da cerimônia em sua conta no Facebook.

Para ler a matéria completa na Istoé clique aqui.


Sicredi começa etapa de cadastro para o Pix

Associados precisam cadastrar “Chaves Pix” para uso da solução que começa funcionar dia 16 de novembro 



Entre 5 de outubro e 15 de novembro, o Sicredi fará o cadastramento de associados para uso do Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, que começa a funcionar dia 16 de novembro e promete revolucionar as transações financeiras no país. Os associados interessados em usar a solução podem cadastrar as “Chaves Pix”, que podem ser CPF ou CNPJ e, para aqueles que já indicaram estes na fase de pré-cadastro, dados como e-mail e números de telefones celulares. Essas chaves servirão como identificação dos usuários no momento da operação financeira. 

O Pix não é um novo aplicativo e sim uma solução que estará disponível dentro do aplicativo Sicredi e no app Woop Sicredi, conta 100% digital. Cidmar Stoffel, diretor executivo de Produtos e Negócios do Banco Cooperativo Sicredi, explica que a solução marca uma evolução importante do Sistema Financeiro Nacional (SFN). “A alternativa traz mais segurança e praticidade aos consumidores e está totalmente em linha com a nossa estratégia no Sicredi, de buscar cada vez mais experiências digitais econômicas para os nossos mais de 4,5 milhões de associados”. 

O Pix será uma alternativa à TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou ao DOC (Documento de Ordem de Crédito). Com um simples clique, os consumidores poderão transferir, pagar ou receber imediatamente a qualquer horário ou dia. As movimentações financeiras poderão ser feitas por pessoas físicas e jurídicas utilizando as “Chaves Pix” cadastradas, via QR Code ou ainda usando os dados bancários, como já é feito atualmente. 

Mesmo com a nova forma de pagamento, no Sicredi as opções de TED e DOC continuarão disponíveis. Para ter acesso à novidade, bastará atualizar o aplicativo Sicredi ou Woop Sicredi disponíveis para os sistemas operacionais Android e IOS. 

O Banco Central determinou horários para realização do cadastro e o Sicredi disponibilizou as informações na página www.sicredi.com.br/pix. 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4,5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 23 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.900 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).




Homem é encontrado morto nas margens do alagado em Candói


Por volta das 21h40min do dia 04 de novembro, a equipe policial recebeu informação de uma moradora da Ilha do Cavernoso, relatando que seu convivente, 61 anos, havia sido encontrado já sem vida por um vizinho as margens do Alagado do Iguaçu, possivelmente vítima de um afogamento. 

De imediato foi contactado a 14ª SDP. A solicitante declarou que o homem já estava desaparecido desde as 14 horas do dia anterior, o mesmo ingeria muita bebida alcoólica e também estava com problemas de saúde a alguns dias. 

Devido ao estado do cadáver não foi possível naquele momento verificar se haviam marcas de violência. O agente do IML apanhou o corpo para ser encaminhado as providências cabíveis em Guarapuava. Orientada quanto aos procedimentos posteriores.

Fonte: PM

Sicredi Planalto das Águas PR/SP implanta Comitê de Sustentabilidade

Iniciativa reforça compromisso da cooperativa com atuação sustentável e que gera impacto positivo nas comunidades


Com o objetivo de potencializar ações com base no desenvolvimento sustentável e oferecer ainda mais benefícios para associados e comunidade, a Sicredi Planalto das Águas PR/SP implantou um Comitê de Sustentabilidade. O lançamento foi realizado em evento online, no dia 28 de outubro, pela Central Sicredi PR/SP/RJ em parceria com a Fundação Sicredi. Além da Sicredi Planalto das Águas PR/SP, outras cinco cooperativas de crédito com atuação nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro participaram da cerimônia de implementação dos Comitês.

“A mobilização e a participação de membros é muito importante para promovermos o debate, a avaliação e a recomendação de iniciativas locais que ajudem a propagar a Política de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da nossa instituição financeira cooperativa”, explica o presidente da Sicredi Planalto das Águas PR/SP e coordenador do Comitê na cooperativa, Adilson Primo Fiorentin.

O Comitê está conectado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), por um mundo melhor. Nesse sentido, a iniciativa do Sicredi está dividida em três bases: relacionamento e cooperativismo, que busca valorizar ainda mais a relação próxima com o associado, a fim de que possam criar uma rede de apoio e continuar gerando bons negócios; soluções responsáveis, que consiste em sempre recomendar as melhores soluções financeiras ao associado, de forma responsável e adequada ao momento da sua vida; e desenvolvimento local, transformando a cooperativa de crédito, em conjunto com a comunidade e associados, em um agente propulsor do desenvolvimento.

O presidente da Sicredi Planalto das Águas PR/SP reforça que a criação do Comitê permite uma atuação local ainda mais voltada à sustentabilidade e aos princípios do cooperativismo. “Nossa atuação está voltada ao atendimento do nosso associado, visando também o desenvolvimento regional e a perenidade do negócio. Com nossas iniciativas, buscamos também agregar e inspirar a nossa comunidade com ações sustentáveis e positivas”, afirma.

Crédito para energia fotovoltaica

O Sicredi oferece financiamentos voltados à aquisição de equipamentos e tecnologia para captação de energia solar, em linha de crédito disponível para pessoas físicas ou jurídicas. Com a modalidade, os associados contam com alguns benefícios: a flexibilidade de aplicar os recursos também na tecnologia e nos sistemas necessários ao funcionamento da operação; a comodidade de os valores serem creditados periodicamente na conta corrente; a facilidade de um prazo de pagamento de até 96 meses; e a concessão de crédito conforme a capacidade de pagamento do cooperado. “Os associados podem encontrar mais informações sobre a modalidade e a contratação em uma das 16 agências da nossa cooperativa”, finaliza Adilson.

Homem é atingido por tiro em Santa Maria do Oeste



Por volta das 14h00min do dia 04 de novembro, a equipe policial de Santa Maria do Oeste recebeu solicitação do hospital, relatando que deu entrada uma vítima aparentemente de disparo de arma de fogo na Rua Projetada J, Santo Antônio. 

No local a equipe identificou a vítima um homem, 28 anos, o qual tem deficiência mental, e relatou que seu vizinho teria lhe dado um tiro. Após exame radiológico foi visualizado pelo médico de plantão, dois projeteis alojados na região do tórax da vítima, qual foi encaminhado ao hospital de Ivaiporã. 

Diante dos fatos a equipe deslocou até a residência do suposto autor não sendo encontrado, após contato telefônico o mesmo chegou a residência e informou que não estava na casa no momento do disparo, e que a arma de fogo pertencia ao seu irmão ", porém se contradisse logo em seguida, dizendo que chegou até a residência e que a vítima já estaria alvejada e relatou que enterrou nos fundos do terreno a arma de fogo, qual foi localizada e apreendida. 

Foi dada voz de prisão ao homem, 22 anos e conduzido até a 45ª DRP, para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PM
Publicidade