sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Programação de Natal inicia no dia 13 em Turvo



Natal Mágico, que ocorre todo ano na Praça 31 de Outubro, já tem datas e programações definidas, confira:

13/12

Às 19h teremos o Canto Ecumênico de Natal;

Às 20h Abertura da Feira Sabor e Arte;

Às 21h Apresentação da Banda municipal.

14/12

19h Apresentação do Espetáculo Malévola – SCFV

20h Recital de Acordeon I Violão

21h Feira Sabor e Arte.

15/12

17h Apresentação do Auto de Natal (casa Gabriel Pilati)

19h Cantata de Natal (alunos das escolas municipais)

20h Apresentação do Grupo Circense Zirkus

21h Chegada do Papai Noel

Aguardamos por vocês nestes dias para comemorar o Natal.



Nascidos em agosto sem conta na Caixa podem sacar FGTS


A Caixa Econômica Federal inicia hoje (29) mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em junho e julho sem conta no banco poderão retirar o dinheiro.

O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia até o fim do ano.

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Atendimento

Os saques de até R$ 500 podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até R$ 100, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação nas lotéricas.

Quem não tem senha e cartão cidadão e vai sacar mais de R$ 100, deve procurar uma agência da Caixa.

Embora não seja obrigatório, a Caixa orienta, para facilitar o atendimento, que o trabalhador leve também a carteira de trabalho para fazer o saque. Segundo o banco, o documento pode ser necessário para atualizar dados.

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

A data limite para saque é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta do FGTS do trabalhador.

Horário especial

Para facilitar o atendimento, a Caixa vai abrir 2.302 agências em todo o país, em horário estendido hoje e na segunda-feira (2). As agências que abrem às 8h terão o encerramento do atendimento duas horas depois do horário normal de término.

As que abrem às 9h terão atendimento uma hora antes e uma hora depois. Aquelas que abrem às 10h iniciam o atendimento com duas horas de antecedência. E as que abrem às 11h também iniciam o atendimento duas horas antes do horário normal.

A lista das agências com horário especial de atendimento pode ser consultada no site da Caixa. Nesses pontos, o trabalhador poderá tirar dúvidas, fazer ajustes de cadastro dos trabalhadores e emitir senha do Cartão Cidadão.

A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador, em alternativa ao saque por rescisão do contrato de trabalho.

Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, de acordo com o mês de aniversário.

Motociclista morre em acidente no Centro de Guarapuava


Um motociclista morreu em um acidente com um carro no Centro de Guarapuava, na região central do Paraná, nesta sexta-feira (29).

De acordo com a Polícia Civil, o motorista do carro envolvido na batida estava embriagado e fugiu do local sem prestar socorro.

Richard Bueno, de 23 anos, morreu no local. A moto da vítima pegou fogo após a batida.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista do carro foi identificado e localizado pela Polícia Militar porque uma placa do carro foi encontrada caída no local do acidente, no cruzamento das ruas Comendador Norberto e Getúlio Vargas.

O motorista, de 36 anos, foi levado para a delegacia, onde foi realizado o teste do bafômetro, que apontou a ingestão de álcool antes de dirigir.

Segundo a Polícia Civil, ele permanece preso e pode responder por homicídio na direção de veículo, dirigir sob efeito de álcool e omissão de socorro.

Adapar prorroga prazo para cadastro de animais


A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) prorrogou nesta sexta-feira (29) a atualização do cadastro de animais para até o dia 20 de dezembro (portaria nº 366). Os pecuaristas que não cumprirem o novo prazo estarão sujeitos a multa e podem ter a Guia de Trânsito Animal (GTA) bloqueada.

A atualização é obrigatória (Decreto Estadual 12.029/2014) para os produtores rurais que detêm sob sua responsabilidade animais de interesse econômico de qualquer espécie, como bovinos, bufalinos, cabras, ovelhas, suínos, cavalos, jumentos, mulas, galinhas, peixes e abelhas.

A campanha começou em 1º de novembro e encerraria neste sábado (30). “Nós decidimos estender o período de campanha para garantir o cumprimento da meta de 243,1 mil produtores cadastrados, o que deve fortalecer a transparência e controle do trânsito de animais no Paraná”, diz o gerente de Saúde Animal da Adapar, Rafael Gonçalves Dias.

Para fazer a atualização cadastral, basta acessar o site www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho ou comparecer às unidades locais da Adapar, escritórios de atendimento do município ou sindicatos rurais. Dúvidas podem ser esclarecidas por meio do link “Fale Conosco” no site www.adapar.pr.gov.br/modules/contato ou na unidade mais próxima.

Esse banco de dados auxilia na rastreabilidade e sanidade do rebanho, prevenindo diversas doenças. “Precisamos ter em vista a qualidade e a excelência exigidas pelo mercado”, afirma Dias. A portaria pode ser acessada no link :

FIM DA VACINAÇÃO – O Paraná não vacina mais animais contra febre aftosa. A instrução normativa que proíbe o uso e a comercialização da vacina foi assinada em outubro pelo Ministério da Agricultura.

A campanha de vacinação foi substituída pela de atualização do quantitativo do rebanho nos meses de maio e novembro. “A atualização pode ser feita pelos produtores em qualquer período do ano, mas será sempre obrigatória uma vez por semestre”, diz o gerente de Saúde Animal da Adapar.

Proprietários precisam acompanhar Cadastro Ambiental Rural



O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) alerta os proprietários e possuidores de imóveis rurais (donos que não residem no local) para acompanharem o seu Cadastro Ambiental Rural (CAR). O órgão faz a análise dos cadastros e em muitos casos retorna com pedidos de complementação para conclusão do processo.

A finalização do cadastro deve ser feita por meio da Central do Proprietário/Possuidor em http://www.car.gov.br/#/central/acesso. O não atendimento das notificações poderá implicar no cancelamento do CAR.

CORRIGIR - As informações do CAR são declaratórias e compete ao IAP a verificação e validação destas informações por meio do Módulo Análise do Sistema de Cadastro Ambiental Rural.

“A fase de análise é momento em que o IAP solicita ao proprietário ou possuidor para complementar as informações ou corrigir possíveis inconsistências identificadas que podem ter sido inseridas no momento da inscrição”, explica o chefe do departamento de Monitoramento da Vegetação do IAP, Pedro Gomes Bernardino.

Ele explica que após ter em mãos o recibo de inscrição no CAR é necessário criar o cadastro na Central do Proprietário/Possuidor. “Caso alguma informação tenha sido declarada errada no CAR é necessário realizar a retificação do cadastro”, complementa Bernardino.

REAL SITUAÇÃO - A análise do CAR permitirá que os imóveis estejam corretamente cadastrados, sem sobreposições e com informações ambientais consistentes que reflitam a real situação em campo, de acordo com a legislação vigente, garantindo a segurança jurídica ao proprietário/possuidor.

Os resultados das análises são enviados via Central do Proprietário/Possuidor. Este o canal para o envio e atendimento das notificações. Elas podem ser enviadas também via correios com aviso de recebimento, por entrega presencial nos escritórios regionais ou por publicação em diário oficial.

CAR – O Cadastro Ambiental Rural é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, instituído pela Lei Federal nº 12.651/12.

O Paraná possui cerca de 450 mil imóveis rurais com CAR e que estão registrados no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), correspondendo a 16 milhões de hectares.

PRAZO – A Lei n° 13.887, de 17 de outubro de 2019, estabeleceu prazo indeterminado para aderir o CAR. Portanto, atualmente todo imóvel rural deve estar cadastrado no SICAR.

REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL – O Programa de Regularização Ambiental (PRA) compreende o conjunto de ações ou iniciativas a serem desenvolvidas por proprietários e/ou possuidores rurais com o objetivo de adequar e promover a regularização ambiental de seus imóveis rurais, com vistas ao cumprimento do disposto no Capítulo XIII da Lei nº 12.651/2012.

Realizada a inscrição no CAR, os proprietários ou possuidores de imóveis rurais com passivo ambiental relativo à supressão irregular de remanescentes de vegetação nativa, ocorrida até 22 de julho de 2008, em Áreas de Preservação Permanente (APP), de Reserva Legal (RL) e de uso restrito (AUR), poderão solicitar a adesão ao PRA para proceder à regularização ambiental de seus imóveis rurais.

A regularização poderá ser efetivada mediante recuperação, recomposição, regeneração ou compensação. A compensação aplica-se exclusivamente às RL suprimidas até aquela data.

Batida frontal entre carro e caminhão deixa um morto na BR-373, em Candói



Um homem morreu no final da tarde desta quinta-feira (28) vítima de um acidente de trânsito na BR-373, próximo ao Distrito da Paz, em Candói. Valdivino dos Santos, de 46 anos, dirigia um Polo, com placas de Reserva do Iguaçu. O carro bateu de frente contra um caminhão furgão, com placas de Dois Vizinhos. Com o impacto, o carro foi arrastado por cerca de 30 metros e o motorista teve morte instantânea, preso entre as ferragens.

Segundo testemunhas, o carro seguia sentido Candói e invadiu a pista contrária, provocando o acidente. Antes da invasão da pista, o motorista já havia feito uma ultrapassagem pelo acostamento da rodovia, conforme mostra, imagens do circuito de segurança de um posto de combustível. O motorista do caminhão contou a mesma versão. Jeferson Jonas da Silva Lima saiu ileso. Ele foi submetido ao exame do bafômetro, cujo resultado foi negativo.

A Defesa Civil (Bombeiro Comunitário) de Candói auxiliou a Polícia Rodoviária Federal na sinalização da pista e também ao IML e a Criminalística durante a perícia e remoção do corpo. Valdivinbo dos Santos morava em Reserva do Iguaçu, onde era conhecido como “Advogado”.

Fotos: Evandro Artuzi/Extra FM
Fonte: RBJ

Homem morre atropelado em Prudentópolis


No dia 28 de novembro, às 19h50min, a equipe policial militar deslocou na estrada de Linha Ivaí, por solicitação do Corpo de Bombeiros, pois havia ocorrido um atropelamento e a vítima estava em óbito. 

No local, o condutor da caminhonete Hilux, seguia sentido Linha Esperança quando no trajeto atingiu um homem, o qual, segundo o condutor estava no meio da via. 

Segundo algumas testemunhas a vítima estaria embriagada. O condutor é devidamente habilitado na categoria C, e na CNH está em situação normal, o mesmo se prontificou em realizar o teste do etilômetro que deu negativo (0,00) mg/l, o veículo envolvido no acidente estava em situação regular. 

Diante dos fatos foi acionado o IML e Criminalística, os quais se fizeram presentes.
Publicidade