quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Ocorrência policial em Turvo: Atendimento em local de morte.

A Polícia Militar de Turvo foi chamada para atender uma ocorrência na tarde dessa quinta (29), onde local o senhor Ciro José Lucas, de 58 anos, foi encontrado morto em sua residência, conforme relatório enviado a imprensa:



A equipe recebeu uma informação por volta das 18h00 durante o patrulhamento, de que na localidade de Faxinal dos Vidal, foi localizada uma pessoa em óbito. A equipe foi ate o local e constatou o fato, sendo ele um senhor de 58 anos, feito isolamento do local e aguardado a Policia Civil, Criminalística e I.M.L, ainda no local foi constatado pelo perito que o corpo não tinha nenhuma marca de agressão física e que a possível causa da morte seria natural sem indicio de crime.

Colheitadeira tomba, e homem fica preso na cabine em Ivaí.



Um homem ficou ferido depois que a colheitadeira que ele dirigia tombou em uma estrada rural da localidade de Linha Silvino Farias, em Ivaí, na região dos Campos Gerais do Paraná, na tarde desta quinta-feira (29). O homem ficou preso na cabine e os moradores da comunidade ajudaram no resgate.

“Ele não morreu por sorte. [A máquina] Tombou duas vezes. Familiares dele disseram que a colheitadeira estava sem freio e ele não conseguiu segurar na descida", relata Anderson Rebinski, que mora em frente ao local do acidente e ajudou no socorro. 

Como o hospital mais próximo fica a 25 km do ponto do acidente, os moradores da comunidade se uniram para levantar a máquina e resgatar o motorista.

"Fomos nós mesmos, aqui da comunidade, que o socorremos. Quando conseguimos tirar a cabeça dele de dentro das ferragens, ligamos para a ambulância. Tivemos que fazer isso, pois a ambulância ia demorar para chegar”, conta Rebinski.

O motorista, de 27 anos, é da comunidade de São Roque, na cidade de Ivaí, conforme informações do morador que ajudou no resgate.

A equipe de enfermagem do Hospital Municipal de Ivaí informou que o motorista teve ferimentos leves e não corre risco de morte. Seu quadro é estável e ele continuará internado, em observação.

Do G1 PR (Fotos: Anderson Rebinski)


Em Guarapuava, pai sequestra filha de seis meses.



Raquel Mendes do Carmo não tem notícias de sua filha Isadora Mendes Souza, de apenas seis meses de idade, há oito dias. A pequena foi levada por seu pai Wellington Souza Silva no dia 21 de setembro, enquanto Raquel trabalhava.

De acordo com Raquel, Wellington levou Isadora para a cidade de Marilia (SP), e no momento é considerada desaparecida. “Fomos a Marília nesta terça feira (27) com mandado de busca e apreensão, porém sem êxito”.

Quem tiver alguma informação sobre o caso pode entrar em contato com a Polícia Civil de Guarapuava pelo 197. A Polícia Civil de Guarapuava e de Marília investigam o caso.

Inaugurado o Centro de Equoterapia na APAE Rural de Guarapuava.


Alunos da Apae contam com um novo centro de recuperação. Na manhã desta quarta-feira (28/09/16), foi inaugurado o Centro de Equoterapia, localizado na sede rural da escola, às margens da BR 277, em Guarapuava. O secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, deputado licenciado Artagão Júnior, participou da inauguração ao lado do secretário especial para Assuntos Estratégicos, Flávio Arns. De acordo com Artagão Júnior, o investimento é de R$ 250 mil e ressalta o projeto diferenciado. “Sem dúvida um projeto especial, diferenciado. São poucas as unidades como essa no Paraná. Mais uma vez a APAE de Guarapuava ganha na qualidade de atendimento. A equoterapia é reconhecida mundialmente como uma terapia eficiente, com excelentes resultados de recuperação”,. O secretário e deputado ainda ressaltou as parcerias. “Aqui o projeto foi realizado com diversas parcerias. Com a sociedade que contribuiu participando dos jantares. Nós também pudemos ajudar na viabilização de emulsão asfátlica para a pavimentação. Outras lideranças também ajudaram, além de emendas parlamentares. Artagão Júnior adiantou que está trabalhando com o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, no sentido de aumentar os recursos para realização de atendimentos. “Aqui na APAE tem serviços de fisioterapia, psicologia e atendimentos médicos gerais. Existe todo o encaminhamento da Secretaria de Saúde para aumentar os repasses. Não adianta criarmos a equoterapia e não termos a condição de pagamento dessas atividades”. Há 45 anos na cidade, a APAE atende aproximadamente 500 alunos por dia em suas duas unidades: na sede, no bairro Santa Cruz, e na APAE Rural, às margens da BR-277.