sábado, 2 de janeiro de 2021

Seguro Rural e Trator Solidário levam segurança e eficiência ao campo



Atividade bastante dependente de condições climáticas e de fatores não controláveis, como a pandemia do coronavírus, a agropecuária tem no seguro rural um importante auxiliar para a proteção da renda. Para baratear os custos, o Governo do Paraná é um dos poucos que conta com um programa estadual de subvenção econômica ao prêmio do seguro, complementar ao oferecido pela União.

Em 2020, aproximadamente 5,7 mil produtores paranaenses beneficiaram-se da subvenção estadual. O Governo dobrou o volume normalmente colocado à disposição dos produtores e ofereceu a possibilidade de contratação de até R$ 15 milhões. Desse montante, foram efetivamente utilizados pouco mais de R$ 12 milhões para segurar mais de 303 mil hectares.

Os triticultores procuraram mais essa garantia para suas culturas, com 73% do volume segurado, o que corresponde a R$ 8,78 milhões. Outros 17%, ou pouco mais de R$ 2 milhões, foram segurados pelos produtores de milho segunda safra. Entre as outras principais culturas que se beneficiaram do valor restante estão feijão, cevada e uva.

TRATOR SOLIDÁRIO – O programa Trator Solidário tem foco no agricultor familiar. Os interessados podem adquirir máquinas, implementos e equipamentos a preços mais acessíveis. Os financiamentos seguem regras estabelecidas para a linha Pronaf Mais Alimentos e chegam a custar em torno de 15% menos que o valor pago no mercado comum.

Em 2020, a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento registrou o faturamento de 120 máquinas, num total de R$ 14,2 milhões. Foram entregues 113 tratores e sete colhedoras.

Outros processos ainda estão em andamento. Para tratores, são 427, que totalizam R$ 46,3 milhões. Também tramitam os documentos para a compra de cinco colhedoras, no valor de R$ 1,5 milhão, e de quatro pulverizadores, que custarão R$ 109,5 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade