terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Mato Rico tem nova unidade de beneficiamento de mel



Cerca de 40 integrantes ativos da Associação dos Apicultores do município de Mato Rico têm agora uma nova unidade de beneficiamento de mel, situada na comunidade Rio Perdido. O local foi viabilizado por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Agência de Defesa Agropecuária (Adapar), prefeitura e a associação.

O Estado financiou R$ 270 mil do valor total do projeto, de aproximadamente R$ 450 mil, do Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial (Pró-Rural) em apoio à agricultura familiar. Os recursos foram utilizados na reforma e adequação da unidade e aquisição de máquinas e equipamentos. “Esse empreendimento vai possibilitar que o produtor tenha valor agregado no produto, o que traz mais renda para a família e ajuda a permanecer no campo”, disse o chefe do Núcleo Regional da Secretaria da Agricultura em Pitanga, José Guilherme Camilo.

O Paraná é o segundo maior produtor de mel do País, com cerca de 6,3 mil toneladas em 2018, atrás do Rio Grande do Sul, que produz pouco mais de 6,4 mil toneladas. O município de Mato Rico é responsável por uma média de 50 toneladas ao ano. Em volume de exportação o Paraná também está na segunda colocação. Entre janeiro e outubro deste ano, cerca de 5,3 mil toneladas do mel paranaense foram enviadas para o Exterior. Os principais compradores são os Estados Unidos, Canadá e Alemanha.

PRESENÇAS – Também estiveram presentes no evento de inauguração o presidente da Emater, Natalino Avance de Souza; os prefeitos de Mato Rico, Marcel Jayre Mendes dos Santos; de Pitanga, Maicol Callegari Barbosa; e de Manoel Ribas, Elizabeth Stipp Camilo, além de chefes de núcleos da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento da região Central do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário