segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Turvo contará em breve com uma nova área de lazer


Os trabalhos de terraplanagem no Parque Ambiental foram iniciados, estes trabalhos estão sendo financiados pelo FINISA – Financiamento à Infraestrutura e Saneamento, onde será feita toda preparação do terreno para receber a obra que estará licitada em breve, chamada de Primeira Etapa do Parque Ambiental.

A obra a ser licitada é uma parceria entre o Governo Federal e o Município de Turvo, por meio do Convênio 870726/2018, o investimento previsto em projeto é de R$ 395.062,28, dividido em R$ 124.586,09 de investimento do município em parceria com a SANEPAR, e R$ 270.476,19 repassados pelo Ministério do Turismo.

O Parque Ambiental é um projeto que vem sendo pensado e trabalhado desde 2018, atualmente já embasado, com as autorizações ambientais emitidas pelo IAP e Instituto das Águas, e ainda as análises de projetos emitidas pela Caixa Econômica Federal, os serviços de preparo do terreno foram iniciados, e em breve a população turvense poderá contar com uma grande área de lazer.

Este projeto vem ao encontro da necessidade em proporcionar a toda população uma melhor qualidade de vida, garantindo assim um espaço para diversão, prática de exercícios e encontro da população, já que atualmente a cidade possui apenas uma área pública com a mesma finalidade, localizada na Avenida 12 de Maio, denominada Praça 31 de Outubro.

O Parque ficará localizado próximo a PRC-466, no final da Avenida Nossa Senhora Aparecida no Centro de Turvo. O projeto contempla a construção da primeira Etapa do Parque Ambiental, que conta com a drenagem e estrutura de lago, ciclofaixa, paisagismo, iluminação, além do amplo espaço de lazer e área verde para população.


Fonte: Prefeitura de Turvo

Um comentário:

  1. Meu caro Eloi, é necessário acrescentar que essa área foi destinada à Prefeitura por Gabriel Pilati e Luiza Schmeichel Pilati na década de 1990. Era um maior do que a que deveria ser destinada para uso público na aprovação do loteamento pela Prefeitura. O compromisso do então Prefeito era de ´reservar a vegetação nativa e equipar para uso da comunidade. Por isso é com alegria que, depois de várias projetos anteriores, enfim a atual direção encabeçada pelo prefeito Jerônimo consegue botar a frente o projeto que beneficiará a comunidade. É preciso acrescentar que deveríamos pensar com uma integração com um parque mais extenso que acompanhasse o rio abaixo, envolvendo a cachoeira e preservando a mata. É uma das poucas cidades do mundo que possui uma cachoeira praticamente no centro.

    ResponderExcluir