domingo, 10 de novembro de 2019

Soldado da Polícia Ambiental morre afogado durante fiscalização no rio


Um soldado da Polícia Militar Ambiental morreu após cair no Rio da Cinzas, entre Barra do Jacaré e Santo Antônio da Platina, no norte do Paraná, no sábado (9). O acidente ocorreu quando Amilton Carlos Malosti, de 47 anos, realizava uma fiscalização de pesca predatória. O corpo foi encontrado na manhã deste domingo (10).

De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), Malosti tinha 20 anos de serviço na Polícia Militar e completou 47 anos neste sábado, mesmo dia que desapareceu no rio. Ele trabalhava no Batalhão da Ambiental em Jacarezinho, mas moravam em Carlópolis.

A PMA detalhou que Amilton Malosti e um colega atravessaram o rio a pé, por cima das pedras, para abordar indivíduos que estavam na outra margem do rio. Quando os dois chegavam no local, os suspeitos fugiram em um barco.

Malosti desapareceu no rio quando ele e o companheiro retornavam para pegar o carro da polícia. O outro policial contou que o rio estava raso, mas de repente Amilton Malosti afundou.

O policial mergulhou para tentar ajudá-lo, no entanto também acabou sendo puxado pela correnteza. Ele conseguiu se salvar, porém não conseguiu mais ver o colega.

O corpo foi encontrado 20 metros depois do lugar onde o soldado afundou.

Últimas homenagens

A Polícia Militar Ambiental informou que o corpo de Amilton Malosti será velado na Igreja Presbiteriana Independente de Carlópolis.

O sepultamento está previsto para ocorrer no cemitério municipal de Carlópolis, às 11h de segunda-feira (11).

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário