sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Chuva de granizo danifica residências e deixa várias famílias desabrigadas em Turvo


Uma forte chuva de granizo e vento por volta das 15h30 dessa sexta-feira (24) danificou várias residências e veículos em Turvo. Muita gente perdeu quase tudo o que tinha dentro das residências, devido o tamanho das pedras que furou as coberturas. Desde o início da chuva a cidade estava sem energia e só voltou as 21h50. 

O município decretou estado de calamidade pública. 

Muitas casas destruídas com a chuva de pedras, famílias desabrigadas podem buscar abrigo no Ginásio Frida. 

Quem puder ajudar com lona, cobertores, alimento, roupas podem levar até o salão ou na assistência social.

Toda ajuda é bem vinda.

Nota da Prefeitura:

Turvo em situação de emergência

A chuva de pedras que ocorreu próximo das 16h desta sexta-feira deixou grandes estragos no município.
As secretarias municipais e a sociedade civil se uniram para atender a população.

Foram mais de 600 famílias cadastradas que tiveram suas casas destruídas, além de comércios, escolas, postos de saúde, entre outros.

As ações se intensificarão a partir de amanhã, quando poderemos constatar os prejuízos causados e definir ações prioritárias.





Assaltantes torturam e ameaçam família, em Guarapuava


Dois homens ameaçaram e torturam uma família no bairro Alto da XV, em Guarapuava, na noite do última quinta feira (23). O caso foi divulgado pela Polícia Militar nesta sexta (24).

De acordo com boletim da PM, o crime ocorreu na rua Expedicionário João Maria Batista, onde o solicitante relatou que, ao chegar em sua residência, foi abordado por dois homens, ambos armados. Eles entraram na casa, amarraram os familiares, os torturaram com álcool, ameaçando-os de morte. Os assaltantes mantiveram a família presa por cerca de uma hora e meia.

Quando os autores resolveram fugir, eles levaram dinheiro, jóias e uma caminhonete, que foi encontrada horas depois, na Avenida Castelo Branco. O veículo havia sido abandonado.

Fonte: RSN

Frente fria deixa Brasil em alerta; há risco de tornados na região Sul


Uma grande e forte frente fria associada a uma intensa massa de ar frio, de origem polar, e a um ciclone extratropical passa sobre o Brasil entre os dias 24 e 27 de agosto de 2018, causando risco até de tornados na região Sul do país. É o que informa o Instituto Meteorológico Clima Tempo.

“Esta frente fria tem potencial para provocar queda da temperatura muito acentuada em pouco tempo. Em 24 horas, a temperatura poderá cair mais de 10°C em muitas áreas do Sul, do Sudeste, do Centro-Oeste e até em áreas da Região Norte”, diz o site.

Risco de tornado

De acordo com o Clima Tempo, há um risco de formação de tornado no Sul do Brasil e no sul de Mato Grosso do Sul durante o dia 24 de agosto, sexta-feira. As regiões com maior probabilidade de ocorrência do fenômeno seriam o norte/noroeste do Rio Grande do Sul, o centro e oeste de Santa Catarina, o oeste do Paraná e o sul de Mato Grosso do Sul.

Ventania

A passagem de nuvens carregadas da frente fria, a presença do ciclone extratropical no litoral da Região Sul do Brasil e o grande contraste de temperatura e de pressão atmosférica que ocorre nos próximos dias aumenta a velocidade do vento. Rajadas de vento muito fortes, de ordem de 80 km/h a 100 km/h devem ocorrer no Sul do Brasil e no sul de Mato Grosso do Sul. Outras áreas do Centro-Oeste, no Sudeste e no sul da Região Norte, as rajadas pode alcançar velocidades da de 60 km/h a 85 km/h.

Chuva forte e granizo

Nuvens bastante carregadas se formam com a passagem desta grande frente fria que avança sobre o Brasil nos próximos dias. Há risco de temporais, com chuva forte em pouco tempo, podendo causar alagamentos repentinos, além de raios e até granizo. O risco de granizo é maior no Sul do Brasil, em São Paulo e em Mato Grosso do Sul.]

Frio intenso e temperatura abaixo de zero

Durante os dias de atuação da forte massa de ar polar que se espalha sobre o Brasil, a temperatura volta a ficar abaixo de zero em áreas dos três estados da Região Sul do Brasil entre os dias 25 e 28 de agosto 2018.

INSS inicia pagamento do 13° salário para aposentados e pensionistas na segunda-feira (27)


Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS, vão começar a receber, entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, a antecipação da primeira parcela do abono anual, o décimo-terceiro salário.

No total, trinta milhões de beneficiários vão ter direito à esta primeira parcela do abono anual. De acordo com estimativas do governo, nestes dois meses, esta antecipação deve injetar na economia cerca de R$ 20,6 bilhões.

Tem direito ao décimo terceiro quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. No caso de auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do abono anual será proporcional ao período recebido.

Segundo a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira metade do abono. O IR sobre o décimo terceiro só vai ser cobrado em novembro e dezembro, quando for pago a segunda parcela.

Lembrando que agora, em agosto e em setembro, os aposentados e pensionistas vão receber 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor vai ser calculado proporcionalmente.

É importante ressaltar que, ao mudar de cidade, o segurado deve solicitar a transferência do benefício para a nova localidade. Para isso, é preciso agendar o serviço na Agência do INSS mais próxima do novo endereço.

Para obter outras informações ou agendar serviços, o interessado deve ligar para a Central Telefônica 135, de 7h às 22h, de segunda a sábado, ou acessar o site inss.gov.br.

Fonte: www.centralcultura.com.br