domingo, 11 de junho de 2017

Muro cai e mata criança de nove anos em praça de Cascavel


Um muro de uma praça em Cascavel, no oeste do Paraná, caiu e matou um menino de nove anos, na tarde deste domingo (11). O incidente aconteceu no bairro Floresta. Segundo a polícia, o garoto brincava com amigos no local, que fica perto da casa da família.

O muro tinha cerca de três metros de altura. O menino morreu na hora, ao ser atingido pela estrutura.

O corpo da criança foi levado ao Instituto Médico-Legal de Cascavel. As outras crianças que brincavam com o garoto não ficaram feridas.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. O objetivo é saber se o muro caiu porque a estrutura tinha algum problema ou se o garoto pode ter causado o incidente. Por segurança, a Defesa Civil decidiu interditar a praça.

Em nota, a Prefeitura de Cascavel informou que o muro fazia parte de um "Centro de Vivência", construído em 2012, para preservar fontes. Em 2016, parte do mesmo muro já havia caído. A obra custou R$ 73 mil aos cofres públicos.

De acordo com a prefeitura, outras 26 estruturas semelhantes foram construídas nos últimos oito anos, em praças e parques da cidade. O prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) determinou a interdição de todos esses locais, até que seja apurado se todos possuem os níveis de segurança necessários.

Fonte: G1 - PR

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Estado pavimenta rodovia que era de chão e beneficia 300 mil pessoas


O governador Beto Richa entregou neste sábado (10) a obra de 26 quilômetros da PR-459 – entre o distrito de Dois Pinheiros, em Pinhão, até Reserva do Iguaçu, no Centro-Sul do Paraná. Cerca de 300 mil moradores dos dois municípios e da região são beneficiados pelas obras.

Este trecho da rodovia era de terra e a pavimentação era uma antiga reivindicação da população. O Governo Estado investiu R$ 30 milhões na obra, que dará mais segurança aos motoristas e mais agilidade ao escoamento da produção agrícola. A rodovia é uma importante via de deslocamento de pequenos agricultores que abastecem grandes cooperativas, como a Agrária e a Coamo.

“Governar é abrir estradas”, destacou o governador Beto Richa, parafraseando o presidente Washington Luis. Richa disse que colocou a obra de pavimentação da PR-459 como uma prioridade do Governo. “As cidades que têm mais ligações asfálticas e mais entroncamentos rodoviários são as mais desenvolvidas. É para garantir esse desenvolvimento que investimos fortemente na melhoria e na modernização da infraestrutura do Estado, sobretudo a rodoviária”, disse.

Richa lembrou que o Paraná possui mais de 500 km de duplicação de rodovias, entre obras entregues e em desenvolvimento, e mais de 12 mil km de conservação de rodovias, desde 2011. “Tendo estrada, facilita a vinda de mais investimentos privados, com o interesse de instalação de empresas e indústrias. A estrada reduz o valor de fretes, dá mais segurança ao transporte escolar, aos agricultores, ao escoamento da safra, encurtando caminhos e ligando pessoas”, disse. “No ano passado, tivemos um investimento recorde de R$6,7 bilhões e para este ano garantimos cerca de R$8 bilhoes em investimentos. Somos o único Estado que utiliza 15% do seu orçamento para investimentos”, completou.

PONTES - Ao longo dos 26 quilômetros do trecho foram feitos trabalhos de drenagem, terraplenagem, conformação geométrica da rodovia (melhorias no traçado, deixando a rodovia mais segura), compactação e colocação de asfalto. Além disso também foram feitas duas pontes e acostamentos em alguns trechos da rodovia.

Sobre o rio Capão Grande foi construída uma nova ponte com 60 metros de comprimento, nove metros de largura e 64 vigas de sustentação da estrutura. A antiga ponte tinha somente uma faixa de circulação, já a nova foi adequada com circulação em ambos os sentidos, inclusive com áreas exclusivas para os pedestres.

O secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, destacou que o Governo do Estado se sensibilizou com as dificuldades enfrentadas pelos moradores da região. “É mais uma obra importante para duas cidades que se interligam e para o todo o Estado, pois atende duas grandes cooperativas que contribuem para o desenvolvimento do Paraná, que é a Coamo e a Agrária. Essa rodovia traz segurança e desenvolvimento econômico e social para a região”, disse.

Sobre o rio Lajeado Torres, a ponte foi alargada e modernizada passando a ter nove metros de largura, com duas faixas de circulação e passeio para pedestres nos dois lados, guarda-corpos e defensas foram instalados para aumentar a segurança dos motoristas e moradores.

Morador de Reserva do Iguaçu, Edson Mendes de Campos, 77, conta que o trajeto entre os dois municípios não podia ser feito de carro. “Era o sonho de nós, moradores, a construção dessa estrada. Fui o primeiro prefeito do município, em 1997, e desde então lutamos para essa obra e estamos muito felizes com ela pronta”, disse. Ele lembrou que quando o município foi emancipado não tinha estrada e esse caminho era feito a cavalo. “Eu tinha uma grande esperança de sair esse asfalto”.

TURISMO - Segundo o prefeito de Pinhão, Odir Gotardo, a pavimentação da rodovia vai ajudar também a incentivar o turismo na região. “As cooperativas, os agricultores e produtores rurais, têm uma grande perspectiva no segmento do turismo e essa estrada é um instrumento muito importante para a nossa região. Muita gente batalhou por essa obra que se concretiza agora e que vai significar muito mais do que os mais otimistas imaginaram”, disse.

Pinhão tem mais de 32 mil habitantes e mais de 50% dos moradores estão nos seis mil quilômetros de área rural que o município possui. “As possibilidades e oportunidades da região se dividirão em antes e depois dessa obra”, disse.

MENOS TEMPO - Como a estrada era de terra, muitos motoristas desviavam a PR-459 e passavam pela BR-373, por Candói, depois a BR-277 até chegar a Guarapuava. Com a conclusão da pavimentação a distância entre Reserva do Iguaçu e Guarapuava diminuiu em cerca 20 quilômetros para quem opta por seguir pela PR-459. Além de economizar tempo de viagem, os motoristas evitam o movimento intenso das BRs 373 e 277.

O prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Almir Caldas de Campos afirmou cerca de 50% dos oito mil habitantes do município vivem na zona rural. "O município é extremamente agrícola e todos os moradores de Reserva e Pinhão serão beneficiados. É um percurso que demorava bastante para ser feito e, em dias de chuva, ficava intransitável porque carretas ficavam encalhadas, além de dar muita despesa para o município com manutenção."

O agricultor Jerônimo Borcat, 74, morador de Reserva do Iguaçu, afirma que o trajeto que faz praticamente todos os dias até a Cooperativa Coamo, em Pinhão, demorava cerca de duas horas. “Agora em 40 minutos fazemos esse trajeto com caminhão carregado. É uma diferença muito grande para nós agricultores”, afirmou.

João Maria da Silva, 49, é encarregado de uma fazenda em Reserva do Iguaçu que escoa a produção de milho, soja, cevada e trigo para a Cooperativa Agrária, em Pinhão, pela PR-459.

“Essa obra vai nos beneficiar no transporte, baratear o frete com menos desgaste de caminhão. Era um sonho que está sendo realizado. Era desgaste com pneu, quebra de veículos, muito transtorno e esse sonho antigo se torna realidade”, disse.

PRESENÇAS – Participaram da cerimônia de inauguração da rodovia o secretário Chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; o secretário Chefe da Casa Militar, coronel Elio de Oliveira Manoel; deputados estaduais Bernado Carli, Cristina Silvestri, Guto Silva, Luiz Corti; diretor técnico do DER, Amauri Medeiros; prefeitos de União da Vitória, Santin Roveda, e de Mangueirinha, Elidio Zimermonn; diretor-presidente da Copel Geração, Sergio Luiz Lamy; Presidente da Câmara de vereadores de Reserva do Iguaçu, Juarez Senoski; ex-prefeito de Pinhão, Dirceu de Oliveira; e ex-prefeito de Reserva do Iguaçu, Julio Ribeiro.

Fonte: AEN 

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

POKER ÓLEO LEVE GUARAPUAVA FUTSAL PERDE EM CASA PARA O CARLOS BARBOSA




por Priscila Pollon.

O Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal perde em casa para o Carlos Barbosa por 5 a 1.

No primeiro tempo, o time visitante se mostrou superior e logo aos 5 minutos, Alemão (16) recebe a bola cruzada e empurra para o gol, abrindo o placar no Joaquinzão.

O CAD tentou com a finta de Pelé mas, a bola ficou nas mãos do goleiro Henrique.

As equipes faziam uma boa movimentação, e trabalhavam no erro do adversário. Em menos de 10 minutos, Carlos Barbosa fez 3 gols. Um com Dener (15), que estava livre para o gol. E. os outros dois, com Mithyuê (17), que recebe a bola cruzada empurrando para o gol. O outro foi de meio da quadra, encobrindo o goleiro Deivd que estava fora do gol. Ainda o time da casa tentou com maico e gauchinho que quase marca.

No segundo tempo o jogo ficou mais equilibrado. Aos 7 minutos, o ala Mithyuê (17) acerta a trave, quase fazendo seu terceiro gol. E, aos dez minutos, Roni recebe a bola cruzada na pequena área, fazendo gol de cabeça.

No final do jogo, Alemão (16) faz o quinto gol do time gaúcho e seu segundo no jogo, dando números finais ao confronto de paranaenses e gáuchos.

Placar final: Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal 1 x 5 Carlos Barbosa.

O próximo jogo do Cad, é fora de casa pela Chave Ouro contra o Pato Branco.

ASSESSORIA CAD/ FOTO LAFFITE-PRODUZA.

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Oito pessoas ficam feridas em batida entre carro e caminhonete na BR-277




Oito pessoas ficaram feridas em uma batida na madrugada deste domingo (11) envolvendo uma caminhonete e um carro na BR-277, em Palmeira, na região dos Campos Gerais do Paraná.

Entre as vítimas, uma mulher de 26 anos e um homem, de 20, ficaram gravemente feridos, segundo o Corpo de Bombeiros. Outros cinco homens e uma mulher, com idades entre 21 e 36 anos, tiveram ferimentos leves.

De acordo com os bombeiros, um dos carros acertou a traseira do outro, na localidade conhecida como Moinho da Várzea, no quilômetro 179 da rodovia. Foi necessário usar equipamentos especiais para liberar uma das vítimas das ferragens.

Todos os feridos foram encaminhados para dois hospitais da região - a Santa Casa de Palmeira e uma outra unidade em Ponta Grossa, com nome não divulgado.

Fonte: G1 - PR

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi