domingo, 7 de fevereiro de 2016

Convite para missa de sétimo dia de falecimento de Gelson Zampier.


A família de Gelson José Zampier (Diole como era conhecido) convida amigos e parentes para a missa de Sétimo dia do seu falecimento, que acontece nesta segunda feira as 19h00, na Igreja da Comunidade da Dodge/Turvo e terça dia 09, as 10h00 no Cemitério da Cachoeira dos Turcos, será rezado o Terço.

A família agradece ainda, a cada um as mais diversas manifestações de conforto, apoio, carinho e solidariedade nesse momento tão difícil em suas vidas.

Gelson José Zampier de 33 anos, que era motorista de uma empresa de Turvo e estava carregando seu caminhão no mato, foi surpreendido e picado por vespas, ele chegou a ser socorridos por companheiros de trabalho, mas infelizmente morreu no Hospital Bom Pastor de Turvo. Leia mais...

Homem morre em acidente na PR 170 em Guarapuava.

AS INFORMAÇÕES ABAIXO DESSE GRAVÍSSIMO ACIDENTE, SÃO  DE MARCIO DE MELLO DA TV HUMAITÁ DE GUARAPUAVA:


Uma colisão envolvendo o dois veículos na PR 170, próximo a Polijuta, hoje (07) por volta das sete da manhã, causou a morte de Antonio Odival Bernardini, 45, ele conduzia o Pálio, com placas de Turvo e colidiu o Vectra com placas de Prudentópolis, conduzido por Leonel Fernandes de França, 34, que ficou ferido gravemente. Bernardini morava no jardim Patricia em Guarapuava e seu corpo será velado na capela do Santa Cruz a partir das 15 horas. Veja mais...


OCORRÊNCIA POLICIAL EM TURVO: LESÃO CORPORAL.

A POLÍCIA MILITAR DE TURVO ATENDEU UMA OCORRÊNCIA NA NOITE DE ONTEM, DO TIPO LESÃO CORPORAL, CONFORME RELATÓRIO ENVIADO A IMPRENSA:


LESÃO CORPORAL

POR VOLTA DAS 21:30 DO DIA 06/02, DURANTE PATRULHAMENTO A EQUIPE FOI ABORDADA PELA SOLICITANTE A QUAL RELATOU QUE CAMINHAVA PELA CALÇADA NA AVENIDA 12 DE MAIO NO CRUZAMENTO COM A RUA JOÃO FERREIRA NEVES VINDO A SE DEPARAR COM UMA PESSOA CONHECIDA, O QUAL SEM MOTIVO APARENTE E PORTANDO UM FACÃO VEIO A GOLPEÁ-LA NO PESCOÇO CAUSANDO FERIMENTOS LEVES. A EQUIPE DE IMEDIATO PRESTOU SOCORRO A VÍTIMA A QUAL FOI CONDUZIDA ATÉ O HOSPITAL BOM PASTOR PARA CUIDADOS MÉDICOS. FOI FEITO PATRULHAMENTO EM BUSCA DO AUTOR PORÉM ESTE SE EVADIU TOMANDO RUMO IGNORADO. FOI ORIENTADO A SOLICITANTE.

Laranjeiras do Sul: Sete presos fogem da 2ª SDP na madrugada deste domingo.


Sete presos fugiram da cadeia da 2ª SDP de Laranjeiras do Sul na madrugada deste domingo. De acordo com informações eles fizeram um buraco no teto e empreenderam fuga. Um deles, Juraci Soares do Santos, foi capturado no momento da fuga.
Conseguiram fugir os seguintes presos:


Ângelo Marcos Machado, Antonio Fiuza dos Santos, Bruno Aparecido dos Santos, Diego Medeiros, Laercio Luiz Moreira da Silva, Ronald Costa da Silva e Weslei Fernandes dos Santos.


Qualquer informação a respeito dos foragidos deve ser passada para a Policia Militar através do 190 ou Polícia Civil no 3635 8000

Quantos habitantes seriam ideais para o Turvo?



Mais da metade da população mundial já reside em áreas urbanas e ao pensar sobre o futuro de um município, uma das primeiras questões que precisam ser debatidas, é o tamanho da cidade. Alguns questionam sobre “a partir de quantos habitantes uma cidade se torna viável”, e “qual é o impacto que um crescimento populacional descontrolado causa nas finanças públicas”. Mas a verdade é que quanto menor o tamanho da população, maior é o desafio para promover o desenvolvimento humano.

Estudos do IPARDES apontam que, mantidas as tendências dos últimos anos, em 2030 a população do Paraná estará ainda mais concentrada (44% do total) no entorno de três grandes cidades – Curitiba, Londrina e Maringá – e ocorrerá um esvaziamento da maioria dos municípios pequenos. Muitos pesquisadores da área estudam soluções para os problemas das grandes metrópoles e, apesar da importância do tema quando envolve os pequenos aglomerados humanos, é preocupante constatar o silêncio brasileiro em torno dele. Por outro lado, através da organização e de planejamento, é possível encontrar caminhos para o desenvolvimento – e o tamanho populacional não é um impedimento para uma cidade se desenvolver, como nos mostra o exemplo de Quatro Pontes, no Oeste do Paraná.

Nos pequenos municípios do país a economia local, na grande maioria, é dependente dos recursos públicos e alguns especialistas apontam que o melhor seria promover a fusão destes com outros maiores. Mas algumas cidades pequenas conseguem através da agricultura, pecuária, turismo, ou indústrias, prover uma renda relativamente elevada para seus munícipes – por exemplo, a cidade Santa Rita do Trivelato, no Mato Grosso.
Fonte: IBGE
Em Turvo, em 1991 havia 14.146 habitantes, chegando a 14.530 no ano de 2000, segundo o IBGE. Houve um crescimento populacional de 2,71% no período. Por outro lado, em 2010 foram contados 13.811 habitantes, apresentando uma queda 4,94% na população, em uma década. Porém, municípios da região tiveram índices ainda maiores de esvaziamento populacional, como é o caso de Pitanga que tem praticamente o dobro da população de Turvo e que no mesmo período (2000 a 2010) teve uma perda de 9% da população.

A população total pode ter ter sido reduzida, mas é visível o crescimento da cidade de Turvo. Como a população rural era a maioria em todos os levantamentos do IBGE, podemos concluir que estão migrando da área rural para a sede do município. E qual é o tamanho ideal da população para Turvo? O que podemos fazer para interferir neste processo? A sociedade precisa debater para encontrar respostas a estas e outras questões.

O caminho para o desenvolvimento é toda e qualquer municipalidade descobrir a sua vocação – é fato que as cidades padecem deste entendimento, mas existem exemplos que mostram ser possível atingir patamares mais elevados de organização. Para Turvo, não é uma questão sem saída, temos uma agricultura familiar forte, pecuária desenvolvida, indústrias relevantes com um parque industrial já em operação, comércio diversificado, várias instituições da sociedade civil organizada em atividade e um alto potencial turístico no meio rural. Temos muitas possibilidades, e muito ainda pode ser feito para aproveitar as oportunidades que surgem.


E você, o que pensa sobre este assunto? Deixe seu comentário logo abaixo do post.


Leia também:
Publicidade