segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Em 24 horas, Boa Ventura de São Roque confirmou mais 25 casos de Covid-19






Vagas disponíveis na Agência do Trabalhador de Turvo


01 - Vaga de Operador de Escavadeira hidráulica.

01 - Vaga de Operador de Pá Carregadeira.

01 - Vaga de Operador de Retro Escavadeira.

01 - Vaga de Operador de Trator de Esteira.

Maiores de 18 anos, habilitação, todos com experiências em CTPS.

15 - Vagas para colheita da maçã em Santa Catarina.


Para se candidatar, basta procurar a Agência do Trabalhador na Rua Paraná, nº 767.

Mais 11 casos de covid-19 é registrado em Turvo


Nesta segunda-feira (11) foram confirmados 11 casos para covid-19, em Turvo. Aumentando o número de casos para 437 casos positivos por meio do exame PCR do LACEN (Laboratório Central do Estado do Paraná), manteve-se o número de casos confirmados por meio de sorologia que são 05, somando 442 casos confirmados.

Uma pessoa encontra-se internada no Hospital Regional de Guarapuava, na UTI. 

376 casos recuperados, e 66 casos ativos, 29 pessoas aguardam o resultado do exame em isolamento domiciliar.



Inaugurou em Turvo, o Restaurante e Lanchonete Fogão a Lenha

 

Inaugurou nesta segunda-feira (11), ás margens da Rodovia PRC-466, ao lado da Casa das Panelas, o Restaurante e Lanchonete Fogão a Lenha.

Um ambiente amplo e com comida deliciosa, feita no fogão à lenha.

Fone (42) 3642-1236 - (44) 9 9884-5548.




 

Ciclistas de Turvo completam o Desafio Audax 200 km de "Barra Forte", em Campo Mourão


Aconteceu nesse domingo (10) em Campo Mourão, a primeira edição do Desafio Audax 200 km de Ciclismo. Esse abre o calendário Audax (desafio de longa distância) 

Turvo foi representado por Edilson (Bolivia), Augusto, Robson, Gustavo e Marcos Fopa. 

Esse ano por causa da Pandemia o desafio teve horário alternativo para não gerar aglomeração. 

Alguns saíram as 22h50 no sábado, esse horário foi à opção do Robson, Augusto e do Bolivia, tiveram a companhia do atleta de Pitanga Alexandre Pagliotto. 

Já o Marcos e Gustavo Fopa optaram no horário das 6h00 da manhã e todos conseguiram concluir o desafio. 

O destaque do evento foram o Augusto e o Bolivia que concluíram o desafio com as famosas Bicicletas "Barra forte".





Vídeo:





Auxílio emergencial para nascidos em maio começa a ser pago hoje



Cerca de 3,5 milhões de beneficiários do Auxílio Emergencial e do Auxílio Emergencial Extensão poderão sacar o benefício a partir desta segunda-feira (11). Estão incluídos os nascidos em maio, que podem sacar ou transferir os recursos da Poupança Social Digital. Foram creditados R$ 2,4 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 de pagamentos do Auxílio Emergencial.

Desse total, R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do Auxílio Emergencial Extensão e o restante, R$ 200 milhões, às parcelas do Auxílio Emergencial.

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no App Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes CAIXA AQUI ou nas agências.

Segundo a Caixa, continua disponível aos beneficiários a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.

Eleitor tem até esta semana para justificar ausência no 1º turno


O eleitor que não compareceu às urnas no primeiro turno das eleições municipais de novembro tem até esta semana para justificar a ausência. Caso o procedimento não seja realizado, será preciso pagar uma multa. Quem não regularizar a situação pode ficar sujeito a restrições.

O prazo vence na quinta-feira (14) para quem faltou ao primeiro turno das eleições municipais 2020. Para o segundo turno, o limite é 28 de janeiro.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomenda que a justificativa seja feita, preferencialmente, por meio do aplicativo e-Título, disponível para celulares com sistemas operacionais Android ou iOS.

O procedimento pode ser feito também pela internet, por meio do Sistema Justifica. Ou ainda de modo presencial, no Cartório Eleitoral. Em qualquer um dos casos, o eleitor precisará preencher um Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), descrevendo por que não votou. O TSE pede que seja anexada documentação que comprove a razão da falta.

Isso porque o RJE pode ser recusado pela Justiça Eleitoral, se a justificativa não for plausível ou se o formulário for preenchido com informações que não permitam identificar corretamente o eleitor, por exemplo.

Se tiver o requerimento negado, para regularizar a situação o eleitor precisará pagar a mesma multa de quem perdeu o prazo para a justificativa. O valor da multa pode variar, de acordo com o estipulado pelo juízo de cada zona eleitoral. Existe a possibilidade de o eleitor solicitar isenção, se puder comprovar que não tem recursos para arcar com a penalidade.

Cada justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu por estar fora de seu domicílio eleitoral. Ou seja, se não tiver votado no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência de cada um, separadamente, obedecendo aos mesmos requisitos e prazos de cada turno.

Nas eleições 2020 foi registrada abstenção recorde tanto no primeiro (23,14% do eleitorado) quanto no segundo (29,5%). Quando foram realizadas as votações, o Brasil tinha 147.918.483 eleitores aptos a votar.

A justificativa para a ausência é necessária porque o voto é obrigatório para quem tem entre 18 e 70 anos, conforme o Artigo 14 da Constituição. Quem não justificar e não pagar a multa para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral fica sujeito a uma série de restrições legais, impedido de: 

- obter passaporte ou carteira de identidade;

- receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;

- participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias;

- obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de Previdência Social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;

- inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado;

- renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;

- praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;

- obter certidão de quitação eleitoral;

- obter qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Motorista de caminhão morre em acidente na BR 277, em Guarapuava


O motorista de um caminhão morreu em um acidente no início da noite desse domingo (10 de janeiro) na BR 277, em Guarapuava.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 18h40, no quilômetro 327 da rodovia. Um veículo Ford/Cargo 2428 placas ARB1G87, que se deslocava de Guarapuava sentido Ponta Grossa, ao realizar uma curva a sua esquerda perdeu o controle do veículo saiu da pista e capotou à sua direita. O veículo estava carregado com palatabilizante líquido pouch c5. Com a violência do impacto, a cabine do caminhão foi esmagada completamente e o motorista morreu no local.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava.

Publicidade