terça-feira, 24 de novembro de 2020

Grupo do Terço dos Homens constrói casa para família que perdeu dois filhos em incêndio no interior de Turvo


No último sábado (21), o Grupo do Terço dos Homens da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Turvo, terminou de construir e entregou a casa para a família que perdeu dois filhos de 03 e 05 que morreram carbonizados, quando a casa em que eles moravam de favor pegou fogo na Localidade da Dodge, interior de Turvo no dia 14 de agosto. 

Muitas pessoas colaboraram com o casal Daniel e Adriana, eles tem mais um filhinho de 07 meses. 

Eles receberam muitas doações de roupas, móveis, dinheiro e matérias de construção. Uma “vakinha” online também foi feita para auxiliar a família. 

O casal tinha adquirido um pequeno terreno na localidade de Joaquim da Costa para quando pudessem, era para construir uma casa. 

Com as doações recebidas, e morando de favor em casa de parentes, foi aí que o Grupo do Movimento do Terço dos Homens, que sempre estão envolvidos em ações para ajudar os mais necessitados, tiveram a ideia de aos finais de semana, construírem a casa para a família e neste sábado entregaram a casa para a família. 

O Grupo agradece quem fez doação de dinheiro, quem fez doação de material para construção, a todos trabalharam na obra, aos que doaram marmitas para os trabalhadores, bem como a todos que de uma forma ou de outra fizeram parte desse resultado final, de uma simples casa para uma família seguir em frente. 












Fotos: Juliano Penteado (Grupo Terço dos Homens)









 

Mais três pessoas morrem por covid-19 em Guarapuava

 


A Secretaria de Saúde de Guarapuava confirmou nesta terça-feira (24) mais três mortes em decorrência da covid-19. 

Em nota, a pasta informou que os óbitos ocorreram entre 18 e 23 de novembro, e que duas mulheres e um homem foram vitimados pela doença. 

Além disso, o relatório de hoje contabilizou mais 95 casos de coronavírus. Guarapuava chega ao total de 2.509 ocorrências, sendo que 708 são casos ativos e 1.772 pessoas recuperadas.

Aproveite as ofertas do Rasga Preço do Suprema Supermercado de Turvo


 

Mais 31 casos de covid-19 são registrados em Turvo


Nesta terça-feira (24) foi confirmado mais 31 casos de covid-19 em Turvo. Totalizando 169 casos por meio do exame PCR do LACEN (Laboratório Central do Estado do Paraná) e 5 casos positivos por meio de testes sorológicos IGG/IGM, realizados em laboratório. 

Mais 4 pacientes foram liberados do isolamento, totalizando 128 casos recuperados do vírus.


Fonte: Prefeitura de Turvo 


Eleição para direção do Colégio Professores Edvaldo e Maria Janete acontece dia 09 de dezembro



Dia 09 de dezembro acontecerá a consulta pública para escolha de direção na rede estadual de ensino. 

No Colégio Estadual Professores Edvaldo e Maria Janete estão concorrendo à reeleição os diretores Roberto Fiuza Matias e Rosimeri Grando Pilati para o período de 2021 a 2024 - Chapa 01; 

Plano de Gestão da Chapa 01 atuará nas seguintes frentes de atuação: 

- Melhoria da aprendizagem garantindo bons resultados nas avaliações internas e externas, preparando os alunos para o ingresso nas Universidades, mercado de trabalho e autonomia para a vida; 

- Combate ao abandono e reprovação, para que os alunos tenham garantido o ingresso, permanência e o sucesso escolar; 

- Gestão democrática e transparente pautada no respeito, zelo ao patrimônio público, bom gerenciamento dos recursos humanos e financeiros; também no cuidado na vida legal do estabelecimento. 

- Cumprimento da legislação e garantia dos dias letivos estabelecidos por lei; 

A eleição acontecerá no colégio no dia 09 de dezembro de 2020 das 8:00 às 22:00 horas; 

Quem pode votar: 

- Professores(as); 

- Funcionárias; 

- Alunos com mais de 16 anos; 

- Pais ou responsáveis pelos alunos com menos de 16 anos até a data da eleição.

Do óleo às farinhas: como a produção de grãos chega à mesa do consumidor



Margarina, óleos, farinhas, misturas para pães e bolos, cafés. A variedade de produtos é grande e cada vez mais trazem no rótulo a marca de agroindústrias paranaenses. A produção de grãos no Paraná é historicamente destinada à exportação, mas as cooperativas do Estado têm investido cada vez mais na ampliação de unidades fabris para processar a produção primária e fornecê-lo ao consumidor como produto final.

Na série de reportagens do projeto Feito no Paraná, vamos conhecer algumas cooperativas que têm produção agroindustrial de beneficiamento de grãos. A Ocepar contabiliza 18 plantas de processamento de grãos, açúcar e café ligadas ao cooperativismo. Elas reforçam a grande cadeia da indústria paranaense de alimentos, que faz deste segmento um dos mais importantes da economia estadual.

“Por que as pessoas se juntam? Para fazer algo que não podem fazer sozinhas”. É com esta filosofia sempre em mente que o presidente-executivo da Coamo, Airton Galinari, define o trabalho da cooperativa, que completa 50 anos de existência.

Além de fomentar e dar suporte ao plantio, a empresa tem investido de forma pioneira na transformação de produtos agrícolas. Com produção em Campo Mourão, Paranaguá e em Dourados (MS), a cooperativa emprega cerca de 12 mil pessoas só no processo fabril.

“O objetivo da industrialização é verticalizar o produto e trazer mais valor agregado ao que produzimos”, explica Galinari. Com as marcas Coamo, Primé, Aniella e Sollos, a cooperativa vende farinhas, óleos, margarinas, massas prontas para pães e bolos, fios de algodão e café.

UNIDADES - Em Campo Mourão, a unidade fabrica margarinas, gorduras vegetais, óleo de soja, fios de algodão, tem uma torrefação de café e moinho de trigo. Em Dourados, a fábrica inaugurada em novembro do ano passado produz óleo de soja (embalagem PET) e farelos especiais. Em Paranaguá, a produção é exclusiva de óleo degomado (óleo bruto) e farelo para exportação.

A maior parte dos produtos industrializados pela cooperativa é destinada ao mercado interno, informa Galinari. “Temos compradores que levam nosso produto para a Venezuela e Paraguai. Já a soja, o farelo de soja, milho e óleo de soja, estes exportamos para o mundo todo”, afirma o executivo.

FARINHAS - Em Ponta Grossa, o moinho Herança Holandesa, do grupo Unium - que reúne as cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal - foi pensado para produzir farinhas especiais para linhas industriais do mercado B2B, como é conhecida a produção para outras marcas.

No entanto, em 2017, a empresa investiu em tecnologia, ampliou seu mix e iniciou a produção de farinhas para uso doméstico. No início do ano passado os produtos começaram a chegar às gôndolas dos supermercados da região dos Campos Gerais.

Cleonir Vitório Ongarato, coordenador de negócios da Herança Holandesa, informa que a unidade produz farinhas premium, tradicional e integral. Há ainda a linha especial, formada por farinhas para pizza, pastel e a farinha Precisa, uma segunda marca da empresa e com preço reduzido para o consumidor.

O moinho emprega cerca de 100 pessoas, de forma direta e indireta, e processa 450 toneladas de trigo por dia. A maior parte da matéria-prima usada no moinho vem dos cooperados da região dos Campos Gerais ligados à Frisia, Capal e Castrolanda.

Segundo Ongarato, o projeto da cooperativa é conquistar o mercado de dentro para fora. “Primeiro, temos que ser bons em casa e depois ir avançando, a medida que comprovamos a qualidade do nosso produto e conquistamos a confiança do produtor e dos clientes”, afirma.

FEITO NO PARANÁ – Criado pelo Governo do Estado, o projeto busca dar mais visibilidade para a produção estadual. O objetivo é estimular a valorização e a compra de mercadorias paranaenses.

O projeto foi elaborado pela Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes e quer estimular a economia e a geração de renda. Empresas paranaenses interessadas em participar do programa podem se cadastrar pelo site www.feitonoparana.pr.gov.br.

Homem é atingido por dois disparos de arma de fogo em Laranjal


Por volta das 07h00min do dia 23 de novembro, na Rua Getúlio Vargas, Centro de Laranjal, informações fornecidas para a equipe policial pelo motorista do posto de saúde, que havia dado entrada no pronto atendimento, um homem, 40 anos, vítima de dois disparos de arma de fogo, segundo informações ele estava em seu sitio quando foi atingido na cabeça e região dorsal, onde devido aos ferimentos foi conduzido pela ambulância até o hospital da cidade de Pitanga, que posteriormente foi transferido para Guarapuava.

Fonte: PM
Publicidade