quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Com a proposta de embalar o futuro, Ibema apresenta novo posicionamento ao mercado global de embalagens

Novo propósito, novo posicionamento, nova marca, novo portfólio de produtos. Empresa surpreende o mercado com mudanças estratégicas e pré-lançamento

Em live realizada na última terça-feira (06), a Ibema, uma das empresas protagonistas do mercado global de embalagens, lançou a sua nova logomarca, novo portfólio de produtos e anunciou ao mercado o seu novo posicionamento. O evento, intitulado “Unbox the future”, teve a participação dos seus principais executivos, que falaram para clientes, parceiros brasileiros e estrangeiros e imprensa.

“Somos uma empresa de embalagens apaixonada por desenvolver soluções inteligentes e de qualidade, criadas em parceria com brand owners, gráficos e distribuidores, para gerar valor ao consumidor final”. O novo posicionamento, anunciado pelo Diretor Comercial Júlio Guimarães, é resultado de um trabalho de mais de um ano de análises, entrevistas e estudos com os players que circundam a Ibema, inclusive com os seus 800 profissionais alocados em suas quatro unidades – Curitiba (PR), Araucária (PR), Turvo (PR) e Embu das Artes (SP).

Dessa iniciativa, nasceu o novo propósito da empresa e seu manifesto, os quais foram os fios condutores da mudança. “Nosso posicionamento é complementar ao propósito. Ele é dinâmico e, de certa forma, obedece a lógica do mercado, sendo o norte do nosso desenvolvimento, investimentos e, principalmente, inovação. Ele é, basicamente, composto por cinco elementos: marca, contexto competitivo, público, necessidades e diferencial”, explica o executivo.

A empresa assume um papel de protagonismo baseado nas novas necessidades de embalagens e relevância da sustentabilidade. “Queremos impactar nossos clientes não somente como fornecedores de papelcartão. Esta é uma mudança profunda em nossa forma de atuação. O mundo precisa de embalagens conectadas com as suas novas necessidades e, acima de tudo, com o planeta. Não podemos ficar apenas olhando. Ampliamos o nosso propósito para podermos impactar mais positivamente o mundo e os seus negócios”, esclarece o CEO, Nilton Saraiva.

O movimento foi seguido pela criação de uma nova identidade visual e a reformulação do portfólio de produtos. Para Diego Gracia, Head de Estratégia e Marketing, a marca lançada hoje vai ao encontro de uma nova fase. “A nova Ibema é moderna e acompanha a velocidade das mudanças. É corajosa, inspira, abraça e embala o futuro”, diz.

Para isso, um novo modelo de exposição do portfólio foi construído para facilitar o entendimento da linha de produtos, seja por clientes brasileiros ou estrangeiros; o padrão de classificação foi também alterado de acordo com as nomenclaturas internacionais. A ideia é que a nova arquitetura de marca facilite e traga ainda mais eficiência nas conversões de negócios. A partir de hoje, os produtos passam a ser classificados em quatro categorias de aplicação: standard, eco, específicos e cupstock. “Isso vai ajudar a trabalhar com mais eficiência as fortalezas da nossa marca e trará uma categorização e maior utilização, seja no viés do brand owner ou do gráfico, tudo pensado para trazer facilidade para os nossos clientes”, complementa Júlio Guimarães.

Pré-lançamento Naturale

Uma surpresa reservada ao mercado, que resume a mudança da Ibema, é o pré-lançamento do Naturale. O cartão estará disponível em novembro e fará parte da categoria eco. Trata-se de um cartão que não possui agentes de branqueamento, por isso contém menos químicos que qualquer outro cartão do mercado. Tem ainda alto nível de rigidez, superior aos tops de linha como o Supera e Supera White. É um cartão com 100% fibras virgens, que traz um aspecto visual natural, conversa com uma série de tendências internacionais e oportunidades de embalagens que não necessitem aplicação de coating. “Somos pioneiros no Brasil no desenvolvimento deste tipo de cartão. Por isso, acreditamos muito no lançamento desse produto. Ao longo de outubro finalizaremos os materiais promocionais para que, a partir de novembro, a gente comece a mapear a performance técnica e evoluir para uma nova solução”, finaliza Júlio. O produto já traz a certificação da Anvisa e da Isega Europa.

Assessoria Ibema

Nenhum comentário:

Postar um comentário