segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Mulher é morta a facadas pelo marido em Candói


Uma mulher foi morta a facadas pelo marido no final da tarde desta segunda feira (18 de novembro) em Candói.

A vítima, identificada como "Carol" por populares, recebeu uma facada no pescoço e morreu no local.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava, onde será identificado e liberado para sepultamento.,

O autor do feminicídio, identificado como "Adriano", fugiu e está sendo procurado pela polícia.

Fonte: GRmais

Vacinação contra sarampo inicia nesta segunda


O objetivo da segunda etapa da campanha é aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo na faixa etária de 20 a 29 anos, que apresenta maior frequência de casos. Uma estimativa do Ministério da Saúde, disponível no Boletim Epidemiológico nº 34, mostra que 783.501 jovens paranaenses possivelmente não estão vacinados contra o sarampo. A vacina contra o sarampo está disponível gratuitamente o ano todo nas unidades básicas de saúde.

No Paraná, entre os 368 casos confirmados na última semana, 195 estão na faixa de idade entre 20 e 29 anos, conforme o informe divulgado na quinta-feira (14).

A primeira etapa de vacinação foi para crianças de seis meses e cinco anos incompletos, que são mais vulneráveis às complicações do sarampo. Esta segunda etapa é de suma importância para interromper a cadeia de transmissão da sarampo para reduzir o risco da doença e imunizar não vacinados ou com esquema incompleto para o sarampo.

“Estamos verdadeiramente preocupados com a situação do sarampo. Precisamos que todos que estão em dúvida ou que não tomaram a vacina sejam vacinados, é a única maneira de prevenir o sarampo”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

DOENÇA - O sarampo é totalmente evitável com duas doses da vacina, que é segura e altamente eficaz. Altas taxas de cobertura vacinal — ou seja, 95% no país e dentro das comunidades — são necessárias para garantir que o sarampo não seja contido.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os maiores surtos estão em países que têm atualmente ou tiveram no passado baixa cobertura vacinal, deixando muitas pessoas vulneráveis.

As razões para as pessoas não serem vacinadas variam significativamente entre comunidades e países, incluindo falta de acesso a serviços de saúde ou vacinação de qualidade; conflito e deslocamento; desinformação sobre vacinas ou pouca conscientização sobre a necessidade de vacinar. Em vários países, o sarampo está se espalhando entre crianças, jovens e adultos que não se vacinaram no passado.

A VACINA - A vacina é feita de vírus vivo enfraquecido, estimula o sistema imunológico a desenvolver anticorpos para combater os vírus causadores de doenças. A aplicação da vacina é por injeção subcutânea. A vacina faz efeito em aproximadamente 15 dias.

PRF registra seis mortes e 101 motoristas bêbados durante o feriado no Paraná

Entre quinta-feira (14) e ontem (17), equipes da Polícia Rodoviária Federal atenderam 95 acidentes; 104 pessoas saíram feridas


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou seis mortos e 104 feridos em 95 acidentes de trânsito atendidos durante o feriado prolongado da Proclamação da República no Paraná.

Durante quatro dias de operação, entre quinta-feira (14) e domingo (17), as equipes da PRF flagraram 101 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas no estado.

Os agentes da PRF também flagraram 368 manobras de ultrapassagens proibidas, 55 crianças sem cadeirinha e 61.725 quilos de excesso de peso em veículos de carga.

A PRF apreendeu ainda 650 quilos de maconha e recuperou sete veículos com alerta de roubo ou furto. No total, 69 pessoas foram presas, por diferentes crimes. E 438 veículos foram recolhidos aos pátios da corporação.

Mais de 1,6 mil pessoas participaram de palestras de educação para o trânsito, em todas as regiões do estado.

Durante a mesma operação em 2018, houve 15 mortes e 116 feridos nas rodovias federais do Paraná. Na ocasião, como o feriado caiu em uma quinta-feira, houve um dia a mais de operação, o que afeta eventuais comparações dos dados entre os dois períodos.

Acidentes com mortes

Das seis mortes registradas pela PRF no feriado deste ano, três ocorreram em atropelamentos. Outras duas, em uma colisão frontal. E a restante, em uma colisão transversal.

Entre as causas presumíveis dos acidentes fatais, apuradas pelos policiais que atenderam as ocorrências, estão excesso de velocidade, desatenção e desrespeito à sinalização.

Todas as seis mortes ocorreram em trechos de reta. Cinco delas, em rodovias de pista simples. Quatro, em situação de pista seca e durante período noturno. Dos seis mortos, um era motociclista.

No final da tarde de quinta-feira (14), tio e sobrinho, com 31 e 11 anos de idade, morreram em uma colisão frontal na BR-163, em Marechal Cândido Rondon, oeste do estado. Sob chuva, o carro em que eles estavam invadiu a faixa contrária e bateu de frente contra uma carreta bitrem.

Na noite de ontem (17), uma adolescente de 16 anos de idade e uma mulher de 19 anos, ambas indígenas, foram atropeladas por um carro na BR-277, em Nova Laranjeiras, na região centro-sul do Paraná.

Na madrugada desta segunda-feira (18), já fora do período de operação relativo ao feriado, outros dois motociclistas morreram em rodovias federais paranaenses. Um deles na BR-467, em Cascavel. O outro, na BR-376, em Maringá.

Duas indígenas morrem atropeladas na BR 277, em Nova Laranjeiras


Duas jovens indígenas morreram um acidente na BR 277, em Nova Laranjeiras na noite de domingo (17). As vítimas, de 16 e 19 anos, atravessavam a rodovia de mãos dadas, quando foram atingidas por um automóvel que seguia no sentido Curitiba/Foz do Iguaçu.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente aconteceu no quilômetro 475 da rodovia. Outros dois indígenas estavam no local no momento da colisão, eles não foram atingidos.

As vítimas fatais foram identificadas como Júlia Jagmasa Luiz, de 16 anos, e Dirce Rika Cristiano, de 19. Os corpos foram recolhidos ao IML (Instituto Médico Legal) de Cascavel.

Ladrões armados assaltam mercado em Laranjal


Por volta das 08h20min do dia 17 de novembro, uma equipe de Rádio Patrulha deslocou até a Avenida Paraná, área central, a solicitante relatou que dois masculinos, magros, de estatura mediana, chegaram ao Mercado em uma motocicleta na cor preta, sem placa, dando voz de roubo, levando dinheiro do caixa em notas diversas. 

Os dois masculinos estavam com capuz e capacete, um com calça cinza e blusa verde e outro com calça preta e blusa preta. Relata ainda que estavam com um revólver e uma espingarda e que após o roubo, relatou que seguiram ao lugar conhecido como Passo da Gralha, interior de Laranjal. 

A equipe policial efetuou patrulhamento, mas até o momento nada foi localizado.

Rodovias estaduais têm queda de 34% nos acidentes de trânsito


Em quatro dias de feriado prolongado, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) registrou 57 acidentes, com 48 pessoas feridas e três óbitos. O resultado é inferior ao que foi registrado no mesmo feriado do ano passado – que teve um dia a mais do que este ano, quando foram 87 acidentes, 77 feridos e cinco mortes. A redução de acidentes chegou a 34,4% e o número de mortos caiu 40%.

O trabalho dos policiais militares rodoviários foi intensificado desde às 14 horas de quinta-feira (14/11), com o início de aumento do tráfego na saída das principais cidades do estado, até a meia noite de domingo (17/11), momento de grande circulação de veículos devido ao retorno do feriado. O tempo com céu limpo na maior parte do estado, principalmente no Litoral, fez com que milhares de pessoas pegassem a estrada.

Devido ao fluxo maior de veículos, e a potencialização de irregularidades no trânsito viário, sobretudo o excesso de velocidade e a embriaguez ao volante, o Batalhão Rodoviário reforçou todas as medidas preventivas para que a segurança nas estradas fosse mantida.

"Tivemos amplo controle das ações nas rodovias estaduais, principalmente no controle de velocidade e de alcoolemia, combinado com a retirada de circulação de veículos que poderiam causar transtornos aos demais usuários da via. Com isso, tivemos mais segurança em todo o estado e as pessoas puderam ir e vir sem transtornos", disse o Comandante do BPRv, tenente-coronel Olavo Vianei Francischett Nunes.

No caso do excesso de velocidade, as equipes aplicaram os radares móveis em pontos estratégicos das rodovias estaduais, para inibir a velocidade acima do permitido. O resultado foi de 1.794 imagens por radar (fotografias de veículos trafegando com velocidade acima do permitido).

Também houve fiscalização sobre demais irregularidades de trânsito, como falta de cinto de segurança, documentação atrasada, débitos administrativos e outros. Nos quatro dias do feriado, o BPRv aplicou 1.588 autuações, e 105 veículos foram retidos.

A embriaguez ao volante foi um dos focos da atuação do Batalhão, com viaturas e equipes dispostas em frente aos Postos Rodoviários e em outros pontos das rodovias com operações e abordagens. O trabalho resultou em 16 multas pelo artigo 165 (multa por embriaguez ao volante) e cinco prisões em flagrante pelo artigo 306.

Na região das praias, por conta do grande fluxo de veículos nas rodovias estaduais, houve sete acidentes de trânsito, com 10 pessoas feridas e nenhum óbito. Os números aumentaram em comparação com o mesmo feriado de 2018, quando foram dois acidentes e dois feridos. A fiscalização no Litoral resultou em 162 imagens de radar e 128 autuações de trânsito.

Fonte: PRE

Corpo encontrado em Prudentópolis é de jovem que estava desaparecido


Por volta das 10h30min do dia 17 de novembro, uma equipe de Rádio Patrulha deslocou até a Estrada Rural do Papuã, Zona Rural, para averiguar uma situação que foi repassada via 190 pelo solicitante, o qual relatou que estava a procura de seu irmão de nome Valdemar Josias Karaszouski, 21 anos, o qual encontrava-se desaparecido desde a data de 28 de outubro. 

Relatou ainda que havia recebido informações de que seu irmão estaria morto e enterrado na localidade de Papuã, próximo a um cemitério. Ao procurar pela localidade de Papuã, o solicitante adentrou um matagal e no carreiro de acesso ao matagal, localizou uma corrente com um crucifixo que reconheceu que pertencia a seu irmão. 

Seguiu mais alguns metros mata a dentro e verificou que havia uma pequena área onde a terra estava revirada, e logo ao lado um chinelo que também foi reconhecido como sendo de seu irmão. Diante dos fatos e da suspeita de que ele poderia estar enterrado ali, o solicitante pediu a presença de uma viatura policial no local. 

No local, removido parte da terra, e verificou que se tratava de um cadáver humano. Sendo então feito o isolamento do local e em seguida acionada a Polícia Civil, Criminalística e IML. 

O corpo foi encaminhado para o IML de Guarapuava para serem feitas as devidas providências e identificação do corpo.

Telhas são furtadas em obra as margens da PRC-466, em Turvo


Durante o feriado prolongado do último fim de semana, várias telhas foram furtadas em uma obra que está sendo executada as margens da Rodovia PRC-466, na localidade da Cachoeira dos Turcos, em Turvo.

Segundo informações repassadas ao Blog do Elói, pelo engenheiro da obra, essas telhas são pintadas de amarelas e que dificilmente são encontradas na região, pois é um modelo específico de fabrica que a empresa Pre-moldados Filipin costuma comprar. Se você ver alguém vendendo, ou carregando essas telhas, favor entrar em contato pelo fone (42) 3642-1202.