segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Mais de 100 alunos recebem certificados de conclusão dos cursos técnicos profissionalizantes em Turvo


Na última sexta-feira, 01 de novembro, ocorreu a primeira formatura e certificação dos cursos gratuitos ofertados pela prefeitura municipal em parceria com o SESI (Serviço Social da indústria), SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e IFPR (Instituto Federal do Paraná).

Foram 123 alunos certificados nessa noite. Os cursos contemplavam técnico em administração, técnico em vendas, informática, mecânica de motos, assentamento cerâmico e assentamento de porcelanato.

Participaram da cerimônia os secretários e diretores municipais, o prefeito Jeronimo Gadens do Rosário, o vice-prefeito Aroldo de Mattos, a primeira dama Maria Cristina, o presidente da câmara de vereadores Eraldo Mattos, o reitor do Instituto Federal do Paraná do campus de Pitanga, professores e familiares dos formandos.

O prefeito Jeronimo parabenizou os formandos pela participação e comprometimento ao concluir os cursos: “nesta noite quero parabenizar cada um por mais esta conquista. Sei das dificuldades enfrentadas por cada um de vocês que hoje estão aqui para receber os seus diplomas. Nossa administração agradece pela participação e o comprometimento de quem buscou se capacitar através dos cursos técnicos e profissionalizantes. O mercado de trabalho atual está cada vez mais concorrido e o nosso objetivo é incentivar a qualificação de novos profissionais sem que eles precisem se deslocar para outros municípios”.

A cerimônia foi um marco ao município, pois, trata-se da primeira turma a se qualificar por meio do incentivo e da parceria entre os institutos e a prefeitura.

O secretário de Indústria, comércio e desenvolvimento, Cezar Augusto Machado, parabenizou a equipe e falou sobre o crescimento de empreendimentos no município nos últimos anos: “foram mais de 700 MEIS cadastradas do município. Pela segunda vez consecutiva ganhamos o prêmio de microcrédito de até 20 mil reais”.
 



































Nenhum comentário:

Postar um comentário