quarta-feira, 6 de julho de 2016

Financiamento da Cresol Vale das Araucárias vira destaque nacional pela inovação na propriedade do José Varteni Gomes, de Santa Maria D'Oeste (PR).



Energia limpa para abastecer a casa da família, o estábulo e a câmara de resfriamento de leite. Essa é a expectativa do agricultor familiar José Varteni Gomes, de Santa Maria D'Oeste (PR). Ele financiou um sistema fotovoltaico, pela linha Mais Alimentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que deve ser instalado até o fim de julho. “Sou o primeiro agricultor familiar do Brasil a financiar esse sistema”, comemora.

Atualmente, a conta mensal de energia elétrica da propriedade de 14 hectares ultrapassa R$ 400,00. O financiamento foi no valor de R$ 23 mil e será pago em seis anos. O agricultor calcula que em 12 anos terá recuperado todo o investimento. De acordo com ele, 70% do seu gasto de energia é direcionado para a produção de insumos e trato com os animais. José cultiva ainda milho, feijão, batata doce, mandioca, arroz e erva-mate.

O financiamento de sistema de energia solar no Pronaf vai facilitar o planejamento com o gasto de energia nas propriedades rurais. Com a tecnologia o produtor assume o controle da conta de luz, pois paga uma parcela de financiamento fixa com até 3 anos de carência. Ou seja, pode economizar nesse período e depois começa a pagar o que deve com juros subsidiados. “Vale a pena. As placas podem produzir energia por 25 anos”, conta José.

O Pronaf já é bem conhecido pelo agricultor, que considera os juros baixos e o prazo confortável para a quitação. Ele já acessou crédito diversas vezes para investir na produção de erva mate e leite, além de comprar uma caminhonete e dois pequenos tratores. “O crédito é tudo na vida do agricultor. É um grande incentivo para trabalhar porque ele tem que produzir mais para pagar a dívida e ainda ter lucro”, acredita. 


Sistema Solar Fotovoltaico

O funcionamento é bem simples. O raio solar é transformado em eletricidade quando entra em contato com os painéis fotovoltaicos. A eletricidade produzida é diferente da usada na tomada de casa. É necessário um equipamento chamado inversor. A energia não utilizada é convertida em créditos junto à concessionária, que são abatidos da conta de luz. O uso de créditos de energia foi possível a partir da resolução 482 da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), e a revisão 687, em vigor desde o último mês de março. Essa regulamentação permite que cada consumidor vire produtor de energia elétrica e use seus créditos junto a concessionária para abater na sua conta de luz.

“Isso facilita muito o planejamento na agricultura familiar. Em muitos casos o agricultor acumula créditos na entressafra, para usar no período em que mais precisa de energia e tem seus custos elevados. É muito semelhante a uma conta bancária, quando você deposita na poupança e saca quando precisa. Nesse caso, o Sol deposita os créditos na concessionária e você saca quando precisa, de forma automática”, exemplifica Hewerton Martins, diretor presidente da empresa Solar Energy do Brasil, responsável pelo sistema financiado por José Varteni.

De acordo com Martins, as expectativas de vendas para o público da agricultura familiar são grandes: “A agricultura familiar tem muita sinergia com o uso da energia solar e produção sustentável de alimentos. O lançamento do Plano Safra contemplando o financiamento para energia solar fotovoltaica é uma inovação e incentivo para o agricultor.”


Amanda Guerra
Ascom

Turvense é morto por disparo de arma de fogo em Prudentópolis, o velório será em Rio Pedrinho/Turvo.

Com informações e foto de Intervalo da Notícias.


Antonio de Jesus Fagundes de 50 anos teve as mãos amarradas e foi morto com um tiro na cabeça na madrugada de sábado (02), em Prudentópolis. O homicídio ocorreu numa residência na Vila Mariana, por volta da 01h.
Segundo informações repassadas pelo dono da casa a Polícia Militar, dois homens chegaram ao local do crime numa motocicleta de cor escura.

O homem que estava na garupa da moto e usava um capacete branco entrou na casa e discutiu com Antonio de Jesus Fagundes, conhecido pelo apelido de “Metrinho”. Depois disso, o suspeito derrubou Antonio no chão, amarrou suas mãos e atirou em sua cabeça. Logo após o crime, o autor do disparo de arma de fogo arrastou o corpo da vítima para fora da residência.

O corpo de Antonio foi recolhido pelo IML de Guarapuava e somente nessa quarta-feira (06), a família que mora em Rio Pedrinho/Turvo, teve conhecimento do caso. O corpo de Antonio foi liberado nessa tarde e segundo nos informou a Funerária serLuto de Turvo, o velório será no salão da comunidade de Rio Pedrinho e o sepultamento acontece na manhã desta quinta-feira.



Capotamento na PR 466 em Turvo deixa uma pessoa ferida.

A Polícia Militar de Turvo foi chamada para atender uma ocorrência na manhã de hoje, onde no local havia acontecido um acidente, conforme relatório enviado a imprensa:




OCORRÊNCIA DO DIA 06/07/2016

A equipe recebeu ligação informando que havia acorrido um acidente na rodovia 466 próximo a ponte do Rio Bonito/Turvo, no local foi constatado um acidente de transito do tipo capotamento, onde o veiculo VW Gol placas de Guarapuava PR, veio a sair da pista de rolamento e capotar, sendo que o condutor já havia sido encaminhado pela ambulância municipal ao hospital Bom Pastor de Turvo. A equipe realizou a sinalização da via até a chegada da equipe da Policia Rodoviária, a quem foi repassado a ocorrência.


Desvios de recursos públicos são investigados na região.

Do G1 PR

A Operação DNA cumpriu um mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Virmond, na região central do Paraná, na terça-feira (5). Com cinco presos até agora, a operação investiga desvios de recursos públicos, emissões de notas frias, fraudes em licitações e cobranças de propinas na administração pública da cidade.

O mandado foi expedido pela Promotoria de Justiça de Cantagalo, também na região central do estado, e cumprido pela Polícia Militar (PM). Um dia antes, na segunda-feira (4), os policiais cumpriram cinco mandados de prisão: dois em Virmond, dois em Cantagalo e um Turvo, ainda no centro paranaense.

Entre os investigados, estão o secretário de Finanças de Virmond e filho da atual prefeita, Charles Mierzva, além de integrantes de uma mesma família de contadores. A suspeita é a de que eles lideravam uma organização criminosa envolvida em fraudes e licitações.

As investigações apontam ainda para um prejuízo preliminar de pelo menos R$ 200 mil aos cofres públicos, embora existam indícios de que o valor possa ser maior.

Duas das cinco prisões são preventivas (sem data para terminar); as outras três são temporárias (com validade de cinco dias, podendo ser prorrogada por mais cinco). Quatro presos estão na Cadeia Pública de Palmital e um, na Cadeia Pública de Guarapuava, também na região central doParaná.

A Prefeitura de Virmond disse que não vai se pronunciar sobre o assunto. O advogado de Charles Mierzva não atendeu às ligações. Veja mais clicando aqui.

PM de Turvo recupera veículo que foi furtado na cidade de Marialva - PR.

OCORRÊNCIA ATENDIDA PELA POLÍCIA MILITAR DE TURVO NA LOCALIDADE DE CAMBUCICA, INTERIOR DO MUNICÍPIO, CONFORME RELATÓRIO ENVIADO A IMPRENSA:


RELATÓRIO DIA 05/07/2016 VEÍCULO RECUPERADO ÁS 18H. LOCALIDADE DE CAMBUCICA

A EQUIPE RECEBEU UMA DENUNCIA ANÔNIMA DE QUE NA LOCALIDADE DE CAMBUCICA HAVIA UM VEÍCULO ESCONDIDO EM UMA PROPRIEDADE, O QUAL TERIA POSSIBILIDADE DE SER PRODUTO DE FURTO. DESLOCADO ATÉ A PROPRIEDADE DE UM SENHOR DE 66 ANOS, O QUAL DE PRONTO ATENDEU A EQUIPE E INFORMOU QUE O VEÍCULO FOI DEIXADO EM SUA PROPRIEDADE POR UMA PESSOA CONHECIDA. REALIZADA CONSULTA NO SISTEMA E CONSTA QUE O VEÍCULO VW/CROSS FOX PLACAS DE MARIALVA-PR FOI FURTADO NA DATA DO DIA 02/07/2016 NA CIDADE DE MARIALVA. NO MOMENTO EM QUE O VEÍCULO ESTAVA SENDO CONDUZIDO PARA OS PROCEDIMENTOS CABÍVEIS, FOI AVISTADO DOIS MASCULINOS COM AS CARACTERÍSTICAS DOS QUAIS VIRIAM BUSCAR O VEÍCULO, REALIZADA ABORDAGEM NADA DE ILÍCITO FOI ENCONTRADO, PORÉM A CHAVE DO VEÍCULO CROSS FOX FOI ENCONTRADO NO BOLSO DE UM DOS ABORDADOS, FOI DADO VOZ DE PRISÃO E FORAM CONDUZIDOS PARA 14ª SDP JUNTAMENTE COM OS PROPRIETÁRIO DA CHÁCARA ONDE O VEICULO ESTAVA ESCONDIDO.