quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Divulgue sua empresa você também

 


CONTATO: (42) 9 9936-3102

Cancelas do pedágio no Paraná ficarão sem cobrança até que novos contratos sejam assinados, diz secretário


Os atuais contratos de concessão das rodoviais do Paraná não serão prorrogados, e as cancelas de pedágio nas estradas estaduais ficarão sem cobrança até que os trechos sejam assumidos pelas novas concessionárias, de acordo com o secretaria estadual de Infraestrutura e Logística (Seil), Sandro Alex.

Os contratos encerram no dia 27 de novembro, e as rodovias devem ficar sob administração do governo estadual e da União até que os trechos sejam novamente concedidos.

"Não haverá prorrogação por mais nem um dia, portanto não haverá cobrança nas cancelas até que se tenha um novo leilão realizado com ampla transparência na bolsa e a menor tarifa. Enquanto isso, o governo do estado assumirá as suas rodovias, e o Governo Federal as suas BRs, buscando um amplo entendimento para manter os serviços adequados até que tenhamos um novo contrato decente com o povo paranaense", disse ele.

O secretário não detalhou como vai se dar a gestão dos trechos enquanto as estradas estiverem sob responsabilidade dos governos estadual e federal.

"Não é uma decisão fácil. Em qualquer lugar do país seria tecnicamente mais fácil prorrogar os contratos até que a nova concessão assumisse. Mas no Paraná, é de conhecimento de toda a população, que estes contratos foram lesivos. E nós não seremos coniventes com a prorrogação destes contratos", disse o secretário.

Dos cerca de 3,3 mil quilômetros que serão concedidos, aproximadamente 1 mil quilômetros são de estradas estaduais e mais de 2 mil quilômetros são de rodovias federais.

"Haverá que ter uma construção em conjunto para que nos possamos dar a manutenção e serviços necessários até que novo contrato entre em vigor", afirmou.

Sandro Alex informou que não é possível dizer quando os novos contratos entrarão em vigor. O processo prevê que a modelagem escolhida seja aprovada pela Assembleia Legislativa e pelo Tribunal de Contas.

"Nós não podemos precisar neste momento quando a nova concessão irá para leilão na Bolsa de Valores B3 . Pode ser que eles levem 90 dias, 180 dias. Vamos pedir celeridade ao Tribunal de Contas, mas não há ingerência do governo estadual", disse o secretário.

Novas concessões

Durante o processo de discussão para o sistema de concessão, o governo afirmou que tinha como prioridade estabelecer um modelo com tarifas mais baixas de pedágio nas rodovias do estado.

O novo modelo prevê investimentos de R$ 43 bilhões em seis lotes, com obras de duplicação, contorno e trincheiras. Estão previstos 1,8 mil km de duplicações.

Os novos contratos devem ter 30 anos de duração.


Serão seis lotes concedidos:

Lote 1: trechos das rodovias BR-277, BR-373, BR-376, BR-476, PR-418, PR-423 e PR-427, com extensão total de 473,01 km;

Lote 2: trechos das rodovias BR-153, BR-277, BR-369, BR-373, PR-092, PR-151, PR-239, PR-407, PR-508 e PR-855, com extensão total de 575,53 km;

Lote 3: trechos das rodovias BR-369, BR-376, PR-090, PR-170, PR-323 e PR-445, com extensão total de 561,97 km;

Lote 4: trechos das rodovias BR-272, BR-369, BR-376, PR-182, PR-272, PR-317, PR-323, PR-444, PR-862, PR-897 e PR-986, com extensão total de 627,98 km;

Lote 5: trechos das rodovias BR-158, BR-163, BR-369, BR-467 e PR-317, com extensão total de 429,85 km;

Lote 6: trechos das rodovias BR-163, BR-277, R-158, PR-180, PR-182, PR-280 e PR-483, com extensão total de 659,33 km.


Visite o Viveiro das Plantas em Turvo, a natureza mais perto de você

O lugar ideal para encontrar as plantas e flores mais harmoniosas, lindas e saudáveis para embelezar seu ambiente, seja ele jardim ou interior da sua casa.

Temos diversas espécies de plantas, desde rasteiras até arbustos, assim como todos apartados para montar seu vaso ou jardim;

👉🏻Fertilizantes
👉🏻Pedras para decorações
👉🏻Adubos
👉🏻Terra e substratos

Montamos vasos e flores para presentes.
Aceitamos encomendas.

Aceitamos Crédito ou Débito e Pix.

Venha conferir - Fica em Turvo - PR. Na Rodovia PR-466, Km 222 – em Frente ao Hotel Bettega – Fone WhatsApp (44) 9 9718-6463.






Paraná registra mais 2.178 casos e 71 mortes pela Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quinta-feira (05) mais 2.178 casos e 71 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.385.616 casos e 35.394 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (11), fevereiro (17), março (36), abril (40), maio (175), junho (71), julho (324) e agosto (1.504) de 2021.

INTERNADOS – De acordo com o informe, há 1.128 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 internados. São 806 em leitos SUS (468 em UTIs e 338 em enfermarias) e 322 em leitos da rede particular (135 em UTIs e 187 em enfermarias).

Há outros 1.515 pacientes internados, 774 em leitos de UTI e 741 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão nas redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 71 pacientes. São 27 mulheres e 44 homens, com idades que variam de 23 a 100 anos. Os óbitos ocorreram de 24 de maio a 05 de agosto de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Londrina (12), Colombo (8), Curitiba (7), Maringá (3), São José dos Pinhais (2), São Jorge do Ivaí (2), Pinhão (2), Castro (2), Balsa Nova (2).

O informe registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: União da Vitória, Umuarama, Telêmaco Borba, Sarandi, Roncador, Reserva, Quitandinha, Paranaguá, Paranacity, Palotina, Nova Aurora, Moreira Sales, Marialva, Marechal Cândido Rondon, Mangueirinha, Mandaguaçu, Janiópolis, Jandaia do Sul, Ivatuba, Ivaiporã, Ibaiti, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Cianorte, Campo Largo, Cambé, Bocaiúva do Sul, Boa Ventura de São Roque, Assis Chateaubriand, Assaí e Andirá.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 6.261 casos de não residentes no Estado – 192 pessoas foram a óbito.

Condições climáticas afetam cultivo de frutas de diferentes formas, analisa boletim



A pouca ocorrência de chuvas no Paraná há mais de um ano, agravada pelas geadas nos últimos meses, afetou o desenvolvimento de várias culturas. As frutas não escaparam. As análises sobre as perdas ainda não terminaram, mas, dependendo da fase de desenvolvimento da planta, a gradação vai de poucos estragos a grandes perdas.

A análise sobre a situação de várias frutas produzidas no Estado é um dos assuntos do Boletim de Conjuntura Agropecuária na semana de 31 de julho a 5 de agosto. O documento é preparado pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria estadual da Agricultura e do Abastecimento, e traz informações sobre várias outras atividades agropecuárias no território paranaense.

Nos últimos dois anos, o comportamento das frutíferas foi influenciado pelos ciclos de estiagem cada vez mais frequentes. A deficiência hídrica compromete safras atuais e futuras e influencia as mais diversas fases das frutas. Recentemente, três geadas – 30 de junho e 19 e 28 de julho – afetaram a fruticultura de maneira geral.

DIVERSIDADE – A quantificação das perdas levará algum tempo, pois a preocupação maior das equipes de assistência técnica, no momento, é minimizar o impacto da continuidade dos prejuízos. Mesmo assim, o boletim do Deral aponta como algumas das principais frutas, que representam 90% das produzidas no Estado, foram atingidas.

Os citros – laranja, tangerina e limão – e a maçã foram menos impactadas. Já as frutas de caroço – pêssego, ameixa e nectarina – foram diretamente afetadas. Mesmo situação dos abacaxis, variando conforme a indução floral, e das uvas, dependendo da fase da poda.

Para os abacates, que estão em fase de produção ou florescimento, e os maracujás, em final de colheita, as perdas não foram expressivas. No caso dos morangos, as plantações protegidas por estufas não sofreram. Mas para aquelas a céu aberto, os danos foram grandes, mesma situação sentida pela banana.

PECUÁRIA E AVES – O boletim também discorre sobre os efeitos da estiagem e das geadas na produção de pecuária de corte e leiteira do Estado.

As pastagens perenes e as anuais de verão foram prejudicadas, o que atrasou o plantio das cultivares de inverno. Com isso, a redução do pasto, somada ao encarecimento da ração, levou à diminuição na produtividade de leite e atrasou a engorda.

O documento preparado pelo Deral também analisa as exportações brasileiras de carne de frango, no primeiro semestre de 2021, que tiveram aumento de 10% em faturamento em relação ao acumulado de 2020. No Paraná, maior produtor e exportador nacional de carne de frango, o crescimento foi de 6,3% em volume e de 4,7% em faturamento.

FEIJÃO E ALHO – O boletim também fala do alho, que tem 322 hectares na safra 2020/21 no Paraná. A colheita começa no final de agosto e se estende até março de 2022, com previsão de 1,8 mil toneladas. As análises de campo apontam que 89% das áreas apresentam condições boas, enquanto 11%, médias.

Os produtores paranaenses de feijão já começam a se preparar para a safra 2021/22. Do ciclo anterior, falta apenas a colheita da terceira safra, que tem volume de apenas 1,2 mil toneladas. A primeira safra rendeu 257 mil toneladas, enquanto a segunda, 282,3 mil toneladas.

GRÃOS – As lavouras de trigo foram reavaliadas após as geadas e tiveram suas condições rebaixadas. As áreas que continuam consideradas boas estão em 64%, ante 90% na semana anterior. As que apresentam condições médias subiram de 8% para 28%, enquanto as ruins foram de 2% para 8%.

Na soja, o boletim informa a expectativa para o anúncio no fim do mês da primeira estimativa de área da safra 2021/22. Nos últimos anos foram verificados aumentos, seja em razão dos preços atrativos ou pelo menor desempenho do milho, que é o principal concorrente no período mais quente do ano.

Como o milho está com preços bons este ano, pode haver um crescimento de área para essa cultura ocupando espaços que, em outros anos, seriam destinados à soja. O documento do Deral destaca, sobre o milho, o avanço na colheita da safra 2020/21, que atinge 10% da área total de 2,5 milhões de hectares.

Neste domingo tem venda de Churrasco e Piroque na Igreja Ucraniana de Turvo

 

Com queda nos estoques, Hemepar pede à população que doe sangue com urgência


O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) solicita doações de sangue de todos os tipos, com maior urgência dos tipos A e O positivos e O, B e A negativos. As doações diminuíram em todo Estado. Para esta quinta-feira (5), por exemplo, estão agendadas apenas 59 doações e a média da semana ficou em torno de 60 ao dia. A capacidade de atendimento é de 180 coletas diariamente.

“A doação é um ato solidário que salva milhares de vidas. Ressaltamos que o Hemepar adota, desde o início da pandemia, as medidas de segurança na prevenção da Covid-19 para receber os doadores em toda rede do Estado”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“A situação está crítica nos últimos meses, nossos estoques estão baixos e por isso nosso apelo”, afirmou a diretora-geral do Hemepar, Liana Labres de Souza. “Temos capacidade de atendimento para 180 doadores por dia e a agenda desta semana esta com apenas 35% dos horários preenchidos”.

O atendimento é feito mediante agendamento online para evitar aglomerações, pelo www.saude.pr.gov.br/doação.

Pessoas imunizadas contra a Covid-19 podem fazer doações de sangue normalmente, desde que aguardem o período estipulado para cada tipo de vacina.

HEMEPAR – O Hemepar é responsável no Paraná pela coleta, armazenamento, processamento, transfusão e distribuição de sangue para 385 hospitais públicos, privados e filantrópicos, além de atender 92,8% de leitos SUS no Estado.

A Uningá Polo de Turvo está com descontos imperdíveis, são bolsas de até 50% de desconto nas mensalidades do curso inteiro

 


Mas corre porque as bolsas são LIMITADAS.

Venha para a UNINGÁ e inicie sua Graduação ou Pós em um dos melhores centros universitários do país.

Não perca mais tempo invista em você e no seu futuro.

ATENÇÃO: os primeiros contatos ganham 50% de desconto nas mensalidades.

As 10 primeiras pessoas que comentarem EU QUERO na página Uningá Polo Turvo, ganham bolsa de 50% de desconto.

Rua Elias Rickli, 403, centro - Telefone: (42) 3642-1097





Motorista fica ferido após caminhão tombar na PRC-466



A Polícia Rodoviária atendeu um acidente do tipo tombamento de caminhão, ocorrido nesta quarta-feira na PRC-466 km 195 em Pitanga, envolvendo o veículo caminhão Iveco Tector placas de Carazinho – RS.

O motorista de 37 anos foi encaminhado para o Hospital São Vicente de Pitanga.

Com informações e foto: PRE

Criança sequestrada em Goioxim é encontrada; sequestrador continua foragido



No dia 04 agosto às 16h00, durante patrulhamento a equipe policial de Goioxim foi abordada por populares informando que uma criança teria sido raptada em via pública. 

No destacamento uma senhora juntamente com uma menor de 14 anos aguardava a equipe, e a menor relatou que foi com menor a menina de 8 anos, mudar os animais de pasto, próximo a sua residência, Linha Barro Preto, momento em que um homem vulgo "Nando" estava em um VW Gol vermelho, parou rapidamente ao lado e puxou a menina de 8 anos para dentro do veículo se evadindo em direção a um mercado. 

De imediato a equipe solicitou apoio e informou os fatos para ao COPOM 2º Cia o qual tomou as providências. Realizado patrulhamento e coletado maiores dados com os familiares, momento que a equipe foi informada que a menor foi localizada no município do Marquinho na Comunidade Alto do Tigre. 

A equipe policial de Marquinho fez o primeiro contato com a menor, logo em seguida chegou a equipe de Goioxim e a equipe RPA extra jornada de Guarapuava. Compareceram também o Conselho Tutelar juntamente com os genitores da menor, a qual logo foi encaminhada para o posto de saúde do município onde recebeu os primeiros atendimentos médicos e psicológicos. 

Foi possível verificar uma lesão na região frontal acima do olho esquerdo, na boca lado direito. A menor de 8 anos foi encaminhada para realizar exame de lesão corporal no IML de Guarapuava no dia seguinte. 

Durante as diligências foi localizado o veículo usado para os fatos VW Gol vermelho, placa LXW-0E57 próximo ao local onde foi localizada a menor. O veículo encontrava se aberto, sem condições de remoção devido estar preso nas irregularidades do solo. 

As equipes realizaram buscas juntamente com as equipes de apoio extra jornada, CHOQUE, RPA Marquinho e Goioxim no intuito de localizar o autor. Repassada a informação à 14ª SDP e criminalística informado a respeito do fato ocorrido. As buscas continuam.

Fonte: PM

Faleceu Cacilda Mattos Leão


Faleceu na noite desta quarta-feira (04) Cacilda Mattos Leão, aos 67 anos vítima de infarto.

Seu corpo está sendo velado até ás 16h30, na Capela Mortuária Santa Cruz, em Guarapuava.

Cacilda morava em Guarapuava, mas é natural de Turvo.

O sepultamento será no cemitério do Rio Bonito, em Turvo.

A UniFCV está com o super lançamento dos cursos de Graduação EAD na área de Engenharia


O curso de Graduação EAD em Engenharia de Sistemas forma profissionais preparados para planejar e organizar estratégias para sistemas artificiais complexos com grande número de variáveis.

Quer saber mais? Entre em contato (42) 9 9128-1476. Ou pelo link:

Curta nossa página e fique por dentro das novidades:

UniFCV, uma formação que transforma.
Publicidade