quinta-feira, 13 de maio de 2021

Criança de 1 ano e 7 meses é esfaqueada pelo padrasto em Prudentópolis



No dia 12 maio, às 21h, foi deslocado para atendimento de situação de Violência Doméstica, onde o autor teria agredido a esposa e o enteado de um ano. 

Ao se aproximar do local, a equipe policial visualizou um indivíduo em via pública, o qual ao ser dado voz de abordagem se evadiu da equipe policial, adentrando numa propriedade, pulando uma cerca e correndo em direção a uma plantação. 

No local da ocorrência a equipe conversou com a mãe do agressor, uma mulher de 61 anos, e com seu pai, de 70 anos, os quais relataram que seu filho, de 23 anos, havia tido uma briga com a sua convivente, uma adolescente de 16 anos, e que do fato, o menor de 1 ano e 7 meses, filho da adolescente, teria saído lesionado, o qual teria sido encaminhado ao hospital por terceiros. 

Neste momento saiu de uma plantação, na lateral da residência, a adolescente de 16 anos, e relatou que tem um relacionamento com o homem de 23 anos a cerca de 3 meses e que há uma semana teria ido residir com o mesmo, e que nesta noite estava com seu filho em seu colo, quando o homem começou a agredi-la, com chutes e socos, que em certo momento o autor apanhou uma faca investiu contra ela, neste momento ela colocou a criança na cama, que o autor continuou as agressões e a ameaçou de morte, que ela conseguiu fugir do local e que neste momento o autor pegou a criança e a agrediu com socos na cabeça, e bateu contra o chão, dizendo que se ela não voltasse para casa iria matar o menino, sendo que neste momento passou a faca no pescoço da criança, e gritava: “AGORA ESTÁ MORTO!”. em seguida chegou os familiares do autor, os quais socorreram a criança e de imediato levaram para o hospital. 

Relatou ainda que os pais do autor falaram para o mesmo se evadir do local, a fim de evitar o flagrante. A adolescente ainda informou à equipe que estava grávida de um mês do autor. Diante do relato, a equipe retornou as buscas, sendo que foi logrado êxito em localizar o autor em uma estrada nas proximidades, o qual estava alterado, onde foi dado voz de prisão, algemado e conduzido ao camburão da viatura. 

Sendo assim, a equipe deslocou com a vítima até o Hospital Sagrado Coração, onde a criança estava recebendo atendimento médico, em contato com o médico de plantão, o mesmo informou que as lesões na criança eram de natureza grave, com risco a vida, se tratando de um corte na região do pescoço, na lateral direita, com aproximadamente 15 centímetros de comprimento. O médico relatou ainda que serão realizados exames complementares devido ao estado da criança, sendo que há suspeitas de fraturas pelo corpo. 

A adolescente também apresentava lesões, sendo encaminhada para atendimento médico, bem como o autor, que apresentava escoriações ocasionadas pela fuga na primeira tentativa de abordagem. 

Diante dos fatos a equipe encaminhou o autor até a DP LOCAL para os procedimentos, sendo confeccionado laudo de lesões corporais dos envolvidos. Se fez presente a equipe do Conselho Tutelar para acompanhar o procedimento. Não foi possível localizar a faca utilizada na situação.


Fonte: PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade