quinta-feira, 19 de março de 2020

Agronegócio é responsável por 33,9% do PIB paranaense


O agronegócio é responsável por 33,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná, valor que, em 2017, chegou a R$ 142,2 bilhões. Os estudos foram feitos pelo Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes.

O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas em um determinado período, e agronegócio é um termo derivado de agribusiness, inventado por professores da Universidade de Harvard em 1957. Ele engloba todas as operações de produção de insumos e bens de capital usados no campo, a atividade agropecuária propriamente dita nas propriedades rurais, e os serviços de armazenagem, processamento e distribuição dos produtos e derivados (alimentos, bebidas, fibras, energia renovável, papel etc.).

“Empiricamente já se tinha a convicção de que o agronegócio tem grande importância para a economia do Estado do Paraná”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. “Agora temos esse trabalho do Ipardes para comprovar que de cada R$ 100 gerados no Estado a cada ano, R$ 33,90 tem a ver com o agronegócio”.

No Brasil, nesse mesmo ano, o agronegócio teve participação de 21,4% no total de todos os bens e serviços produzidos, segundo cálculo do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea-Esalq/USP), o que realça a força do agro paranaense.

FOMENTO - Esta é a primeira vez que o Ipardes faz um estudo com a amplitude do realizado agora. Os técnicos levaram em conta dados existentes sobre a produção estadual entre os anos de 2012 e 2017. Entre as constatações está a de que o percentual se manteve mais ou menos estável durante todo esse período. Em 2012, o agronegócio representava 31,95% do PIB.

Para o secretário estadual do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, o percentual justifica a dedicação do governo estadual no fomento de inovações e incentivos a toda a cadeia produtiva – agroindústrias, cooperativas, produtores rurais e ecossistemas de tecnologia.

“O governo quer aumentar a eficiência e a produtividade no campo, com a gestão profissional das propriedades rurais, novas técnicas de produção, manejo e de operação, além de geração de informações relevantes em tempo real”, afirmou Jorge. “Novos conhecimentos, tecnologias e pesquisa são peças-chaves do desenvolvimento, e esta nova dinâmica do agronegócio já se reflete positivamente no setor produtivo”, acrescentou.

METODO - O aperfeiçoamento no processo de cálculo é atribuído ao uso da Matriz Insumo-Produto (MIP), desenvolvida pelo Ipardes. A construção do método foi viabilizada, entre outras fontes de informação, pelas bases de dados da nota fiscal eletrônica, gerenciadas pela Secretaria de Estado da Fazenda.

Além disso, foram utilizados dados do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão da Secretaria de Estado da Agricultura; do IBGE e da Secretaria de Comércio Exterior. “É um método inovador para a elaboração desse importante instrumento de planejamento econômico, que é a Matriz Insumo-Produto”, disse o presidente do Ipardes, Carlos Gomes Pessoa. 

Os pesquisadores do Ipardes Janielly Amorim de Oliveira, Ricardo Kureski e Mari Aparecida dos Santos, com a coordenação do diretor de Pesquisa, Julio Takeshi Suzuki Junior, assinam o trabalho sobre o PIB do agronegócio paranaense. Para o estudo, a equipe levou em conta vários estudos feitos no País e diversificou a utilização da Matriz Insumo-Produto, possibilitando a identificação de todas as atividades interligadas na cadeia produtiva do agronegócio.

Ao acrescentar ao trabalho, de forma pioneira, as informações de notas fiscais eletrônicas, os autores possibilitaram a visualização de 42 atividades e 99 produtos. O Ipardes pretende aprofundar os estudos abrangendo no futuro, por exemplo, cálculos dos multiplicadores de emprego e renda.

DADOS - Em 2017, de acordo com a pesquisa Produção Agrícola Municipal feita pelo IBGE, o Paraná tinha 10,7 milhões de hectares destinados à produção de lavouras. Também segundo dados do IBGE, havia 1,5 milhão de hectares com floresta plantada e a área de pastagem ocupava 3,8 milhões de hectares.

Entre os principais produtos agrícolas paranaenses estão a soja, que teve grande crescimento no período estudado, milho e trigo. No setor pecuário, os destaques são para a avicultura e suinocultura. Já o setor de silvicultura também teve grande expansão no período, contribuindo para aumento do Produto Interno Bruto do agronegócio.

Fonte: AEN

Comércio de Pitanga será fechado por 15 dias


O prefeito de Pitanga e representantes da Associação Comercial e Empresarial de Pitanga (Acepi), se reuniram na tarde desta quinta-feira (19) e definiram pelo fechamento do comercio de Pitanga por 15 dias.

A medida já começa a valer nessa sexta-feira (20). Inicialmente, poderão funcionar supermercados, farmácias e postos de gasolina, mas também com restrição de horários.

Os detalhes de todas as medidas estão sendo finalizados e serão publicadas em um decreto que deve ser divulgado ainda nessa quinta-feira (19).

A definição pelo fechamento se justifica para conter o avanço do contágio do coranavírus no Brasil e também restringir a circulação de pessoas. A prefeitura também vai estudar, junto com a Polícia Militar e Polícia Rodoviária, a possibilidade de fechamento dos acessos dos acessos á cidade de Pitanga, mas essa medida dependerá de aval das força de segurança e da legislação.

Segundo o secretário de Governo de Pitanga, a medida foi aprovada por todos, já que o entendimento é a gravidade da situação em todo o Brasil.



Paraná tem mais nove casos confirmados da doença


A Secretaria da Saúde do Paraná confirmou em boletim emitido nesta quinta-feira (19) mais nove casos de novo coronavírus, todos em Curitiba. São cinco mulheres e quatro homens com idades entre 22 e 81 anos, que estiveram em São Paulo, Itália e Espanha.

Agora são 23 casos confirmados no Paraná. Além disso, a Secretaria da Saúde tem atualmente 146 casos em investigação e 122 descartados no Estado, totalizando 291 notificações. Entre as confirmações, 17 são de Curitiba, dois de Cianorte e um de Campo Largo, Foz do Iguaçu, Maringá e Londrina. No informe desta quinta-feira, os municípios de Guaratuba, Paranaguá, Renascença, Arapongas, Faxinal e Toledo, aparecem na lista dos locais com casos suspeitos da doença. 

Outros quatro casos possíveis poderão ser confirmados em Curitiba. Os pacientes realizaram os testes em laboratórios privados ainda não habilitados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/PR)

LABORATÓRIOS – A Secretaria da Saúde informa que atualmente o Paraná possui dois laboratórios privados habilitados para testagem de coronavírus.
Os profissionais do Lacen/PR seguem em contato com demais unidades a fim de habilitá-las para agilizar o processo de confirmação de casos.

BOLETIM – Segundo a Secretaria da Saúde, o sistema do Ministério da Saúde utilizado para atualização de casos segue instável durante essa semana. Sem acesso ao sistema, a secretaria estadual não tem como descartar novos casos, tampouco analisar e indicar em quais municípios estão localizados os novos suspeitos.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde e por secretarias municipais podem ser divergentes.

Fonte: AEN

Governo do Paraná decreta estado de emergência e o fechamento do comércio em todo o Estado


O governo do Paraná acaba de decretar a suspensão de parte das atividades comerciais no Estado, incluindo shoppings, galerias, academias, entre outras. Em breve deve ser divulgada uma lista com os empreendimentos que devem fechar e aqueles que podem ficar funcionando. O fechamento deve ser gradativo. A medida de emergência faz parte da estratégia do governo de minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus. A informação foi dada de forma online pelo Secretário da Casa Civil, Guto Silva. Também foi anunciado o reforço de 360 profissionais da saúde, chamados do concurso de 2016 — médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

Pouco antes a Prefeitura de Curitiba havia emitido um decreto que também suspendia o funcionamento do comnércio de forma parcial, incluindo academias, teatros, cinemas, bares e casas noturnas, mas sem incluir shopping e o comércio de rua.

O número de casos confirmados do novo coronavírus quase dobrou em um dia no Paraná. No boletim divulgado na quarta (18) pela Secretaria de Estado da Saúde eram 14 os casos e no boletim desta quinta (19) já são 23.

São nove novos casos de coronavírus em Curitiba. As confirmações são de cinco mulheres e quatro homens com idades entre 22 e 81 anos, que estiveram em São Paulo, Itália e Espanha.

Estado de emergência

Também foi decretado o Estado de Emergência no Paraná. O decreto assinado nesta quinta (19) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior vai facilitar a obtenção de recursos para o enfrentamento ao coronavírus no Paraná. A medida permite ao Estado dar uma resposta mais rápida para a mobilização dos órgãos estaduais nas ações de combate à doença.

Pelo decreto, ficam dispensadas as licitações para os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta, de prestação de serviço e de obras relacionadas à reabilitação do cenário. Os contratos precisam ser concluídos em um prazo de 180 dias a partir da publicação do decreto.

“É importante que nos mantenhamos tranquilos para enfrentar esse desafio do coronavírus no Paraná. Adotamos essa medida para podermos agir com a rapidez necessária”, disse Ratinho Junior. “Dessa forma, conseguiremos ter acesso facilitado a recursos para investir na saúde e em outras áreas de atenção”, afirmou.

O dispositivo adotado pelo Governo do Estado, de usar um decreto de situação de emergência, facilita a adoção dessas medidas sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal. O documento também autoriza a mobilização de todos os órgãos e entidades estaduais para atuarem sob a coordenação da Governadoria nas ações de resposta e reabilitação do cenário após o fim do período mais crítico.

Na quarta-feira (18), Ratinho Junior assinou quatro decretos para o enfrentamento da epidemia, incluindo um que institui o Comitê de Gestão de Crise para o Covid-19, que vai definir um plano de ação, prevenção e contingência em resposta à pandemia. O comitê vai sugerir as medidas de saúde necessárias para a prevenção, controle do contágio e o tratamento das pessoas afetadas.

Polícia Civil restringe o atendimento presencial como prevenção ao coronavírus


A Polícia Civil do Paraná (PCPR) orienta a população para que fique em casa e só vá a uma delegacia em casos urgentes. A partir de quinta-feira (19) entram em vigor medidas visando conter a transmissão do novo coronavírus, de modo que isso não cause grandes impactos à sociedade que necessita dos serviços de polícia judiciária.

ATENDIMENTO – O atendimento presencial em delegacias da PCPR será restrito e limitado, a fim de evitar aglomeração de pessoas. Somente serão realizados atendimentos presenciais para confecção de Boletim de Ocorrência em casos graves e urgentes:

- homicídio, feminicídio e latrocínio;

- violência doméstica e contra crianças e adolescentes;

- estupro, sequestro e cárcere privado;

- roubos de veículos e cargas.

Também serão lavrados autos prisão em flagrante, bem como atendidos casos em que possa ocorrer o perecimento da prova, demandando imediata intervenção policial. 

SERVIÇOS ONLINE – Os registros de Boletins de Ocorrência (BO) referentes a casos de furtos, desaparecimento de pessoa, perda ou extravio de documentos e objetos deverão ser realizados pela internet, através do portal da PCPR (www.policiacivil.pr.gov.br/Servicos). 

CARTEIRA DE IDENTIDADE – O Instituto de Identificação irá suspender o atendimento para emissão e entrega de Carteiras de Identidade a partir do dia 24 de março, por 30 dias, podendo ser prorrogado conforme a necessidade. 

ALVARÁS - Os alvarás do Fundo Estadual de Segurança Pública emitidos pela PCPR, com vencimento a partir de 16 de março de 2020, ficam automaticamente prorrogados por 30 dias. Porém, isto não isenta o usuário do pagamento da taxa devida, devendo obter a guia de recolhimento no portal da PCPR (www.policiacivil.pr.gov.br/Servicos). 

Os processos em trâmite para concessão de alvarás sobre produtos e atividades controladas pela Delegacia de Explosivos, Armas e Munições serão considerados “alvarás provisórios” a título precário, até o retorno do atendimento normal. 

ATIVIDADES ACADÊMICAS – As atividades acadêmicas presenciais na Escola Superior de Polícia Civil ficam suspensas até segunda ordem.

EVENTOS: Fica suspensa a realização de eventos culturais e comemorativos, bem como de coletivas de imprensa nas unidades da PCPR.

VISITA A DETENTOS – Visando a proteção de detentos, seus familiares e servidores de unidades carcerárias administradas pela PCPR, as visitas ficarão temporariamente suspensas. Salvo a visita de advogados.

Durante a suspensão das visitas, não serão recebidos alimentos e outros produtos trazidos por familiares e terceiros.

Fonte: PCPR

Vacas são furtadas no interior de Pitanga


No dia 18 de março, às 16h30min, a equipe policial deslocou até a localidade de Vila Nova, Sítio Santa Helena, estrada principal, onde a solicitante relatou que em data anterior por volta das 23h, escutou um barulho na mangueira de gado e ao verificar no dia seguinte no período da manhã deu por falta de 03 vacas Jersey de cor marrom sem marca de ferro. 

Diante do ocorrido a equipe coletou informações e fez patrulhamento nas proximidades sem encontrar suspeitos. A vítima foi informada quanto aos procedimentos cabíveis.

Comunicado oficial da Secretaria Municipal de Saúde de Turvo


Tendo em vista a necessidade de medidas de contenção para enfrentamento da epidemia do novo Coronavírus no Município de Turvo, orientamos que sejam adotadas as seguintes medidas de segurança pelas equipes de Atenção Primária à Saúde, por prazo indeterminado:

1. Serão considerados casos suspeitos: pacientes com febre, um ou mais sintomas de gripe, saturação abaixo de 95%, falta de ar e que viajaram para o exterior, São Paulo e/ou Rio de Janeiro, ou tiveram contato com quem viajou nos últimos 15 dias. Os pacientes com forma leve da doença não devem procurar atendimento. Se evoluir para sintomas mais graves, deve ligar nos números (42) 3642 1131/(42) 99141 5760 para mais informações;

2. Atividades em grupo: TODAS as atividades em grupo desenvolvidas pelas Unidades de Saúde estão suspensas a partir desta data;

3. Consultas eletivas: estão cancelados os agendamentos de exames e consultas fora do município, salvo em caso de urgência, assim como a coleta de preventivo e as consultas de puericultura de risco habitual. Orientações poderão ser feitas por telefone;

4. Triagem em serviços de saúde: As equipes da APS irão trabalhar com o modelo fast-track, este protocolo garante que grande parte dos pacientes sejam atendidos e liberados na primeira etapa de triagem, a qual será realizada em tendas fora da unidade, com a presença do médico e registro em formulário específico, os pacientes deverão aguardar a triagem numa distância de 2 metros de cada um. Os casos considerados graves serão incluídos no sistema e serão direcionados ao consultório médico e posteriormente à sala de medicamentos se necessário. As salas de espera estarão fechadas. A equipe não deverá pegar os documentos do paciente, solicitar que ele mesmo apresente;

5. Pré consulta: evitar aferição de pressão arterial de rotina, restringir para hipertensos, usar aparelho de temperatura à distância se disponível, ver saturação em sintomático respiratório;

6. No consultório: Antes do paciente entrar no posto/consultório deve ser feita a assepsia das mãos com álcool em gel 70% e orientar que não toque em nenhuma outra superfície ou objeto até ser liberado da avaliação. Se possível, manter as portas dos consultórios abertas a fim de diminuir o contato de vários pacientes com os trincos das portas.

7. Equipamento de proteção individual: deverão ser entregues máscaras cirúrgicas para todo paciente com sintoma respiratório que passará por consulta, assim como os profissionais de saúde (a máscara tem validade de 4 horas e deve ser trocada se estiver úmida);

8. Atendimento às gestantes, puérperas e recém nascidos: deverá acontecer com horário agendado em período e local de menor circulação de usuários (10:00-12:00h e das 15:00-17:00h). Se a paciente estiver com exames e consultas em dia, adiar agendamento de retorno para o maior prazo possível. No caso das puérperas e recém nascidos, a equipe deverá evitar contato direto, salvo em caso de extrema necessidade, e dar somente as orientações de aleitamento e cuidados gerais de preferência no domicílio.

9. Visitas dos ACS: as visitas domiciliares deverão acontecer no portão da casa, mantendo 2m de distância do morador, com o principal intuito de orientar a população sobre as condutas, observar situações que demandem visitas da equipe, avaliar os casos de pacientes dependentes sem familiares próximos, que precisam de atendimento e entrega de medicamento no domicílio. Receitas de psicotrópicos poderão ser retiradas pelo ACS no posto de saúde e ser entregue no domicílio. Reforçar os cuidados com a dengue;

10. Servidores do grupo de risco: é necessária a dispensa dos funcionários públicos acima de 60 anos com doenças crônicas, problemas respiratórios, gestantes e lactantes. Os servidores com sinais suspeitos de CORONAVÍRUS deverão fazer isolamento domiciliar de 14 dias;

11. Atendimentos odontológicos e NASF: somente em casos de urgência. A equipe deverá auxiliar nos atendimentos, orientar os fluxos, atualizar cadastros, notificar, atualizar sistemas, auxiliar nas visitas domiciliares e trabalho interno.

12. Equipe de limpeza: intensificar a desinfecção de superfícies com álcool 70% e Hipoclorito conforme protocolo instituído. Aqueles que não cumprirem com os protocolos de limpeza e desinfecção serão advertidos;

13. Medicamento de uso contínuo: estimular a dispensação de medicamentos em número suficiente para o período outono-inverno, a fim de reduzir a circulação desnecessária nos postos e farmácias;

14. Equipe farmacêutica: não manipular os documentos do paciente, solicitar que ele mesmo segure e apresente, evitando soltar na bancada. Para evitar que os idosos saiam de casa, orientar que os familiares venham retirar o medicamento de uso contínuo;

15. Folgas e férias: estarão canceladas até que o serviço retorne ao normal.

Fonte: Prefeitura de Turvo

Sob o efeito de drogas, homem invade residência e se tranca no banheiro, em Turvo


Na manhã dessa quinta-feira (19), a equipe policial recebeu diversas solicitações para averiguar uma situação em que um homem havia invadido a residência de um casal de idosos na Rua João Pedro Horst. 

A equipe então deslocou ate o local apontado por um dos solicitantes e, verificou que um cidadão estava trancado no banheiro da residência, falando ao telefone. 

Foi entrado em contato com o cidadão que estava visivelmente alterado, relatando que fez uso de cocaína. Questionado o porque havia entrado na residência, o cidadão disse que pensou que haviam pessoas armadas correndo atrás dele, fato este que não foi constatado. 

Questionado o proprietário da residência, este relatou que não havia autorizado o cidadão adentrar em sua residência. 

Sendo assim, como o crime e de ação penal publica incondicionada, a equipe encaminhou o cidadão e a vítima até Destacamento da Polícia Militar para lavratura do termo circunstanciado.

Fonte: PM

Ocorrência Policial em Turvo: Embriaguez ao volante


Na noite dessa quarta-feira (18), a equipe policial foi informada que teria dado entrada no hospital um homem, o qual teria se envolvido em um acidente e estaria com sintomas de embriaguez. 

Chegando ao local, a equipe conversou com a médica plantonista, a mesma informou que teria prestado atendimento e que a pessoa não apresentava nenhum ferimento. 

A equipe conversou com homem, o qual apresentava visíveis sinais de embriaguez como: forte odor etílico, fala alterada, olhos vermelhos e que relatou que estaria conduzindo o veículo GM/Classic Life, sentido Ibema a Faxinal da Boa Vista, que próximo a um comercio veio a capotar o veículo. 

Relatou que estaria sozinho, foi consultado via sistema sesp intranet e constatado que o veículo não possuía débitos pendentes, o qual foi liberado ao genro do mesmo. 

Foi deslocado até a 14ª SDP em Guarapuava, onde foi solicitado apoio da equipe do pelotão do trânsito do 16º BPM onde sem qualquer tipo de coação física ou psicológica, este realizou o teste etilométrico o qual apresentou 0,26 mg/l. Foram confeccionadas as notificações cabíveis e demais procedimentos.

Fonte: PM

Sanepar adapta atendimento para proteger clientes e empregados


Na quinta e na sexta, clientes serão atendidos em horário especial. A partir de segunda-feira (23), as Centrais de Relacionamento ficarão fechadas por tempo indeterminado e clientes serão atendidos por meio remoto

Em acordo com as recomendações do Governo do Estado e do Ministério da Saúde para colaborar com a prevenção e combate ao coronavírus, a Sanepar informa que, nesta quinta (19) e na sexta-feira (20), o atendimento aos clientes nas Centrais de Relacionamento da Companhia será feito em horário diferenciado. 

Os clientes serão recebidos das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas, somente para atendimentos aos pedidos de religação, negociação de débitos em caso de abastecimento suspenso, vazamentos e solicitação de ligação nova.

A partir de segunda-feira (23), as Centrais de Relacionamento estarão fechadas ao público por prazo indeterminado. Os atendimentos serão feitos por meio dos canais alternativos da Companhia, como o aplicativo Sanepar Mobile, pelo 0800 200 0115 ou pelo site www.sanepar.com.br. 

Os serviços que não estão disponíveis por estes canais poderão ser solicitados à Sanepar por e-mail corporativo e serão recepcionados pela equipe de atendimento, que seguirá desempenhando suas atividades internamente.

Alternativas - Pelo app Sanepar Mobile é possível atualizar os dados cadastrais, verificar falta d’água, solicitar outra data de vencimento da conta, solicitar serviços de conserto de cavalete e qualidade da água, obter código para pagamento e consultar muitas outras informações, como pagamentos efetuados, débitos, leitura e consumo. O acesso aos serviços é individual e deve ser feito por matrícula cadastrada, sendo que cada matrícula é identificada por um apelido escolhido pelo cliente.

Ao cadastrar seu telefone celular, o cliente também passa a receber SMS com informações sobre falta d´água e outras orientações.

No site da Sanepar (http://www.sanepar.com.br), na aba Clientes, é possível obter segunda via da conta, consultar débitos pendentes, solicitar serviços, atualizar cadastro e verificar como está o abastecimento de água em seu bairro, entre outros. 

O atendimento também pode ser feito pelo 0800-200-0115 24h por dia, gratuitamente.

Fonte: Sanepar