quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

ESTADO CONFIRMA DUPLICAÇÃO DE TRECHO URBANO DA BR-277 EM GUARAPUAVA E INVESTIMENTO NO TRANSPORTE DA FERROESTE


A quinta-feira (6) foi de boas notícias para Guarapuava e Região. Em Cascavel, prestigiando o Show Rural, o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, confirmou ao prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, a execução das obras de duplicação do trecho urbano da BR-277. ” Essa confirmação atende uma luta antiga da nossa gestão, pauta de diversas reuniões e pedidos ao secretário. Era também uma reivindicação de todos os nossos deputados estaduais, Cristina Silvestri, Artagão Júnior, e um pedido do então deputado Bernardo Carli e que, agora, tem uma resposta positiva do nosso governo. Temos certeza que essa obra trará mais segurança, agilidade ao trânsito na rodovia e evitará a ocorrência de acidentes”, comemorou Cesar Filho.

A confirmação dos serviços para duplicação refere-se ao trecho urbano entre a Avenida Manoel Ribas até o Aeroporto Tancredo Thomas de Faria, incluindo a construção das vias marginais e de uma trincheira no acesso ao bairro Vila Carli. “O governador, Ratinho Júnior, determinou que nos empenhássemos e trouxéssemos uma solução para essa luta regional e, agora, surgiu uma oportunidade de viabilizarmos isso”, explicou Sandro Alex. “Já temos o recurso necessário e temos o projeto, agora vamos atualizar e abrir o edital, trâmite que leva alguns dias. Temos muito respeito à todas as lideranças da Região, sejam políticas ou do setor privado, são pessoas que defendem e amam Guarapuava e por isso, nos comprometemos a honrar esse compromisso”, completou o secretário de Estado.

FERROESTE

Ainda em Cascavel, outro anúncio importante para a logística e infraestrutura de Guarapuava foi feito pelo Governo do Estado. Um acordo entre a Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S.A.) e a Rumo Logística, oficializado hoje (6), ampliará a capacidade de escoamento da safra da região Oeste pelo ramal ferroviário. Com o acordo, a estimativa é que o volume de produtos transportados na malha que liga Cascavel ao Porto de Paranaguá passe dos atuais 1,1 milhão de toneladas por ano para cerca de 2 milhões/ano.

Atualmente, a Rumo é quem opera o trecho ferroviário Guarapuava e o Porto de Paranaguá. Já a Ferroeste administra o trecho ferroviário entre Cascavel e Guarapuava. “Até o ano passado, os vagões da Ferroeste eram levados até Guarapuava. Ali se trocavam as locomotivas e vagões, e a Rumo levava até Paranaguá”, explicou o diretor-presidente da Ferroeste, André Gonçalves. “A partir de agora, a Rumo vai fazer esse trajeto pelos trilhos da Ferroeste, não vai mais haver essa troca. É uma forma mais rápida e ágil de transportar os produtos”, esclareceu.

Conforme o Governo do Estado, a operação conjunta deve iniciar no final de fevereiro, para escoar uma safra que promete bater recordes de produtividade. “Temos certeza que essa nova forma de trabalho irá trazer grandes benefícios para Guarapuava, principalmente na originação das cargas”, finalizou Cesar Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário