segunda-feira, 16 de abril de 2018

Caminhoneiro de Turvo é rendido e assaltantes roubam a carga de combustível em Araucária


Por volta das 18h00 da última sexta-feira, o motorista de um caminhão do Posto Turvo, após sair da refinaria em Araucária - PR, e rodar poucos quilômetros, teve seu caminhão bloqueado, em seguida entrou um individuo armado, alguns quilômetros depois outro individuo entrou no veículo, onde então a vítima e o primeiro elemento desceram e ficaram por algumas horas no mato. 
Onde então por volta das 06h00 da manhã de sábado, o mesmo foi liberado. Ao sair do mato encontrou o caminhão parado a poucos metros do local do cativeiro, com a cabine danificada e sem a carga de combustível (diesel e gasolina), sendo este local a cerca de 20 km da BR-376, na PR 151 indo para Palmeira - PR. Logo em seguida o mesmo embarcou no caminhão e desloucou-se UOP da Polícia Rodoviária Federal para que as medidas cabíveis fossem tomadas.




PRF apreende três vezes mais drogas no 1º trimestre no Paraná


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 16,2 toneladas de drogas no primeiro trimestre deste ano no Paraná. O resultado mais que triplicou em relação ao mesmo período de 2017, quando 4,7 toneladas foram apreendidas.

De janeiro a março deste ano, os policiais rodoviários federais apreenderam no estado 15,9 toneladas de maconha, 241 quilos de crack e 93 quilos de cocaína. No primeiro trimestre do ano passado, os agentes da PRF haviam apreendido 4,2 toneladas de maconha, oito quilos de crack e 486 quilos de cocaína.

A maior apreensão de maconha foi registrada pela PRF em Alto Paraíso, na região noroeste do Paraná, no último dia 24 de janeiro, quando 7,2 toneladas foram apreendidas.

O total de armas de fogo apreendidas pela PRF em território paranaense mais que dobrou. Passou de 28 para 62 armas. E o total de munições subiu de 4.589 para 8.383 unidades, um crescimento de 82,7%.

Neste primeiro trimestre, os policiais rodoviários federais apreenderam ainda 3,9 milhões carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai. O montante é 25,8% superior ao do primeiro trimestre de 2017, quando 3,1 milhões de carteiras foram apreendidas.

Ao longo de todo o ano passado, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 53,1 toneladas de drogas, 21,6 milhões de carteiras de cigarro, 277 armas de fogo e mais de 42 mil munições no Paraná.

1º trimestre de 2018

- 15,9 toneladas de maconha
- 92,9 quilos de cocaína
- 241,1 quilos de crack
- Total de drogas: 16,2 toneladas 
- 3,9 milhões de carteiras de cigarro
- 62 armas
- 8.383 munições
- 71 pessoas presas por tráfico de drogas


1º trimestre de 2017

- 4,2 toneladas de maconha
- 486,3 quilos de cocaína
- 8 quilos de crack
- Total de drogas: 4,7 toneladas
- 3,1 milhões de carteiras de cigarro
- 28 armas
- 4.589 munições
- 68 pessoas presas por tráfico de drogas

Fonte: PRF


Trio é abordado e veículo recuperado pela PM em Guarapuava - Unidades de ecstasy são apreendidas


Um veículo clonado e com alerta de roubo foi recuperado, além de unidades de ecstasy apreendidas, por policiais militares do 16º Batalhão de Polícia Militar (16º BPM), pertencente ao 4º Comando Regional da PM (4º CRPM), na manhã de domingo (15/04). A ação ocorreu em Guarapuava (PR), Centro-Sul do estado, e três pessoas foram encaminhadas.

Por volta das 11 horas, os policiais patrulhavam quando avistaram um carro Honda/Civic, de cor branca, com placas de Toledo (PR), e solicitaram ao condutor que parasse, porém ele não acatou a ordem e fugiu. Iniciou-se um acompanhamento tático e o motorista acabou colidindo contra um carro Golf, de cor preta, na Rua Capitão Rocha.

O condutor continuou a fuga e na Rua Simeão Varela de Sá os ocupantes do veículo fugiram a pé, sendo capturados em seguida. O condutor, de 23 anos, e dois passageiros, uma jovem de 23 e um adolescente de 17 anos, foram abordados e na bolsa da mulher os policiais encontraram 10 unidades de ecstasy.

Após consulta no sistema a equipe da PM verificou que o carro estava clonado e havia sido roubado no dia 21 de fevereiro deste ano em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O trio foi encaminhado, juntamente com o veículo e a droga, à 14ª Subdivisão Policial.



Nova regra do cheque especial pode criar superendividados


Na semana passada, os bancos anunciaram mudanças no cheque especial, uma das linhas mais caras do mercado financeiro. A partir de 1.º de julho, as instituições entrarão em contato com os clientes que usarem mais de 15% do limite da conta por 30 dias consecutivos. Elas oferecerão um financiamento pessoal mais barato como alternativa. Ninguém será obrigado a aceitar a proposta e também não haverá penalidade para quem permanecer no vermelho.

Em entrevista durante o anúncio do programa, o presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Murilo Portugal, disse que a medida era um avanço para o setor. “O uso mais adequado vai reduzir inadimplência do cheque e a menor inadimplência vai permitir a redução do juro”, defendeu. Já para especialistas, planejadores financeiros e representantes de associações de direito do consumidor, as mudanças devem ter pouco impacto na vida das pessoas. Pior, alguns temem que a alteração empurre o consumidor para uma situação de superendividamento, que é o nome que se dá para quem tem acima de 50% da renda comprometida com débitos e, não raramente, acaba assumindo mais de uma linha de financiamento, dando início a uma espécie de ‘ciranda do calote’.

“O receio é que o cliente que entrou no cheque especial adquira um financiamento pessoal e, no mês seguinte, ele retorne para o cheque especial. Em 30 dias ele transformou uma dívida em duas e depois pode virar três ou quatro”, afirma a economista Paula Sauer, especialista pela Planejar, entidade que certifica planejadores financeiros.

Em fevereiro, a taxa média de juros cobrada pelos bancos era de 324,1% ao ano. Uma dívida de R$ 1 mil sobe para R$ 4.240 depois de um ano no cheque especial. No crédito pessoal, essa dívida, depois de um ano, seria de R$ 1.330.

Dívida longa

Mauricio Godoi, especialista em crédito e professor da Saint Paul, observa que a nova regra dos bancos tende a alongar o tempo de dívida dos clientes. “A inadimplência do cheque especial deve reduzir imediatamente, mas o grau de endividamento das famílias deve ficar o mesmo. (Com essa medida) a gente está pegando a inadimplência de curtíssimo prazo e pulverizando em outras de prazo maior”, afirma.

Esse movimento, pontua Godoi, pode ser benéfico para o devedor, reduzindo o comprometimento mensal do orçamento. Mas, na prática, especialistas dizem que a conta não é assim tão simples “O cheque especial não pode ser visto separadamente. Quando se entra no cheque especial, outras obrigações já ficaram pelo caminho”, conta o diretor de crédito e recuperação para pessoas físicas do Santander, Cassio Schmitt.

De R$ 4 mil para R$ 41 mil. O roteiro é conhecido do engenheiro mecânico Wagner Loro. No final de 2016, ele consumiu o limite de R$ 4 mil de seu cheque especial e, 180 dias depois, já devendo também no cartão de crédito, contratou um financiamento pessoal. Mas, 30 dias depois, Loro já estava novamente no cheque especial “Usei o limite da conta para pagar a primeira prestação do financiamento”, conta ele que, um ano depois, devia R$ 41 mil.

Wagner Loro conseguiu sair dessa bola de neve quando procurou o Procon-SP para ajudar a negociar sua situação. Antes, ele já havia tentado sozinho e as soluções do banco não se encaixam em orçamento. “Ou eu pagava ou eu vivia. Com ajuda, eles reduziram o saldo para R$ 31 mil e acertaram uma taxa de juros de 1% ao mês”, afirma.

Segundo a economista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Ione Amorim, a dificuldade de negociação relatada pelo engenheiro mecânico é frequente. “Historicamente, é difícil negociar com os bancos”, diz. Ione conta de uma pesquisa divulgada há um ano, em que o Idec entrevistou 1.815 devedores. Desses, 53,6% disseram que já tentaram renegociar uma dívida e, deles, 39,2% obtiveram sucesso. “A maioria conta que a instituição financeira não avaliou a capacidade de pagamento do cliente”, diz.

As instituições financeiras, por sua vez, afirmam que vêm investindo em ações para personalizar os produtos de crédito. Cassio Shimidt, do Santander, diz que o plano é investir em canais tecnológico. “Nós atendemos alguns milhões de contas, o Itaú outros milhões e o Bradesco também. É completamente inviável que um gerente converse com todos os seus clientes pessoalmente”, conta. Assim como a Caixa, o Santander diz que não deve lançar um produto específico para a normatização do cheque especial.

O Banco do Brasil e o Bradesco afirmam que irão criar uma linha nova para substituir o cheque especial a partir de 1.º de julho. Procurado, o Itaú ainda não divulgou qual será a estratégia que vai adotar.



Caminhão e ônibus se envolvem em acidente na PR-151; motoristas ficam presos nas ferragens



Um caminhão e um ônibus se envolveram em um acidente na manhã desta segunda-feira (16) na PR-151, em Palmeira, nos Campos Gerais do Paraná. Os motoristas estão presos nas ferragens. As informações são da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e do Corpo de Bombeiros.

Os dois veículos bateram de frente. O acidente aconteceu por volta das 6h, perto do Rio Caniú, no trecho – de pista simples – que liga Palmeira a Ponta Grossa, também nos Campos Gerais.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os bombeiros foram ao local prestar atendimento às vítimas.

Pouco antes das 8h, a rodovia estava totalmente interditada.

Até a publicação desta reportagem, não havia mais informações sobre o acidente, nem sobre o estado de saúde dos feridos.

Por RPC Ponta Grossa e G1 PR (Foto: André Salamucha/RPC)

Posto de combustíveis é assaltado às margens da PR 466, em Guarapuava


Às 05h25min, uma equipe de policiais militares deslocou até a Av. Bento Munhoz da Rocha Neto, Bairro Aldeia, onde em contato com solicitante, atendente do posto de combustíveis, o qual relatou que dois indivíduos, um trajando moletom preto, com um capacete vermelho na mão, e outro trajando moletom preto e cinza, portando uma arma de fogo, aparentemente pistola, ambos com capuz, deram voz de roubo, subtraindo um celular marca Samsung Galaxi E7, e certa quantia em dinheiro, após saíram seguindo pela marginal da PR-466, sentido bairro Primavera. As equipes realizaram patrulhamento, porém sem êxito na localização dos autores.

Veja mais ocorrências policiais em Guarapuava:

CUMPRIMENTO DE MANDADO JUDICIAL: Às 03h00min, uma equipe de policiais militares em patrulhamento pela Rua Aimoré, Vila Carli, visualizou uma pessoa em atitude suspeita, sendo realizada abordagem e após identificar o abordado como um homem (29), foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto contra o mesmo. Diante do fato, foi dada voz de prisão e encaminhado o indivíduo até a 14ª SDP.

ADQUIRIR, VENDER, FORNECER OU PRODUZIR DROGAS: Às 04h15min, equipes de policiais militares, após receber a notícia de que havia acabado de ocorrer um roubo a um posto de combustíveis nas margens da PR-466, iniciaram patrulhamento nos bairros próximos. Em dado momento quando patrulhavam pela Rua Bela Floresta, Bairro Industrial, local conhecido das equipes pela prática do tráfico de drogas, visualizaram um indivíduo fazendo a entrega de substância análoga a Crack para um indivíduo no portão da residência. O suposto comprador saiu correndo pela rua, tomando sentido ignorado, enquanto o vendedor saiu correndo para dentro da residência. Com o receio de que a droga fosse dispensada, as equipes adentraram na residência em seu encalço, tendo conseguido abordá-lo no momento em que tentava fugir pela porta dos fundos. Com ele foi encontrado certa quantia em dinheiro, a qual o mesmo tentou engolir. Não se sabe se o indivíduo engoliu parte da droga. No interior da residência se encontrava também uma adolescente (17), que se apresentou como namorada do abordado. Questionados a respeito da residência e do tráfico de drogas, o homem (25) informou que residia ali com sua mãe e indicou o quarto em que dormia. Disseram também que ambos consomem droga, principalmente maconha. No quarto foi encontrado mais certa quantia em dinheiro, além de 43 gramas de Maconha e 15 gramas de Crack. Ao lado da porta de entrada foram localizados diversos aparelhos de som e celulares de procedência duvidosa, normalmente utilizados como pagamento para aquisição de droga. Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao homem e de apreensão à adolescente, sendo encaminhados até a 14ª SDP. 

ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS / ADULTERAÇÃO DE SINAL IDENTIFICADOR DE VEICULO AUTOMOTOR / CORRUPÇÃO DE MENORES / DANO / DIREÇÃO PERIGOSA DE VEICULO OU EMBARCAÇÃO / DOCUMENTO FALSO / RECEPTAÇÃO: Às 11h01min, uma equipe de policiais militares durante patrulhamento, visualizou um veículo Honda/Civic da cor branca, placas de Toledo-PR, o qual existia denúncia de que o mesmo seria utilizado para o comércio de entorpecentes, sendo de imediato tentado realizar a abordagem através de sinais luminosos e sonoros, o qual não obedeceu a ordem de parada iniciando fuga, sendo feito o acompanhamento tático, sendo que o mesmo foi acompanhado por pelo menos 5 km onde nesse trajeto desrespeitou várias normas de trânsito colocando a vida de terceiros em risco, inclusive vindo a colidir com um veículo VW Golf da cor preta, o qual transitava pela Rua Capitão Rocha, continuando a fuga até parar na Rua Simeão Varela de Sá, pelo fato da roda traseira ter travado, tendo os ocupantes empreendido fuga a pé, sendo logrado êxito na captura por equipes de apoio, sendo que uma equipe abordou um adolescente (17), o qual reagiu a abordagem, sendo necessário o uso de força. O condutor do veículo (23) foi abordado pela equipe inicial, o qual também reagiu a abordagem sendo utilizado força e a outra passageira (23) foi abordada por outra equipe de apoio, sendo localizado em sua bolsa, 10 unidades envoltos em um pacote plástico pequeno do entorpecente conhecido como Ecstasy, da cor azul. Ato continuo, foram verificados os sinais identificadores do veículo, onde somente o número do motor divergia, sendo solicitado apoio da Polícia Militar de Toledo-PR, onde uma equipe deslocou ao endereço e confirmou que o veículo original se encontrava no endereço do documento. Diante dos fatos, foram conduzidos todos os envolvidos até a 14ª SDP, onde foi constatado que o veículo abordado se tratava de produto de roubo na cidade de Colombo-PR, no dia 21/02/2018.

ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS / ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA / CONDUZIR VEÍCULO AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL / DANO QUALIFICADO / DESOBEDIÊNCIA / DIRIGIR VEICULO SEM CNH / RESISTÊNCIA: Às 22h40min, equipes de policiais militares receberam uma denúncia anônima de que um indivíduo conhecido estaria numa praça de alimentação no Bairro Boqueirão e que o mesmo estaria portando uma arma de fogo, bem como estaria comercializando drogas naquele local. Quando as equipes deslocavam para realizar a abordagem, numa rotatória próxima foi visualizado um veículo GM Meriva, sendo que é de conhecimento das equipes policiais que este veículo é de propriedade do suspeito, sendo dada voz de abordagem com a utilização de sinais sonoros e luminosos, sendo que o condutor do veículo não acatou e empreendeu fuga, e de imediato foi realizado um cerco policial, sendo que no momento em que a equipe ROTAM cercou o veículo pela frente, outra equipe cercou o veículo pela retaguarda a aproximadamente 30 metros para realização da abordagem de forma segura, porém o condutor do veículo ao perceber que não conseguiria empreender fuga pela frente, engrenou marcha ré e acelerou, tentando atropelar um dos policiais que já havia desembarcado da viatura para realizar a abordagem, momento em que o policial se jogou para a lateral, e que de imediato ele e outros policiais efetuaram 1 (um) disparo de arma de fogo em direção aos pneus do veículo, para repelir a injusta agressão por parte do condutor do veículo que tentava atropelar os policiais militares, momento este que o condutor do veículo veio a colidir com a viatura e somente assim parando a sua fuga. Foi realizada a aproximação ao veículo por parte dos policiais, e então realizada a abordagem das pessoas que foram identificados como o condutor, um homem (22), um passageiro homem (22) e uma passageira mulher (27), sendo que a mulher carregava em seu colo uma criança de 1 ano e 2 meses. Os dois homens tentaram empreender fuga a pé, bem como investiram com socos e chutes contra os policiais, sendo necessário o emprego de força moderada e técnicas policiais para conter e algemar os indivíduos, sendo que em busca pessoal foi localizado quatro buchas de substancia análoga a Cocaína, embaladas e prontas para a venda pesando 3,0 gramas, três buchas de substancia análoga a maconha embaladas e prontas para a venda pesando 6,9 gramas, e que em buscas no veículo foi localizado no console central, dois pedaços de substancia análoga a Maconha ainda não cortadas e pesando 18,7 gramas e quatro pedras de substância análoga ao crack, pesando 0,9 gramas. Como o condutor apresentava visíveis sinais de embriaguez, bem como de uso de substâncias psicoativas, (olhos vermelhos, hálito alcoólico, agressividade, arrogância, ironia, falante), o mesmo foi convidado a realizar o exame etilométrico, sendo que este veio a recusar, alegando que de nada adiantaria pois teria feito uso de chopp e cocaína, sendo então confeccionado o termo de constatação de embriaguez. Foi dada voz de prisão aos dois homens e encaminhados até a 14ª SDP. 

CONDUZIR VEÍCULO AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL: Às 21h40min, uma equipe do Plantão de Acidentes em patrulhamento pela Rua Senador Pinheiro Machado, Centro, visualizou um veículo GM Astra, com o volume do som excessivamente elevado e ao realizar abordagem ao veículo foi constatado que o condutor apresentava visíveis sinais de embriaguez, identificado como sendo um homem (28). Diante do fato foi convidado a realizar o teste etilométrico, onde este se recusou dizendo que não realizaria teste algum. Foi dada voz de prisão ao indivíduo e confeccionado o auto de constatação de embriaguez. O condutor foi encaminhado à 14ª SDP.

Fonte: 16º BPM

Ocorrências policiais em Pitanga


FURTO QUALIFICADO: No dia 15 de abril de 2018 a equipe PM foi acionada pela vítima, residente no bairro Maria do Carmo, onde relatou que se ausentou da residência e quando retornou, verificou que a janela da frente foi forçada e violada, onde entraram na residência e dela furtaram, aparelho DVD, Câmera Fotográfica e dinheiro. Diante dos fatos foi orientada a vítima quanto aos procedimentos cabíveis. 

FURTO QUALIFICADO: No dia 16 de abril de 2018, a equipe foi solicitada pela vítima morador do BNH Coamo, onde nos relatou que havia saído de sua residência e ao retornar encontrou um rapaz dentro da residencia, que quando foi questionado, saiu correndo, este teria entrado pela porta dos fundos. Em sequencia localizada a residência do suspeito, a equipe juntamente com a vítima, identificaram o autor que havia furtado, perfumes, um relógio e certa quantia em dinheiro. Esse, confessou a autoria do crime e devolveu os itens a vítima. Diante dos fatos as partes e objetos foram encaminhadas pela vítima até a 45DRP para realizar os procedimentos cabíveis.

Fonte: 3ª Companhia de Polícia Militar - Pitanga