segunda-feira, 16 de outubro de 2017

PM da Palmeirinha recupera veículo furtado


No dia 16 de outubro de 2017, por volta das 13h50min na estrada Rural de acesso a Localidade de Gramados, Distrito da Palmeirinha, a equipe de serviço recebeu uma denúncia anônima informando que havia um veículo Fiat Uno de cor azul abandonado em uma estrada rural no distrito da Palmeirinha. Com as informações repassadas, a equipe realizou diligências e logrou êxito em localizar o veículo Fiat Uno de cor azul, o qual estava abandonado em meio as arvores, feita consulta através do sistema SESP Intranet do veículo e confirmado que havia alerta de furto para o mesmo nessa mesma data durante a madrugada. Foi constatado pela equipe que foi furtado alguns pertences do veículo Uno. Diante dos fatos, a equipe acionou o guincho do 16º BPM e realizou o encaminhamento do veículo até a 14ª SDP para as providências cabíveis.





Embarque de soja no Porto de Paranaguá é o maior da história



Três meses antes do fim do ano, o Porto de Paranaguá já bateu seu recorde histórico anual de exportação de soja. Desde janeiro até o final de setembro, o porto exportou 9,5 milhões de toneladas do grão, mais do que em qualquer ano inteiro da história. A marca é 12% superior ao antigo recorde anual, de 8,5 milhões de toneladas em 2015, e 27% superior ao total movimentado no ano de 2016 inteiro, quando foram exportadas 7,5 milhões de toneladas de soja.

O número foi alcançado em função do aumento da capacidade de escoamento do Porto de Paranaguá aliado ao interesse chinês pela produção brasileira.

“Apesar da produção recorde, a soja manteve uma boa cotação internacional, o que favorece o produtor brasileiro. Nós fizemos a nossa parte ao longo dos últimos anos e capacitamos o porto para que hoje o produto possa ser escoado no momento mais interessante para o produtor agrícola do Paraná e do restante do Brasil” afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

Desde 2011 já foram investidos cerca de R$ 624 milhões no repotenciamento e na modernização da estrutura física do Porto de Paranaguá. As ações incluem a troca dos carregadores de navios por equipamentos maiores e com maior capacidade de escoamento de grãos, a construção de novos gates, a instalação de novas balanças e correias transportadoras, além de mudanças no cais que foi remodelado.
“Conseguimos absorver toda a demanda dos usuários do porto e, ao mesmo tempo, desafogar as estradas que dão acesso a ele, já que estamos há seis anos sem registrar filas de caminhões”, complementa o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino.

SAFRA – De acordo com um levantamento da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), o Brasil foi o país que mais aumentou sua produção de soja entre os exportadores, colhendo cerca de 18,2 milhões de toneladas a mais em comparação à safra passada. Em seguida estão os EUA com 10,4 milhões de toneladas a mais em relação à safra anterior.
Somente as cooperativas agropecuárias, setor que no Paraná responde por 18% dos embarques do agronegócio, exportaram 2 milhões de toneladas de soja neste ano – Paranaguá é o principal porto escoador da produção.
“O Brasil é o país que mais tem aumentado a produção de soja, é competitivo no cenário mundial e tem cada vez mais se estruturado para exportar. Prova disso são os investimentos que ocorrem no Porto de Paranaguá. Isto tem alavancado as exportações e feito com que o mundo se volte cada vez mais para o agronegócio de nosso país”, afirma o presidente da Ocepar, José Roberto Ricken.

O dirigente lembra ainda que a colheita do grão iniciou mais cedo no Brasil neste ano em comparação à safra passada. No Paraná, os agricultores já haviam colhido 31% da soja do estado em fevereiro de 2017, enquanto que no mesmo período do ano passado esse percentual era de 7%.
“Por isso, o pico de exportação de soja ocorreu entre março e junho deste ano. Aliado a isso, ainda há o fato de que as safras não ocorrem ao mesmo tempo nos hemisférios Norte e Sul. Enquanto o Brasil já plantou, colheu e agora está exportando soja, nos Estados Unidos o grão ainda está no campo”, explica Ricken.

“A produção brasileira é muito competitiva no mercado externo, apesar dos custos logísticos serem elevados no país, motivo pelo qual os compradores chineses se voltam para o mercado brasileiro”, completa Ricken. Ele acescenta que cerca de 86% de todo o volume de soja em grãos exportados pelo Porto de Paranaguá neste ano teve como destino o mercado chinês.

PORTO - Nos últimos dois anos, o Porto de Paranaguá bateu 34 recordes históricos de movimentação de cargas. Só neste segundo semestre, o Corredor de Exportação bateu recorde de embarque de grãos num período de 24 horas, com 134.057 toneladas, e o recorde de embarque mensal, com 2,02 milhões de toneladas em agosto.

Em 2017, o crescimento nos embarques de soja em Paranaguá nestes primeiros nove meses do ano é o mais representativo entre os principais portos brasileiros exportadores de grãos. Enquanto o porto paranaense cresceu 27%, os embarques de soja no Porto de Santos aumentaram em 11% e 8% no Porto de Rio Grande.

O desempenho mensal das exportações do produto também foi o melhor resultado para setembro desde 2013. Neste ano, foram movimentadas 637 mil toneladas de soja ao longo dos 30 dias do mês, praticamente o dobro do registrado em 2015 e mais do que o triplo do ano passado.

Fonte: AEN

Começa nesta sexta e vai até domingo, o Congresso do Círculo de Oração da Igreja Assembleia de Deus de Turvo


A Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Turvo, convida a todos os moradores de Turvo e região para participarem do grande Congresso do Círculo de Oração (Rosa de Saron) e Mocidade (Fonte de Adoração). 

Será nos dias 20,21 e 22 de outubro.

Ministrando a palavra o pastor Jaydson Jerônimo de São José dos Pinhais – PR e no louvor a cantora Clair Reis de Curitiba - PR.

Pastor presidente: Antônio domingos dos santos

Pastor local: Ezequiel Ribeiro batista

Representante do presbitério: Pr. Agnaldo Cardoso

Programação:

Dia 20 sexta-feira: culto com início às 19h30 (Preletor: Pr. Agnaldo Cardoso, de Guarapuava - PR e cantores Locais)

Dia 21 sábado: Culto com início às 19h00 (Preletor: Pr. Jaydson Jerônimo, São José dos Pinhais - PR e cantora Clair Reis, Curitiba-PR)

Dia 22 domingo: Manhã Missionária a partir das 9h00 

12h00: Almoço 

14h30: Tarde de louvor

Às 18h30 grande culto de encerramento (Pastor Jaydson Jerônimo , de São José dos Pinhais - PR e cantora Clair Reis, Curitiba-PR).

Endereço da igreja: Rua Eucalina Nunes, 278 próximo a Rodoviária. 

Contamos com a sua presença e de sua família!



PRF flagra cinco ultrapassagens proibidas por hora durante o feriado no Paraná

Foram 635 flagrantes de manobras irregulares de ultrapassagem; oito pessoas morreram em cinco dias de operação.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 635 motoristas executando manobras de ultrapassagens proibidas durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida no Paraná.

O número equivale a cinco flagrantes por hora, ou um a cada 12 minutos.

Entre quarta-feira (11) e domingo (15), oito pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais do estado. Outras 126 ficaram feridas. A PRF atendeu 163 acidentes.

Ao longo dos cinco dias da Operação 12 de Outubro, a PRF abordou 112 motoristas que dirigiam sob o efeito de bebidas alcoólicas no Paraná. E mais de 8,7 mil veículos tiveram imagens de suas placas capturadas por radares portáteis, por transitar acima do limite máximo de velocidade.

Um automóvel foi flagrado a 208 km/h na BR-277 na tarde de sábado (14) em Cascavel, na BR-163. Durante a mesma fiscalização, uma motocicleta passou pelo radar portátil da PRF a 205 km/h. Ambos os proprietários receberão uma multa de R$ 880 e terão ainda a carteira de habilitação suspensa por um período de dois a oito meses.

Em 42 abordagens realizadas durante a operação, os agentes da PRF constataram que crianças eram transportadas sem os equipamentos de retenção adequados --cadeirinha, bebê-conforto ou assento de elevação, conforme a idade.

No total, 311 veículos foram recolhidos, por diversas irregularidades. Dez carros roubados foram recuperados pelos policiais rodoviários federais. No total, 60 pessoas foram presas, por diferentes crimes.

Como o feriado de 12 de Outubro caiu em uma quarta-feira no ano passado, a PRF não divulgou comparativo com 2016.

Acidentes com mortes

Três das oito mortes registradas pela PRF durante o feriado no Paraná ocorreram em colisões frontais. Outras duas, em atropelamentos.

Apenas uma morte foi registrada durante o dia --as outras sete ocorreram à noite ou de madrugada.

Entre as causas dos acidentes fatais estão desatenção, desobediência à sinalização, ingestão de bebidas alcoólicas e sono.

Em um dos acidentes, na noite de domingo (15), uma criança do sexo feminino com nove meses de idade morreu. Ela era transportada sem bebê-conforto. O carro em que ela estava capotou na BR-272, em Marilândia do Sul, na região norte do estado. A criança foi ejetada durante o acidente.

A ocorrência com maior número de vítimas mortas foi registrada na noite de sábado (14), quando duas mulheres morreram em uma colisão frontal na BR-376, em Ponta Grossa. O carro em que elas estavam invadiu a pista contrária e colidiu contra um ônibus.

Balanço da Operação 12 de Outubro nas rodovias federais do Paraná:

- 8 mortos
- 126 feridos
- 163 acidentes
- 112 casos de embriaguez ao volante
- 635 flagrantes de ultrapassagens proibidas
- 8.782 veículos acima do limite de velocidade
- 42 crianças sem cadeirinha
- 311 veículos recolhidos
- 10 veículos roubados recuperados
- 60 pessoas presas.

Fonte: PRF

Fiat Uno é furtado em Palmeirinha


Relatou a vítima que mora na Rua Moreira de Campos, no Distrito da Palmeirinha, que durante a madrugada dessa segunda (16), foi furtado da frente da sua residência, seu veículo Fiat/Uno Mille SX placas AHR 0876 de cor azul. Segundo ele, não escutou nenhum barulho, e que o veículo estava com pouco combustível e sem chave. A PM realizou patrulhamento, porém sem êxito até o momento na localização. Ficando a vítima devidamente orientada.

Bebê de nove meses morre após ser arremessado de carro na BR-376


Um bebê de nove meses morreu depois de ser arremessado de um carro, na BR-376, em Marilândia do Sul, no norte do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), a criança estava no colo da avó, no banco de trás, quando o carro capotou e caiu em um barranco, na noite de domingo (15).

Ainda de acordo com a PM, os pais do bebê e a avó voltavam para casa, na zona rural de Marilândia do Sul, quando o motorista, de 18 anos, fez uma conversão para entrar na estrada de terra e perdeu o controle da direção.

A criança morreu na hora. Os outros ocupantes do veículo tiveram ferimentos leves e foram encaminhados ao posto de saúde da cidade, em estado de choque, conforme a polícia.

Foto: Ronaldo Senes
Fonte: G1 - PR