terça-feira, 17 de junho de 2014

Ochoa brilha, Brasil empata sem gols com o México, mas ainda lidera

Goleiro salva duas conclusões de Neymar, uma de Paulinho e outra de Thiago Silva e mantém rivais iguais em pontos, mas Seleção tem mais saldo
              Ochoa defende cabeçada à queima-roupa de Thiago Silva aos 40 minutos do segundo tempo (Foto: Reuters)

Desde muito cedo, brasileiros e mexicanos dividiram as ruas de Fortaleza esbanjando simpatia e alegria. A capital nacional do humor ganhou esse presente. Visualmente era possível ver que havia mais brasileiros do que mexicanos entre os mais de 60 mil presentes, mas sonoramente a briga foi grito a grito.


Foi preciso até mesmo os brasileiros imitarem o xingamento de "p.." no tiro de meta adversário para igualar a briga. Olé, vaias, aplausos, músicas bem-humoradas, “sou brasileiro com muito orgulho”... Não faltou agitação no público. Uma pena que o 0 a 0 prevaleceu.

A Seleção volta a campo pela Copa do Mundo na próxima segunda-feira, dia 23 de junho, contra Camarões, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Independentemente do resultado dos africanos contra a Croácia nesta terça-feira, em Manaus, às 19h (de Brasília), o Brasil joga pelo empate na última rodada para se classificar às oitavas.
O desafio na arquibancada já estava lançado havia tempos, desde que os portões do Castelão foram abertos. Restava saber como os jogadores se comportariam dentro de campo, tamanha a agitação dos torcedores. Destemido, o México foi para o ataque nos primeiros minutos. Foi também para cima de Neymar, caçado pelos rivais.

VEREADOR ERALDO MATTOS TEM PROJETO DE LEI APROVADO...


Presidente Dilma visita área atingida pela chuva no interior do Paraná

Presidente deve chegar a União da Vitória a partir das 12h desta terça (17). 
11 pessoas morreram e 773.511 foram atingidas pelo temporal no PR.


União da Vitória rece a visita da presidente Dilma nesta terça-feira (Foto: Arnaldo Alves / ANPr)
O número de vítimas prejudicadas pela chuva que atingiu o Paraná entre os dias 7 e 8 de junho chega a 773.511, segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual, às 8h desta terça-feira (17). Conforme o balanço, uma das cidades mais atingidas é União da Vitória, o sul do estado, que decretou estado de calamidade pública. Mais de 12 mil pessoas ficaram desalojadas e 520 estão alocadas em abrigos públicos. A região vai receber a visita da presidente Dilma Roussef nesta terça a partir das 12h. Às 12h45 ela deve participar de uma reunião de trabalho na Câmara de Vereadores.

Ainda conforme a Defesa Civil, a situação em União da Vitória também é preocupante porque  o nível do Rio Iguaçu voltou a subir atingindo 8,11 metros de profundidade - a marca mais alta desde que os temporais começaram na região. O nível normal do trecho do rio que passa pelo município é 2,5 metros de profundidade. Mais de 52 mil pessoas foram atingidas na cidade e 520 estão alocadas em abrigos públicos.
Antes de visitar o Paraná, a presidente vai sobrevoar as áreas atingidas pela chuva em Santa Catarina, que também causou estragos em várias cidades.
Em Guarapuava, na região central, 167.562 pessoas foram atingidas e 344 estão desabrigadas. Destas, 234 estão em abrigos públicos. Em todo o estado, 32.456 pessoas estão desalojadas. Há ainda 6.008 desabrigados, e 3.605 permanecem em abrigos públicos. Onze pessoas morreram, e outras 171 ficaram feridas. Além disso, 147 municípios decretaram situação de emergência.
A Defesa Civil do Paraná estima que osprejuízos causados pela chuva já passem de R$ 600 milhões, porém existe a estima é de que o valor alcance a casa do R$ 1 bilhão. O valor exato, contudo, só será conhecido após a água baixar completamente para que as autoridades possam fazer um relatório exato sobre os danos.
Ajuda do Governo Federal
De acordo com o Ministério da Integração Nacional, o Paraná recebeu, até sexta-feira (13), R$ 3,9 milhões, em recursos do governo federal, para lidar com os estragos provocados pela chuva dos últimos dias. A quantia, conforme informado, é referente aos recursos em espécie e também com outros tipos de ajuda, como o apoio de helicópteros do Exército, que custaram R$ 90 mil.
Doações
As doações para as vítimas da chuva estão sendo arrecadadas em vários pontos do estado, entre eles todos os órgãos públicos, prefeituras, delegacias e batalhões da Polícia Militar (PM). Em Curitiba, as doações são encaminhadas ao Provopar, que faz a separação dos materiais. Confira todos os endereços.
Há necessidade de colchões, cobertores, roupas de cama, fraldas, água, materiais de higiene e limpeza, roupas, cestas básicas, entre outros. Confira todos os endereços.



CAMPEONATO AMADOR e JUNIORES 2014 PROGRAMAÇÃO DE JOGOS


PREFEITURA DE TURVO RECEBE MAIS MAQUINÁRIOS









NA TARDE DESSA SEGUNDA 16 DE JUNHO, HOUVE TREINAMENTO DOS OPERADORES DOS CAMINHÕES E  ESCAVADEIRA, QUE DARÃO INICIO AOS TRABALHOS,  JUNTO A SECRETÁRIA DE OBRAS E VIAÇÃO, COM A PRESENÇA DO PREFEITO NACIR E DO VICE MIGUEL.