quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Turvo - Boletim Oficial Covid-19



Nesta quinta-feira (07) foram confirmados 02 casos para covid-19. Aumentando o número de casos para 397 casos positivos por meio do exame PCR do LACEN (Laboratório Central do Estado do Paraná), manteve-se o número de casos confirmados por meio de sorologia que são 05, somando-se assim 402 casos confirmados de covid-19, em Turvo.

Uma pessoa encontra-se internada no Hospital Regional de Guarapuava, na enfermaria. 

43 pessoas foram liberadas do isolamento domiciliar. Com isso,  351 casos estão recuperados, e 52 casos ativos, 78 pessoas aguardam o resultado do exame em isolamento domiciliar.



Vacinação no Paraná começará em janeiro, alinhada ao plano nacional


O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta quinta-feira (7), em visita à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, que a vacinação no Paraná deve começar em janeiro em profissionais de saúde e comunidades indígenas isoladas. A campanha respeitará os critérios do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 e as doses que ingressarem no Programa Nacional de Imunização (PNI).

“O Ministério da Saúde tem anunciado que a partir do dia 20 começa essa campanha de imunização em todo o território nacional”, ressaltou Ratinho Junior.

Ele destacou que haverá inclusive doses do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pelo Laboratório AstraZeneca, e que no Brasil está sob responsabilidade da Fiocruz. “Foi uma agenda muito importante para conhecer a área técnica e a preparação da produção da vacina”, disse

A Fiocruz informou que o protocolo de uso emergencial do imunizante será entregue à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta sexta-feira (8). Após a aprovação, o Paraná vai receber parte de 2 milhões de vacinas que serão importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina na Índia. As doses deverão ser as primeiras aplicadas no País, junto com a Coronavac/Butantan.

PRONTO - O governador reforçou que o Paraná respeitará o calendário nacional e está se preparando desde o ano passado para receber, armazenar, distribuir e imunizar milhões de paranaenses em 2021. “O Paraná está pronto. Temos agulhas, seringas, praticamente dois mil pontos de vacinação e uma logística pronta para os imunizantes chegar nos municípios”, disse Ratinho Junior.

Ele destacou ainda o processo de regionalização dos serviços de saúde iniciado ainda em 2019 e disse que a Secretaria de Estado de Saúde já trabalha esta estratégia em conjunto com as prefeituras e as regionais há bastante tempo. “Estamos reafirmando esse modelo que é bem sucedido. Teremos toda a logística necessária para distribuir a vacina aos municípios, com todo o apoio necessário”.

HISTÓRICO - Ratinho Junior defendeu o histórico de campanhas de vacinação do Brasil e o Programa Nacional de Imunização (PNI). “O País tem esse ativo, independente de governo. Sempre acreditamos nessa estratégia de imunização”, declarou ele.

O governador disse que o Paraná está se colocando à disposição para inclusive ajudar outros estados. “E, agora, com essa visita, conhecendo in loco, esperamos começar a imunização no começo de 2021 para trazer mais tranquilidade para a população”, completou.

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que a visita possibilitou conhecer de perto a linha de produção planejada pela Fiocruz e afirmou que o Estado tem uma parceria sólida com a instituição. “Vamos vacinar em todos os municípios do Estado. Estamos preparados para fazer uma grande campanha de vacinação no Paraná”.

FIOCRUZ - A Fiocruz vai protocolar o pedido de uso emergencial da vacina e, em paralelo, está encaminhando o processo do registro definitivo. O acordo com a farmacêutica inglesa prevê a disponibilização de 254 milhões de doses aos brasileiros nos próximos meses, sendo 210 milhões em 2021.

A distribuição será escalonada em 2 milhões de doses em janeiro, 4,5 milhões em fevereiro, 20 milhões em março, 26 milhões em abril, 59,9 milhões até julho e o restante no decorrer do segundo semestre. A previsão da entidade é de que toda a produção seja nacional até agosto.

“A pandemia nos trouxe um desafio a mais e a visita do governador aprofunda essa relação de sucesso que temos com o Paraná. Também pudemos conversar sobre parceria científica, pesquisas de doenças raras - o que chamamos de saúde pública de precisão -, além de desafios em ciência e tecnologia”, afirmou a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade.

Segundo ela, o papel da entidade nesse momento é contribuir para o início da vacinação no Brasil. “É um trabalho amplo e para toda a população. Em breve entregaremos as primeiras doses da vacina brasileira, já produzida aqui. É uma tecnologia para o País, para o SUS, para o programa de imunização. Contribuímos com soluções a partir de ciência. É hora de amenizar o sofrimento da população”, acrescentou Nísia.

MANGUINHOS – Na visita, o governador Ratinho Junior conheceu o espaço em Bio-Manguinhos que passa por reformas para ser utilizado para a produção das primeiras doses nacionais de Oxford/AstraZeneca.

“Estamos adaptando uma área que já existia e as obras estão em ritmo acelerado, com previsão de conclusão em março. A Anvisa fará uma inspeção e concederá o Certificado Técnico Operacional para começar a produção”, disse o presidente da Bio-Manguinhos, Mauricio Zuma. “Estamos motivados para trabalhar de forma rápida”.

O governador também conheceu o novo hospital da Fiocruz, construído em menos de dois meses durante a pandemia. A unidade é destinada a pacientes graves contaminados pela doença. Localizado em Manguinhos, o Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19 – Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) recebeu investimento federal de R$ 184,1 milhões.

Outra unidade visitada foi a de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 que fica na Fiocruz. A Fundação também começou, em abril, a unir sua expertise à infraestrutura tecnológica com a implantação de Unidades de Apoio. O Rio de Janeiro, Paraná, São Paulo e Ceará foram os estados contemplados com as plataformas capazes de processar em larga escala as amostras suspeitas da doença. No Paraná, os equipamentos foram instalados por Bio-Manguinhos no campus da Fiocruz no Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).

PRESENÇAS - Estiveram presentes na visita o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado; e o diretor-geral da Secretaria de Saúde, Nestor Werner Júnior.

Confira as medidas que o Governo do Estado já adotou para a vacinação

- 11 milhões de seringas já adquiridas;

- Registro de preço para aquisição de 16 milhões de seringas;

- 21 câmaras frias já adquiridas e 180 em processo de aquisição;

- Contratação de 31 câmaras frias para armazenamento em parceria com o governo federal;

- 1.850 salas de vacinação aptas, em estratégia com os municípios;

- Possibilidade de ampliação de locais de vacinação com a estratégia extramuros;

- R$ 200 milhões na LOA 2021 para aquisição de vacinas;

- Abertura de processo de aquisição de agulhas;

- R$ 22 milhões para aquisição de EPIs: máscaras, luvas, gorros, avental, algodão;

- Freezers (produção de gelo) e equipamentos de ar-condicionado já adquiridos;

- 4 contêineres refrigerados de 40 pés para armazenamento de 100 mil doses de vacinas cada no Cemepar;

- 17 ª Regional de Saúde já locou um contêiner de 20 pés para armazenamento de 50 mil doses de vacina;

- 4 caminhões refrigerados para distribuição vacinas e possibilidade de aquisição de novos veículos;

- Perspectiva de implantação de câmaras modulares para armazenamento de frios nas 22 Regionais de Saúde.

Aproveite as Ofertas do Festival Suíno do Suprema Supermercado de Turvo

 


Ossada de jovem desaparecido é encontrada em Prudentópolis

O Jovem Tcharley Fabrício Das Neves, 25 anos, estava desaparecido desde o dia 11/08/2019 quando seu veículo Volkswagen Gol foi encontrado carbonizado na estrada principal que liga a cidade de Prudentópolis até a Localidade de Linha São Pedro, área rural do Município

Na tarde de hoje, 07/01/2021, Policiais Civis sob o comando do Delegado Dr Rodrigo Cruz Dos Santos encontraram uma ossada humana no Bairro Jardim Delmira, perímetro urbano de Prudentópolis.

De acordo com Informações do Delegado Dr Rodrigo, um suspeito de ter enterrado o corpo de Tcharley teria confessado o crime e indicou onde estava enterrado o corpo.

Os Policiais Civis foram até o local e com o apoio de uma retroescavadeira da Prefeitura Municipal começaram a cavar.

Durante a escavação um osso humano foi desenterrado, imediatamente os Policiais acionaram o Corpo De Bombeiros Militares de Prudentópolis para ajudarem a desenterrar a ossada.

O corpo estava amarrado com fios elétricos, mesmo após a decomposição do corpo os fios elétricos permaneceram na cova onde a vítima estava enterrada.

De acordo com o Delegado, o suspeito que mostrou onde estava o corpo nega ter assassinado Tcharley, segundo o acusado, ele e mais um indivíduo, que foi encontrado morto por enforcamento na cadeia de Prudentópolis, só foram os responsáveis por enterrar o corpo da vítima.

De acordo com Informações repassadas pelo Dr Rodrigo, a ossada foi identificada como sendo do jovem Tcharley Fabrício das Neves. “Ainda falta fazer um exame de DNA para ter cem por cento de certeza, mas com os objetos encontrado junto com a ossada, entre os objetos está a chave do carro da vítima e já teria sido reconhecida por familiares da vítima”, disse o Delegado.

O Advogado que representa a família de Tcharley, Jaminus Quedaros também afirmou que o corpo já está previamente identificado, que familiares teriam reconhecido os pertences da vítima.

Familiares da vítima que residem em Santa Catarina virão para Prudentópolis para fazer o exame de DNA, para “confrontar” com o DNA da ossada.

A ossada foi recolhido pelo IML de Guarapuava que deverá liberar para a família após o resultado de exame de DNA.


Operação da PM e PF desmantela grupo envolvido em roubos a bancos



Nove pessoas foram presas durante a operação Resposta, uma ação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Federal contra um grupo criminoso que praticava roubos a banco e de cargas no Paraná. Foram apreendidos dois fuzis, pistolas e revólver, além de colete balístico. Em uma das ações do grupo, um soldado da PM acabou morto ao tentar impedir um roubo em fevereiro do ano passado.

O balanço do trabalho conjunto das polícias foi divulgado nesta quinta-feira (07/01), no Quartel do Comando-Geral da PM, em Curitiba. "Iniciamos uma operação conjunta entre a PM e a PF, tanto na área investigativa quanto na área operacional, e também na área de cumprimento de mandados”, explicou o subcomandante-geral da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

“Foram vários meses de acompanhamento de alvos, equipes da Inteligência trabalhando de forma integrada com a PF, e nesta quarta-feira logramos êxito na prisão de um dos indivíduos na RMC, talvez o mais importante da facção. Com ele foi apreendido fuzil, colete, armamento, e droga, oriundos desses crimes que eles vêm cometendo há vários anos, tanto no Paraná como em outros estados”, afirmou.

O modo de atuação e a violência praticada pelo grupo durante os crimes fez com que as polícias Militar e Federal iniciassem trabalho conjunto para encontrar os autores. Os principais articuladores do grupo foram localizados pelas equipes policiais.

Dois deles foram presos após o roubo a banco de Floraí (Noroeste do Paraná), em dezembro do ano passado.

Um foi preso na tentativa de fuga e o segundo acabou localizado nesta quarta-feira). Um terceiro homem, que teria se ferido ao confrontar a PM nesta ocorrência, ainda não foi encontrado. Os demais detidos foram localizados durante cumprimento de mandados judiciais expedidos ao longo da investigação.

Segundo o delegado da Polícia Federal, Peterson Manys, graças ao trabalho integrado foi possível desarticular a quadrilha. "Essa união só fortalece e a partir do momento em que as forças policiais, independente da instituição, trabalham juntas os resultados são extraordinários e de pronta resposta para a comunidade", afirmou. Ele ainda acrescentou que um dos presos já tinha passagens por roubo. "O suspeito que foi preso em Ponta Grossa já tinha sido preso no Piauí. Eles atuam em vários estados", disse. 

PRIMEIRA AÇÃO - A primeira ação do grupo, que marcou o início das investigações, ocorreu em Telêmaco Borba, em fevereiro de 2020. Um banco foi alvo de roubo e uma equipe do 26° Batalhão de Polícia Militar tentou barrar a fuga dos suspeitos, que confrontaram os policiais e mataram o soldado Welington Rafael Moreira.

Outros crimes executados pelo grupo ao longo dos meses evidenciou a organização que os suspeitos possuíam. Segundo as informações apuradas pelas equipes policiais durante a investigação, descobriu-se que eles cometiam os crimes com atuação com outros grupos criminosos, sempre com foco em roubos contra o patrimônio.

Depois do roubo a banco em Telêmaco Borba, os envolvidos roubaram uma van na Região Metropolitana de Curitiba. Nesta ação, o motorista do carro ficou sob a mira de uma arma de fogo enquanto os demais integrantes da quadrilha retiravam os bens. Posteriormente, um homem foi preso por envolvimento neste roubo.

Em dezembro, em um segundo roubo a banco na cidade de Floraí, houve a intervenção dos policiais militares da região de Ponta Grossa após os marginais atacarem uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, fato que deixou uma policial militar ferida ao tentar deter o grupo.

Um dos envolvidos foi encontrado pela PM em Colombo, e informações repassadas à PM apontam que outro homem que estava nesta ocorrência acabou ferido após confrontar os policiais militares e, pode estar em óbito, numa região de mata, segundo informações recebidas pela PM.

PRE encontra 300 kg de maconha em caminhão que bateu contra árvore, em Pinhão


A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) encontrou 300 kg de maconha após atender um acidente de um caminhão que colidiu contra uma árvore na madrugada desta quinta-feira (7) na PR-170, em Pinhão.

Segundo a polícia, os agentes localizaram a droga em um fundo falso na carroceria do veículo. Parte do conteúdo era de skank, uma variação da maconha, de acordo com a PRE.

O motorista do caminhão abandonou o veículo e fugiu do local após a batida, conforme informações da polícia.

A PRE informou que a droga será encaminhada para a Polícia Civil.

Com G1 - PR


Cezinha Veículos e Caminhões reinaugurou em novo endereço em Turvo


Reinaugurou em novo endereço em Turvo, Cezinha Veículos e Caminhões, na PRC- 466, próximo ao Restaurante Fronteira.

Lá você encontra seu automóvel caminhonete, maquina ou caminhão, também trabalhamos com financiamentos, compra, vendas, locações e transporte de maquinas pesadas e agrícolas,

Venha nos fazer uma visita conhecer as novas instalações e tomar um cafezinho com a gente.

Cezinha Veículos e Caminhões - Fone 42-36421327 - WhatsApp 9 9949-1999.







Mulher é encontrada morta dentro de casa, em Prudentópolis


Por volta das 15h30min do dia 06 de janeiro, compareceu um casal, os quais são familiares da Sra, 52 anos, a qual apresentava sinais de depressão e segundo vizinhos há aproximadamente 10 dias a não saía de dentro de casa bem como, não abria as janelas e cortinas. 

Os familiares tentaram contato com a mesma sem sucesso e também sentiram mal cheiro. Diante dos fatos a equipe RPA deslocou até o endereço para averiguar. Ao chegar no local a equipe constatou óbito, sendo acionado a Polícia Civil.

Fonte: PM

Homem de 32 anos é encontrado morto em Candói


Por volta das 08h40min do dia 06 de janeiro, entrou em contato com a equipe de RPA o Sr, 76 anos o qual passou a relatar que nesta manhã chegou em seu sítio e foi procurar pelo funcionário, 32 anos, que localizou o mesmo na sede da propriedade já em óbito. 

Deslocado até o local, onde foi verificado que a residência não possui sinais de arrombamento ou acesso; compareceram no local também o médico e enfermeiro, os quais verificaram que o corpo não possui sinais de violência, onde o médico atestou o óbito como natural. As demais providências foram adotadas pela secretária municipal de saúde.

Fonte: PM
Publicidade