terça-feira, 20 de julho de 2021

Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Turvo


No mês de fevereiro de 2019 foi dado início às obras da Estação de Tratamento de Esgoto e da rede coletora. Até então, Turvo não contava com nenhum metro de rede de coleta e tratamento sanitário.

A primeira etapa das obras já foi concluída. Sendo instalada a Estação de Tratamento de Esgoto, com capacidade para o tratamento de 5 litros por segundo de dejetos sanitários, e que atenderá todos os imóveis com acesso à rede coletora.

A Estação de Tratamento foi estrategicamente implantada próxima a antiga pedreira, por se tratar de um local de baixa altitude, assim, contribuindo para a captação do esgoto através da rede coletora por meio da gravidade.

Também nesta primeira etapa, foram concluídas mais de 3 km da rede coletora, que já atende 152 imóveis. Representando cerca de 10% da população turvense já dispondo deste serviço de saneamento básico.

E NÃO PARA POR AÍ

No início deste ano de 2021, foi dado início a segunda etapa da obra, que atenderá no total 518 unidades domiciliares. A Segunda etapa, com seus mais de 13 quilômetros de extensão, atenderá trechos das ruas: Avenida Moacir Júlio Silvestri, Rua Vereador Renê Rickli, Rua Floriano Caetano Pinto, Benedito Lisboa de Souza, Tiradentes, José Antunes Moreira, Pedro Horst, Pedro Marcelino Ribeiro, Roberto Rickli Sobrinho, Dr. João Ferreira Neves, EliasRickli, Avenida 12 de Maio, e Av. Maria Bettega.

Esta segunda etapa da obra, tem previsão de término na metade do ano de 2022, e totaliza um investimento de R$ 2.977.000,00.

BENEFÍCIOS DO TRATAMENTO DE ESGOTO

Ao final da segunda etapa, a rede coletora atenderá cerca de 33% da população turvense, que terá tratamento de 100% dos dejetos coletados pela rede.

A coleta e tratamento do esgoto além de proporcionar uma maior facilidade no descarte dos dejetos sanitários da população, que não precisará mais se preocupar com fossas sépticas ou outros meios de descarte. Também oferece maior qualidade de vida, na medida em que os dejetos serão destinados de forma segura, garantindo que não sejam descartados de forma irregular, auxiliando a combater o contágio de doenças e infecções causadas pela contaminação de excrementos humanos.

Os esgotos não tratados contaminam a água, o alimento, as mãos, os utensílios domésticos e o solo, assim como podem ser transportados por insetos (baratas e moscas, por exemplo) e roedores. Causando doenças como a cólera, a hepatite, a leptospirose, as viroses, a febre tifóide, a disenteria, as parasitoses e outras.

Para se ter uma ideia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, a cada $1 investido em saneamento, há uma redução de $4 em gastos com a saúde. O mesmo relatório da OMS ainda reforça que uma comunidade com esgoto tratado é mais produtiva, com menos dias perdidos de trabalho, além de ter seus imóveis valorizados, o que impacta positivamente na economia.

Além, é claro, dos impactos positivos ao meio ambiente. Os dejetos em fossas sépticas irregulares podem atingir lençóis freáticos, ou no descarte incorreto atingindo até mesmo os rios. Os poluentes presentes nestes dejetos sem tratamento, impactam diretamente na qualidade da água e na sobrevivência da vida aquática.

A decomposição da matéria orgânica por meio natural, por exemplo, causa a diminuição da concentração de oxigênio dissolvido, provocando a morte do ecossistema aquático (peixes e outros organismos), escurecimento da água e provoca cheiros desagradáveis. Também existe a possibilidade de eutrofização pela presença de nutrientes provenientes dos restos alimentares e das fezes. Isso gera um crescimento acelerado de algas que produzem biotoxinas na água.

O SERVIÇO LIMPA-FOSSA

O serviço limpa-fossa, oferecido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras, hoje conta com uma grande fila de espera para o atendimento, que oferta o serviço com um caminhão próprio e em eventuais necessidades mais um caminhão terceirizado, por vezes não consegue atender de forma ágil toda a população necessitada.

Desta forma, a rede de esgoto também auxiliará na resolução deste problema, na medida em que as casas que já possuem a ligação com o esgoto não precisarão mais do serviço de limpa-fossa. Assim, oferecendo um trabalho mais ágil e eficiente para quem necessita.

Confira os pontos já executados: Clique aqui

Sua casa já possui acesso a rede de esgoto, porém não efetivou sua ligação? Ligue para a Sanepar e receba as orientações: 0800-200-0115.


Fonte e foto: Prefeitura de Turvo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade