sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Sem chuvas, população precisa fazer uso inteligente da água

Além da estiagem, elevação inesperada das temperaturas colabora para o aumento no consumo

A falta de chuvas nas últimas semanas está causando a diminuição do volume de água de mananciais superficiais (rios) e subterrâneos (poços) em diversas regiões do Estado. Na região de Guarapuava, os mananciais que abastecem os municípios de Laranjeiras do Sul, Pitanga e Marquinho já sentem as consequências da estiagem.

O Rio do Leão, principal manancial de abastecimento de Laranjeiras do Sul, e o seu afluente, Rio Virtuoso (ou Simões), apresentam níveis abaixo do normal para o período. O Rio Ernesto, que abastece Pitanga, está com a vazão reduzida a menos da metade. Os poços que abastecem o distrito de Poema, no município de Nova Tebas, estão com vazão reduzida em 30%. E o Arroio Liso, que abastece o município de Marquinho, também teve redução da vazão para menos da metade e a Companhia está captando 100% do manancial.

“Estamos operando normalmente todos os sistemas de abastecimento da região. Em alguns, como Guarapuava, o bom volume dos mananciais atende a demanda mesmo com semanas de estiagem. Porém, nesses municípios citados, os mananciais estão mais comprometidos pelas semanas sem chuva. E isso exige de todos nós o consumo consciente e o uso racional da água”, ressalta o gerente da Sanepar na região, Evandro Dalmolin.

Junto à estiagem soma-se o calor intenso. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou, na segunda-feira (09), alerta laranja devido à onda de calor que chegou ao Paraná. O órgão diz que a previsão para até a próxima semana é de até 5º C acima da média para esta época. “Se a estiagem se prolongar e o calor intenso permanecer, podem ocorrer faltas de água pontuais ou redução de pressão na rede nesses municípios. Quando há períodos longos sem chuva, é muito importante que a população economize a água e priorize o consumo com atividades essenciais”, orienta o gerente.

Uso consciente – A previsão do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) aponta possibilidade de pancadas de chuva na região a partir da terceira semana de setembro. Em situações assim, é imprescindível que todos colaborem e adotem hábitos de uso racional da água. A orientação é para que as pessoas priorizem o consumo humano, no uso para alimentação e higiene pessoal. Serviços menos essenciais, como lavagem de carros e calçadas, devem ser adiados.

Outra recomendação é reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas, reutilizando-a na limpeza, na rega de plantas, na lavagem de calçados e tapetes e até mesmo no vaso sanitário. Pequenas ações de economia, como reduzir o tempo no chuveiro, fechar as torneiras ao lavar louça, escovar os dentes e fazer a barba, também representam muito na economia de água.

Dicas para reduzir o consumo de água

– Reduza a lavagem diária de roupa. Acumule e use a capacidade máxima da máquina de lavar.

– A água do último enxágue do tanque ou da máquina pode servir para regar plantas, ensaboar tapetes, tênis e outras peças.

– A água do tanque ou da máquina em que foi lavada a roupa serve para lavar calçadas e pisos. Lavar calçadas com a mangueira é desperdiçar água tratada. Para “varrer” a sujeira, use a vassoura.

– Feche a cuba da pia, deixando um pouco de água. Ensaboe toda a louça e enxágue com água limpa. Não deixe a torneira aberta durante todo o tempo.

– Lave o carro usando balde: isso economiza até 300 litros de água.

– Reduzir o tempo do banho faz muita diferença na conta: cinco minutos de chuveiro consomem de 70 a 100 litros de água.

– Feche a torneira enquanto escova os dentes, ensaboa as mãos ou faz a barba. Uma torneira aberta representa 20 litros de água por minuto indo pelo ralo.

– Verifique se há torneiras pingando ou vazamento em vaso sanitário e nas demais instalações da rede interna.

FOTOS

(1) Rio do Leão, no período de chuvas: estiagem prolongada exige uso consciente da água tratada

(2) Em Pitanga, Rio Ernesto está com a vazão reduzida a menos da metade devido à estiagem

Assessoria Sanepar

Escola Elias Abrahão realizou o 1º Evento Cultural de 2019


A Escola Municipal Professor Elias Abrahão de Turvo realizou nessa sexta-feira (13), o 1º Evento Cultural de 2019 com o tema: BRASIL, uma mistura de culturas.

O evento mostrou a cultura (arte/ música/ dança), vestuário, hábitos e costumes, gastronomia, além de outros aspectos que os povos trouxeram para o Brasil. O trabalho foi realizado a partir das propostas pedagógicas desenvolvidos em sala de aula e contou com o envolvimento e todos.

Houve apresentações aos pais e demais convidados dos grupos com músicas, danças, histórico dos povos, roupas típicas, degustação da culinária e outros.





Fonte: Escola Elias 

No Paraná a expectativa é colher 19 milhões de toneladas de soja


Com o encerramento do vazio sanitário na terça-feira (10), com o objetivo de evitar o fungo causador da ferrugem asiática, os agricultores paranaenses começaram nesta quarta-feira (11) o plantio da safra de soja.

A previsão do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento é de que sejam colhidas 19,8 milhões de toneladas na safra 2019/2020, caso as condições climáticas sejam favoráveis. O plantio está liberado de 11 de setembro a 31 de dezembro, dependendo da região do Estado.

Com relação à área, a estimativa é de sejam plantados 5,5 milhões de hectares, número semelhante ao de 2018. “No ano passado, tivemos percalços com a falta de chuva e o excesso de calor. Se os fatores climáticos colaborarem, neste ano a produção será 22% maior, o que representa uma recuperação da produtividade”, explica o chefe do Deral, Salatiel Turra. Na safra 2018/2019, a soja teve uma quebra de 17%, correspondente a cerca de 3 milhões de toneladas. Com relação aos preços, a saca de 60 kg agora é comercializada atualmente por R$ 75,00, valor considerando bom, já que cobre os custos de produção.

Depois de um período muito seco, o mês de setembro começou com chuvas em algumas regiões do Estado, mas elas não foram suficientes para repor a umidade do solo e garantir a germinação da semente. No entanto, ainda é cedo para indicar possíveis perdas para a cultura, o que depende de outras variáveis. “Se a escassez de chuva se prolongar mais, é possível que a safra tenha problemas. Por enquanto, a seca pode provocar atraso especialmente no Oeste, que é a primeira região do Estado a fazer a semeadura da soja”, afirma Turra. A intenção dos produtores paranaenses é plantar a soja o mais cedo possível, para adiantar o plantio do milho na segunda safra.

Segundo o economista do Deral, Marcelo Garrido, a longa guerra comercial entre China e Estados Unidos, que aumentou a demanda pela soja da América do Sul, beneficia o produtor brasileiro. “Os problemas climáticos que reduziram a produção dos EUA neste ano, também colaboraram para aumentar a demanda do Brasil”, diz.

Fonte: AEN

PRF atende saída de pista seguida de capotamento em Imbituva


Na noite desta quinta-feira 12/09, por volta das 21h30, na BR 153 Km 2, em Imbituva - PR,  a equipe da PRF atendeu um acidente tipo saída de pista seguida de capotamento, envolvendo o veículo Fiat/Strada, com placas de Prudentópolis - PR.

Após análise dos vestígios foi verificado que o veículo seguia sentido Imbituva – BR 373, quando em uma curva o condutor perdeu o controle da direção, saindo da pista à direita, tentou voltar, atravessou a pista, saindo à esquerda, capotando, ainda colidiu no poste de iluminação, parando na via marginal. Causa principal velocidade incompatível.

Com o impacto três pessoas sofreram ferimentos, o motorista de 38 anos com ferimentos graves, e os passageiros, sendo uma mulher de 31 anos e um homem de 21 anos com ferimentos leves. Tendo sido todos socorridos por terceiros para o hospital de Imbituva.

Não foi possível realizar o teste de etilômetro no condutor, tendo em vista a gravidade dos ferimentos.

A PRF alerta: respeite os limites de velocidade e as regras de trânsito, zele pela sua segurança e dos outros.

Informações e imagem: PRF

Feto congelado é encontrado dentro de mochila


A Delegacia de Camboriú, no Litoral Norte, abriu um inquérito na manhã desta sexta-feira (13), para investigar o caso de um feto encontrado congelado dentro de uma mochila. O caso ocorreu na cidade, na noite de quinta (12), por volta das 22h30.

De acordo com o relato da Polícia Militar, foi o dono de uma empresa de reciclados que acionou a Central de Emergência. Ele contou que por volta das 22h, um dos recicladores levou o material reciclado colhido no dia.

Antes do trabalhador sair para buscar mais material para a pesagem, pediu ao dono da empresa que guardasse uma mochila que havia ganhado. Nela estariam carnes congeladas.

Ao abrir a mochila para guardar as supostas carnes no congelador, o dono da empresa encontrou o feto congelado e imediatamente ligou para os policiais militares.

O Instituto Geral de Perícia (IGP) também foi acionado para recolher o feto enquanto a corporação, junto com a Polícia Civil, colhiam dados.

Quando retornou ao local, o coletor contou que recebeu a mochila de um homem na rua Alagoas. Com as características do suspeito, os policiais militares fizeram buscas na região e entraram em contato com os moradores, mas ele não foi encontrado.

Investigações

A delegada Giselle Cristiane Costa Lima, informou que a polícia busca imagens que possam identificar o suspeito e que aguarda o laudo do IGP.

Fonte: G1 - SC

Sementes de pastagem de qualidade e com o melhor preço, você encontra na Natusolo Comércio de Produtos Agrícolas em Turvo


Na Natusolo você sementes de pastagens grafitada da Boi Gordo (BRS piatã, xaraes marandu e MG 5). Sementes de pastagens de verão, milheto e capim sudão. 


Mudas frutíferas com a melhor qualidade você encontra a pronta entrega na Natusolo, entre elas muda de pitaya exótica:














CONFIRA OS PRODUTOS COMERCIALIZADOS NA NATUSOLO: 

ADUBOS, CORRETIVOS E SEMENTES 

Adubos orgânicos/organomineral e substratos agrícolas: Fosfato Natural, Cloreto de Potássio. 

Sulfatos de: cobre, ferro, zinco, cobalto, manganês, magnésio, molibdato de sódio, enxofre e ácido bórico; 

Sementes orgânicas/variedades (hortaliças, soja, milho, feijão, arroz e pastagens). Mudas frutíferas (todas as espécies) Sementes de Flores. 

PRODUTOS NATURAIS 
Fertilizante foliar: Herbicidas e inseticidas naturais (controle de pragas e doenças): Kit Super magro. 

PECUÁRIA 
Farelos: (trigo, soja, milho): Núcleos (suínos, aves, bovinos): Pintainhos (postura corte Embrapa): Sal (mineral e comum). 

FERRAMENTAS 
Material p/horticultura (irrigação, plástico, estufa, gotejamento, bandeja isopor): Resfriadores de leite (granel e imersão): Ordenhadeiras e peças em geral: Comedouros e bebedouros para suínos e aves: Pulverizadores: Desintegradores/tributadores, misturadores de ração: Moenda -de-cana: Motores elétricos: Material para cercas elétricas: Descascadores de arroz, Telas e arames. 

REPRESENTANTE SULINOX 
Mais tecnologia na sua produção. 

Resfriadores, Ordenhadeiras, Peças e Assistência Técnica. 

Comércio de Produtos Agrícolas NATUSOLO Ltda. 

Nossa Senhora Aparecida, 903 Turvo – PR Telefone: (42) 3642 1432.



Seis pessoas morrem em grave acidente envolvendo carreta com placas de Bituruna


Uma tragédia que envolveu uma carreta com placas da cidade de Bituruna, tirou a vida de seis pessoas no final da tarde dessa quinta-feira, dia 12 de setembro, por volta das 17h30, no km 53 da SC-418, em Campo Alegre, no Norte catarinense.

Segundo informações, a carreta Scania de Bituruna seguia pela rodovia quando atingiu um veículo GM/Spin com placas de Santa Cecília/SC. O motorista da carreta relatou a Polícia de que o carro teria invadida a pista contrária. Além disso, chovia no momento da colisão.

No carro estavam seis pessoas, sendo que cinco delas morreram ainda no local. A sexta vítima foi encaminhada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e também entrou em óbito.

Na chegada das equipes de socorro ao local, o motorista da carreta de Bituruna estava consciente e orientado, apresentando estado emocional alterado, se recusando a ser conduzido ao hospital.



Fonte e fotos: Canal 4

Motorista de van morre em acidente com caminhões, na PR-180

Batida aconteceu na tarde desta quinta-feira (12), perto do distrito de Rio do Salto, em Cascavel, no oeste do Paraná.


O motorista de uma van morreu em um grave acidente com dois caminhões, na PR-180, perto do distrito de Rio do Salto, em Cascavel, no oeste do Paraná.

De acordo com prefeitura, a van, com placas do município de Santo do Lontra, no sudoeste do estado, estava voltando para a cidade depois de consultas médicas em Cascavel.

Três pacientes que estavam na van sofreram ferimentos leves e foram levados para hospitais da região.

Os motoristas dos caminhões não se feriram. A rodovia ficou parcialmente interditada durante o atendimento, segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

A Criminalística vai investigar o que pode ter causado o acidente. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: G1 - PR