quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Relatório mostra queda no número de homicídios no Paraná



Relatório da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária mostra queda no número de homicídios dolosos no Paraná. Em 2018 foram 1.955 casos, o menor índice desde 2007, ano em que os dados começaram a ser contabilizados oficialmente. A redução é de 10,6% em comparação a 2017, que registrou 2.187 ocorrências e era até então o menor número do período. Em relação a 2007, o resultado do ano passado representa queda de 26%. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes foi de 17,22. Em 2017 a taxa foi de 19,26.

Dos 399 municípios do Paraná, 37% (146) não registraram homicídios entre janeiro e dezembro, e 28% (113) registraram apenas um ou dois homicídios no período. Os números foram divulgados pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária, nesta terça-feira (26).

Curitiba registrou 293 homicídios em 2018, uma queda de 21% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já na 2ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de São José dos Pinhais, que compreende 22 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, a redução foi de 17,6%. A tendência foi vista também em outras 12 AISP.

“Certamente um dos fatores que contribuíram com a redução da criminalidade no Estado, principalmente dos homicídios, é a integração entre as polícias e todos os outros órgãos que compõem a segurança pública”, afirma o secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Luiz Felipe Carbonell.

“De um lado, a prevenção à criminalidade feita pela Polícia Militar e de outro a investigação criminal feita pela Polícia Civil que se somam ao trabalho da Polícia Científica e outros atores, sempre num todo em prol da comunidade paranaense”, disse ele. A integração é uma orientação do governador, Ratinho Junior, que está empenhado em investir em segurança pública para que os cidadãos de bem do Paraná possam andar tranquilos pelas ruas.”

REGIÕES – De acordo com o relatório, as maiores reduções ocorreram na 20ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Londrina (-46%), com cinco municípios; seguida da 11ª AISP de Cascavel (-30%), com 22 cidades; da 19ª AISP de Rolândia (-24%), com 16 municípios; da 18ª AISP de Apucarana (-22,5%), com 26 cidades e da 23ª AISP de Jacarezinho (-21,8%), com 22 municípios da região.

OPERAÇÕES CONJUNTAS – Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, a redução da criminalidade em todo o estado do Paraná é resultado de diversos aspectos. "Operações conjuntas com a Polícia Civil, a intensificação das operações da Polícia Rodoviária Federal e Rodoviária Estadual, dos batalhões da PM que atuam no estado. Juntos, formam um efeito sinérgico que eleva o Paraná dentro do panorama nacional, proporcionando um cenário favorável de redução, principalmente dos homicídios”.

O delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, cita ainda dois fatores que segundo ele contribuíram para a redução de homicídio ao longo dos anos. “O primeiro foi a intensificação e o combate sistemático ao tráfico de drogas, pois sabemos da estreita relação existente entre tráfico e homicídios, e o segundo fator importante foi o aumento do percentual de elucidação desses crimes pela Polícia Judiciária, pois na medida em que a equipe soluciona mais ocorrências acaba desestimulando a prática de novos homicídios”, afirmou.

Fonte: AEN

PRF inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira (1º)


Embriaguez, ultrapassagens e velocidade estão entre os focos das equipes da PRF; no mesmo feriado de 2018, houve nove mortos e 169 feridos no Paraná

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança a Operação Carnaval 2019 à zero hora desta sexta-feira (1º) em todo o país. Com duração de seis dias, a operação termina às 23h59 de quarta-feira (6).

Entre os focos da fiscalização da PRF estão condutas irregulares como excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas e transporte de crianças sem o equipamento de retenção adequado (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação, conforme a faixa etária).

Policiais rodoviários federais que atuam em áreas administrativas irão reforçar as ações de policiamento ostensivo.

Na saída para o feriado, o pico do movimento deve se concentrar no final da tarde e início da noite de sexta-feira (1º), e na manhã de sábado (2). O retorno deve ter um maior fluxo entre a tarde de terça (5) e a manhã de quarta-feira (6).

A PRF enviou ofícios às concessionárias de rodovias, solicitando que eventuais obras sejam paralisadas durante o feriado prolongado, à exceção daquelas emergenciais ou que não possam ser interrompidas.

Veículos de carga com dimensões excedentes ou peso superior a 57 toneladas estão impedidos de transitar em trechos de pista simples, das 16 horas às 22 horas de sexta-feira, na manhã de sábado, das 16 horas às 22 horas de terça-feira e na manhã de quarta-feira.

Balanço do ano passado

No Carnaval de 2018, nove pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais do Paraná. Outras 169 saíram feridas. A PRF atendeu 198 acidentes no estado.

Excesso de velocidade e desatenção foram as principais causas dos acidentes fatais. Dos nove mortos no ano passado, três eram pedestres, que foram atropelados.

As equipes da PRF flagraram em território paranaense, naquela ocasião, 106 motoristas sob efeito de bebidas alcoólicas, 637 manobras proibidas de ultrapassagem e 7,2 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Dicas para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.


Agência PRF

ALUNOS DOS CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA E ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FG INICIAM O ANO COM DIVERSOS DESAFIOS.


Atualmente a Faculdade Guarapuava, oferta duas modalidades de Engenharia no segmento tecnológico e industrial, que são:

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

Também conhecida como Engenharia Mecatrônica, é a área da engenharia que esta voltada ao projeto, instalação, execução e manutenção de dispositivos e equipamentos para o controle e automação de processos em ambientes industriais, comerciais, residenciais, agrícolas, entre outras, tornando-o os processos e produtos mais rentáveis, ágeis e econômicos. Utiliza-se para isso os sensores, atuadores, técnicas de controle, sistemas de supervisão, circuitos analógicos e digitais, aquisição de dados, inteligência artificial, microcontroladores, sistemas de fabricação mecânica e robótica.


ENGENHARIA ELÉTRICA

É a área da Engenharia que estende-se desde a geração de energia elétrica até ao projeto e produção de equipamentos eletroeletrônicos nas mais diferentes áreas, ou seja, tudo passa pelo projeto, instalação, manutenção e supervisão do Engenheiro Eletricista, portanto na atualidade as tecnologias desenvolvidas nas áreas de engenharia elétrica são extremamente importante para a humanidade. O curso é reconhecido pelo MEC e credenciado pelo CREA/PR como Engenheiro Eletricista Pleno.


Os alunos dos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia de Controle e Automação da Faculdade Guarapuava, receberam novos desafios para 2019. Entre eles podemos citar:

PROJETO - CARRO ELÉTRICO

Todas os alunos das turmas dos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia de Controle e Automação, tem como objetivo anual desenvolver um carro elétrico, este projeto tem com objetivo despertar a curiosidade dos discentes sobre as tecnologias utilizadas neste sistema de locomoção, aliando assim a teoria com a prática nas mais diferentes áreas que vão deste o acionamento de motores, intrumentação, controle e automação, sistemas embarcados, entre muitos outros.

PROJETO - Robô de Luta

Este projeto tem com objetivo desenvolver robôs baseado em conhecimentos adquiridos nos cursos. Pois é uma área extremamente fascinante, tem-se criado soluções para diversos problemas em todo o mundo. Os robôs estão sendo empregados em laboratórios científicos, processos industriais, explorações do espaço, sensoriamento terrestre, marítimo e aéreo, ou seja, uma infinidade de aplicações. Portanto, este trabalho apresenta o estudo e a criação de um robô controlado por rede sem fio via rádio, com uma estrutura metálica, rodas, motores.









ENGENHOCAS TECNOLÓGICAS

As Engenhocas Tecnológicas tem como objetivo incentivar os alunos dos curso a desenvolver dispositivos ou ações que contribuam para melhoria do cotidiano das pessoas e dos processos de uma forma em geral, ou seja, os alunos deverão buscar soluções de forma repentina sem muita estruturação, mas com a mesma eficiência de sanar uma dificuldade ou um problema.


Neste ano, o coordenador do Curso Prof. Edson Luiz Schultz, aponta que haverá muitas novidades, principalmente oferecer formação focada para o movimento da INDUSTRIA 4.0 e para a Internet das Coisas IoT, pois os especialistas apontam que estes tecnologias serão praticamente obrigatórias para estes cursos de tecnologia.

Jovem é preso em flagrante por tentativa de estupro, roubo e desacato em Pinhão


No dia 26 fev. 19, às 04h00min, a equipe policial deslocou até a Localidade dos Ribeiros, onde relatou a solicitante, 23 anos que por volta das 02h30min da madrugada que estava dormindo em sua residência com seu filho de dois anos e acordou com um barulho ao lado de sua cama, quando se deu conta que um homem se encontrava ao seu lado e tentou lhe abusar sexualmente, momento em que gritou pedindo ajuda para seus vizinhos e o autor se evadiu, levando o dinheiro de sua carteira e a chave de seu veículo VW/Gol. 

Relatou ainda que sabia quem era o autor, 21 anos informando os possíveis locais para encontrá-lo. 
A equipe deslocou até a residência da mãe do autor e logrou êxito na abordagem, procedida busca pessoal e encontrado no bolso de sua calça certa quantia em dinheiro o qual recusou a falar a procedência e desacatou a equipe policial. Dada voz e prisão, o qual resistiu e investiu contra a equipe policial utilizando uma cadeira, sendo contido e imobilizado. 

Realizado busca na residência a fim de encontrar a chave do veículo Gol (sem êxito), sendo localizados dois motosserras de marca Stihl, de cor laranja, os quais o autor relatou que teria conseguido em “uns corres” e não teria nota de nenhuma delas, realizado a apreensão dos objetos para posterior averiguação. 

Durante o deslocamento o autor começou a desacatar e ameaçar a equipe, dando chutes e cabeçadas no camburão, danificando o patrimônio público. Encaminhado para Delegacia de Pinhão para realização do flagrante e entrega dos objetos apreendidos.

Fonte: 16º BPM

Quatro pessoas da mesma família morrem em acidente na PR-340


Quatro pessoas da mesma família morreram em um acidente entre um caminhão e uma caminhonete na PR-340, entre Guaraci e Centenário do Sul, na região norte do Paraná, na tarde desta terça-feira (26).

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a caminhonete seguia no sentido Centenário do Sul e bateu na lateral do caminhão em uma curva. Os policiais disseram que chovia muito no momento do acidente.

Todas as vítimas estavam na caminhonete. O motorista do caminhão foi encaminhado para um hospital local com ferimentos leves.