terça-feira, 19 de março de 2019

Menina que teve 60% do corpo queimado ao salvar irmão de incêndio morre no hospital


A adolescente Jackeline de Andrade, de 16 anos, que queimou 60% do corpo ao resgatar o irmão em um incêndio, morreu no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba, nesta segunda-feira (18).

Conforme o hospital, ela apresentou um quadro de infecção generalizada que, associado às queimaduras graves, provocou parada cardiorrespiratória.

Ela estava internada havia mais de dois meses, mas havia deixado a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em 30 de janeiro, após 15 dias de internação.

O incêndio foi na madrugada do dia 15 de janeiro, na casa da família em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O imóvel foi destruído pelo fogo.

Toda a família conseguiu sair da casa a tempo, menos o menino Gabriel, de 4 anos, que foi salvo por Jackeline. Ele saiu ileso.

Em entrevista concedida no hospital, a adolescente disse que só pensou em salvar a vida dele quando enfrentou o fogo. "Eu não pensei em mim. Eu pensei em salvar a vida dele", afirmou.

Segundo ela, no tumulto, percebeu que o irmão não estava fora da casa com a família. "Todo mundo já tinha se salvado, só que daí eu senti falta do Gabriel e entrei lá correndo. Ele estava atrás do fogão encolhido, e eu salvei a vida dele", lembrou.

Jackeline contou que, se preciso, faria tudo de novo. "É melhor chorar por essa dor do que chorar a vida inteira em cima de um túmulo", afirmou.

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário