sábado, 18 de fevereiro de 2017

Pastor foi torturado e morto a pauladas; corpo estava no bosque do Índio

O pastor Augusto Riss visitava a irmã em Umuarama, cidade onde já residiu e que deixa vários amigos (Foto: Reprodução Facebook)
Umuarama – O corpo do pastor da Igreja Luterana, Augusto Riss, 60 anos, foi localizado na tarde deste sábado (18), no bosque do Índio, em Umuarama. Ele estava desaparecido desde quinta-feira (16), quando deixou a casa da irmã que visitava para um passeio pela cidade. Líder de uma das igrejas luteranas em São Paulo, o religioso já residiu em Umuarama, onde deixa grandes amigos.
Depois do encerramento das buscas, que foram realizadas no período da manhã deste sábado no bosque do Índio, pelo Choque da Polícia Militar de Maringá com a ajuda de cães farejadores, um grupo de voluntários iniciou novas buscas que culminaram no encontro do corpo coberto por folhas.
“Formamos vários grupos com homens e mulheres e fomos para a frente do bosque e aí todo mundo com pau na mão para poder abrir a mata, iniciamos as buscas e um dos grupos encontrou o corpo do pastor. A irmã teve que reconhecer o corpo por fotos, ele está muito machucado”, disse uma amiga da família, que também participou da atividade.
As buscas foram focadas na área de mata após o veículo do pastor ter sido encontrado estacionado pela Rotam da Polícia Militar próximo à entrada principal da reserva, na noite de sexta-feira (17). Conforme informações preliminares da Criminalística da Polícia Civil, o corpo do pastor apresentava muitos ferimentos, provavelmente provocados por pauladas, que também devem ser a causa da morte. 
De acordo com o IML, o corpo deverá ser liberado para a família às 10h deste domingo (19). A Polícia Civil já investiga o crime e não existem causas conhecidas sobre a sua motivação.

SECRETARIA DA MULHER DE GUARAPUAVA RECEBE VISITA DA PRIMEIRA-DAMA DE TURVO



Na manhã desta sexta-feira (17), a secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Priscila Schran, recebeu na Secretaria de Políticas para as Mulheres, a visita da primeira-dama de Turvo, Maria Cristina Viana Leite. Além de conversarem sobre as diversas atividades desenvolvidas nos últimos anos pela secretaria, Maria Cristina também conheceu a estrutura oferecida para as mulheres de Guarapuava e região. “Como cidade polo no combate à violência contra mulher, temos a missão de desenvolver um trabalho que também seja compartilhado com outros municípios da região. Essas visitas proporcionam um relacionamento mais próximo com as prefeituras, pois as mesmas veem Guarapuava como um ótimo exemplo a ser seguido e isso nos deixa muito orgulhosos”, ressaltou Priscila Schran.

Já para a primeira-dama e também secretária de Assistência Social, Maria Cristina, a visita foi uma oportunidade de ver o funcionamento da secretaria, além das atividades e ações desenvolvidas em Guarapuava. “Já conhecíamos o trabalho realizado em Guarapuava, mas vir aqui para conhecer pessoalmente como tudo funciona é uma honra. Hoje conseguimos absorver diversas ideias que nos vão nos auxiliar tanto na secretaria, como na prefeitura. Estão todos de parabéns pelo excelente e expressivo trabalho executado aqui”, disse Maria Cristina.

Ainda de acordo com a secretária Priscila Schran, a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres recebe com frequência visitas de autoridades de outras cidades do Paraná interessadas no modelo de gestão utilizado. “Quando agendamos as visitas preparamos um material completo, que mostra toda a trajetória da secretaria, o que proporciona uma visão ampla dos trabalhos e dos seus respectivos resultados. Estaremos sempre à disposição das mulheres e também de todos que queiram conhecer nossas iniciativas”, concluiu Schran.

Fonte: www.guarapuava.pr.gov.br

Acontecerá neste domingo a grande festa de São Sebastião na Comunidade Baú – Campina do Simão



Convidamos você e sua família para participar de mais uma grande festa em honra ao padroeiro, que será realizada neste domingo, dia 19 de fevereiro na Igreja São Sebastião, localizada na comunidade Baú, região próxima ao município de Campina do Simão. Confira abaixo a programação e a história da origem das festas.

Programação

10h30: Santa Missa

12h00: Almoço com churrasco, maionese, saladas e bebidas

13h00: Bingos e música ao vivo

Origem das Festas:

Há mais de 50 anos as festividades em honra ao Santo protetor das guerras e da fome, já são tradição na comunidade Baú. A origem das festas se iniciaram com Inês Rodrigues Araujo, falecida em 1988, que sendo moradora do local e devota à São Sebastião, construiu a primeira igreja no vilarejo (fotos abaixo) e logo deu início às festas, nas quais naquela época o almoço era servido gratuitamente, com o intuito de beneficiar as famílias carentes da região. Dona Inês é querida e lembrada até hoje por toda a população do lugar. Após seu falecimento, foi construída uma outra igreja e as festividades continuaram, com um delicioso churrasco e música ao vivo todos os anos, contando sempre com a presença de toda a comunidade e pessoas vindas de toda a região para prestigiar essa grande festa.

Fotos: Izoele Bahls Araujo 
Informações: Sandra Mara 
Texto: Karina Araujo Ferraz




Antigas missas            

Antiga Igreja de São Sebastião (1990)

Dona Inês (última à direita)