quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Adolescente está desaparecida em Guarapuava.




A adolescente Carine de Lurde de Oliveira, de 15 anos, está desaparecida desde o dia 17 de dezembro.

Os familiares da menor residem no bairro Primavera, em Guarapuava, e, segundo a mãe, ela teria saído para comprar pão e não retornou mais para casa.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da adolescente favor ligar para 197 ou (42) 3630-1700.

Fonte: www.redesuldenoticias.com.br

Ocorrência policial em Turvo.

OCORRÊNCIA ATENDIDA PELA POLÍCIA MILITAR DE TURVO, CONFORME RELATÓRIO ENVIADO A IMPRENSA:

FURTO QUALIFICADO

ÁS 13H00 DO DIA 29/12/2015, A EQUIPE DESLOCOU ATÉ UMA CHÁCARA NA ÁREA CENTRAL ONDE O SOLICITANTE RELATOU QUE AO CHEGAR EM SUA PROPRIEDADE NA MANHÃ DO DIA 28, CONSTATOU QUE HAVIA UMA VACA MORTA DA QUAL FOI SUBTRAÍDO PARTE DE SUA CARNE. ESTE NÃO SABIA INFORMAR DADOS SOBRE QUEM PODERIA TER PRATICADO TAL FURTO E NEM DATA EXATA DO FATO, FOI ORIENTADO SOBRE OS PROCEDIMENTOS.

Wal-Mart fecha lojas “Big” e “Mercadorama” no Paraná.

Do G1 PR

O Walmart, responsável pelas redes Mercadorama e Big Todo Dia, no Paraná, anunciou o fechamento de algumas unidades de Curitiba e no interior por conta da crise econômica no país. Em nota, divulgada no início da noite de terça-feira (29), a empresa informou que vai oferecer a possibilidade de transferência para todos os funcionários que tiverem interesse em continuar trabalhando em outras lojas da rede. 

A quantidade de supermercados que serão fechados não foi informada. Ao G1, a assessoria de imprensa disse que o encerramento das atividades deve ocorrer, no máximo, até este domingo (3). Na manhã desta sexta (30), muitos consumidores relataram desconto em algumas lojas que estariam na lista de cortes e fizeram fila para garantir os produtos.

A assessoria de imprensa do Walmart informou ainda que o corte atinge unidades em outros estados brasileiros. 

O Sindicato dos Empregados no Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios em Mercados, Minimercados, Supermercados e Hipermercados de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral Paranaense (Siemerc), informou que busca informações oficiais sobre o caso e que, caso a situação seja confirmada, vai tomar todas as providências no sentido de resguardar o máximo de empregos possíveis e garantir todos os direitos daqueles que, eventualmente, forem demitidos.

Confira a nota divulgada pelo Walmart na íntegra:

"Por conta do atual ambiente econômico no Brasil, a empresa tomou a decisão de fechar algumas unidades de Curitiba e no interior com baixo desempenho. Estamos oferecendo a possibilidade de transferência para todos os funcionários que têm interesse em continuar trabalhando em outras lojas e, quando não houver interesse, oferecemos apoio para recolocação profissional. Presente no Paraná com um total de 40 unidades, a empresa mantém compromisso com o mercado paranaense, a fim de servir melhor seus clientes e garantir a sustentabilidade do negócio no longo prazo. Em 2015, investimos R$ 1,3 bilhão na abertura de novas lojas, reforma de unidades antigas e integração de sistemas no Brasil."