terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Câmara de Turvo: Irmã Nair recebe homenagem pelos serviços prestados do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.


Na sessão da Câmara Municipal dessa segunda, 14/12, a última do ano foi entregue moção de agradecimento á Irmã Nair que representou o INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, pelos trabalhos prestados em nosso município desde o ano de 1983, tanto na paróquia, com catequese, apoio as pastorais e movimentos da igreja e também no Hospital Bom Pastor, auxiliando com trabalhos de enfermagem, limpeza, cozinha, lavanderia, organização de bazares e outros. Isso porque o Instituto esta encerrando seus trabalhos em nosso município com a saída das Irmãs. A irmã Nair deixa a cidade de Turvo e vai trabalhar no hospital Pequeno Príncipe em Curitiba.

A Câmara Municipal de Turvo retornará aos trabalhos no dia 01 de fevereiro de 2016.

Ouçam tudo o que foi dito pelos vereadores e pela Irmã Nair, clicando aqui...


Clique na imagem para ampliar:
































Parabéns filha por mais um ano de vida.


Hoje, 15 de Dezembro, é um dia muito especial, minha filha Elaine Garcia de Oliveira completa mais um ano de vida. Infelizmente não mora comigo, vive em outra cidade desde seus três anos de idade, mas o amor de Pai sempre continua. Parabéns filha, que Deus lhe abençoe e que seus sonhos sejam realizados. Seu Pai Elói Mattos.

Ibema terá novo Presidente.


É com muito prazer que anunciamos a contratação de Giuseppe Musella como Presidente da Ibema. Italiano de nascimento e brasileiro por escolha, Giuseppe é casado há 27 anos e tem três filhos. Formado em Engenharia de Materiais, o executivo possui certificação do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e fala fluentemente espanhol, italiano, português e inglês.

Musella conta com 29 anos de experiência global adquirida no Brasil, na Itália e na Venezuela. Atuou em empresas como Procter & Gamble, Philip Morris-Kraft Foods, S.C. Johnson, Shell, SHV Gás e, nos últimos 10 anos, no Grupo Boticário como Diretor Executivo de Operações. Possui sólida experiência no desenvolvimento e implementação de estratégias, em transformação e expansão de negócios, no desenho e implementação de modelos, processos de gestão, condução de programas de eficiência operacional e projetos de melhoria contínua. Giuseppe também atuou durante cinco anos como Conselheiro na Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e, no seu tempo livre, dedica-se à pratica esportiva de Triathlon. 

O executivo assumirá a Presidência após a assinatura do ato societário que oficializa a entrada da Suzano como sócia da empresa e a transferência dos ativos de Embu para Ibema, previstas para 04/01/2016, a ser eleito pelo novo Conselho de Administração da empresa.

Agradecemos ao Sr. Nei Senter Martins pelos seis anos de dedicação como Presidente e pelo brilhante trabalho desempenhado que, definitivamente, mudou nossa história. Martins continuará colaborando para o contínuo crescimento da companhia, mas agora, depois de formar uma equipe de alta performance, se dedicará aos assuntos mais estratégicos como membro do Conselho de Administração.




Alunos de Turvo foram assistir o espetáculo Ester: Rainha da Pérsia, em Guarapuava.



Na tarde do último sábado(12), 80 alunos do Colégio Professores Edvaldo e Maria Janete e da Escola Estadual do Campo Joanna Thomé Lechiw, tiveram a oportunidade de assistirem em Guarapuava no auditório da Unicentro, o espetáculo ESTER: RAINHA DA PÉRSIA. O espetáculo foi produzido e apresentado pela Cia de Dança Români, os ingressos foram doados pela professora Rossana Campelo Manfredini ao NRE que disponibilizou aos alunos do nosso município.
"Assistir um espetáculo como esse é fantástico" define a aluna Venize Santos do EEC Joanna - EF , "mexe com nossa alma. Não tem como explicar "acrescenta a aluna. 

"Proporcionar aos alunos a oportunidade de assistir um espetáculo de dança desse porte é maravilhoso, pois traz um aprendizado sem igual, saímos da teoria da sala de aula e presenciamos a técnica e a perfeição de bailarinos profissionais. Ações como estas são muito gratificantes e produtivas no aprendizado".

Professora Susete Silva







Vem aí: Grande Baile de Natal com Grupo Ventanas em Turvo.



Neste dia 24 de dezembro, véspera de Natal, o Grupo Ventanas estará promovendo um grande bailão no Salão da 3ª Idade de Turvo. Você que comprar seu ingresso estará concorrendo  a um Acordeon pelo nº do ingresso.

Ingressos antecipados em Turvo na MK Malharia e no Blog do Elói.




Empresários de Turvo recebem certificados do Guia Melhores do Ano.



Empresários e profissionais liberais do município de Turvo receberam o certificado do Guia Melhores do Ano, na quinta-feira, dia 10 de dezembro, quando empresas e profissionais liberais tiveram os serviços reconhecidos pelos consumidores, por meio do Paraná Centro, durante o jantar realizado no salão da Associação dos Produtores de Bovinos.

Na abertura do evento, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Turvo, Felipe Alyton Brugg, disse que é muito importante a valorização dos empresários e profissionais liberais de Turvo, especialmente por serem empreendedores e fazer a diferença no município. “Estamos vivendo um cenário econômico ruim e o panorama político tem atrapalhado o nosso cotidiano. Por isso, acho um desafio muito grande fazer as empresas gerarem empregos e apresentarem resultados”, analisou.


Em 2016, Brugg disse que os empresários precisam ser otimistas e não deixar que os governantes tomem as decisões que vão orientar o rumo dos negócios. “O empreendedor tem que pensar sempre de forma positiva. Afinal, pessimismo não combina com o empresário”, defendeu.
Brugg também parabenizou o Paraná Centro pela realização do Guia Melhores do Ano em Turvo e afirmou que a cidade precisa de eventos desse gênero, que valorizam e reconhecem o trabalho de quem luta pelo desenvolvimento do município.

O diretor proprietário do Paraná Centro, Miguel Amaral, explicou que o Guia Melhores do Ano tem como objetivo de divulgar não apenas as empresas e profissionais liberais que são destaque, mas também o município de Turvo, onde os moradores têm uma excelente qualidade de vida. “Com esse trabalho que é realizado em 18 cidades valorizamos a marca da empresa, consultório ou escritório, que muitas vezes se confunde com a imagem do próprio empresário e, por isso, a participação no Guia Melhores do Ano é um investimento na marca do próprio empresário”, comparou Amaral.



Na próxima edição, o Paraná Centro divulgará um encarte especial com as empresas que foram certificadas com o Guia Melhores do Ano.



Vendavais causam danos e assustam moradores na região.

Um forte vendaval registrado na madrugada da quinta-feira, dia 10 de dezembro, causou enormes prejuízos aos moradores da área rural de Ivaiporã. O vento também causou estragos em Ariranha do Ivaí, Lidianópolis e Grandes Rios.

Em Ivaiporã, a região mais atingida foi do Bairro Pindauvinha. O coordenador municipal da Defesa Civil, Silênio Navarro, e a equipe da Defesa Civil estadual conferiram os estragos poucas horas depois do fenômeno e se mostraram surpreendidos com o cenário que presenciou. Silênio Navarro calculou que pelo menos 140 árvores foram danificadas, várias delas arrancadas pela raiz e com muitos galhos retorcidos.

Ao lado do campo de futebol da comunidade, 6 pinheiros grandes foram derrubados e algumas árvores caíram 20 metros distantes do local onde estavam plantadas. Além disso, 6 edificações foram danificadas – 2 casas, em uma delas um pinheiro com cerca de 20 metros caiu sobre o telhado. Pessoa alguma se feriu.

Moradores relataram ao coordenador da Defesa Civil que os ventos mais fortes começaram por volta das 02h00 e duraram apenas 5 minutos. Tempo suficiente para causar enormes estragos.

Na área urbana de Ivaiporã, 3 árvores caíram e o telhado de um supermercado, localizado no Conjunto Mourão Filho, também foi danificado.

O meteorologista do Simepar (Serviço de Meteorologia do Paraná), Fernando Mendes, confirmou ao Paraná Centro que durante a madrugada da quinta-feira, dia 10 de dezembro, ocorreu uma linha de instabilidade sobre o município, que desencadeou os ventos fortes que causaram prejuízos no município. Ele explicou que essa linha de instabilidade se formou em Santa Maria do Oeste, passou por Pitanga e Ivaiporã, e dentro dela ocorreram várias células de tempestade e que uma delas pode ter desencadeado o vendaval.

Sobre a possibilidade de ter ocorrido um tornado, Mendes foi cauteloso. Disse que é preciso verificar vários fatores para afirmar com certeza a ocorrência do fenômeno, como a visualização do cone e evidências como a queda das árvores e galhos retorcidos. Ele disse que os ventos podem ter atingindo 100 quilômetros por hora. “Precisamos de uma análise mais completa dos dados para confirmar o que aconteceu”, disse o meteorologista da Simepar.

Cidades registram prejuízos
Os fortes ventos que atingiram a região durante a madrugada também causaram prejuízos aos moradores da zona rural de Ariranha do Ivaí. O bairro rural de Alecrim, na divisa com Ivaiporã, foi o mais atingido, onde várias árvores foram arrancadas, mangueiras e barracões amanheceram destelhados. Diversas árvores foram arrancadas no município e muitos moradores ficaram sem energia elétrica.

Em Grandes Rios, houve registro de queda de árvores, especialmente no trecho da Rodovia PR-451, entre Grandes Rios e o distrito de João Vieira, município de Cruzmaltina. Diversas árvores caíram sobre a rodovia, mas nenhum motorista ficou ferido. Em Lidianópolis, no bairro rural Monte Alto, o vento forte também derrubou diversas árvores e várias delas caíram sobre a Rodovia PR-466. Ninguém ficou ferido.

Excesso de chuvas marca final de ano
O fenômeno El Niño tem sido responsável pelo excesso de chuvas neste final de ano. Segundo dados coletados junto a Coamo de Ivaiporã, entre outubro e o dia 11 de dezembro, foi registrada uma precipitação pluviométrica de 818 milímetros.

Durante 70 dias, ocorreram chuvas em pelo menos 40 dias. Apenas em novembro, foram mais de 500 milímetros de chuva, recorde para o mês. Em comparação com o período de 2014, o aumento das chuvas está na ordem de 136%. Foram registrados, no ano passado, 343 milímetros com 22 dias de chuva.

O departamento técnico da Coamo informou que não é possível afirmar se ocorrerão prejuízos nas lavouras de soja, uma vez que nos dias que não choveu os produtores conseguiram fazer as aplicações de defensivos. No entanto, em alguns locais foram registrados erosão e deslocamento de terra.

O excesso de chuvas também está deteriorando o pavimento de rodovias e do asfalto nas cidades. A cada chuva, o número de buracos aumenta e em algumas estradas o tráfego é comprometido, como no caso da rodovia entre Ivaiporã e Arapuã.