domingo, 20 de setembro de 2015

Fora de casa, Turvo perde para Pitanga na 1ª partida da semifinal do Campeonato Amador de Pitanga.

Foto: Celso Kogut

Aconteceu nesse domingo, 20 de setembro, no Estádio Alto da Colina em Pitanga, o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Amador, que é promovido pela Liga de Futebol de Pitanga.

A equipe Turvense que fez a melhor campanha do seu grupo foi até Pitanga para enfrentar a equipe da casa e acabou perdendo o jogo por 1 a 0.

Na partida de volta, jogando em casa, a equipe turvense precisa vencer no tempo normal, para então levar a partida para prorrogação, a equipe Turvense leva vantagem de jogar pelo empate na prorrogação. Quem vencer o jogo estará na grande final e enfrentara Boa ventura ou a equipe Idígena/Manoel Ribas, que fazem a primeira partida da semifinal neste domingo 27/09 em Boa Ventura.

Jovem de Pitanga morre no rio Ivaí nesse domingo.



Um Jovem morador do Bairro Santa Regina morreu na manhã desse domingo (20), vítima de afogamento rio Ivaí, no município de Cândido de Abreu.

A vítima, Lucas Cortiano 21 anos, se afogou por volta das 11:00hs da Manhã, o corpo ficou submerso nas águas e só foi localizado por volta das 16:00hs pelo corpo de bombeiros.

Lucas trabalhava na loja Factor Interiores, ele não era casado.

A Funerária Bom Pastor informou que o corpo será velado na capela mortuária a partir da meia noite de hoje (20), sepultamento ainda não foi informado.

Morre Pitangense que foi baleado por policial em Balneário Camboriú



Após 45 dias entre a vida e a morte na UTI de um hospital em Balneário Camboriú, morreu agora pouco o jovem Christofer Mendes de 20 anos, o rapaz é natural do município de Pitanga, morava no bairro Santa Regina, mas foi tentar ganhar a vida em Brusque Santa Catarina.

Chistofer foi baleado por um Policial Militar após um acidente de trânsito, o fato ocorreu no dia 5 de agosto.

Chistofer estava com a família dentro do carro quando levou um tiro na cabeça, o Pitanguense foi socorrido e encaminhado em estado grave para Balneário Camboriú, onde ficou na UTI até a tarde de hoje (20), onde veio a falecer.

Os Policiais envolvidos na ocorrência foram presos, pai e filho, câmeras mostraram que o policial atirou sem ter motivos.

A Funerária Bom Pastor de Pitanga informou que o corpo de Christofer deve ser velado a partir das 12 horas dessa segunda-feira (21) na capela mortuária em Pitanga.

Conheça toda a história sobre a morte do Pitanguense CLIQUE AQUI

Fonte: www.joneifarias.com.br

Jovem que procurava o pai descobre que ele trabalha na mesma empresa

Encontro foi na terça-feira (15), em Cafelândia, no oeste do Paraná. Francisco Costa Coelho tem 50 anos e não sabia que tinha uma filha.

Do G1 PR (Foto: Beatriz Natel/ Arquivo pessoal)

Beatriz Natel dos Santos tem 21 anos e desde os 17 anos procurava pelo pai que nunca conheceu. A surpresa maior foi descobrir que ele estava mais perto do que ela imaginava: os dois trabalham na mesma empresa – uma cooperativa em Cafelândia, no oeste do Paraná.

A jovem foi criada pela mãe e pelo padrasto e só soube que o homem que a criou não era seu pai biológico aos 14 anos. Três anos mais tarde, começou a procurar pelo pai. "Quando minha mãe me contou, ela não deixou eu procurá-lo por medo. Mas quando eu estava para fazer 18 anos postei no Facebook que estava procurando ele, e nada. Logo depois minha tia me deu uma foto dele, eu postei de novo e nada", conta.

Além do nome e da foto, a única informação que tinha sobre o pai biológico era que ele, provavelmente, ainda morasse em Sorocaba, interior de São Paulo. Sem conseguir mais nenhuma pista, Beatriz decidiu, em julho deste ano, pedir ajuda em uma rádio da cidade.

Na rádio, conheceu Genésio Roecher, que também trabalha no Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas de Cascavel e região (Sintrascoop). Roecher se comoveu com a história da jovem e decidiu ajudar.

Seguindo pistas, ele passou por cinco cidades até voltar ao ponto de partida, Cafelândia. "Descobri que ele [o Francisco] também trabalhava na Copacol. Eles trabalhavam juntos. Quando comparei as fotos, a do cadastro dele com a foto que a Beatriz tinha, vi que era o mesmo cara. Levei um susto", lembra Roecher.

Sem notícias, Beatriz achou que o repórter também não tinha conseguido nenhuma informação sobre o paradeiro do pai. “Eu acendi uma vela para Nossa Senhora Aparecida e depois de dois dias ele [o repórter] me retornou dizendo que tinha notícias. Eu já estava angustiada", revela a jovem.

O encontro
Roecher contou para Beatriz que tinha achado Francisco. Em seguida, foi até a casa de Francisco e revelou que ele tinha uma filha que procurava por ele. Dias depois um encontro foi promovido entre os dois no Sintrascoop. "Combinamos dela se passar por uma advogada e entrar na sala com alguns papéis para ele assinar, para ver se o pai iria reconhecer a filha", relembra o repórter.

"Eu estendi o papel e falei: 'O senhor poderia assinar esse documento? Senão eu mesmo assino, pai'. Ele ficou parado por uns segundos e depois me abraçou", conta Beatriz, ainda emocionada. "É inexplicável, não tem como descrever a sensação", diz a jovem.

Beatriz só soube que o pai trabalhava na mesma empresa que ela, onde trabalha há mais de dois anos, na noite anterior ao encontro. “Eu falei: 'Não acredito que meu pai trabalha na Copacol e vocês não me falaram nada'. Eu não estou dormindo desde aquele dia”, ressalta.

Francisco é casado e tem cinco filhos, nenhum biológico. Ele mora em uma cidade vizinha a Cafelândia, em Nova Aurora.

Ele conta que vai preparar uma festa para comemorar o encontro. “Dia 7 de outubro, eu faço 51 anos e minha mulher faz 44, dia 8. Vamos fazer uma festa lá em casa e ela vai participar com a gente”. Para ele, achar a filha na mesma empresa em que trabalha foi uma "coincidência boa". “Talvez ela tenha sentado comigo e eu nem sabia que era minha filha”.

Beatriz procurava o pai desde os 17 anos
(Foto: Beatriz Natel/ Arquivo pessoal)

OCORRÊNCIAS ATENDIDAS PELA POLÍCIA MILITAR DE TURVO NA NOITE DE SÁBADO 19/09.


19/09/2015 ás 22h

Recebida a ligação do solicitante com a informação que adentraram em sua residência por meio de uma janela com o intuito de praticar furto e que o suposto autor estaria dentro de sua residência. Deslocado até o local e feito adentramento tático, onde não foi localizado o suspeito, o solicitante verificou em sua casa e não notou falta nem dano em nenhum objeto. Diante dos fatos a equipe policial orientou o solicitante o qual não sabe informar quem tentou lhe furtar.

19/09/2015 ás 19h

Durante patrulhamento a equipe policial visualizou um veículo motocicleta de cor azul e seu condutor em atitude suspeita. Feita abordagem onde foi identificado o condutor de 19 anos, o qual não possui C.N.H. nem P.P.D., em consulta via sistema foi verificado que a motocicleta Honda/cg 125 today estava com débitos junto ao Detran. Diante dos fatos a motocicleta foi recolhida junto ao patio do Dpm e lavrado as notificações pertinentes. 

Com foto e Informações: Polícia Militar de Turvo.

Morre aos 59 anos, Raul Moreira da Silva, morador de Passa Quatro/Turvo.





Morreu no início dessa madrugada de domingo, o senhor Raul Moreira da Silva, com 59 anos de idade, seu corpo será velado no salão da comunidade de Passa Quatro/Turvo, seu sepultamento será nesta segunda-feira as 09h00.

Informações essas repassadas pela Funerária SerLuto de Turvo.

A família enlutada as nossas condolências.