quarta-feira, 6 de maio de 2015

Paróquias estão coletando assinaturas pela Reforma Política



As paróquias da Diocese de Guarapuava estão realizando a coleta de assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política. Este projeto não está vinculado a nenhum partido político, tão pouco a nenhum candidato a cargos políticos eletivos, embora não haja restrição do apoio de bons políticos do Brasil.

A igreja está convidando as pessoas interessadas em participar do abaixo assinado a irem até uma paróquia levando o seu título de eleitor para participar desse projeto. Serão necessárias 1,5 milhão de assinaturas. A coleta de assinaturas acontecerá nessa semana nas secretarias paroquiais e também durante as missas.

Várias tentativas de reforma política foram feitas no Congresso Nacional e todas foram infrutíferas. Por isto essa grande campanha do povo brasileiro empenhado numa grande campanha de conscientização e mobilização com vistas a subscrever o Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política Democrática, nº 6.316 de 2013, organizado por uma Coalizão que reúne uma centena de Entidades organizadas da sociedade civil, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Movimento contra a Corrupção Eleitoral (MCCE) e a Plataforma dos Movimentos Sociais.

O Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política Democrática se resume em quatro pontos principais: 1) O financiamento de candidatos; 2) A eleição em dois turnos, um para votar num programa o outro para votar numa pessoa; 3) O aumento de candidatura de mulheres aos cargos eletivos; 4) Regulamentação do Artigo 14 da Constituição com o objetivo de melhorar a participação do povo brasileiro nas decisões mais importantes, através do Projeto de Lei de Iniciativa Popular, do Plebiscito e do Referendo, mesclando a democracia representativa com a democracia participativa.

Qualquer pessoa ou entidade interessada pode ajudar na coleta de assinaturas (clique aqui para baixar o formulário).

Fonte: www.diopuava.org.br

Davi e Fernando e Dian e Denian de Turvo em Santa Maria dia 09 de Maio

A dupla Turvense Dian & Denian cantarão na abertura do show de Davi e Fernando, dia 09 de maio sábado em Santa Maria do Oeste - PR. ingressos antecipados em Turvo na MK Malharia/Blog do Elói 9132-6466. 
Veja no vídeo abaixo a musica de composição da dupla de Turvo.

Veja no vídeo abaixo a musica de composição da dupla de Turvo.

                      



Filho surra a mãe doente mental com vara e assume a agressão em Turvo

A mulher, que sofre de problemas mentais, mostrou as marcas pelo corpo deixadas pelo filho. Segundo ela, não é a primeira vez que isto ocorre. O agressor está preso na Cadeia Pública de Guarapuava.
Do Site  Guara Notícias

Leandro Moreira Martins, 36, foi preso na manhã de segunda, 04, pela Polícia Militar, por agredir sua mãe, Hilda Moreira Martins. O fato aconteceu na comunidade rural de Arroio Fundo, município de Turvo, Paraná. Segundo a vítima, que tem problemas mentais, há muito que seu filho a agride. Ela destacou que foi à casa do rapaz e este estava furioso. Assim que a avistou, segundo Hilda, Leandro a agrediu com uma vara, machucando-a em várias partes do corpo.
A mulher exibiu as marcas nas pernas, braços, mãos e cabeça. Ela sangrava.
Leandro foi preso pela Polícia Militar e conduzido até à 14ª SDP, em Guarapuava. Ele confessou a agressão e disse que há muito que sua mãe lhe incomoda e, desta vez, perdeu a paciência com ela e, numa ato de fúria, a agrediu. “Meu filho está doente. Passei a noite acordado. Minha mãe foi até minha casa para me destratar. Perdi a cabeça e bati nela com uma vara. Eu não aguento mais. Ela ameaça queimar minha casa e quer que eu vá embora. Não tenho para onde ir”, confessou.
Segundo informações dos policiais militares que atenderam o caso, as desavenças da família vêm de longa data. De acordo com eles, há desentendimentos por causa de divisão de terras.
Leandro está preso na Cadeia Pública de Guarapuava. Hilda, que fez boletim de ocorrência contra o filho, passou por exames de corpo de delito na tarde de hoje. As marcas deixadas pelo filho por causa da surra são visíveis e ela reclamava de fortes dores enquanto estava sendo atendida na delegacia. “Ele sempre me bate. Batia até na minha mãe quando ela estava viva. Não aguento mais. Eu quero que ele fique preso. Não quero mais apanhar. Ele é um animal”, reclamou a mulher chorando.
Segundo informações da 14ª SDP, Leandro nunca teve passagens pela polícia em outras épocas.

Rotina
Por semana, mais de dez casos de agressão contra a mulher são registrados na 14ª SDP. Segundo Tany Amarante Razera, delegada da mulher em Guarapuava, é inaceitável o que vem acontecendo na Região. Desde que assumiu o comando da Delegacia da Mulher muitos foram os casos registrados. Tany destaca que as denúncias precisam ser feitas para que providências sejam tomadas.

Fonte: www.guaranoticias.com.br

Veja mais no Link abaixo:
Leandro foi preso pela Polícia Militar de Turvo e conduzido até à 14ª SDP

Corpo de professora morta pelo câncer é tirado do tumulo e jogado para fora com sinais de violência sexual



Um caso de vilipêndio a cadáver foi constatado pela Policia da cidade de Paranavaí. O crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (05). 

Funcionários do cemitério municipal se preparavam no início da manhã para realizarem um sepultamento, quando observaram próximo ao túmulo, que o corpo de uma professora que faleceu de câncer e havia sido sepultada ontem (04) estava fora do caixão.
O corpo da mulher estava nu e com sinais aparentes de violência sexual, a policia foi chamada no local, além da suposta violência sexual, a policia também investiga se os autores buscavam joias que poderiam estar dentro do caixão.

A Professora havia sido enterrada menos de 24 horas da ação dos marginais.

O administrador do cemitério, com 39 anos de trabalho no local, disse que nunca tinha presenciado um fato tão horripilante como este.

O caso será investigado pela Policia Civil. 


Vereador propõe que Richa deixe de ser cidadão honorário de Guarapuava

Malhem (PP) afirma que caberá 'ficar ao lado do chicote ou da população'.
Título ao governador foi aprovado por 20 dos 21 vereadores em 2013.

Do G1 PR

Um vereador de Guarapuava, na região central do Paraná, quer retirar o título de cidadão honorário dado pelo município ao governador Beto Richa (PSDB). Elcio José Melhem (PP) leu o seu projeto de lei na sessão de segunda-feira (4), na Câmara Municipal, e depois o encaminhou à Comissão de Justiça e Redação. Se aprovado, o projeto de lei será votado pelos vereadores na próxima segunda-feira (11).

“Caberá a cada vereador e vereadora desta Casa ficar ao lado do chicote, dos que agridem e massacram o povo, ou ficar ao lado da população”, disse Melhem durante a sessão da última segunda-feira.

O título de cidadão honorário é entregue a uma pessoa que ajudou no desenvolvimento de um local. A pessoa homenageada passa a ser conterrânea da cidade, mesmo que não tenha nascido ou more no município.

O título de cidadão honorário de Beto Richa foi aprovado em setembro de 2013 por 20 dos 21 vereadores que fazem parte da Casa. À época, os autores do projeto, Neto Rauen (PPS) e José Valdir Kukelcik (PPS), justificaram a homenagem dizendo que Richa foi o governador que mais investiu em Guarapuava.

“Não acho justo que se revogue o título de cidadão honorário do governador ou de qualquer outra pessoa, seja ela quem for, que tenha conquistado tantos benefícios para a cidade”, afirma Rauen. Entretanto, apesar de ser um dos autores do projeto, Rauen e também Kukelcik não garantem que votarão contra a retirada do título.

“Precisamos de um tempo para estudar, para ver o que Guarapuava perde e ganha ou se a retirada do título vai mudar algo no contexto do Paraná. Temos que pensar bem no que fazer”, afirma Kukelcik.



Veja AQUI o vídeo da matéria 

18 pessoas ficam feridas em acidente na Serra da Esperança




Um acidente deixou 18 pessoas feridas na noite de ontem (5) na Serra da Esperança, na 1ª Secção já nas proximidades da Praça de Pedágio do Relógio. A ocorrência que foi atendida às 19h40 envolveu quatro veículos, uma Saveiro de São Paulo, uma Van e uma caminhonete de Ponta Grossa e outra aqui de Guarapuava. Todos foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros, o Samu e uma ambulância da Concessionária Caminhos do Paraná.

O motorista da Saveiro, Gilmar Ferreira de Melo (49) e outras duas ocupantes da Van de Ponta Grossa, Letícia Fernandes Witik (22) e Darnele Ditzel Gomes (31) tiveram ferimentos considerados graves e permanecem internados nos hospitais Santa Tereza e São Vicente, respectivamente.